História Girl I know - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Avenged Sevenfold
Personagens Johnny Christ, M. Shadows, Personagens Originais, Synyster Gates, The Rev, Zacky Vengeance
Tags Avenged Sevenfold
Visualizações 23
Palavras 2.103
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Well...esse capitulo demorou um pouco para ser escrito e não está cheio de acontecimentos, não ficou do jeito que eu queria e até pensei em desistir de reescrever essa fic porque achei que estava ficando ruim.

Capítulo 12 - Our pain is self-chosen


Fanfic / Fanfiction Girl I know - Capítulo 12 - Our pain is self-chosen

- Filha a sua avó morreu.

Jess ficou parada, ela não acreditava no que estava ouvindo, sua avó mãe de seu pai.

- Jess..filha, está ai? - sua mãe perguntou preocupada

A ruiva se pôs a chorar, se encolhendo no sofá como um bebê sem sua mãe. Ela amava sua avó, sua segunda mãe, aquela que sempre manteve os braços abertos para a neta e que acolhia com palavras doces, sentiria tanta falta dela, nem percebeu quanto tempo ficou ali chorando, desligou o celular pois não queria que a perturbassem, se jogou em sua cama e chorou novamente, desta vez acabou dormindo.

Brian soube o que tinha acontecido com a avó de Jess, ele ficou preocupado quando Alice ligou em seu celular dizendo que a filha estava mal e que precisava que ele fosse vê-la e ele prontamente fez isso, estava parado em frente a porta e apertava a campainha várias vezes, ouviu o barulho da porta e viu o rosto da mulher que amava, seus olhos estavam inchados como se estivesse chorando a muito tempo, ela deixou Brian passar sem protestar ou querê-lo longe. Brian fechou a porta e quando viu que ela iria desmaiar correu e a pegou em seu colo, a levou para o quarto e a colocou na cama, se deitou ao lado dela e fez cafuné em seus cabelos.

- Por que ela se foi? - algumas lágrimas brotaram em seus olhos - Eu a amo tanto...

-Eu sei meu amor eu sei - deu um beijo em sua testa e a aconchegou mais perto de si como se quisesse tirar a dor dela - Eu estou aqui com você

- Obrigada Brian - ela levantou seu rosto e olhou nos olhos dele

Ficaram em silêncio por um tempo, eles não tinham nada pra falar naquele momento. O celular de Jess tocou mas quem atendeu foi Brian, novamente era Alice perguntando se sua filha estava bem e que o enterro seria no dia seguinte as 9 da manhã.

 Brian queria apenas ficar ali com ela e protegê-la daquela dor de perder alguém,outra pessoa que ela amava. Uma hora depois ele se levantou e pegou seu celular, pediu uma pizza porque sabia que ela ia acordar com fome, se deitou novamente e ficou até que ela acordou meia hora depois.

- Desculpe se eu te prendi aqui...-a ruiva pediu olhando nos olhos castanhos - Só não quero ficar sozinha. 

- Eu entendo e você não tem que pedir perdão, eu faço isso porque eu...- Brian foi interrompido pela campainha.

Ele respirou fundo e foi atender a porta, abriu e pegou a pizza, deu o dinheiro e fechou a porta indo até a mesa da cozinha e colocando a pizza em cima da mesa, voltou para o quarto. 

- Eu comprei uma pizza, está com fome? - ele perguntou encostado na parede 

- Sim, eu só vou tomar um banho e já vou lá comer. 

Brian saiu do quarto para ela ter mais privacidade e foi para a cozinha, pegou dois copos e dois pratos, colocou na mesa junto aos talheres, pegou tudo e levou para a sala e ficou esperando por ela que não demorou muito a chegar com uma camisa que parecia um vestido em seu corpo, ela se sentou ao lado dele e pegou um dos pratos com a pizza. Ele colocou um dvd Flashback anos 80 e 90 que continham ótimas músicas. 

- Esse dvd é ótimo, eu ouço quando estou triste ou algo do tipo - Ele deu de ombros e mordeu a fatia de pizza - A pizza está boa?

