História Gênesis - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Battle Angel
Personagens Personagens Originais
Tags Anjos, Bíblia, Deus, Luz, Trevas
Visualizações 1
Palavras 4.825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Sobrenatural

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Os problemas do Leonardo!


Fanfic / Fanfiction Gênesis - Capítulo 5 - Os problemas do Leonardo!

— Depois de toda aquela correria , os quatro ficam bastante cansados...

Darcy: — Noossaa, nunca tinha ficado desse jeito na minha vida!

Akira: — Muito menos eu!

Hugo: — Nossa, realmente! Ser humano é uma coisa complicada!

Leonardo: — Uma hora vocês se acostumam!

Darcy: — Eu nunca suei na minha vida e agora pela primeira vez estou suando.

Leonardo: — Para isso existe um banheiro! Para você tomar banho e ficar limpinho, eliminando assim todas as sujeiras e o suor do corpo.

Leonardo: — Eu vou ser o primeiro a tomar banho!

Darcy : — Espera! Se importaria se eu fosse tomar banho junto a você? É porque eu não sei como é tomar banho!

Leonardo( envergonhado): — Mas é claro que me importaria! Não, não e não mesmo! Por favor , privacidade é bom e eu gosto disso. Depois que eu acabar , eu te ensino Darcy!

Darcy: — Mas , eu queria ver um corpo humano de perto , até porque só tinha visto em livros e tudo mais , mas nunca assim em tempo real.

Akira e Hugo: — Nós também queremos!

Leonardo: — Mas é tão estranho isso , cara! Porque eu tenho vergonha do meu corpo e tipo, tomar banho com outros meninos, quer dizer vocês não são nem meninos , não possuem nem sexo. O que dá mais vergonha ainda!

Leonardo: — Desculpem - me mesmo , mas não! Eu não consigo. Por favor, eu sabe , ah sei lá!

Akira: — Então, te ajudamos em relação a isso! Já que você tem tanto pânico.

Darcy: — Somos família! E , nós somos seres assexuais, mas e daí?! Nós gostamos de se parecer com meninos! Então!

Hugo: — Nós somos meninos , e somos bem velhos! A gente tem idade pra ser seu pai. Não se iluda com as aparências!

Darcy: — Vamos superar essa sua vergonha, mas você precisa confiar em nós!

Leonardo: — Tudo bem! Eu confio e muito.

— No banheiro , a voz dos anjos faz Leonardo sentir- se tão calmo e tranquilo , que ele age naturalmente.

Leonardo( surpreso e ao mesmo tempo feliz): — Estou tão surpreso que eu consegui chegar até aqui! Mas , só com vocês que consegui superar isso! E isso é bom porque vocês são minha única família! São o que realmente importa.

— Ele ensina como se toma banho e depois do banho , Leonardo empresta umas roupas pra eles, se bem que ficam muito pequenas e apertadas. Pois Leon é pequeno e bem magro comparado aos anjos. Se bem que os três possuem habilidades para aumentar e diminuir coisas , então eles aumentam as roupas que Leon deu pra eles. E depois daquela cansativa noite ...

Darcy: — Nossa, primeira vez que me sinto cansado de verdade!

Hugo e Akira: — Nós também!

— Os quatro ficam tão cansados, que caem de vez na cama . No dia seguinte... Já na mesa do café, Leonardo ensina a preparar ovos. E os anjos ficam fascinados com tudo que vêem. Na escola , os quatro chegam e os olhares de todos ficam mais surpresos do que o normal! O que é que Leonardo estaria fazendo com aqueles novatos?! Como ele tinha conseguido fazer amizade com eles?!( isso se passava na cabeça das pessoas da escola). Logo em seguida, vinham os "cães selvagens" já olhando para o Leonardo...

Leonardo: — Galera, me dêem um estante , pois aqueles meninos vão me zoar, então apenas relaxem! Eu já estou acostumado com tudo isso.

Leonardo: — Por favor!Não venham atrás de mim!

— Ele se afasta um pouco dos anjos e adiante vem os cães selvagens...

Jeff: — Fala aí seu saco de ossos!

