História Hellberg City - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance, Yaoi, Yuri
Visualizações 3
Palavras 2.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Festa, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá meus leitores queridos ,essa fanfic vão ser várias one shots em uma só fanfic sendo que cada uma delas afetam em outras , então , aqui vamos nós , espero que gostem

Capítulo 1 - Eu te amo e nem sabia


Fanfic / Fanfiction Hellberg City - Capítulo 1 - Eu te amo e nem sabia

Ange e Amber eram meninas não muito diferentes, mas nem um pouco iguais, elas faziam as mesmas aulas e chegavam a fazer dupla, se davam bem mas nunca exploraram isso já que muitas meninas do grupo que Amelia participava não deixavam, sempre chamavam a atenção dela quando a coisa ia fluindo por ciumes, ah, que grupo? o de lideres de torcida de 1990 em geral, como todos os outros alunos, tinham preconceito por épocas, bom, Ange sempre foi teimosa e não acreditava que sua época te caracterizava, Amber também não acreditava mas era comportada pois achava que não seguir as regras é perda de tempo, bom, isso mudou; Amber e as outras lideres de torcida estavam fazendo um jogo de verdade ou consequência, Amber escolheu consequência e ela tinha que socializar com Ange pelo resto do ano, eles fizeram como se fosse um deboche mas ela levou numa boa o que deixou algumas meninas irritadas, inclusive a capitã, elas gostavam de Amber mas elas achavam que Amber ia reagir mal já que ambas são diferentes tanto em personalidade quanto em época, mas quem disse que Amber se afetou.

No dia seguinte ela foi cumprir sua consequência, Ange estava desenhando em seu braço com uma caneta permanente como sempre fazia, Amber veio quieta e sentou ao seu lado, não falou nada mas olhou para a mesma enquanto sorria, Ange percebeu com desconforto que a colega estava te olhando e olhou para ela

-O que é? 

-Tudo bem com você?

-O que você quer?

-Meu nome é Amber

-Eu sei quem é você, todo mundo sabe

Amber sentiu que isso seria difícil por ela não ser social mas não impossível, Ange voltou para seu desenho em seu pulso 

-O que está desenhando?

-Você é cega por acaso?

-Não , mas você está me impossibilitando de ver 

-...-Ange se calou por um momento- É uma junção de Símbolos-Ela apontou para cada símbolo deixando Amber ver e sinalizou o que cada um significava- O do meio é o do Yin e Yang, obviamente, e os quatro símbolos em volta dele formando um círculo são, o de energia, o de Áries, o da lua e de Marte

-Bem legal...-Amber sorrio- Você seria o Yin ou o Yang? 

-...Yin

-E quem seria seu Yang? 

-Eu...Não faço a minima ideia, nunca parei para pensar nisso- Ange abraçou uma de suas pernas- E você?

-Eu?

-Seria o Yin ou o Yang?

-O Yang 

-Porque? 

-Já pesquisei sobre e seus significados me interessaram 

-Pensa em alguma pessoa para ser seu Yin?

-Não

-Ah...

Um silencio reinou por poucos minutos

-Acho que sei o que podemos fazer sobre isso 

-Huh?

-Que tal nos completarmos de alguma forma?

Ange deu uma risada ficando com o seu sorriso na cara- Acredito que seja uma boa ideia 

O sinal bateu e elas foram para a aula, sentaram uma perto da outra e conversaram por bilhete o resto da aula toda, foram para o intervalo e sentaram na mesma mesa

-Vai fazer algo mais tarde senhorita? 

-Nah , nada tão importante 

-Que tal a gente ir, sei lá, na minha casa e...Assistir uns filmes talvez- Ange falou brincando com seu casaco

Amber ficou surpresamente feliz- SIM! Quer dizer , eu adoraria

As duas se olharam nos olhos e sorriram abobadamente.

E assim foi o resto das duas semanas, elas contavam tudo sobre suas vidas uma para a outra se conhecendo e tornando-se cada vez mais próximas, estavam na casa de Ange dançando ao som de Counting stars até que Ange teve uma ideia

-Amber, que tal a gente invadir a escola e fazer umas zoeiras lá?

Ela sentou na cama- Isso não é errado?

-Sim , mas a escola precisa dar uma animada

Amber pensou bem mas concordou- Que tipos de zoeiras?

-Que tal...Desenhar em todas as mesas da escola o Yin e o Yang já que é o que nos simboliza?

-Hum, gostei, mas não iremos ser pegas?

-Duvido, já entrei na escola sem ser pega milhares de vezes

-Estou confiando em você para isso

-Pode contar comigo 

Elas se abraçaram e se entreolharam por um tempo com seus rostos próximos, Ange viu em que situação estava e disse que ia no banheiro acompanhado com um sorriso nervoso, nem acreditava que quase tinha beijado Amber, se seguisse seus instintos agora elas estariam se beijando, tinha que tomar mais cuidado.

