História Histórias macabras - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 14
Palavras 197
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Orange, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - Amaldiçoado


Carlos foi ao trabalho, onde sua colega o entrega alguns papéis que são denúncias contra a empresa por vender mercadoria estragada. Os negócios não iam bem e, por isso, ele tenta descontrair um pouco indo até uma festa. Ao chegar lá, ele encontra um amigo que chama-o para um bar. Bebeu muito e foi levado à sua casa, onde acorda se sentindo mal. Seu peito queima e ele não respira direito.


Então recebe uma ligação de sua colega, dizendo que ocorrera um incêndio na empresa e que tudo pegou fogo. Ele fica com muita raiva e chora, pois era seu único meio de viver. Ele tenta saber do que aconteceu, mas não tinha uma explicação lógica para o incidente. Recebe outra ligação, que é de sua colega, perguntando se ele não iria trabalhar. Carlos fica confuso e vai até a geladeira comer alguma coisa.


Ao comer, sua barriga começa a doer e uma queimação envolve seu corpo aos poucos. O telefone toca e Carlos, de qualquer forma, tenta pegar o celular até atendê-lo. Era seu amigo da festa, perguntando por que Carlos havia matado sua filha envenenada com aquela comida estragada e se gostara de sua última refe ição



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...