Matheus: — Soubemos que você seguiu o nosso conselho e tentou se matar, mas falhou. Está de parabéns! Mas sabe? quer uma dica?! Da próxima , se enforca ! Assim é uma morte bem mais rápida( dando uma gargalhada).

— Leonardo( cheio de medo) não diz nada e logo adiante Matheus o empurra para cair no chão. Mas antes mesmo de Leon cair , eis que Darcy aparece e o segura , fazendo assim ele não cair.

Darcy: — Então, você é o Matheus?

Matheus: — Sou sim , por que? Veio para defender este lixo?!

Hugo: — Ele não é lixo!

Matheus: — Agora , vocês viraram amiguinhos deste troço?

Akira: — E se viramos , o que você irá fazer?!

— Todos do grupo ficam perplexos... E ficam falando: — Chamou, chamou pra o fight.

Matheus: — Ora seuuu...

Darcy: — O que te faz ser assim?! Você não tem mais o que fazer e fica fazendo bullying com os outros! Você acha que é quem para pensar que é melhor que todos aqui? Você não é melhor que ninguém! E você com essas atitudes , vai se rebaixando cada vez mais.

— Todas as pessoas que estavam ali reunidas no local , de repente fixam só para os três e os cães selvagens , criando uma multidão.

Leonardo: — Meninos , por favor , parem! Não precisam fazer isso! Deixem que eu me viro, eu vou conseguir desenrolar!

Darcy: — Relaxa, garoto!

Akira: — Você acha mesmo que nós vamos ignorar?!

Hugo: — Relaxa Leon! Nós sabemos o que estamos fazendo.

Matheus: — Aí galera, vocês ouviram?! O nome dele é Leon.

— Todos do grupo começam a dar gargalhadas.

Akira: — E daí se o nome dele for Leonardo? Você vai fazer o quê?!

Matheus ( já cheio de tudo) parte pra cima do Akira, com um soco!

Matheus: — Vou fazer vocês calarem as bocas, seus bostas! Farei com que vocês se arrependam de ter nos confrontado.

— Akira apenas coloca um único dedo que para toda a potência do soco de Matheus. Todos ficam admirados...

Hugo: — Você já acabou?! Porque temos mais o que fazer!

— Jeff vai pra cima do Hugo com um chute, mas só ele encostar no pelo da pele do Hugo faz ele paralisar, caindo no chão.

— O que deixa o Bruno( um integrante do grupo) mais irritado ainda , e faz ele disparar um chute que vai ao encontro da barriga de Darcy. Mas Darcy com apenas um toque de sua unha em sua perna , faz ela torcer. Matheus , caído no chão, chorando de dor! Todos do grupo dos " cães selvagens" partem pra cima dos três, mas bastam ver os olhares dos anjos , que todos se paralisam e mijam nas calças. E todos começam a rir!

Jeff: — Se rirem, eu juro que farei cada um de vocês pagarem!

Darcy: — Não, não vai mesmo! Porque nós não iremos deixar! Só apenas toque em uma dessas pessoas e você acabará como seu amigo.

Akira: — Dessa vez , vocês aprenderão que a gente colhe o que planta. Vocês achavam que não teriam consequências das suas ações, até que nós chegamos e viramos as suas consequências!

Hugo: — Agora , eu quero que todos vocês peçam desculpas de joelhos , a todos aqui que vocês fizeram mal! Inclusives , a primeira pessoa que vocês irão pedir desculpas é o Leon. Afinal , por culpa de vocês , ele quase que morria!

— Várias pessoas começam a gravar...

Darcy: — Por favor, parem de gravar!

Hugo: — Sabemos que todos eles fizeram muito mal a vocês, mas o que vai adiantar resolver fogo contra fogo?

Akira: — Precisamos ser paz! Vamos ser diferentes! Vamos lutar bem contra mal, e não mal com mal. Porque mal com mal só trará mais mal ainda!

Darcy: — De qualquer jeito pessoas, não podemos julgá - los! Porque o único que possui esse direito é o PAI CELESTIAL. Olha cães selvagens, nós sabemos que todos vocês fizeram e fazem mal à muita gente! Mas... O que vai adiantar todo esse mal?