Quando deu 19:00 da noite a mãe de Ange chegou , Amber e Ange ficaram de cara a cara com a mesma olhando nervosas 

-Filha , quem é essa menina? 

-E-Essa é minha amiga, Ambe- 

-Ela não segue os padrões físicos que estamos acostumado, é ela quem faz você se riscar e te instrui a se machucar?

-Que? NÃO!

-Está mentindo

-Não estou mãe

-Ela nem é da nossa época, como pode estar saindo com alguém assim?

-QUE SE DANE NOSSA ÉPOCA 

-NÃO GRITE COMIGO SUA PESTE! EU TENTO TE PROTEGER E VOCÊ FAZ ISSO COMIGO?

-ME PROTEGER DO QUE? DAS PESSOAS BOAS DESSE MUNDO? QUER QUE EU FIQUE ISOLADA DO RESTO DA SOCIEDADE?

-NÃO QUERO QUE VOCÊ SE ENVOLVA COM GENTE ASSIM

Amber ficou assustada com a cena, mas preferiu ficar calada

-ASSIM COMO? GENTE BOA DIFERENTE DE VOCÊ E DAS OUTRAS PESSOAS DESSA CASA?

-ANGE!

-SÓ POR QUE AS PESSOAS NÃO SÃO DA MESMA ÉPOCA QUE NÓS NÃO QUER DIZER QUE SEJAM MÁS, E ESCUTA MAIS UMA , ELAS SÃO MAIS LEGAIS DO QUE O RESTO DAS PESSOAS QUE VOCÊ QUER QUE EU ANDE COM 

-ANGE , OLHA A BOCA!

-EU NÃO POSSO FALAR A VERDADE NESSA CASA, MAS ADIVINHA, ME OUÇA POR QUE EU NÃO VOU MAIS ME CAL- Ange foi interrompida ou um murro em sua cara vindo da sua mãe que a fez cair no chão

-Ange!- Amber se ajoelhou no chão dando apoio a sua amiga- Meu Deus

A mãe de Ange olhou com ódio para as duas , chutou Amber e subiu as escadas resmungando 

-Arrrgh , aquela!- Ange levantou com um pouco de dificuldade e tendo apoio de Amber- Ela é uma vadia! 

-Ei , calma, vamos sair daqui ok?

-Ok...

Elas foram para a praça em frente ao colégio e Amber cuidava do rosto de Ange

-Desculpa você ter que ver essa cena 

-Não se desculpe, você não tem culpa de ter uma mãe assim

-No caso uma família assim 

-Bom, a maioria das pessoas é assim e o pior é que temos que conviver

-Ainda quer ferrar com a escola?

-Acho melhor irmos para minha casa e você dormir lá, que tal?

-E seus pais?

-Eles estão viajando, relaxa

-Ok, mas antes, tenho que fazer algo

Ange foi até a porta do colégio por fora e desenhou o Yin e o Yang ali mesmo

-Agora podemos ir

Elas riram e elas foram

Amber abriu a porta e entrou virando para sua amiga e abrindo os braços- Bom, Mi casa, Su casa

-Ah, eu não sei espanhol, só coreano-Ela riu

-Vem logo sua boba

Ange entrou e fechou a porta atrás de si, deu uma olhada na casa e fez um comentário meio desnecessário 

-Uma casa certinha para uma garota certinha 

-Ah cala a boca- Amber sentou no sofá e ligou a TV-Olhaa, tá passando O chamado, vamos assistir!

-E-Eu não acho que seja uma boa ideia

-Ah , por que não esse filme é tão lega- espera, você tá...Com medo?

-Eu não tô com medo!

-Ai meu Deus, você está! Que fofa!

-Eu não sou fofa!- Ange cruzou os braços

-Awww, é sim, vem cá bebezinho, eu vou te proteger do mal-Amber falou abrindo os braços 

-Hunf, tá- Ange abraçou Amber deitando em cima da mesma

Elas então não assistiram o filme, mas ficaram ouvindo música enquanto assistiam os vídeo-clipes, Amber não conseguia tirar os olhos de Ange se divertindo, era adorável, ela começou a se sentir quente e parece que Ange também 

-Tá calor aqui né? 

-Sim, realmente, quer que eu ligu- Amber foi interrompida pela cena de Ange tirando seu casaco e blusa enquanto estava sentada em seu colo, ela não sabia se ficava assustada pelas marcas roxas em seu corpo ou se ficava encantada com a beleza de Ange, quando voltou para a realidade viu Ange estalando os dedos na sua frente

-Ambeeer, o que aconteceu com você?- Ela riu

-N-nada! eu só...Pode sair do meu colo por um instante? 

