História Gato Felix - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Chan, Changbin, Felix, Hyunjin, Jeongin, Jinjing_, Jisung, Minho, Seungmin, Stray Kids, Texting, Woojin
Visualizações 53
Palavras 697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drabble, Ecchi, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Vcs viram que ODPJ está de capa nova? :D
Quem ainda n viu, vou deixar o link nas notas finais❤
Boa leitura ;3;

Capítulo 5 - 05. Textão no Facebook? Textão no Facebook!


Lee Felix atualizou o próprio status.

Agora mesmo

“Hoje, friends e seguidores, eu vim expressar a minha grande indignação com os meus amigos aka bonde das falsianes. Primeiro: eles conhecem alguém que me crusha e não falaram nada; Segundo: esse meu “crushador” sempre vai nos rolê que eu não vou pelo simples motivo de essas najas NUNCA me convidarem! Isso é para se revoltar, não e? E o que falar desse crushador aka beijoqueiro sem coração? Sabiam que ontem ele me beijou num banheiro público e depois saiu correndo? O que pensar de uma pessoa assim, além de pensar que ele é um puta de um medroso? Será que ele teme uma rejeição? Ou será apenas um covarde que não consegue admitir que é GAY com medo do que a sociedade vai pensar dele? Será que ele só se importa com o que vão pensar dele do que admitir que ele realmente ama um HOMEM, que no caso, sou eu? Estamos em pleno século XXI, querido! O que realmente importa são os seus sentimentos e não o pensamento quadrado dessa sociedade hipócrita que prega o “amor próprio”, a “felicidade” e a “aceitação”, sendo que eles não entendem que nós LGBT’s e afins somos felizes do jeito que somos. Deus disse para amar uns aos outros, então deixe-nos amar uns aos outros do jeito que quisermos. #BotaACaraNoSol #VemProValeDosHomossexuais #Sincerizei”

Fiz textão, sim. E nos primeiros dez minutos, já tinha vários compartilhamentos, likes e comentários. Eu estava curioso para ver o que haviam comentado, mas estava muito cansado para isso, então simplesmente larguei o celular em qualquer canto e fiquei encarando o teto.

Ouvi batidas na porta do meu quarto, mas ignorei e fiquei quietinho para que a pessoa do outro lado da porta pensasse que eu estava dormindo – ou que simplesmente entendesse que eu estava cagando e andando pra quem quisesse falar comigo. Não é porque eu sou passivo que tenho que ser um doce de garoto e prestativo com todos.

– Felix, abre essa porta porque eu sei que você está aí. –Revirei os olhos ao ouvir a voz de Jaehwan, meu irmão mais velho.

– A porta está aberta, então não me faça levantar daqui só pra abrí-la. –Exclamei abraçado ao meu Felix de pelúcia – foi o Jaehwan que me deu dizendo que era apenas um agrado de hyung para dongsaeng, mas eu sei no fundo do meu ser que essa foi uma zoação malígna só pelo meu nome ser Felix.

Quero ver se ele ia gostar de ganhar um Donald de pelúcia caso o nome dele fosse Lee Donald.

A porta foi aberta deixando que Jaehwan passasse para vir me encher de frases que ele lia nos seus livros inúteis de autoajuda que só serviam para nos deixar mais depressivos ainda por nos lembrarem do quanto somos inúteis.

– Eu vi o seu status, e gostaria de saber quem foi que te beijou para eu esfregar a cara desse infeliz no asfalto quente por tirar o bv do meu maninho. –Sim, esse idiota acredita que eu era bv até ontem no banheiro. Coitado, mal sabe que eu já beijei metade da escola – só os meninos porque eu não sou obrigado a beijar garotas com meio quilo de maquiagem na cara.

– Credo, hyung. Não seja tão careta. Até parece que eu não sei que você perdeu o bv aos dez anos, então não venha dar uma de santo pra cima de moi. –Revirei os olhos com um bico nos lábios.

– Mas são situações diferentes. Pelo menos eu sabia quem estava me beijando, diferente de você que só o conhece pelo nome do user. –Rebateu.

– Está dizendo que eu sou tipo uma puta que sai beijando todo mundo sem nem ao menos conhecer?? –Questionei furioso pela sua insinuação.

– C-claro que não, m-mas…

– SAI DO MEU QUARTO, HYUNG FILHO DA PUTA!! –O chutei pra fora do meu quarto e tranquei a porta, me escorando nela com violência.

Assim que lembrei do meu celular abandonado na cama, fui até ele.

Lee Felix atualizou o próprio status

Agora mesmo

“Se você tem um irmão mais velho, incorpore Nazaré Tedesco e o jogue da escada na primeira oportunidade que você tiver.

P.S: Lee Jaehwan, acho melhor você ficar longe de escadas por um bom tempo.”


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...