História Garotas "SUICIDAS". - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Garotas Depressivas, Romance, Suícidio
Visualizações 7
Palavras 1.109
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Poesias, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bem vindos

A
H

M
A
I
S

U
M

C
A
P
I
T
U
L
O
Que vocês tanto pediram 👇
♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡

Capítulo 4 - Só quero que permaneça esse sorriso aí


Fanfic / Fanfiction Garotas "SUICIDAS". - Capítulo 4 - Só quero que permaneça esse sorriso aí

Por que não contar pra elas né? Nos conhecemos desde pirralhas além disso elas me conhecem super bem, e se eu não conto, não sei como descobrem...

_ É minha mãe...ela já está catando um novo cara...sabe Monique lembra daquele negócio de superar? _ falo um pouco triste. 

_ Sim_ diz Monique.

_ Pois é...acho que minha mãe superou _ falo suspirando. 

_ Sério? _ interroga Jady franzindo a testa. 

_ Sim...aquele Robert não sai de perto da minha mãe isso é ridículo sabia? 

_ Eles tão tendo um caso? _ pergunta Lídia. 

_ Com certeza _ falo sem deixar marca de dúvidas. 

_ Que dificuldade!se fosse eu fugia de casa _ à firmou Monique. 


_ Sabe Anne você não deve se meter na vida da sua mãe....por que ela sabe as coisas mais do que você,não é falando mal mas,e-eu,desculpe Anne _ sugeriu Lídia. Logo pede desculpas, mas ela tinha toda a razão, se for pra ajudar minha mãe okay não discordo de nada. 

_ Está certa Lídia _ concordo. 

_ Bom gente,antes de mais nada,fizeram a tarefa de casa? _ lembra Jady mudando o assunto. 

_ NÃO!!!!! _ falamos juntas.

_ Parece até que já tinha visto essa cena _ declarou Jady rindo. 

_ Tenho duas notícias pra dar _ afirmou Lídia. 

_ Conta _ falamos juntas curiosas. 

_ Notícia ruim primeiro...não fizemos a tarefa. Óbvio . notícia boa a Jady fez e vai nos emprestar o caderno _ informou Lídia. 

_ Ahãm vai sonhando _ diz Jady. 

_ O se vai _ mostro um sorriso. 

_ Que lindo! *se empolga*adoro quando eu vejo você sorrir ^^ _ Lídia aperta minhas bochechas. 

_ Ain! Eu não gosto quando tu faz isso!! _ não gosto mesmo. 

_ Cuzona insensível! _ faz um bico enorme. 

_ Não faz bico porra! Não resisto! _ fala Monique apertando a bochecha da mesma. 

_ Meo deos que melosidade _ fala Jady fazendo cara de nojo.  

_ Só fala isso quando não tem ninguém pra ficar grudada _ falo desarrumando o cabelo da mesma.

_ Ataboh *ri*piranhas _ faz uma cara de cú.  

_ Genti ceis notaram que já bateu o sinal? _ lembra Monique .

_ Putz! É o professor esquisitão que parece mais um alien louco! _ diz Jady. Socando a parede. 

_ Mais não dá tempo de entrar na sala? _ pergunta Lídia. 

_ Não. Ele odeia quando chegam atrasado. E também por que tô sem vontade pra estudar _ falo com ar de tédio. 

_ Oia eu cagando praquela desgraça _ diz Monique _ tô pistola !

_ Mas vamo pra sala girls _ sugere Jady. 

_ Pra que caralhos se não vão deixar a gente entrar? _ diz Monique. 

_ E já fomos pra diretoria três vezes por atraso. E tivemos que assinar aquele livro do rubro! Aliás dessa vez nois tá fudidaça . Suspensão  _ Lídia da um riso forçado. 

_ O QUE for pra ser que seja desgrama! _ Jady se altera. 

_ Okay então _ Concordo. Fomos pra sala. Ou melhor chegamos na porta da sala. Damos um licença sem ânimo para o prof ver que nois tava ali. 