Hugo: — Cada um aqui deve ter uma história por trás que fizeram vocês sofrerem , mas vocês não podem simplesmente descontar a raiva nos outros!

Akira: — Se coloquem no lugar de todas essas pessoas. Vocês gostariam de sofrer bullying? Ser amigo é conviver e aceitar as diferenças do outro! Então, se vocês possuem problemas, desabafem pra os seus amigos! Afinal de contas, amigos servem para isso!

Darcy: — Vocês podem ter feito milhões de coisas erradas , mas não existe erro que não possa ser perdoado. Então, mesmo que essas pessoas estejam com bastante raiva de vocês, caberá a vocês agora conquistarem a amizade dessas pessoas ( isso se vocês quiserem fazer novas amizades).

Akira: — Afinal , toda ação tem uma reação.

Hugo: — Colhemos o que plantamos!

Darcy: — E a propósito, você aí garoto da perna machucada! Seu torcimento vai passar daqui a pouco. Eu atingi um de seus nervos , em que não irá prejudicá-lo em nada. É temporário.

— De repente , alguém da multidão :

— Vamos lá pessoas, aplausos pra eles! Eles merecem!

— E todos começam a gritar: — Eles merecem! Eles merecem!

— Repetidas vezes.

Grupo de meninas( apaixonadas): — Eles são tão lindos e ao mesmo tempo tão brilhantes!!!

Grupo de meninos: — Que caras maneiros!

— Todo esse alvoroço chama a atenção da coordenadora...

Coordenadora Joanna: — Mas , o que está acontecendo aqui?!

Uma das pessoas da multidão: — Os novatos tiraram onda com a cara do grupo que fazia bullying com todos.

Coordenadora Joanna: — Quem é este grupinho?! Pois agora mesmo irão todos para a sala da diretora!

Coordenadora Joanna: — Chega desse alvoroço! Todos já pra sala, agora! Vão!

— Todos correm para as suas salas.

Coordenadora Joanna( apontando para os cães selvagens): — Vocês, venham comigo! Já! Sala da diretora.

Darcy: — Não, por favor moça!

Akira: — Não acho que seja necessário isso!

Hugo: — Eles já entenderam a lição!

Akira: — Né garotos?!

Cães selvagens: — Sim!!!

Coordenadora Joanna: — Se vocês dizem então, OK! Vou deixar passar , hein?! Mas da próxima vez, não tem escapatória! Agora por favor, vão todos para as suas salas!

Darcy: — Muito obrigado!

Jeff: — Espera! Por que vocês foram tão legais com a gente? Mesmo sabendo que nós fizemos todo esse mal para todos?!

Darcy: — Simples.

Hugo: — 5 letrinhas...

Akira: — J-E-S-U-S, Jesus.

Matheus: — Jesus, o que é que tem ele?!

Darcy: — Se você tiver ele em sua vida, então todas as coisas ao seu redor mudam e tudo que era ruim vai ficando bom.

Hugo: — Você apenas precisa aceitá- lo em sua vida.

Akira: — Em Jesus, vocês vão encontrar coisas que jamais vocês encontrarão! Como por exemplo: Amor, paz, paciência.

Hugo: — Mas claro que cabe a vocês decidirem se quer ele em suas vidas ou não.

Darcy: — Enfim , se quiserem saber mais falem conosco!

Jeff: — Espera!

Matheus: — Nós queremos sim esse Jesus! Se ele vai nos fazer ficar assim como vocês , queremos agora

mesmo!

Jeff: — E a propósito Leon, desculpa por todas as coisas que fizemos! A vida é bela , cara! Tudo aquilo que falamos foi mentira!

Leonardo: — Quem são vocês pra me chamarem assim?

Jeff: — Mas...

Leonardo: — Relaxem , tô só zuando , perdôo sim todos vocês!

Darcy: — Então , vamos orar!

Akira: — Espera aí! Antes disso, preciso fazer umas perguntas pra vocês!

Jeff: — Diga quais são!

