História I Care About You. ( Jikook ) - Capítulo 44


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Mamamoo
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bangtanboys, Bts, Fictício, Hoseok, Hwasa, Jikook, Jimin, Jin, Jiwoo, Jungkook, Kpop, Namjin, Namjoon, Romance, Sope, Wheein, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 267
Palavras 1.664
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Orange, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Acharam que eu não ia fazer vocês sofrerem hoje? MUAHAHAHAHAHAHHAHA Boa leitura, gente!! Me encontrem nas Notas Finais e nos comentários.

Capítulo 44 - Capítulo Quarenta e Dois.


           ~ P.O.V Jungkook. ~

Mais uma vez, eu era acordado por Jimin. Porém, nesse dia, nada de brincadeiras divertidas ou uma voz manhosa. O garoto chorava, igualmente quando o vi pela primeira vez.

Seus olhos inchados e suas bochechas avermelhadas deixavam claro que ele já fazia isso à algum tempo.

Assim que acordei, coçei meus olhos na tentativa de enxergar melhor. Ao ver Jimin chorando, por um milésimo de segundo, não entendi o porquê.

Ao perceber que eu estava definitivamente acordado e acabara de me sentar na cama, Jimin me abraçou. Logo, o mesmo passou a chorar de forma mais intensa.

- Hey, o que foi? O que foi, Jimin? - Questiono o garoto, mesmo já sabendo a resposta para a minha pergunta. Era sobre a sua tia, ou pelo menos era isso que eu achava.

Ao perceber que Jimin não iria me responder, deixo que o garoto secasse suas lágrimas em minha camisa. Carinhosamente, faço com que ele se deite e posicione sua cabeça sobre minhas coxas.

Deposito um beijo seco em sua testa, sem me importar em não ter feito minha higiente bucal. Com uma mão, alisava o cabelo do mesmo, e com a outra, tentava secar as lágrimas que cismavam em continuar caindo.

Após poucos minutos, que acabaram se parecendo com horas, Jimin finalmente cessara o choro. O garoto respirou fundo, soltou um suspiro, e fitou seu olhar no meu.

- O Jackson me ligou... Imagino que eu não preciso dizer o motivo, certo?! - Ele me pergunta e eu confirmo com a cabeça.

Faço com que Jimin se deite completamente na cama, em seguida, eu me deito ao lado do mesmo. O garoto tinha a cabeça virada para a minha, dessa forma, deixando que nossos olhares se mantessem fixos um no outro.

Jimin esboça um pequeno sorriso em seus lábios, solta mais um suspiro, e cola seu corpo ao meu.

Eu não sabia o que dizer, nunca soube. Uma das coisas mais difíceis para mim é lidar com pessoas deprimidas. Nesses momentos, nada passa pela minha cabeça, não consigo falar algo encorajador ou muito menos alegrar quem esteja triste. Jimin já havia percebido esse lado meu, e o garoto parecia não se importar com isso.

- Tudo bem, não precisa dizer nada, Kook! Eu sei como é, então, só preciso de você ao meu lado, da forma como prometeu à ela. - O garoto fala, deixando um breve sorriso transparecer. - Jackson disse que minha tia deixou algo pra mim e que eu devo ir buscar. Além disso, comentou que está com saudades de mim e que é pra eu ir lá quando estiver pronto.

- E você está? Quero dizer, você está pronto? - O questino. Jimin não perdura por muito tempo, logo o garoto se senta na cama, fazendo com que eu o acompanhasse.

- Eu não posso confirmar com exatidão, mas eu quero ir ver meu primo, ainda mais agora! - Assim que minha pergunta foi respondida, me levanto da cama segurando a mão do mesmo, e nos direciono até o quarto de Yoongi e Hoseok.

- Eu declaro que hoje você deverá tomar um banho nessa banheira! - Falo assim que chego com Jimin no banheiro do casal Yoonseok.

- É nojento! Você se lava na sua própria sujeira! - O mais novo fala com uma expressão enojada, arracando uma risada minha.

- Tudo bem, mas eu recomendo que você tome um banho!

- Eu estou fedido? - Jimin pergunta confuso enquanto tentava sentir o cheiro de suas axilas. Solto mais uma risada com a ação do mesmo. Posiciono minhas mãos em seus ombros e vou o guiando até o banheiro de nosso quarto.

- Não, você não está fedido, mas recomendo um banho quente!

- E você?

- Vou comer alguma coisa!

- Tá bom! - Jimin confirma cabisbaixo. Posteriormente, o garoto entra no banheiro, deixa a porta aberta e começa a se despir. Eu via toda aquela cena, mas não seria uma boa hora para o ficar observando daquela forma. Logo, saí do quarto, deixando o garoto sozinho ali.

Assim que entrei na cozinha, coloquei alguns pedaços de pizza da noite anterior para esquentar enquanto fazia um café. Após terminar, voltei para o quarto para buscar minha escova.

- Pode escovar os dentes nesse banheiro mesmo, até parece que você nunca me viu assim... - Jimin comenta sendo franco. Me viro encarando o garoto e confirmo sorrindo.

   ~ QUEBRA DE TEMPO. ~

Durante o trajeto até a casa de seu primo, fui guiado por Jimin. Assim que chegamos, o mais novo passou a sorrir com bastante intensidade, e uma mistura de alegria e pesar transparecia em seu rosto.

- Vamos? - O questiono estendendo a mão para o mesmo segurar. Ao descer do carro, Jimin a segura, retribuindo o sorriso que eu havia lhe dado.