Jess assentiu e sorriu sem emoção. Wicked game do Chris Isaak começou a tocar e a respiração da ruiva deu uma vacilada pois essa era uma das músicas que ela "dedicava" ao Brian e ao seu amor por ele, quando chegou na parte " I never dreamed that I'd meet somebody like you" ela olhou para ele e ele para ela, Brian sorriu fazendo o coração dela acelerar mas ela desviou o olhar.

xx

No dia seguinte Jess acordou sentindo um peso enorme em suas costas, deveria ser o luto. Ela se sentou na cama e observou ao redor, ao seu lado o moreno dormia tranquilamente então se aproximou e passou a mão nos cabelos negros de Brian fazendo um cafuné gostoso, ele abriu os olhos lentamente e sorriu ao olhar para ela, se sentou na cama também e a puxou para um abraço.

- Vai tomar banho e se arrumar que eu vou pra minha casa e depois passo aqui pra te pegar pra irmos juntos ok? - fez um carinho no rosto pálido dela.

- Tudo bem, mas prometa que não vai me deixar sozinha - os olhos claros suplicavam.

- Eu prometo.

Brian deu um beijo em sua testa e saiu do quarto. Jess se levantou da cama e foi direto para o banheiro, tomou banho, colocou sua lingerie e um vestido até os joelhos branco porque sabia que sua avó amava branco, escovou seus dentes e seu cabelo deixando-o solto, calçou seu salto baixo preto. 

Ela pegou o elevador e foi para baixo, cumprimentou o porteiro com um sorriso tentando parecer que estava bem e nem precisou esperar pelo moreno, ele tinha acabado de chegar, a ruiva abriu a porta do carro e entrou então foram direto para o cemitério. Chegando lá Jess comprou flores e os dois caminharam até onde todos estavam. Alice viu a filha e correu para abraçá-la.

- Minha querida eu estou aqui - apertou a filha em seus braços - Se não quiser ficar aqui até o final...

- Não! Eu vou ficar mãe - encarou os olhos de sua mãe - Eu preciso disso.

Alice não discordou apenas ficou quieta, se aproximaram do caixão onde sua vó estava e Jess a observou com carinho. Os cabelos que um dia eram loiros agora estavam branquinhos, o mesmo gênio que Layne seu pai. O padre disse algumas palavras sobre Jesus Cristo e sua ressurreição, abençoou a alma de Amelia. 

- Brian - Alice chamou o moreno que se aproximou dela - Você poderia tocar River of deceit?Você sabe?

-Sei sim e posso - pegou o violão que estava na mão de Alice, ela sorriu em agradecimento.

Brian começou com os acordes da música e Jess se arrepiou, amava essa música tanto quando sua vó amava também, a ruiva cantou como se sentisse seu pai ali com ela cantando. As pessoas se sentiam emocionadas, algumas choravam, outras só olhavam para o caixão...quando a música acabou o padre deu ordem para enterrarem Amelia, Brian abraçou Jess impedindo-a de ver o caixão sendo enterrado,não queria que ela visse isso.

xx

- Você pode ficar com ela Brian? Eu queria muito ficar mas agora que estou trabalhando em Londres está muito complicado...-Alicia explicou, estava angustiada de deixar sua filha mas ela precisava voltar logo para o trabalho.

- Eu cuido dela, pode deixar - Ele deu um sorriso e abraçou Alice.

- Muito obrigada pelo que está fazendo por ela meu querido.

Alice abraçou-o mais uma vez e foi se despedir de sua filha, Brian ficou observando as duas até Alice entrar no carro e ir embora portanto ele foi até a ruiva e pegou em sua mão fria.

- Você vai passar uns dias na minha casa ok? Vamos pegar algumas roupas suas lá no apartamento.

-Mas eu não posso atrapalhar sua vida assim, eu agradeço tudo o que está fazendo por mim mas...

- Não tem nada de mais Jess, você não atrapalha - sorriu fraco - Agora vamos buscar suas coisas.

Pegaram poucas coisas dela no apartamento e foram para sua casa que era muito grande, Pinkly começou a latir quando eles chegaram e Jess se abaixou para acariciar a cachorrinha que estava muito feliz, Brian viu que Pinkly conseguiu arrancar um sorriso da ruiva e ficou contente por isso, aos poucos tudo iria voltar ao normal. Ele colocou a mochila dela em seu quarto e voltou se deparando com Jess e Pinkly no sofá.

- Ela é muito fofa - A ruiva fazia carinho nos pelos da maltês.