Akira: — Vocês reconhecem que Jesus é o único caminho da salvação, e que ele é o ÚNICO SALVADOR! E não existe outro caminho além dele?

— Todos afirmam!

Akira: — Então, que oremos!

— Todos ali presente , oram!

Hugo: — Pronto!

Jeff: — Mas , e agora o que fazemos?! Como podemos nos tornar pessoas melhores , por onde devemos andar? E o que fazer pra não errar?

Darcy: — Olha , não quer dizer que só porque vocês aceitaram a Jesus que agora tudo de bom vai vir e mais nenhum mal vai acontecer!

Akira: — As tribulações virão, mas não se desviem do caminho nem se desestruturem! Pois Jesus é a base de vocês! E sempre vai estar com vocês, não importa o que fazerem ou disserem!

Hugo: — Agora, claro que vocês precisarão de um sistema de ensino! Pra aprender mais sobre Jesus, e aprender a ser cada vez, uma pessoa melhor! E pra isso existe igreja! Então, vão para uma igreja cristã mais próxima de vocês. Todo domingo de manhã às 9:00 tem! Eu sei que pode parecer chato! Porque dia de domingo acordar cedo? Mas, tudo isso é por uma causa maior! Pelo nosso PAI! Porque sem ele nem vida teríamos , então é isso.

Akira: — Um aluno sem escola fica sem inteligência. A mesma coisa um cristão sem a sua igreja!

Darcy( puxando os seus dois irmãos pelo braço): — Agora , se nos derem licença, precisamos ir! Xau! Que Deus abençoe a todos!

Matheus: — Xau! Muito obrigado por tudo!

— Os quatro, quase na porta de entrada da sala...

Leonardo: — Meninos, muito obrigado por tudo! Sério, primeiramente Deus, mas depois sem vocês, eu não seria nada. Vocês foram presentes que Deus colocou na minha vida.

Leonardo: — Eu amo vocês! Abraço coletivo?!

Os três na mesma hora:

— Nós também! Abraço coletivo!

— E daí entram na sala de aula.

— O sinal toca para o recreio...

Isabelle: — Ah, então você é o Leon? Olá Leon , muito prazer!

Leonardo: — Olá menina unicórnio! Prazer também!

Isabelle: — Eiii, pra você é Isabelle!

Isabelle: — Tô zuando!( dando uma risadinhas)

Isabelle: — Meninos, todos vocês foram muito heróicos por terem feito aquilo. Nossa! Vocês mal chegaram na escola , é o segundo dia e meio de vocês, e tipo vocês já chegam , chegando.

Isabelle: — Vocês são DIVOSOSOOSSS.

— Os três agradecem!

Akira: — Divoso?! Mas ... O que é isso?!

Isabelle: — Mentira que em pleno século 21 e você não sabe o que é divoso? Desatualizado! ( rindo)

Isabelle: — Divoso é algo bafônico sabe? Algo top, algo massa? Entendeu?

Akira: — Não!

Hugo: — Ele é demente mesmo , já vai se acostumando!( dando uma gargalhada junto ao Darcy)

Isabelle: — Tudo bem , tudo bem! Todos nós temos defeitos. Ninguém é perfeito! Mas, mudando de assunto... Akira , que lentes de contato mais lindasss!

Isabelle: — Roxas! Ameeiiiiii! Gostei do seu estilo! Gosto de pessoas que fazem a própria moda.

Akira: — Lentes? Esses são meus...

— Antes que ele falasse a palavra: "olhos", Leonardo pisa no pé dele.

Akira: — Aiii! Aí, por que você fez isso?

Leonardo: — O que ele quis dizer é que estas lentes , ele já tem há tanto tempo que já considera parte de seu corpo!

Isabelle: — Legal! Vocês gostam de unicórnios?!

Darcy: — Unicórnios?!

Isabelle: — É fofos! Unicórnios! Cavalos com um único chifre.

Hugo( surpreso com essa palavra): — Unicórniossss!!!

Isabelle: — Vocês são uma figura! Até parece que vocês não são desse mundo! AiAi!