-Ah , claro

-Obrigada- Amber não ficou para trás, como também estava com calor, tirou sua blusa e prendeu seu cabelo em um coque, Ange quase babou com aquela cena- Haha , está me deixando sem graça

-É por que...você é linda...

-O-Obrigada...E-Essas marcas em seu corpo, você quem fez? 

-Ah , isso...Sim

-Por? 

-..Não tenho um motivo aparente

-Mentira, você tem sim

Ange sentou no sofá- Por que quer saber? a algumas semanas você nem sabia que eu existia

-É isso que você pensa? que eu não sabia da sua existência?

-Você só está sendo minha amiga por um jogo idiota

Amber se estressou- Se fosse só pelo jogo eu nem sei se teríamos virado amigas 

-Então você ia continuar me ignorando?

-Não sei! talvez sim!- Lagrimas começaram a formar em seus olhos 

Ange ficou com raiva e prendeu Amber contra a parede segurando seus braços e chorando- Você não faz a minima ideia do bem que você faz nessa vida filha da puta que eu vivo nessa sociedade miserável 

Amber é mais forte então reverteu papeis- E você não faz ideia do quanto você é importante para mim pois você é mais presente na minha vida até que meus próprios pais 

Ambas estavam se olhando nos olhos e chorando, Amber não resistiu e avançou nos lábios de Ange que tomou um susto de primeira mas depois entrou na onda e a beijou, as mãos de Amber seguravam seu rosto com leveza enquanto as mãos de Ange estavam entrelaçadas em volta do pescoço de Ange, Ange introduziu sua língua mesmo tímida e Amber ficou feliz com esse ato e enrolou sua língua na dela, elas ficaram naquele lance por uns bons minutos, até que tiveram que se separar por falta de ar

-Sua boca, é maravilhosa

-A sua também

Elas tocaram seus narizes ainda arfando e quando conseguiram folego elas voltaram a se beijar só que mais intensamente, Amber colocou a mão por dentro do sutiã de Ange fazendo ela soltar um leve gemido fino, Amber sorriu e a carregou

-Vamos para um lugar mais privado 

Ange a abraçou e se aconchegou em seu colo-Eu te amo sabia?

-Eu também te amo 

Elas se entreolharam ainda indo para o "lugar mais privado" e deram um selinho 

Ange abriu a porta para Amber e ela a fechou com o pé jogando Ange na cama, voando nos lábios de sua amada enquanto tirava seu sutiã, ela voou para seu pescoço enquanto Ange se contorcia e soltava leves gemidos, Amber deu chupões e mordeu seu pescoço, olhou em seus olhos e disse- Não é mais tão durona huh?

-Ah , cala a boca- Ange beijou ela e tirou seu sutiã fazendo seus peitos colidirem, Elas começaram a esfrega-los uns nos outros e se olharem, elas pararam e Ange foi até as calças de Amber e desabotoo-a, abriu o ziper da calça com o dente e tirou sua calça, encarou seu membro por cima da calcinha por alguns segundos e deu uma lambida na mesma, Amber se arrepiou e Ange gostou de sua reação, chupou sua vagina por cima da calcinha enquanto tocava na mesma com seus outros dedos, Amber se contorcia e ficava molhada a cada movimento da língua de Ange, Ange continuava chupando enquanto tirava sua própria calça a jogando longe Amber ficou por cima de Ange eles se beijaram de novo, tiraram suas calcinhas e encaixaram duas vaginas

-Você está pronta?

-Estou sim

Elas começaram a esfregar seus membros enquanto soltavam gemidos nem um pouco discretos, começaram devagar, Amber apertava as cobertas enquanto Ange mordia seu labio inferior, elas aumentaram a velocidade, seus gemidos se tornaram mais altos e elas se aproximaram mais, não estavam mas com consciência do que faziam, mas continuavam acelerando cada vez mais os movimentos, Ange conseguiu abrir os olhos e apertou um peito de Amber fazendo ela aprofundar o que causou um gemido alto compartilhada por ambas e consequentemente elas gozaram, Ange caiu por cima de Amber, elas se beijaram e caíram no sono.

No dia seguinte foram para o colégio juntas, elas começaram a namorar, também, depois daquela noite, quem disse que as amigas de Amber gostaram dessa notícia, mas quem disse que elas duas ligaram? 

-E então, você é o Yin do meu Yang?

-E você é o Yang do meu Yin 

Elas se beijaram e seguiram seu dia normal, juntas e felizes 


Notas Finais


E ai , como ficou? olha, se não ficou tão legal é por que é a minha primeira fanfic yuri então desculpa, espero que tenham gostado por que escrever foi bem legal

(A Ange é a morena e a Amber é a de cabelo ruivo)

Ah e Hellberg se passa em 2017 , só que as pessoas tem costumes de outras épocas


Até o próximo capitulo e desculpem os erros


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...