História Forbidden Paths - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Crime!au, Jikook, Namjin, Sope, Surubinhas, Taegi, Tudoflexnessacaraia, Vhope
Visualizações 17
Palavras 600
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiieee

Se você tiverem dúvida podem me perguntar!! Mas eu acho que tá bem claro que é só uma forma de vocês conhecerem eles e pah... a história vai demorar só mais um pouquinho pra acontecer... eu acho...

no final do capítulo eu coloco a tradução dessas palavras caso alguém não entenda com o contexto...

Boa leitura!

Capítulo 4 - Efêmero e Dúctil.


Fanfic / Fanfiction Forbidden Paths - Capítulo 4 - Efêmero e Dúctil.

Narradora.

Kim Seokjin, um homem marcante em tantos sentidos que é de tirar o fôlego,mas assim como deixava sua marca, não ficava muito tempo para contar história, Seokjin tinha um comportamento meio duvidável, aparentava ser um doce de pessoa, mas era na calada da noite que acabava com a raça de qualquer um que tentasse tirar sua paz. Trabalhava para pessoas sujas, era como o cachorrinho dessa pessoas e bom.. não se importava de ser usado, não da maneira que o usavam. 

Adorava o controle que exercia debaixo dos panos, ah... sim... era como um preferidinho de seus contados, não admitiria para ninguém, mas seu corpo o levava para grandes tronos e adorava isso, nunca que ficaria com pessoas que não tivessem o poder necessário, se sentia um rei e não iria com nenhum plebeu. Sua vida fora de toda a adrenalina de assassino profissional era provavelmente a única coisa que não se orgulhava muito, trabalhava como assistente de gerente em um mercado que só existiam pessoas hipócritas, mas bom... precisava manter o álibi e este emprego já o salvou de muitas coisas.

Se arrependia das coisas que fazia, das vidas que já matou, de tudo, tudinho, mas... não é como se fosse fácil, parar de fazer uma coisa que o fazia sentir tanto poder, não, não pararia por causa disso, os sentimentos de Seokjin era efêmeros, ele sabia disso, assim como a culpa de matar uma pessoa passava rápido a vontade vinha na mesma intensidade. Adorava quando diziam que ele era delicado demais para fazer o que fazia e no final mostrava o quão sangue frio era. 

 

Jung Hoseok, um puro, no meio de todos estes homens errados que já conhecemos, bom... assim como era puro e inocente, poderia ser levado para o mal caminho em poucos segundos, sua mente doce e esperançosa achava que nada de mau ocorreria no mundo se todos tivessem compaixão, assim como ele. Era um jovem solitário, havia perdido sua mãe num acidente horrível e seu grande pai estava fazendo uma viajem de volta ao mundo, só não havia ido junto pois estava finalizando sua universidade, era sim muito novinho para estar finalizando medicina, tinha apenas 23 anos, o mais novo de seu curso, acabava recebendo críticas por ser tão novo, mas não ligava, iria savar a vida destas pessoas um dia.

Tinha um espirito sonhador, quem sabe conhecer uma pessoa cujo pudesse amá-lo sempre e cuidar dele assim como ele cuidaria dela. Hoseok era um amante do romance e não mentiria se dissesse que o seu romance favorito era a inusitada história de Bonnie e Clyde, mas nunca faria o que os dois maluquinhos fizeram, quem sabe não encontrasse uma pessoa que gostasse de salvar vidas como ele? Se sentia um tolinho quando parava e pensava nessas coisas tão "grandes" para sí, ria de suas bobeiras.

Nunca teve problemas e sempre agradeceu por ter uma vida tão... normal? Bom, não gostava do perigo, nem louco faria coisas estranhas que o prejudicassem. Tentava ao máximo se afastar de pessoas que o levassem para o lado errado, apesar de ser tão bondoso, sabia que se chegasse perto de pessoas assim, poderia té mesmo se deixar ir e acabar por prejudicar seu pai, se manteria longe de fazer amizade de pessoas que sabia que não poderia mudá-las. 

 

Mas por que Hoseok e Seokjin pareciam ser tão iguais? Agiam de formas totalmente diferentes... Será que era pelos dois terem desejos tão certos, porém sabiam que se deixariam levar fácil por uma "coisinha" qualquer? Estou adorando como os conscientes destes jovens parecem tão intactos, mas... por quanto tempo? 


Notas Finais


*Efêmero: O que possui caráter temporário; de curta duração.
*Dúctil: Que pode ser guiado ou conduzido; manejável.

Entoooon? Ficou estranho? Esperavam que o Jin fosse assim?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...