História Hey....You (Yoonmin) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jisoo, Jungkook, Lisa, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Black Pink, Bts, Got7, Hosoek, Jackson, Jennie, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lemon, Lisa, Mark, Namjoon, Rose, Suga, Yaoi, Youngjae, Yugyeom, Yuri
Visualizações 24
Palavras 1.755
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie, turu bom com vocês?

Estão estou aqui com mais um capítulo dessa fanfic, espero que vocês gostem.

Desculpa se houver algum erro não deu para revisar.

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 2 - Mais um dia como escravo


Fanfic / Fanfiction Hey....You (Yoonmin) - Capítulo 2 - Mais um dia como escravo

Aula de história, porque raios você tinha que ser á primeira aula? Não que eu deteste história, ao contrário, sou muito bom na matéria; só é um saco assistir a um professor ditar toda a história.

Alguns alunos já dormiam, enquanto outros estavam preste a dormir também, olhei ao meu lado e vi um TaeHyung dormindo tranquilamente. Em meio a isso meu celular começou a vibrar, olhe o número desconhecido, apenas ignorei. Novamente vibrou, o mesmo número de a poucos minutos, mas que insistência dessa pessoa.

- Professor?!- Chamei o senhor de mais ou menos 40 anos.

- Sim, Sr.Park

- Posso ir ao banheiro?

- Claro, mas volte rápido- Confirmei, peguei meu celular que estava debaixo da mesa e sair pela porta, segui caminho até um local da escola; novamente o número estava ligando.

- Alô?! Quem é?

- Oras, isso é jeito de falar com seu superior, escravo? A tempos eu te ligo e nada de atender, não ignore minhas chamadas

 Disse Min em um tom arrogante e de irritação


- Eu estou em aula- Disse simplista

- Não me importo, preciso de você aqui agora

 Arrogância em sua voz, odeio suas arrogâncias.

- Não já basta ontem? Eu estou ocupado, entenda YoonGi

 Falei no mesmo tom.


- Eu quero você aqui daqui às 8:45, nem tempi a mais ou em tempo a menos

Só disse isso após desligar na minha cara.


Não acredito que esse rude idiota fez isso, que falta de educação desligar na cara dos outros. Oras, como vou fazer para sair da escola?

[•••]


- Não Tae, nunca que isso vai dar certo- Dito ao Kim

- Jimin, ô é isso ou você vai se ver com o Sr.idiota depois- Não é que essa peste tinha razão?

- Aish, anda me passa esse negócio- Ele me entrega um potinho com uma mistura que parecia vômito, passo em minha blusa, sorte que TaeHyung estava com uma camiseta reserva.

- Hora de por o plano em prática.

Fomos até a diretoria, batemos na porta e recebemos um "entra" como premiação, adentrando a sala da diretora, Nos sentamos na cadeira de couro, logo o olhar da mulher veio em minha direção.

- O que significa isso Sr.Park?- Falou em um tom de nojo.

- O moça- Dita Kim- Você não....

- Eu quero mais respeito Sr.Kim- TaeHyung revira os olhos.

- Sra.Lee, o Park esta passando mal. Eu pedi licença ao professor para ir atrás do Jimin que estava demorando no banheiro ai eu encontrei o mesmo melado de vômito- Ela me encarou a baixando o óculos.

- Informarei a sua tia- Em minha cabeça do se passava uma palavra FUDEU, mas veio em minha mente uma ideia.

- Sra.Lee minha tia assinou aquele protocolo liberando minha saída da escola quando fosse necessário, bom esse é um caso necessário.

- Bem, mas você está se sentindo mal. Não está?- Me encarou na alma.

- Sim Ele está, mas não a condições dele está em aula melado e sentindo fraqueza- Obrigado Tae.

- Ok, deixarei você sair e Informarei á sua tia que tinha estava passando mal, ok?- Perguntou assinando um papel para eu entregar ao porteiro mostrando minha autorização para sair.

- Ok, obrigado- Disse me levantando junto ao Kim.

- De nada, melhoras- A Sra.Lee não era uma coordenadora rigorosa e nem má, só era um pouco fechada assim como o Sr. Idiota pelo qual me tornei escravo.

- Tchau Jiminnie e boa sorte com o Yoon- TaeHyung falou acenando.

- Tchau, obrigado- O vi entrar na sala, fui em direção ao porteiro.

Ao sair do portão eu olhei meu relógio de pulso e puta que pario, eu estava mais que fudido, faltavam para 10 minutos para o prazo de tempo que o Min me deu, se tempo era eu indo correndo para a sua empresa. Corri sem perder tempo.

[•••]


-Bom dia Sr.Park- Ah Do Hayun sempre educada, eu acho que YoonGi deveria aprender um pouco com ela- Está cansado? Que um pouco d'água?

- Já disse Hayun, pode só me chamar de Jimin- Sorrio ofegante, apesar eu fiz uma corrida até a empresa desse chato- E obrigado, não precisa- A mesma sorrir para mim, retribuo o sorrio adentro no elevador, aperto para o 4 andar; onde a sala do Min chato se encontrava.

A caixa de aço parou, as portas se afastaram e pude sair da cabine; andei até a porta em um tom preto fosco a abrindo e tendo a visão da imensa sala do meu "superior". Me aproximei da mesa de carvalho escuro, com duas cadeira da mesma tonalidade e com acolchoados na cor branca. Um ser pálido estava de frente a seu netbook; devia estar fazendo algum relatório ou sei lá, em sua mesa havia alguns papéis desarrumados. Me sentei na ponta da mesa


- Está atrasado, de novo- Sua voz saiu fria- É desça já daí.

