História Would you stay in the dark of dawn in the name of love? - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Bonnie the Bunny, Chica the Chicken, Foxy the Pirate, Freddy Fazbear, Golden Freddy, Mangle, Personagens Originais, Purple Guy, Shadow Bonnie, Shadow Freddy, Springtrap, Toy Bonnie, Toy Chica, Toy Freddy
Tags Bonnica, Drama, Fangle, Fnaf, Furries, Magia, Medo, Revelaçoes, Romance, Shadows
Visualizações 44
Palavras 1.591
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa Leitura..

Capítulo 33 - Soluções..?


P.O.Vs Dani:

Eu coloquei o panfleto em cima da pia da cozinha, e sai da cozinha. 

Eu andei  pela pizzaria pra passar o tempo pois a pizzaria iria abrir logo e eu estava praticamente pronta, e andando encontrei a Mangle andando por lá.
Eu:
-Ér... Mangle?
Mangle:
-Hã... Ah oi!
Eu:
-Que eu mal lhe pergunte mas, por que você ta aqui?
Mangle:
-É que eu queria falar com você, e eu sai a procura, sim eu sei, com aqueles três por ai não é bom andar sozinha mas eu realmente preciso falar com você.
Eu:
-Ah... então tudo bem, pode perguntar se quiser, mas sobre o que é a pergunta?
Mangle:
-Ela suspirou e me respondeu - SpringTrap...
Eu:
-Ouw... - Eu abaixei um pouco a cabeça e olhei de leve pro lado.
Mangle:
-Tudo bem se não quiser eu...
Eu:
-Eu interrompi ela - Não pode fazer a pergunta - Voltei a olhar pra ela - Bom pode fazer a pergunta andando? Daqui a pouco abre a pizzaria e eu tenho que estar pronta.
Mangle:
-Ok - Começamos a andar - Então, por que, SpringBonnie?
Eu:
-Bom, na pizzaria em que eu, a Goldie, o Golden Freddy e o Trap trabalhávamos, o SpringTrap tinha o nome de SpringBonnie, normal, mas a partir do momento em que eu briguei com ele, ele começou a corrigir e até brigar com quem o chamava de SpringBonnie, então ele começou a ser chamado de SpringTrap, e acho que o motivo dele não gostar do seu nome, é sobre o passado dele e tals.
Mangle:
-Nossa, bom, eu tenho mais uma dúvida.
Eu:
-Diga.
Mangle:
-O que realmente aconteceu pra vocês brigarem, tipo, o que ele fez pra ajudar o Shadow Bonnie a tentar matar o Shadow Freddy?
Eu:
-Eu dou um longo suspiro e começo a falar - Bom... vamos dizer que por o Shadow Freddy ser muito amigo da Viollet, o Shadow Bonnie começou a ter uma crise de ciúmes, por mais que as vezes a Viollet contasse que o Shadow Freddy gostava e ainda gosta da Diamond, mas o Shadow Bonnie não confiava muito. Até que um dia, o Shadow Freddy havia dado um conselho para a Viollet, e a mesma abraçou ele, e exatamente na hora em que ela abraçou ele, o Shadow Bonnie havia visto, e lógico ele ficou morrendo de ciúmes, o Shadow Bonnie não disse nada, ele saiu dali sem deixar que a Viollet ou o Shadow Freddy o visse, e ai o Shadow Bonnie foi perguntar pro Trap o que ele deveria fazer sobre isso, e claro, do jeito que o SpringTrap é um animatronic muito legal... e louco, o melhor conselho dele foi tirar o Shadow Freddy do caminho, traduzindo, matar o mesmo. Quando a Viollet viu o Shadow Freddy "morto" ela brigou feio com o Shadow Bonnie, e ela está brava com ele até hoje, ok. Mas bom, passou-se alguns dias e o Foxy descobriu que o Trap estava envolvido naquilo, e ele achou que o certo era me falar, e bom, depois disso eu também briguei com o Trap e Bla bla... bla. Mas no meio da briga, ele bateu a pata no meu rosto, e havia algo afiado na pata dele, que pelo calor do momento eu não prestei atenção, mas esse objeto acertou certinho o meu olho, e bom, é por isso que eu tenho essa cicatriz, pelo o que eu mais ou menos me lembro, minha última frase que eu disse foi: "Certo, agora me esquece!" É algo do tipo. Bom a partir dai a gente não se falou mais, até o dia que ele me desligou e eu acordei nessa pizzaria. E fim de história.
Mangle:
-Uow... Foxy já havia me explicado a algum tempo, mas você conta mais detalhado, e do jeito que eu não sou nada curiosa.

Eu ri baixo mas perceptível por ela.
Mangle:
-Bom, obrigada Dani, eu sei que é um assunto que te deixa desconfortável, mas enfim.
Eu:
-Não tudo bem, eu estou superando aos poucos.
Mangle:
-Que bom.

Nós olhamos pela porta para ver se víamos algum animatronic, e nós vimos! SpringTrap e Foxy quase se matando, o SpringTrap estava em cima do Foxy, e o mesmo batendo no Foxy, ou melhor, os dois se batendo.

Mangle:
-Cara eles vão se matar!! - Ela falou desesperada, e me olhou. Eu olhei pra mesma e voltei a olhá-los.

P.O.Vs SpringTrap:

                (Gente o P.O.Vs dele vai acontecer no mesmo horário em que a Dani encontra a Mangle, só pra avisar mesmo)

Eu estava indo para a área do palco, quando eu vejo o Foxy deitado no mesmo. Meus níveis de raiva subiram e eu já não respondi mais por mim. Eu me joguei pra cima dele e comecei a bater no mesmo, e ele fez o mesmo em mim. 