- Ela está precisando de um banho isso sim - Ele riu arrancando um riso dela - Que tal darmos um banho nela?

- Tudo bem mas espera ai 

Jess foi para o quarto de Brian, colocou um short e uma regata para não sujar a roupa que estava antes, eles pegaram Pinkly e a levaram até o gramado da casa, se sentaram no chão e ela abriu a mangueira. O guitarrista encheu a cadela de sabão foi então que Pinkly decidiu ser engraçadinha e saiu correndo pelo gramado fazendo Brian e Jess correrem atrás dela que nem doidos, a ruiva caiu na grama rindo em seguida ele também. De repente o sorriso deles desapareceram e Brian a beijou e a puxou para cima de seu corpo.

- Eu te amo Jessica - sussurou em seu ouvido de modo carinhoso.

- Eu também te amo Brian, eu sempre te amei - se levantou sentindo seu rosto corar de vergonha pois tinha admitido na frente dele - Mas você não pode ficar me beijando assim...

- Mas eu não penso em mais nada a não ser te beijar, como quer que eu pare? - perguntou indignado e se levantou também - Eu sei que eu fiz muita merda com você no passado mas eu estou admitindo que eu te amo, eu quero ficar com você.

- Não é tão fácil assim, não podemos ficar juntos por enquanto - encarou o chão para não encarar os olhos castanhos - Eu ainda estou com o Ian, eu preciso terminar com ele primeiro, depois preciso de um tempo para mim pensar sobre o que está acontecendo e se é certo eu me envolver com você.

- Eu te entendo, sei que não é fácil confiar no que estou dizendo mas eu digo: pode confiar porque não vai se arrepender, quero que passemos uma borracha em tudo de ruim e que comecemos algo novo -Brian sorriu - Vamos terminar de dar banho na brincalhona ai você toma um banho.

Jess pegou Pinkly a levou para terminar o banho, agora a pequena ficou quieta e deixou ser lavada. A ruiva foi tomar banho e Brian foi fazer alguma coisa para comerem, ele estava com uma enorme vontade de entrar embaixo do chuveiro com ela de fazê-la sua mais uma vez porém sabia que teria que ter paciência. A campainha tocou e eram Jimmy e Zacky, os dois ficaram no sofá e ele voltou para a cozinha, ela terminou o banho e viu os dois na sala.

- Jess? - Jimmy perguntou surpreso,sem saber o que ela estava fazendo ali, será que Brian e ela estavam namorando?

- Oi Jimmy - Ela sorriu tímida

- Você e o Brian...- Zacky iria perguntar mas ela sabia o que ele ia perguntar.

- Não não, eu vou ficar aqui uns dias porque minha avó morreu...- sua garganta se fechou e ela engoliu o choro.

- Nossa...- Jimmy se sentiu mal e a abraçou - Eu sinto muito pequena.

- Eu também sinto muito Jess - Zacky disse de modo triste.

- De qualquer forma,muito obrigada meninos - deu um sorriso triste - Vou ver o que Brian está fazendo...

Ela foi para a cozinha e sentiu um cheiro forte de queijo, Brian estava sem camisa com um avental em sua cintura e estava mexendo alguma coisa na panela, ela se aproximou lentamente e deu um beijo nas costas másculas dele que virou o rosto e sorriu ao ver ela.

-Estou fazendo macarrão com queijo porque sei que você ama - continuou mexendo o molho - Mas acho que fiz pouco já que o Zacky ta ai - deu uma risada gostosa.

- Eu amo sua risada - Jess admitiu e Brian a olhou, ele pensou que depois do que tinha acontecido,ela não iria querer falar sobre isso mas estava enganado.

-E eu amo seu sorriso.

- E eu amo minha magreza mas eu quero comer - Jimmy entrou na cozinha e veio até o fogão - Hum...que delícia, macarrão...Brian está prendado, já pode casar

Brian gargalhou com o que o melhor amigo disse, terminou de fazer o macarrão e todos se serviram, Jess acabou repetindo o prato pois estava muito bom até Jimmy repetiu o prato. A noite foi mais tranquila pois ficaram conversando e distraindo a ruiva, Brian olhou para o rosto dela e a viu sorrindo de algo que Jimmy tinha dito, ele queria ver sempre aquele sorriso e faria o que for para vê-lo.


Notas Finais


Comentários?Sugestões? Críticas?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...