História HOGWARTS: A escola de Magia e Feitiçaria para Bruxos - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~misuzur

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Dobby, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Personagens Originais, Sirius Black, Tom Riddle Jr.
Visualizações 7
Palavras 1.450
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oiiii, eu, juntamente a uma amiga decidimos criar uma história. Espero sinceramente que gostem! Cada uma das protagonistas foi feita por uma autora.

Capítulo 1 - Cotidiano X Triste notícia


Acordo assustada com água fria em meu rosto , acompanhado de um grito.

- ACORDA PESTE TÁ NA HORA DE IR ARRUMAR  A CASA!!!

- Sério isso, agora... - Falo sonolenta

- Vamos, Bianca! Se não eu te tiro da cama pelos cabelos, está me ouvindo???- ela falou saindo do quarto e batendo a porta com força.

-ahhh...tá bom, aff .... - Minha madrasta e tão chata credo, não sei como foi que meu pai se apaixonou por ela...

Infelizmente, eu já morava com ela desde criança, já que minha mãe morreu quando eu tinha apenas 5 anos e meu pai se casou com essa mulher chata e insuportável quando eu  completei 12 anos de idade. Uns anos depois, meu pai havia morrido de infarto cardíaco quando tinha 15 e agora tenho que viver com essa mulher chata!!! E agora a única pessoa que é como uma família para mim e minha melhor amiga desde pequena . Bom, é como dizem, os opostos se atraem.

Levantei e arrumei minha cama, fiz minhas HP depois fui para a cozinha tomar café, e começar minha típica rotina. 
Arrumar toda a casa, que era enorme então tinha eu começava pelas 5:00 para terminar as 11:00. E então vem a melhor parte do meu dia, vou para o porão, onde está meu arco e flecha. A minha madrasta não gosta dessas coisas, então tenho que evitar usar perto dela. Sendo assim, eu pratico em um jardim que está atrás da minha casa da fazenda, um lugar perfeito para passar a tarde. Fico o resto do dia lá, quando retorno e faço o jantar, então eu e minha madrasta  terminamos de comer, eu limpo as louças e vou me arrumar para dormir .

Bom, esse a minha rotina de sempre, mais um dia comum.



No dia seguinte acordo normalmente sem a bruxa me acordar gritando no meu ouvido, então levanto e me arrumo, preparo e tomo meu café e vou para a escola. Assim que chego, encontro Mina, minha melhor amiga, sentada em um corredor desenhando.

- Oi mina! - disse acenando para ela.

- Oiiii Bianca!!!

- Então, alguma novidade?

- Sim, duas! Eu ganhei meu pijama de unicórnio! Incrível, não? Ainda não acredito! Agora minha coleção está completa!

- Que legal.... Então finalmente chegou. Mas, e a segunda?

- Eu encontrei Lannah quando estava vindo para cá, ela vai passar um mês na cidade! Vou aproveitar cada minuto.

- Que bom!

- E você?

- Além dos típicos surdos da madrasta, não...

Assim que terminei de falar, o sino tocou.

- Bateu. Melhor a gente entrar.

- Não me diga... - ela disse em um tom divertido.

- Vamos logo - disse puxando ela pelo braço.


Na escola, o mesmo de sempre. A professora insuportável de matemática, a de arte que não faz nenhum sentido e a de português que é incrível. Na hora da saída, estranho ao não encontrar Mina me esperando na porta da frente, geralmente todo dia vamos para casa juntas, mas hoje foi diferente. 

Assim que cheguei em casa, me joguei na cama e fiquei lá até tarde.

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

- Mina!!!!

Abri meus olhos lentamente, até a luz do sol prejudicar minha vista. E ainda nessa condição, sentei-me na cama. Assim que ela não se encontrava mais embaçada, vi o rosto de minha mãe, e ao imaginar o horário que estava, desejei no mesmo instante não ter acordado, apesar de saber que seria pior.

- Mãe...Que horas são?....

- O que você acha? – ela falou apontando ao relógio que se encontrava no canto do quarto, e em seguida, saiu. Já era 6:45 a.m.

Levantei rápido, ignorando todo o discurso que ela estava fazendo em voz alta na cozinha, e após fazer minhas higiene pessoas. Puxa, eu estava tendo um sonho tão lindo com Chunnibyou!!!!
Me despedi de meus pais e fui a caminho da escola.

Eu estava tão triste, pois minha mãe, por algum motivo, não me deixa ter nenhum unicórnio, raposa, cavalo, urso polar, dragão ou lobo! Que tipo de pessoa proíbe alguém de ter um unicórnio! Isso é pecado! Que Deus ou as empadas me ouçam....

- Ei, Mina!!! - Interrompendo-me de meus devaneios, avistei de longe Lannah, uma amiga estrangeira, imediatamente um sorriso abriu em meu rosto, eu não havia a tanto tempo.... 
Acenei com resposta, então a mesma veio até mim.

