História I got you - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Camille O'Connell, Caroline Forbes, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Elizabeth "Liz" Forbes, Klaus Mikaelson, Matt Donovan, Mikael Mikaelson, Tyler Lockwood
Tags Klaroline
Visualizações 30
Palavras 2.253
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 27 - Ligações?


Fanfic / Fanfiction I got you - Capítulo 27 - Ligações?

21 de abril - sexta-feira

~Pv Caroline~

- hmm - mordo meu lábio inferior aproveitando os beijos distribuído pelos meus ombros e pescoço, ele continua a trilha até alcançar minha boca iniciando um beijo calmo e carinhoso - eu te amo - sussurro quando separamos nossas bocas sorrindo um pro outro

- eu também Love - diz alisando a maçã de meu rosto, enquanto eu alisava seus cabelos observando seu lindo rosto masculino - porque você não para um pouco de ser tão linda ? Isso acaba comigo sabia ?- pergunta me fazendo dar uma pequena gargalhada fechando os olhos

- porque não para de mentir ? Estou toda descabelada - digo voltando o encarar com um sorriso brincalhão, ele sorri de lado alisando meu lábio inferior

- Caroline eu te vejo descabelada, sem maquiagem, acabando de sair do banho, ou até de acordar, todos os dias. E nesses momentos é que eu tenho mais certeza que você é a mulher mais linda que já conheci - diz me penetrando com seus olhos verdes azulados me fazendo perder o fôlego, solto o ar quente pela boca sorrindo abertamente, logo o puxando para outro beijo agora um pouco mais intenso.

Trimmmmmm Trimmmmmm - um barulho irritante começa tocar, ignoro segurando o impedindo de separar o beijo - Trimmmmmm Trimmmmmm - novamente o barulho toca e sinto sua língua se afastar da minha, e logo sua boca mesmo com a minha insistência.

- atende não - reclamo o vendo estender a mão até o criado mudo pegando o aparelho, ele ri da minha reação olhando para o visor

- vou ter que atender - diz voltando seu olhar pra mim, pronto pra se levantar

- pode ficar no quarto, enquanto isso vou preparar o café da manhã - digo aborrecida

- obrigado - agradece com um sorriso me dando um selinho rápido, logo saindo de cima de mim e se sentando na cama.

Me levanto vestindo minha calcinha e sua camiseta branca, "alô ?" escuto-o dizer antes de sair do quarto fechando a porta. Solto um suspiro morrendo de curiosidade, desde de quarta Klaus está recebendo ligações, que por algum motivo ele acha um jeito de não me deixar ouvir, e até desliga quando me aproximo, aquilo me preocupava.

Tento afastar os pensamentos bobos enquanto descia a escada, porém aquilo já me incomodava, será que Klaus arrumou uma amante ? Óbvio que não, quer dizer bem provável que não, não impossível, mas... Para de pensar bobeira Caroline, lógico que não está acontecendo nada de mais é só ligações de Damon como ele mesmo disse, eu que estava começando com paranóia. Solto novamente um suspiro adentrando na cozinha encontrando uma xerife sem farda, procurar alguma coisa na geladeira.

- não me diga que acabou o leite ?- pergunto a fazendo me olhar assustada logo sorrindo

- claro que não, na verdade a geladeira está cheia - diz fechando a porta da mesma com um pote de creme de avelã na mão

- agradeça a Klaus - digo me sentando na cadeira admirando a mesa servida em minha frente - foi na padaria ?- pergunto vendo as torradas, jarra de suco de laranja, pães de forma e presente e mussarela.

- sim, não que suas panquecas não sejam gostosas mais já estava enjoando - diz se sentando em minha frente deixando o pote sobre a mesa, eu a olho idgnada

- não me ofendeu - digo com irônia a fazendo segurar o riso

- não vai trabalhar hoje ?- pergunta abrindo o creme de avelã e pegando uma torrada

- só a tarde, por que ?- pergunto pegando uma torrada e passando o creme de avelã nela

- essa camisa é do Klaus né ?