_ Bonito. As garotinhas continuam a dar mal exemplo! _ fala o prof alien, não é o nome dele mais é um sarro inventar apelidos para um ser chato como ele. 

_ Desculpe professor,nois ia faltar hoje pra ir pescar com o pai da Monique mas ele não deixou _ invento uma das mentiras mais bestas do universo. Monique me olha. O professor faz expressão surpreso :

_ Mais que ótimo! Ele se preocupa com o futuro seu e delas _ diz ele. Parecendo encantado. 

_ Que nada prossor _ diz Monique _ ele disse que as isca mal dava para ele  _ não precisou acrescentar nenhuma palavrinha a mais. Por que essa foi o suficiente para deixa-lo bravo e em vez de nos jogar pra fora da sala, nos joga pra dentro. Somos alunas do fundão, melhor lugar que os professores menos liga. E do amém por isso . Sentamos no nosso lugar. Como já disse no fundo no canto da parede. Poucos minutos depois da nossa entrada, todo mundo bagunçava. Voltamos a nossa atenção no prof ao ver que ele queria nos apresentar um aluno novo. 

_ Pessoal?!...Quero apresentar o novo aluno...ou melhor Garoto pode falar sobre você? _ diz o prof. 

_ Bom...meu nome é Murimura tenho 18 anos sou Youtuber, e só...não posso me expor tanto _ diz seco. E vem sentar no fundão com a gente. Não demorou muito pra amigar cá gente . O professor ficou puto :

_ Ceis vieram pra estudar ou pra conversar?

_ Viemos conversar e também observar sua cara de otario _ diz Muri.

Isso me faz lembrar o meu primeiro dia, mas eu era uma santinha eu e as miga agora esse Mura tem mais coragem que eu. 

_ Cuidado com o desacato ao professor! _ grita o prof .

_ Tô o foda-se _ diz Lídia rindo. 

_ Direção. Ceis cinco! _ ordenou. 

_ Podi pah. Bora cambada _ Jady foi pegando a bolsa e saindo. Pegamos a nossas também e fomos a diretoria. Terminando de ouvir um belo dum sermão do diretor tivemos que assinar a desgraça daquele caderno dos infernos,e para piorar ele vem com aquele papo de que nossos pais já tava pra chegar, pra conversar e tals, menos o Mura que era a primeira vez do carinha aqui na escola. Minha mãe chegou primeiro, o diretor pediu para ficar a sós com ela . Vou para fora. As meninas continuavam lá dentro, a conversa deve tá foda por que tá demorando...e parece que essa conversa já tá a décadas! Até que minha mãe sai de lá. 

_ E então mãe? 

_ Suspensão. ..

_ Quantos dias? 

_ Onze dias. Filha sabe que isso é errado. 

_ Desculpe mãe. Só queria se divertir...

_ Mas não pode se divertir assim, você precisa estudar.

_ Eu sei mãe é que tudo tá tão difícil...

_ Quer falar sobre seu pai? 

_ Não mãe. Isso só dificulta as coisas . Talvez eu queira falar agora sobre coxinha, toddynho, Nutella, sorvete? 

Ela me olha com um brilho nos olhos. 

_ Essa é minha garotinha sapeca! 

_ Oh mãe! Não sou mais criança .

_ Pra mim sempre será filha *se abraça *,e seu pai sempre te viu como aquela garotinha...garotinha só dele...

_ Mãe. Por favor não quero lembrar dele...eu tenho que me acostumar...

_ Desculpe ♡ ah...e o Robert vai vir jantar em casa...espero não se incomodar .

Ai meu gzuis. 

_ Senhor...tá mãe tô suave. Se isso vai te fazer bem boa sorte :')

_ Obrigada filha por me apoiar. 

_ É o certo. Só quero ver sempre esse sorriso aí. 



Notas Finais


Vocês me pediram tanto que tá aqui o capítulo esperado
:')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...