- A quanto tempo... Pensei que tinha morrido por algum Falmer!!! Por que nunca mais veio aqui??? Fiquei preocupada até sua mãe avisar que tinha retornado a São Paulo desde sua última viajem.

- Desculpa... mais eu não morreria, eu mataria um falmer, mais ainda não achei um - ela disse rindo - Eu ainda não matei um Falmer...Mas você também ainda não se casou com um elfo!

- Infelizmente você tem razão....

Fazia tanto tempo que eu não a havia, aproveitei cada segundo do caminho, até que tive que entrar na escola, na esperança que anunciassem que a professora de matemática foi demitida ou que um portal abriu no quadro e que vai diretamente a Mirkwood Mas isso não aconteceu, mas sou otimista um dia vai acontecer! Porém, por enquanto, apenas mais um dia comum de aula.



Assim que cheguei em casa, após mais um dia cansativo, estava faminta, mas não havia ninguém em casa e ao abrir a geladeira também não achei nada. Provavelmente eles tinham ido ao supermercado. Decidi não esperar e por alguma mágica, achei um pacote de miojo. Então vesti meu pijama de unicórnjo rosa, sentei em cima dos meus pelúcias de Pokémon espalhados pela minha cama e fui jogar Super Nitendo até as 17:15, quando reconheci o som da buzina de carro do meu pai.

Ao entrarem, me anime ao ver que haviam trago bastante coisas, entre elas empada, vi o Cup nodlees, Hambúrguer...e a cada comida que saía, eu reajustava minha lista para o fim de semana. Que era sempre: 6:00 até 12:00 eu assistia animes, 12:30 até 16:00 eu escutava k-pop ou assistia Netflix e das 16:00 até 01:40 eu jogava algum jogo que eu tinha programado. Apesar de estar bastante distraída, notei que meu pai estava estranhamente preocupado.
E Assim que terminamos de reparar se eles haviam trago tudo que tinham na agenda, meu pai me chamou  em uma conversa particular em meu quarto.

- Aconteceu algo?

- Sim... Preciso que entenda e me escute.

 

- O que foi?...O senhor está me deixando preocupada....

 

- Mina...Nós vamos nos mudar, para outra cidade.

 

- O quê?!!

 

- Seu avô está doente...e sozinho no Rio. Ele precisa de alguém por perto, e nós somos os únicos disponíveis para isso...

 

- O vovô?? O que houve com ele??

 

- Está com problemas cardíacos....

 

- Então...nós vamos retornar quando ele melhorar...não é?

 

- Não, Mina...Decidi ficar lá definitivamente, perto do meu pai...

 

- O senhor está pedindo que eu abandone tudo? É isso???

 

- Infelizmente sim, eu sei que é muito, mas você tem que compreender... – ele falou saindo do quarto – Vou deixa-la um pouco sozinha para pensar.

 


Eu não conseguia imaginar no que estava acontecendo... Será mesmo? Que eu tenho que partir... Eu amo meu avô, muito, mas isso foi muito inesperado. Não sei o que pensar...eu sei que estou sendo egoísta, meu pai só quer ajudar. Mas não consigo deixar de ficar triste com isso...


A noite finalmente chegou, mas quase não consegui dormir de tanto pensar naquilo aquilo, estava lutando contra mim mesma para não chorar.

 

 

 

 

Assim que despertei, olhei ao relógio para não cometer o mesmo erro do dia anterior, mas para minha sorte era cedo, apenas 5:50 a.m. 
Minha mãe e meu irmão ainda dormiam, e meu pai não estava em casa, provavelmente tinha ido à casa de meu tio, com quem ficava conversando por bastante tempo.
 Fui a porta da casa,  para ver se o encontrava, porém ele não estava por perto, mas tomei um susto ao olhar ao lado da casa e vi que tinha outra coisa, era uma coruja!!!Assim que dei uma passo a fora para ver melhor, notei que havia pisado em algum pedaço de Papel, era uma carta. Estranhei sua aparência, havia um símbolo, do qual não conhecia ou recordava. Ao virá-la para trás, vi que era para mim.


                  "Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts"

                Diretor: Alvo Dumbledore
   ( Ordem de Merlim, Primeira Classe, Grande   Feiticeiro, Bruxo Chefe, Cacique Supremo, Confederação Internacional dos bruxos)

Prezada Sra Mina Cristy,

Temos o prazer de informar que V.Sa  tem uma vaga na escola de Magia e Bruxaria de de Hogwarts.

Estamos anexando uma lista de livros e equipamentos necessários.

O ano letivo começa em 1 de Setembro. Aguardamos o retorno de sua coruja até lá.

Atenciosamente,

Minerva McGonagall
Diretora Substituta

 

 

Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...