Isabelle: — Bem , por que vocês acham que eu tenho esse cabelo colorido? E sou chamada de menina unicórnio? Porque eu sou um. Mas é segredo, tá?! Xiuuu( — fazendo um sinal com a mão indicando assim: silêncio).

Isabelle: — Gente , vamos sair dessa sala né? Vamos! Quero que vocês conheçam as minhas amigas, vamos ! Vamos!

— Os quatro saem acompanhado de Isabelle e vão para o refeitório , onde as amigas da Isabelle estão...

Thiphany: — Isa, amiga! Senta aqui!

— Isabelle chega com eles...

Esthephany: — Eiii miga, faz novas amizades e nem vai apresentar?!

Isabelle: — Calma mulé!

Isabelle: — Amigas , quero que vocês conheçam meus quatro novos amiguíneoss( — falando com uma voz de gatinho e fazendo gestos kawais).

Isabelle: — Esses são o: Akira, Hugo , Darcy e por fim... Leonardo.

Thiphany: — Mais que nomes bonitos! Prazer meninos! Eu sou a Thiphany!

— Antes que eles falem...

Esthephany: — Eiii, você não é aquele garoto que foi encontrado desmaiado no primeiro dia de aula!

Leonardo: — Sou sim! Sabe , eu não gosto muito de lembrar deste momento. Se é que você me entende.

Esthephany: — Tudo bem!

Thiphany: — Nossa , vocês três estão conhecidos como: " os super heróis da escola". Mal chegaram no colégio e já estão causando!

Esthephany: — Estão até sendo admirados como deuses gregos!

Isabelle: — Esthephany! Para com isso , sua doida( dando gargalhadas).

Darcy: — Como assim , deuses gregos?

Esthephany: — Ah , Vocês Sabem do que eu estou falando... Não se façam de bobos.

Isabelle: — Esthephany, para com isso! Você está deixando eles envergonhados assim.

Leonardo: — É... Foi um prazer conhecer todas vocês, mas agora a gente ja está indo, ok? Sabe? Conhecer outros cantos da escola.

Isabelle: — Tudo bem , xau!

— Eles se despedem e vão embora...

Esthephany: — Amiga , que meninos lindos você conheceu! Pela pouca falatória deles , deu pra saber um pouco da personalidade de alguns.

Thiphany: — Amiga , você está com interesse em algum?( — fala com um tom de brincalhona)

Isabelle: — O quê? Claro que não! Eles só são meus colegas! Amiga

lembra .

Esthephnay: — Já sei o que você vai falar , " que só está à procura de novas amizades, e nada mais que isso".

Thiphany: — Mas , você tem que admitir que aqueles três são bem bonitos!

Isabelle: — Realmente ! são: "deuses gregos" ( — dando gargalhadas com suas amigas).

Akira: — Aí Leonardo, por que você fez aquilo? Pisou no meu pé?! Você sabe quem eu sou e o que eu posso fazer? Deveria ter mais cuidado com o que faz!

Hugo: — Akira , deixa o garoto ! O garoto só tem 14 anos! E tu já é um velho.

Darcy: — É Akira! Deixa ele.

Leonardo: —Gente , tá tudo bem! Realmente , eu errei. Me desculpa mesmo Akira por isso. Você ia falar que seus olhos são roxos naturalmente.

Akira: — E são mesmo!

Leonardo: — É , mas acontece que humanos não possuem olhos roxos! E se você dissesse isso, provavelmente ela poderia até acreditar e daí , já daria pra desconfiar que você não é normal , entendeu?

Akira: — Ata! Entendi. Foi mal pela grosseria contigo tá?!

Leonardo: — Tudo bem. Eu entendo , se fosse comigo eu também ficaria com raiva.

[

Akira: — Não estou com raiva! Qual é?! Eu tenho um milhão e alguma coisa de anos. Você acha mesmo que isso me afligiria?

Akira: — Naquela hora , eu tive que finji que doeu pra ela não "desconfiar". Você nunca me irrita Leon! Porque eu não consigo ter raiva de você! Mas eu confesso que fiquei um pouco chateado. Mas , agora que você falou! Já passou. Eu só falei aquilo pra te intimidar.