- Primeiro eu tive que dar um jeito de sair da escola, segundo eu vim correndo desesperadamente para atendender seus caprichos e terceiro não vou sair dessa mesa- Respondi da mesma forma.

- Oras, seu escravo insolente, como ousa falar assim com o seu superior?

- Você não é  meu superior coisa nenhuma

- Sou. Até que complete os 100 dias eu mando em você por longos 3 meses e algumas semanas- Aish, odiava quando ele tinha razão.

- Sim, vossa senhoria maléfica o que quer que eu faça hoje, ô senhor magnífico- Irônica, foi como minha voz saiu, eu só usava quando queria o chatear.

- Sua peste...- Ele respirou- Bom, hoje eu tenho uma reunião e alguns papéis para revisar, por isso não dará tempo para eu fazer algumas coisa- Ele me olhou com seu olhar de crueldade, já sabia que coisa boa não estava por vim. Já faz um semana que estou sendo escravo de Min YoonGi e é um saco, sua arrogância, prepotência e convicção de superioridade vão me deixar doido, estou louco para dar um tiro na testa desse home.

- Eu quero que você limpe minha sala, TODA a sala, arrume alguns papéis por ordem dos horários que chegaram a minha mão, arrume os livros da prateleira por ordem alfabética, pegue um café para mim e ainda passe na lavanderia para pegar meu terno- Meu Deus, quanta coisa não vou conseguir, eu já estou em ponto de surtar com esse homem.

- Ah se prazo é das- Olhou em seu relógio- Das 9:10 á  10:10- Ditou pondo seu terno e saindo pela sala- E  quando terminar é para me esperar, não se esqueça do meu lema, nada de mais ou menos tempo; sempre em ponto.

Que cara idiota, eu tenho uma hora para fazer isso tudo, a Park olha onde você foi se meter. Bom é  melhor eu começar pelos relatórios porque são o que mais vai demorar. FUI perguntando para as pessoas que entregaram os relatórios a Min os horários e fui anotando, peguei alguns matérias de limpeza, pronto para começar a minha escravidão.

Já tinha limpado a sala, arrumado os livros pela ordem mandada e os papéis já estavam prontos, agora só faltava o café e o terno, olhei em meu relógio e vi que ainda dava tempo, desci até o térreo e fui para a lavanderia que fica longe e põe longe nisso.

Depois de dar quase uma volta em Seul fui até uma cafeteria ali perto, entrei na fila. Assim que chegou a minha vez comecei a fazer o pedido.

- Bom dia meu jovem, o que vai querer?- Perguntou simpático.

- Bom, eu quero um café amargo, eu quero em uma quantidade adequada de leite no máximo duas gotas; não ponha uma gota a mais ou a menos, nem com café transbordando e nem com o café pouco de mais, quero que ponha em um copo de isopor para manter a temperatura e não queimar a mão, não ponha canudo e nada de guardanapo, pois ele diz que quando molha gruda na mão e é um saco- Dito rápido e o rapaz me olha espantado.

- Mais alguma coisa?

- ah sim uma limonada em um copo grande de isopor, nada com muita  açúcar ou pouca açúcar, eu quero uma quantidade adequada do adocicado, não necessita de guardanapo e nem de rodelas de limão, pode por gelo e um canudo. Por favor- Faço o pedido que em alguns minutos fica pronto, saio dali indo de volta a empresa.

[•••]


Estava na no elevador indo ao quarto andar, a caixa de aço indicou o andar desejado, as porta se abriram e pude sair, estava bebendo minha deliciosa limonada, em um calor como esse quem não queria. Só o doente do senhor arrogante para tomar um café, que ainda por cima é  amargo, entrei a pressas em sua sala, mas para minha surpresa o senhor pontual não estava, finalmente tinha chegado cedo.

Me sento em sofá ao lado da porta, estava tentando controlar minha respiração, logo a porta é  aberta revelando YoonGi, o mesmo me ver e pega a minha limonada em vez do seu café.

- Hey, isso é....- Fui interrompido.

- Hum, finalmente você acertou em algo, em um calor desses nada melhor que uma limonada bem gelada, e a quantidade de açúcar está ótima- Fiquei surpreso, pensei que brigaria comigo, tomou mais alguns goles.

- Seu terno

- Ponha em qualquer lugar contanto que não amasse, e pode descansar. Mas nao saia de onde eu possa te ver- Falou novamente olhando seu computador, fiquei quieto sentado no sofá que antes estava. Peguei meu celular que continha várias mensagens de um  TaeHyung curioso, comecei a responder as diversas questões que ele me mandava.

[•••]


Já era tarde, umas 19:23 da noite, precisava estar em casa antes das oito, minha tia era uma pessoa rigorosa com horários para a minha chegada, assim como o YoonGi. Logo o vi levantar de sua mesa, guardando alguns papéis em sua pasta e seu netbook junto.

- Vamos- Saiu da sala, o acompanhei até o elevador.

- Vamos?!

- Sim, eu te deixarei em casa- O olho incrédulo

- Vai me levar?! Você?! Logo o Sr. Rabugento?!- Falei.

- Já te disseram que você fala demais?- Indagou

- Sim. Mas por que decidiu me levar?

- Só porque eu gostei da limonada- Ditou simplista.

- Mas...

- Se tocar nesse assunto ou fazer mais alguma pergunta eu deixo você ir andando.

Me calei, como essa pessoa poderia ser tão grosseira assim? Aish.
























Mesmo tentando fazer algo bom ele é arrogante, como odeio Min YoonGi.






Notas Finais


Foi isso, bom até o próximo capítulo.

Tchau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...