Eu:
-A culpa é sua! Por sua culpa, ela parou de me amar!
Foxy:
-Minha culpa? Você deveria saber que ela não gostaria nem um pouco de você ter ajudado seu irmão a tentar assassinar um animatronic, acho meio óbvio ela ter que saber!
Eu:
-Seu... - alguém pulou em cima da gente nos separando, ou melhor, a Dani e a Mangle estavam nos separando, a Mangle estava olhando para o Foxy, e a Dani estava me olhando, e pela cara dela, já sabia que eu tinha começado.
Mangle:
-O que acabou de acontecer?
Foxy:
-Eu estava deitado no palco, e esse louco vem pra cima de mim me batendo.
Eu:
-Que? Eu não... 
Dani:
-Ela me interrompeu - SpringTrap, eu te conheço muito bem pra saber se foi você que começou ou não!

Eu apenas fiquei quieto, realmente, ela é uma das "pessoas" que mais me conhece, ela só perde pro meu irmão, mas também né.

Dani:
-Ela se virou para os dois - Foxy, Mangle, me desculpem, eu vou conversar com ELE! - Falou a mesma destacando o ele da frase.
Mangle:
-Certo, certo... vamos..

O Foxy se levantou, e os dois 
saíram da área do palco e foram mais pra dentro da pizzaria.

Eu:
-Que história é essa "Eu vou falar com ele"? - eu me levantei.
Dani:
-Ela se virou para mim- Qual é o seu problema? Parece que você não pode ver ninguém quieto que você inventa uma... - Nós escutamos um barulho vindo da porta que dava mais pra dentro da pizzaria, e olhamos para a mesma. Seja lá quem estava ali, saiu correndo.- confusão... - Ela voltou a me olhar. - Vem aqui! - Ela me puxou pra dentro da cozinha para quem seja lá que estava nos espionando, parasse com isso. 

Ela se sentou no chão e eu sentei na frente dela.
Dani:
-Enfim... qual o motivo disso?
Eu:
-Você sabe muito bem que eu tenho uma ódio mortal pelo Foxy, isso é uma coisa que nunca irá mudar.
Dani:
-Você tem ódio por ele, por ele me contar a verdade? Por ele realmente me alertar quem era o meu namorado?
Eu:
-Você fala isso como se você nunca tivesse um pensamento psicopata, do mesmo jeito em que você me conhece, Daniela, eu te conheço muito bem, e também sei muito bem que do mesmo jeito que eu tenho pensamentos e ações psicopatas você também tem! 

Ela ficou quieta, realmente eu sabia que ela tinha esses pensamentos, pois a conheço desde quando eu era criança, e ela tinha esses pensamentos, e pelo silêncio da mesma, sei que ela ainda tem.

Ela ia sair da cozinha mas eu a seguro, e a empurro pro chão, ela fica deitada de barriga pra cima, e eu fico ao lado dela sentado.

Eu:
-Ah, nem vem, você não me disse nada, agora vai ter que falar algo.
Dani:
-Por que eu te obedeceria?
Eu:
-Três... - Ela virou o rosto dela me ignorando.
Eu:
-Dois... - Ela fechou os olhos e continuou me ignorando
Eu:
-Eu avisei! - Eu comecei a fazer cócegas na barriga da mesma.
Dani:
-S-S.... S-Spring!! Pa-Para!! - Ela não parava de rir, e pedir para que eu parasse.
Eu:
-Eu só paro com uma condição - Eu parei de fazer cócegas nela e a deixei respirar - Você vai responder aquela frase!
Dani:
-Não! Eu não vou fazer isso!
Eu:
-Okay! -Eu voltei a fazer cócegas nela sem a deixar respirar direito.
Dani:
-O-O.... Ok.... E-Eu... R-Respondo! S-Só me dei-deixa.. r-r-RESPIRAR! - Eu parei de fazer cócegas nela, mas continuei do lado da mesma.
Eu:
-Estou esperando. Te dou cinco minutos para responder, se não eu volto a fazer cócegas em você.
Dani:
-O....Okay... Okay... Eu res-respondo.. - Ela respirou um pouco e começou a falar novamente - Sim, eu ainda tenho pensamentos "psicopatas" mas não faço o que eu penso pois... sei lá, eu não quero ficar tão brava com você, e fazer as mesmas coisas, não faria sentido, então eu me seguro ao máximo...
Eu:
-Era só isso que eu precisava... - Eu me levanto e a ajudo a levantar - de um jeito ou de outro eu sabia que você não tinha tanto ódio assim de mim.
Dani:
-Ahaha bonzão, não vai achando isso não! - ela deu um tapa de leve no meu ombro - eu ainda tenho raiva... mas menos.
Eu:
-Ta bom coelhinha. Vou ir buscar uma coisa que esqueci, depois você tem que me apurar de novo.

Ela suspirou e se virou pra procurar alguma coisa na cozinha, e eu sai da mesma e fui mais pra dentro da pizzaria, procurar meu microfone que eu deixei em algum lugar.
 
                                        Continua...


Notas Finais


Então, o que acharam do capítulo? Curto, longo, chato, legal... enfim, vocês me digam a opinião de vocês, é bom saber se vocês estão gostando ou não da fanfic. Bom um bj e até o próximo capítulo, tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...