Darcy: — Você não quer ver a fúria do Akira! Sério. Se ele estivesse furioso mesmo , você nem estaria mais entre nós!

Leonardo: — Nossa , agora estou com medo!

Akira: — Relaxa! Eu destruo a tua face e depois reconstruo.

Leonardo: — Você tá louco? Mas , quem sabe assim eu não fico mais bonito?

Hugo: — Leon , você é doido! Realmente não teme a morte. Porque você viu que com apenas uma ponta de unha , acabamos com aqueles meninos. Então já pensou um soco nosso? Seria muito mais que apenas uma destruição no seu rosto! Seu corpo desintegraria.

Leonardo: — Eu sei! Eu só tô brincando!

Leonardo: — Mas , eu sei que vocês não são capazes de me fazer mal. Porque eu sou um ser inofensivo né? ( dando uma risadinha)

Darcy: — Há muitas formas de consequências que você nem imagina! E que não precisam necessariamente bater.

Darcy: — Mas , só RELAXE!

Darcy : — Jamais faríamos isso com você! Mas não teste a nossa paciência!

Leonardo: — Mas , vocês são seres de 1 milhão de anos e eu só tenho 14 . Então né gente, eu não sou nem um átomo comparado a vocês.

Darcy( rindo): — Tá bom , átomo!

Hugo: — Nós podemos até agir como crianças , mas sabe por que agimos de maneira tão infantil? Porque as crianças representam a pureza! Claro que elas erram , mas elas são inocentes! São puras! E no reino dos céus , todos nós devemos ter pelo menos um pouco de infantilidade na gente.

Leonardo: — Ata! Entendi.

Leonardo: — Gente , provavelmente agora teremos uma aula em que vai ter um jogo que se chama: queimado. Deixa eu explicar as regras pra vocês!

—Leonardo explica as regras do jogo pra eles!

Leonardo: — Lembrando que não é um jogo do demônio tá, e mesmo que as pessoas joguem forte em vocês, vocês JAMAIS devem jogar forte nelas porque vocês são anjos.

Akira: — Nós entendemos!

Darcy: — Mas, espera aí! Por que é que iríamos achar este jogo do demônio?!

Leonardo: — Porque é meio que assim : são várias boladas em vários cantos indesejáveis. Ex: cabeça, órgão genital etc. Mas , tenho certeza que vocês nem vão sentir dor! Claro que não!

— No vestiário masculino, Leonardo explica como funciona o vestiário. E daí vão para quadra , os times estão sendo tirados, e os três anjos ficam em times diferentes. Darcy é do time de Leon, e a partida começou. Várias boladas , e nem sequer a bola conseguiu encostar em um fio cabelo de Darcy. Darcy está arrebentando com todos, até que uma bola muito potente vem em direção à face do Leon, e daí Leon tão distraído com as conquistas de Darcy, nem percebe. Darcy só faz olhar para bola e ela simplesmente vai enfraquecendo a medida que o tempo passa. Até cair nas mãos de Leon.

Enquanto isso , na arquibancada , Hugo e Akira esperando chegar a sua vez de jogar. Comentam...

Akira: — Que jogo divertido né?

Hugo: — É ! Bastante!

Akira: — E eu vou te enfrentar! Há quanto tempo que eu não faço isso?!

Hugo: — Só não vamos se empolgar tanto porque senão tudo isso aqui vira um caos!

Akira: — Pelo menos só uma explosãozinha não vai fazer tão mal assim!

— Voltando à partida... O time de Darcy ganhou. O próximo oponente deles é o time de Hugo.

Leonardo( falando para os três): — Eii Darcy, valeu! Fico te devendo essa. Por favor , eu sei que isso pode ser um jogo perigoso , mas não me tratem como de porcelana, tá? Humanos não são tão frágeis como vocês pensam. Só porque não temos a mesma força que vocês, não quer dizer que sejamos frágeis como uma boneca de porcelana. Então, podem colocar pra ferrar em nós.

Hugo: — Foi você que pediu, Leon!