- sim - digo dando uma mordida na torrada

- é por isso, estranhei quando você vai trabalhar durante a manhã já saí do quarto toda arrumada - diz me fazendo dar um sorriso fraco, logo perdendo meu olhar em algum ponto na mesa

- o que foi filha ? Esta pensativa - comenta também dando uma mordida em sua torrada

- mãe - eu a olho e ela presta atenção - você acha que Klaus está me traindo ?- pergunto e a vejo arregalar os olhos, fico a olhando aguardando sua resposta mas invez disso ela cobre a boca, soltando uma risada abafada - mãe, você está rindo de mim ?- pergunta a olhando sem entender, ela abre a boca pra falar mais vejo Klaus entrando na cozinha com um sorriso - realmente essa piada é boa - a interrompo, a fazendo me olhar com dúvida dou um olhar indicando que olhasse pra trás

- bom dia - diz pra Klaus, enquanto o olhava por cima do ombro

- bom dia Liz - ele para na porta da mesa afastando a cadeira pra se sentar - do que estava rindo ?- pergunta se sentando a olhando com curiosidade, ela me olha dando um sorriso disfarçado - que foi ?- ele me olha enquanto dava uma mordida na torada

- era uma piada idiota - digo sorrindo forçado, o vejo erguer uma das sobrancelhas com desconfiança

- ei sou sua mãe não chame minhas piadas de idiota - diz me fazendo rir, logo rindo também

- vi que mudaram o cardápio da manhã - diz Klaus pegando o pão de forma

- a xerife disse que está enjoada das minhas panquecas - digo a olhando fazendo careta

- o que ? Sério Eliz ?- ele a olha enquanto preparava um sanduíche simples com presunto e mussarela

- só um pouco - diz se defendendo eu a olho com deboche

- não se preocupe Love, nunca vou enjoar das suas panquecas - diz segurando minha mão beijando as costas das mesmas

- bom mesmo - digo sorrindo de lado e ele corresponde o sorriso voltando a comer seu sanduíche, eles logo começam a conversar tentando me envolver no assunto porém, acabei me perdendo em meus pensamentos.

- Caroline ! - eu o olho assustada - tá dormindo ?- pergunta me fazendo sorrir forçado

- vou me trocar - digo me levantando, os dois me olham sem entender

- vai em algum lugar ?- pergunta mamãe

- vou encontrar Bonnie pra almoçar- digo ele ergue uma das sobrancelhas

- mas agora ? Acabou de tomar café da manhã - diz desconfiado

- por isso não comi muito, e até eu me arrumar vai dar tempo de ter apetite - minto, os dois se olham desconfiados

- okay vai lá - diz me puxando pelo braço me fazendo abaixar um pouco o corpo, me roubando um selinho

- tá - dou um sorriso subindo para o quarto, chegando no mesmo mando uma mensagem pra Bonnie "daqui 1 hora no grill, almoço- entregue", "lá vem fofoca, eu quero-agora mesmo" ela responde me fazendo rir, entro dentro do banheiro demorando o máximo possível.

.

~Pv Klaus~

- impressão minha ou ela mentiu pra nós ?- pergunto depois de conferir se ela já tinha subido pro quarto

- sabe o que ela me falou antes de você chegar, agora pouco ?- pergunta com um sorriso e levantando as sobrancelhas

- não, o que ?- pergunto curioso, ela olha pra trás logo voltando seu olhar para mim

- perguntou se eu achava que você estava a traindo - diz me fazendo arregalar levemente os olhos espantado

- isso é sério ?- pergunto franzindo as sobrancelhas

- é sim, acredita nisso ?- pergunta, fico alguns minutos em silêncio logo soltando uma risada nasal e um sorriso de lado

- será que é por causa das ligações ?- pergunto Eliz ri fraco

- claro que sim, você sabe como Caroline é - diz me fazendo balançar a cabeça contendo a risada

- sua filha é doida por achar que estou a atraindo - ela ri

- ainda bem que você sabe dar valor no que tem - diz eu levanto uma das sobrancelhas

- senti um tom de aviso - digo ela sorri de lado

- ainda bem - diz me fazendo rir

- bom enquanto provavelmente ela tá enrolando lá encima pra quando sair já ir encontrar a Bonnie - digo tomando um gole do suco - vou resolver os últimos detalhes do meu negócio com Damon - digo me levantando, ela me acompanha com os olhos tomando um gole do seu café

- até mais tarde - diz eu a dou um beijo no topo da cabeça

- até - digo saindo da cozinha

.

.

~pv Caroline~

- mais quantas vezes o "Damon" ligou pra ele dentro desses três dias com hoje ?- pergunta com uma das sobrancelhas erguidas

- não sei, no máximo 4 ou 5 - digo e a vejo encarar as batatas fritas - então o que você acha ?- pergunto

- já perguntou pra ele se Damon anda conversando com Klaus pelo celular ?- pergunta, eu solto um suspiro

- óbvio, ela disse que sim, mas o problema é que ele tá apagando as últimas ligações - ela arregala levemente os olhos

- Caroline será que...