- Eu toco a campainha! - O garoto fala correndo em direção a mesma. Jimin havia apertado a campainha no mínimo umas dez vezes e nada do seu primo aparecer, o garoto já começara a ficar entediado, assim como eu. - Será que ele saiu?

- Jackson aqui! - Um rapaz de aparência bonita e postura elegante aparece abrindo a porta. - Hey, você é o Jimin? Quanto tempo! Como você cresceu! Está tão bonito! - O mesmo diz me encarando. Fiquei confuso com aquilo, parecia que o tal Jackson havia confundido Jimin comigo, ou algo assim. Logo que o mesmo termina de falar, ele avança em minha direção, posteriormente me prendendo em um abraço.

- Você não mudou nada! - Jimin exclama dando um tapa no ombro do primo e soltando uma breve gargalhada.

- Bem que eu percebi que ele estava muito alto para ser o meu primo caçula... - Jackson fala soltando uma risada e indo em direção à Jimin para lhe abraçar.

- O que diabos está acontecendo? Estou bastante confuso! - Comento encarando os dois assim que cessam o abraço.

- São os genes da minha tia! - Jimin exclama apontando para o outro.

- Entrem! - Jackson fala abrindo passagem para meu namorado e eu.

Até chegarmos à sala de estar, fomos em um total silêncio, chegou a ser desconfortável para mim. Ao entrarmos na mesma, Jimin e eu sentamos juntos em um sofá, e Jackson ficou sozinho em um poltrona à nossa frente.

- Você deve ser o Jungkook, namorado do Jimin, acertei?!

- Acertou! - Digo o comprimentando.

- Me esperem um momento! - Jackson fala nos encarando e correndo em direção à outro cômodo.

- Ele parece ser meio estranho, mas só puxou o lado brincalhão da minha tia! - Jimin afirma sorrindo pra mim e posicionando uma de suas mãos sobre minha coxa.

- Acho que essa visita está te fazendo bem!

- A situação melhora quando eu penso nos momentos bons que já passamos. Além disso, a última conversa que tivemos com ela foi bem divertida! - Jimin fala depositando diversos beijos em minha bochecha enquanto soltava vários "Obrigado".

- Recentemente, a mãe fez algumas cartas com a minha ajuda e tem uma pra... - Jackson interrompe a própria frase assim que encara Jimin e eu. Logo, o garoto faz uma cara de nojo e joga a carta de longe para Jimin. - MAS QUE PORRA? Como você aguenta os beijos do Jimin? Ele comia terra quando era criança!

- Jackson, eu agradeceria se você calasse a boca! - Jimin fala irritado jogando um travesseiro na cara do outro.

- Eu sempre estranhei o fato de ele ter um bafo com cheiro de areia... - Digo rindo.

- Hey, por que você não bateu nele? - Jackson pergunta retacando o travesseiro, porém dessa vez em mim.

- Porque do Jungkook eu gosto! - Jimin exclama dando de ombros e mostrando a língua.

- Você me cansa! Eu vou fazer alguma coisa pra gente comer enquanto isso leiam a carta.

- Tá bom! - Confirmo. Jackson se levanta indo em direção a cozinha, imagino.

Lentamente, Jimin abre a carta, em sequência, quando achei que o garoto a leria, Jimin a entrega para mim.

- Você se importa em ler? - O mesmo pergunta me fitando, nego com a cabeça e a abro.

Espero o mais novo terminar de se acomodar ao meu lado e começo a ler.

- "Olá, bolinho! Sei que pode parecer um pouco dramático, mas você sabe que eu sempre gostei desse tipo de coisa, certo?!

Talvez você não saiba, mas os anos que cuidei de você foram um dos melhores para mim e Jackson. Assim que você foi embora, eu e o garoto viviamos relembrando momentos divertidos que vivemos, e sempre que podiamos iamos ao seu encontro. Saber que você não se esqueceu de mim, e que sempre me mandava mensagens encondidas pelo celular de sua mãe, me enchia de satisfação.

Sabe quando você apareceu derrepente no Hospital? Sua mãe havia acabado de sair à uns quinze minutos, eu havia discutido com ela, e se soubesse o que os idiotas tinham feito com você, certamente eu travaria uma batalha e acabaria com ela com meus aparelhos! De qualquer forma, não escrevi essa carta para falar disso.

Jimin, agora preste atenção! Quero que você não abaixe a cabeça para seus pais. Eu sei o quanto eles são importantes para você, mas também sei o quanto minha irmã e seu pai são cabeça dura, você não merece a ignorância deles e nem de ninguém. Então, espere o tempo que for, pois eu sei que uma hora ela vai perceber que errou e irá te procurar. Quando isso acontecer, espero que você os perdoe.

Além disso, sempre terá pessoas maldosas e comentários ruins em relação as tuas escolhas. Nesses momentos, tudo que você precisa lembrar é que sempre estarei ao seu lado e que sempre serei orgulhosa de ser sua tia. Não importa o quanto as pessoas tentem definir seus gostos, só você conseguirá fazer isso da melhor forma, e desde que seja bom para você, eu estarei lhe apoiando de onde estiver."

- Eu sei... - O garoto comenta em um sussurro.


Notas Finais


Nem vou falar muita coisa pra não quebrar o clima, mas eu iria ativar o *Drama Queen*, porém eu sabia que depois ficaria algo como "Eu destrui isso..." e depois começaria a rir.

EU TENTEI, MAS NÃO CONSEGUI A DEIXAR VIVA, NÃO DARIA... MESMO ASSIM, EU AINDA DIMINUI O DRAMA! DESCULPEM, EU VOU ALI CHORAR COM O JIMIN...

*** POSTEI E SAI CORRENDO ***


Fiquem bem e saudáveis, uvonas! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...