— Cada minuto que se passa da partida , vai ficando cada vez mais emocionante. Até que no campo de batalha só sobrou: Darcy , Hugo e Leonardo. Hugo lança uma bolada "fraca" pra ele mas SUPER potente para Leonardo! Que bate no nariz de Leonardo e começa a sangrar bastante. Leonardo cai ( desmaiando).

Esthephany: — Esse menino só vive desmaiando né?! Será que ele é anêmico?!

— E daí de novo, ele acorda na enfermaria!

Darcy: — Ah, você finalmente acordou!

Akira: — Parece que desmaiar já é uma coisa automática do seu corpo, né? Sabe , o que deve ser isso? Anemia. Você está precisando comer muito , sabia?!

Leonardo( vendo tudo embaçado e sem muita voz): — O que aconteceu? Cadê meus óculos?!

Akira: — Peraí! Você tem óculos desde quando?

Darcy: — Eu acho que a bolada foi tão forte e também essa anemia dele, que está fazendo o seu cérebro delirar. Assim , ele está vendo tudo embaçado.

Hugo: — Eu joguei a bola no nível "simples" como sempre jogo nos humanos. Se bem que aumentei 0,01 pouquinho de nada da minha jogatina pra ver se você conseguia aguentar. Mas eu achava que você aguentaria, mas por conta da minha empolgação, a bola foi bem potente no seu nariz e começou a sair um monte de sangue. Se bem que você já está normal.

Darcy: — Realmente , você está bastante fraco!

Hugo: — Tá precisando comer e desculpa! Eu não deveria ter me empolgado tanto.

Leon( quase sem voz): — Tudo bem! A culpa foi minha por ter atiçado vocês.

Leonardo( quase sem voz): — Noosaa, me lembrem de nunca perturbar vocês! Realmente , não quero ver vocês furiosos.

Darcy: — Tá bom , você não pode ficar falando muito agora pois está muito fraco.

Akira: — O melhor a se fazer é descansar!

Leonardo( quase sem voz): — O que vocês vão fazer comigo?!

— E logo em seguida, ele apaga de vez.

Hugo: — Precisamos levar ele pra casa , pois nesse ritmo que ele está , ele vai morrer de tanta fraqueza.

Akira: — Nooosaaa! Ele está MUITO anêmico!!!

Darcy: — Coitadinho! Ele não teve ninguém pra ajudar ele durante esses anos todos, deve ter sido bastante dureza para um garoto de 14 anos.

Hugo: — Realmente!

Akira: — Precisamos cuidar dele!

Hugo: — Vamos pra casa voando. Mas , só hoje! Porque se andarmos carregando ele assim nas ruas , podem suspeitar de algo e imaginar até coisas ruins.

Darcy: — OK!

Hugo: — Primeiro, vamos para a varanda.

— Os quatro vão para a varanda através de um teleporte angelical. Eles chegam na varanda e abrem as suas lindas asas. O Akira dessa vez carrega ele em seus braços fortes( abraçando - o fortemente pra ele não cair). E eles voam o mais alto possível , para que ninguém possa vê - los. Eles chegam em casa e colocam Leonardo no sofá deitado. Enquanto Hugo e Darcy estão preparando a comida que eles aprenderam mais cedo, Akira está na sala usando seus poderes curativos para lhe dar mais energia e fazer ele assim , acordar. Leonardo acorda.

Leonardo: — Aonde estou?!

Akira: — Na sua casa!

Leonardo: — O que aconteceu?

Akira: — Você está bastante fraco por conta da anemia e da bolada que você levara mais cedo que o fez perder muito sangue! E daí , você acabou desmaiando. Aí , te carregamos até aqui.

Akira: — E Hugo e Darcy estão na cozinha fazendo a comida que você ensinou .

— Hugo e Darcy saem da cozinha e com eles trazem uma bandeija com 30 ovos cozidos e uma jarra enorme de limonada( o suco preferido de Leon).

Leonardo( espantado): — Mas, o quêêêêê?!

Leonardo: — Tudo isso? Pra mim?

