História I Hate You, I Love You.(yaoi) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Lemon, Original, Yaoi
Visualizações 290
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Acho que talvez alguém aí odeia o Sora não é? Me desculpem gente ele gostava do Akito tadinho. KKK
Boa leitura pro6.


Aviso: tudo que vocês gostam seus tarados.

Capítulo 12 - Reconciliação.


Fanfic / Fanfiction I Hate You, I Love You.(yaoi) - Capítulo 12 - Reconciliação.

Estive evitando ele dês de então, os dois na verdade. Eu ganho um beijo da pessoa que mais gosto do mundo, e no outro dia tenho a surpresa de encontra-lo na cama com outro, se não gosta de mim porque me beijou?

Eu estava voltando da escola e decidi assistir o treino dos jogadores de basquete. "Por que diabos Akito foi expulso do time?" Melhor parar de pensar nele.

Quando cheguei em casa aproveitei enquanto a casa estava vazia e comi algo logo, em seguida parti ao quarto. "Não devo satisfação a ninguém, estou saindo hoje" foi o que me passou pela cabeça e foi o que fiz. Troquei de roupa e quando abri a porta para sair Akito estava lá. Apenas ignorei e quando fui passar ele pegou meu braço e me puxou de volta:

-Aonde pensa que vai?

-Vou ao fli- não te devo satisfação alguma.- mecho meu braço de um lado para o outro- me solte!

Akito me solta e ao mesmo tempo me empurra feichando a porta na minha cara, eu saí andando como se nada tivesse acontecido, esse sou eu, estou pouco me fodendo para os outros.



Yuuma off



Akito on


Não faz nem dez minutos que ele foi e eu não me sinto a vontade, por que bati a porra da porta na cara dele? Eu me encontrava na minha cama, estava deplorável com cigarro na boca uma lata de energético do lado e chorando igual uma criança de cinco anos quando perde um ímpar ou par.



Eu vou esperar ele chegar.


Ele terá que me ouvir.


Eu odeio o Sora,


irei tomar as chaves do Saki.


Ele me odeia


O que eu fasso??



Já era 20:00 quando ele chegou em casa, eu apenas ouvi a porta abrindo, não havia bebido praticamente nada então ainda tinha sã consciência. Ele foi para o seu quarto sem dizer um só "cheguei".


Akito off

Yuuma on



Ele não veio falar comigo, não deve bem estar mais ligando... Eu ouvi um barulho e quando olho para a porta ele estava lá:

-Se tiver um pingo de consideração por si mesmo, de o fora do meu quarto.- resmunguei.

-Se gosta de mim, cala a boca e me escuta.- Isso mecheu, calei-me na mesma hora- sente! -eu me sentei na cama e ele continuou de pé.- eu conversei com o Saki, ele me disse que ontem Sora pegou a chave do meu apartamento com ele, já que Saki tem uma cópia. Ele invadiu o meu quarto Yuuma!

Isso foi bizarro.

-Olha... Eu nunca dormi com ele, Yuu-chan. -eu corei estantaneamente.- Sora sempre foi apaixonado por mim dês que nos conhecemos, ele já se declarou para mim, mas eu não sabia se gostava de homem na época, e nunca me interessei por ele.

-Se importa tanto assim em eu estar ou não estar com raiva?

-Claro.

-P-por que?

-Porque eu te amo. Eu te amo Yuu-chan!

Meus olhos encheram de lágrimas, eu não me aguentei pulei em cima dele o abraçando ele me abraçou também e depois me jogou contra a cama. Me encarou de uma forma que... Não sei mais como reagir com tanta beleza somente no olhar. 

Ele subiu em cima de mim e me deu um beijo rápido, tirou a camisa e me ajudou a tirar a minha ele beijou do meu pescoço até meu umbigo, voltando a me encarar ele iniciou um beijo intenso nossas línguas faziam movimentos perfeitamente alinhados, como se estivessem sido feitas uma para a outra, quando tivemos que parar para pega ár, d logo voltamos a nos beijar. Ele passou a mão no meu peitoral e lambeu o meu percoço passando a mão em formato de círculo nos meus mamilos.

Ele pegou na minha mão e me olhou por um tempo para ter a certeza que era isso mesmo que eu queria, sim era o que eu queria.


 Yuuma off


Akito on


Ele tem um corpo bonito é uma boca macia, tudo tão perfeito como seu rosto! Ele é demais, se é tudo isso certamente pode... Por que hesito? Vamos ir logo com isso! Não é a primeira vez que fasso isso.

Eu parei de beija-lo, me acolhi entre suas duas perna e abri o zíper da calça titando-a, logo começei a acariciar seu membro por cima da cueca que ele usava, ele estava vermelho, acho que é sua primeira vez. Eu tirei a minha roupa ficando completamente nu e logo estava com a mão dentro da cueca dele pegando em seu membro, ele deixou soltar um gemido baixo de surpresa. Me aproximei do seu ouvido e disse com a voz mais doce que pude oferecer: "Fique calmo, não irei machuca-lo". É tranquei a maldita cueca de vez jogando-a longe, nós nos abraçamos e ficamos nos beijando por um tempo. Estava tentando deixá-lo mais a vontade com meu corpo, mas só avia um modo para fazer isso.

Eu ainda estava entre suas pernas então as abri e penetrei lentamente meu membro, logo ele soltou um gemido apenas com o contato. 


Akito off

Yuuma on


Eu gravei minhas unhas em suas costas a arranhando e pedi desculpas. Ele sorriu para e continuou me penetrando, isso dói. Mas... O prazer, Ah o prazer vale muito mais que qualquer forma do mundo. Seu membro estava todo dentro de mim e nós voltamos a nos beijar para me acostumar com a dor e logo já estava sentindo mais o prazer do que está maldita:

-Eu te amo -Aki dizia enquanto se mechia em um movimento de vai e vem dentro de mim.

-P-Por favor...- falava gemendo- vá mais rápido.

Ele aumentava ia aumentando e conforme ele aumentava a velocidade eu gemia mais e mais alto. Ele havia parado com um tempo e me olhou e sorriu:

-Me seduza- ele disse com a voz um tanto ofegante. Logo sentou na cama.

-Aki-chan... Eu só tinho algo em mente, vou faze-lo.

-Como quiser- ele disse com um olhar de satisfação.

Eu pedi para que ele levantasse da cama e me ajoelhei em sua frente, vi seu rosto avermelhar-se logo coloquei seu membro em minha boca, Akito estava gemendo baixinho e sua expressão matava qualquer um, era um olhar de satisfação é prazer. Eu fiquei por algum tempo fazendo um boquete quando ele me enteromper:

-Tira a boca dai, eu vou gozar.

Eu o obedeci e me levantei, Akito me abraçou e nós nos deitamos, acho que ele estava pior que eu... Não fasso a mínima, ele me abraçou carinhosamente e me apertou contra seu corpo:

-Isso foi incrível- murmurei em seu ouvido.

-Eu te amo, Yuu-chan -ele disse passando a mão no meu rosto e depois nós nos beijamos novamente antes de adormecermos ali, de conchinha até o outro dia de manhã.



Notas Finais


Aahhh demorei mó tempo o escrever essa dlç, espero que tenha saído bom... Foi meu primeiro Lemon então não espero que esteja algo fantástico!

Bom, comentem ai oq vocês acharam?

Bjs da Evil.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...