- ah não Bonnie por favor, já estou ficando louca só de pensar e se você falar vai piorar - digo dando um suspiro ela se cala comendo algumas batatas, volto meu olhar para o vidrinho de palito de dente brincando com o mesmo - ele está me traindo, não está ?- pergunta a olhando com desespero

- é suspeito - diz me fazendo soltar um grande suspiro

- mais não é lógico, não estamos tanto tempo juntos se ele não gostasse de mim, só me largaria - digo tentando ajuntar alguma peça

- olha eu não vou me meter nisso, o melhor a se fazer é conversar com ele - diz me fazendo arregalar levemente os olhos

- como vou chegar nele e perguntar se está me traindo ?- pergunto ela suspiro

- chegando Caroline, é sua única opção. Se você ver que ele ficou muito surpreso, ou desviar os olhos, pensar muito, ou dizer um "não" por impulso, isso quer dizer que sim- diz enquanto eu ouvia com atenção - mas se você ver que ele está sincero, da risada da sua própria cara na frente do espelho - diz dando de ombros me fazendo sorrir disfarçado

- idiota - digo ela ri

- se você quiser carona, vamos logo que eu tenho que estar na casa dos Clark daqui 20 minutos - diz pondo a bolsa em um dos ombros

- claro, vamos - digo fazendo o mesmo começando a me levantar.

.

.

~Pv Klaus~

- então gostou do jantar ?- pergunto quebrando o Silêncio que se instalou desde que entramos no carro para vir pro restaurante

- claro - ela parece se despertar me dando um sorriso fraco, paro de andar a fazendo me olhar com dúvida ficando de frente a mim

- o que está acontecendo Caroline? está quieta hoje - pergunto pondo as mãos do bolso da calça

- Klaus eu preciso te perguntar uma coisa - diz respirando fundo

- então pergunte - digo segurando o sorriso para me manter sério

- Klaus eu queria saber se... - ela parece hesitar enquanto olhava para suas mãos

- se estou te traindo/ se você está me traindo - dissemos juntos, então vejo seus olhos me encararem com surpresa, dou um sorriso de lado com sua reação - não eu não estou Caroline - digo passando confiança em minha palavra a vejo ficar mais confusa ainda - se minhas ligações foi motivo para sua desconfiança, é melhor eu dizer logo o que era - digo pronto pra tirar a mão do bolso porém ela faz um sinal pra mim parar

- não, não precisa, eu confio em você é que sei lá de repente isso começou entrar na minha cabeça me deixando doida e...- a interrompo tirando duas passagens do bolso, ela franzi as sobrancelhas - o que é isso ?- pergunta

- passagens para New Orleans, jato particular - digo entregando as passagens em sua mão, com um sorriso satisfeito

- é pra amanhã às 8 horas - diz provavelmente pra ela mesmo - ta louco ?- ela me olha com descrença me fazendo rir

- não disse que iríamos visitá-los ?- pergunto a puxando pela cintura colando nossos corpos - então, acho que seria um jeito perfeito de comemorar nosso primeiro mês de namoro e o 4 mês de gravidez da sua cunhada - digo próximo dos seus lábios depositando um selinho no mesmo

- então é por isso as ligações - diz parecendo sem graça me fazendo sorrir de lado

- sim, nunca mais pense na ideia sobre eu trai-la love, eu a amo - digo e vejo seus olhos azuis brilharem ainda mais e um sorriso aparecer em seus lábios

- jato particular em ?- pergunta me fazendo rir

- não é o meu, mais paguei pelo melhor - digo

- olha não vou dizer que não adorei - ela passeia os olhos por meu peitoral, ajeitando minha jaqueta de couro- porém se gastou provavelmente muito dinheiro só pra me agradar, não precisa, não seria nada de mais 15 horinhas de carro com você - diz me fazendo rir, sorrindo enquanto morde o lábio inferior

- eu te amo Caroline - digo ela sorri abertamente

- eu também te amo Klaus, agora é melhor irmão pra casa que já são 00:00 - comenta me fazendo sorrir logo a roubando um selinho longo e quente.

- verdade ainda temos que aproveitar um pouco mais a noite- sussurro em seu ouvido, ela sorri maliciosa entrelaçando sua mão na minha e logo começamos a andar lado a lado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...