Leonardo: — Como vocês conseguiram fazer tudo isso em tanto pouco tempo?!

Darcy: — Pela milésima vez: somos anjos. Até parece que você se esquece desse detalhe. Aprendemos rápido as coisas!

Akira: — Mas agora deixa de tanta falatória e come!

Hugo: — Come!

Leonardo: — Mas, e vocês?

Darcy: — Comemos depois! A nossa fome pode esperar comparada à sua!

— Leonardo estava com tanta fome e sede , que comeu os 30 ovos cozidos e bebeu a jarra inteira.

Hugo: — Agora , quero ver você desmaiar por anemia!

Akira: — Nossa, não sabia que um humano em estado de fome poderia aguentar tudo isso!!

Leonardo: — A fome faz você fazer coisas INIMAGINÁVEIS!

Leonardo: — Não só fome, como outras necessidades humanas!!

Leonardo: — Gente, muito obrigado por tudo mesmo , mais uma vez. Sem...

— Akira o interrompe...

Akira: — Já sabemos o que você irá falar. Já copiamos!

Hugo: — Primeiramente Deus , mas depois vocês...

Darcy: — Eu nem estaria aqui hoje. Eu amoooo vocês!

Akira: — Não era isso?

Leonardo: — Era isso mesmo.

Leonardo: — Vocês realmente não são desse mundo.

Leonardo: — E gente me desculpem por tanto melo e tals. Mas , vocês são a minha única FAMÍLIA. Os únicos que me acolheram , que fizeram de tudo por mim! E também que eu nunca tive uma família de verdade.

Hugo: — Sabemos que você é assim e não queremos de forma alguma que você mude!

Akira: — Porque ser familia é também aceitar o outro do jeitinho que ele é.

Darcy: — E você Leonardo é um garoto muito especial! Por você ser apenas você e não ter medo do que vão achar, ou pensar! Por favor , nunca mude!

Hugo: — Nós te amamos também!

Akira: — Podemos até ser meio sérios de vez em quando, mas nós também temos sentimentos. Nós se importamos com você, não precisamos estar falando toda hora que te amamos , pra você saber que amamos mesmo. É preciso atos, porque atos valem muito mais que palavras. Nós te amamos também! Mesmo que a gente não diga toda hora, mas você já sabe!

Leonardo ( chorando de alegria) : — A melhor coisa que já me aconteceu foi vocês! Amo muito vocês mesmoooooo, mesmooo!

Leonardo: — Vamos fazer um pacto?

Leonardo: — Calma! Não é nada relacionado a demônio não, tá Akira?!

Akira: — Ata, porque eu já ia ficar meio desconfiado de tu!

Leonardo: — Akira , bobinho.

Akira( ameaçador): — Akira , o quê? Repete que eu não ouvi muito bem?!

Leonardo( risonho): — É , nada não! Akira bonzinho.

Akira: — Hmm, bom saber!

Darcy: — Qual o pacto Leon?

Leonardo: — Que pra todo o SEMPRE ficaremos juntos e seremos uma família?! Não importa o que acontecer?! E que NADA nem NINGUÉM poderá nos separar?!( há não ser Deus, se bem que Deus não iria fazer isso conosco).

Darcy, Hugo e Akira:

— Prometemos.

Leonardo: — Abraço coletivo?!

O trio: — Abraço coletivo.

— E os quatro se abraçam.

— Enquanto isso , num local misterioso...

???: — Eii , rapazes ! Venham cá ver isso!

???: — Ora, ora. Se não são os "perfeitinhos"?!

???: — Espera, o que eles estão fazendo com um humano?

???: — Pensei que a relação de anjos com humanos fossem proibidos.

???: — Mas , já que eles estão aqui na terra... Por que não uma "visitinha"?

???: — A "visitinha" pode esperar um pouco, temos coisas mais importantes para fazer agora! Atormentar aqueles espíritos que já estão bem obscuros. Vamos!

???: — Se eles possuem uma relação com esse humano , então com certeza eles não vão sair da terra tão cedo , porque nós não deixaremos!!!

???: — A nossa chegada é BREVE! ( Com risadas malignas).



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...