História I Love You - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce, Armin, Romance
Visualizações 42
Palavras 1.985
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey hey leitores!
Estou atrasada? Espero que não!!

Eu queria comunicar que a fanfic vai voltar a ser postada todo sábado como era antes ♡
(Quase que eu esqueci que era hoje, mas estamos aqui!)

Boa leitura ^~^)/

Capítulo 24 - "Para mim já deu!"


Fanfic / Fanfiction I Love You - Capítulo 24 - "Para mim já deu!"

Abri um pouco mais para poder ver melhor o moreno. Como uma pedra caindo bem forte sobre meu corpo, eu vi ele beijando uma outra garota..... que era a Julia......

Meus olhos encheram de lágrimas momentaneamente!

Eu queria poder correr para casa, me trancar no quarto e chorar até poder morrer de desidratação..... MAS O DIABO ESTAVA BEM NO PORTÃO DA ESCOLA! Não é questão de não querer incomodar o casalzinho, eu só não queria vivenciar mais uma vez essa cena mesmo!

Subi todas as escadas o mais rápido possível, tropeçando em meus próprios pés e sem conseguir enxergar nada por causa das lágrimas. Acabei tropeçando em alguns degraus e cai ralando meu joelho em uma ponta. Levantei mesmo com a dor que era quase insignificante comparada aquela que eu sentia no meu peito.

Cheguei por fim na porta de ferro do terraço e passei por ela devagar tentando evitar barulho.... não queria alguém me incomodando. Apenas a dor bastava..

Fui até a parte mais isolada e me sentei no chão abraçando minhas pernas. Coloquei minha cabeça entre os joelhos e deixei que as lágrimas escorressem.

[• • •]

Ouvi o primeiro sinal tocando, indicando que a primeira aula acabou e a segunda estava quase começando. Iria esperar até depois do intervalo para ir na enfermaria, inventar uma desculpa qualquer e poder ir para casa sem dar muitas explicações.

O meu celular no bolso da calça começou a vibrar freneticamente. Peguei e olhei na pequena tela de vidro: Ligação da Rosa. Apenas desliguei.... não queria conversar naquele momento! Então sequei minhas lágrimas quase sem força e mandei uma mensagem para a platinada.

Mensagem on

Eu: Rosa..

Rosa: Miga onde você tá??

Rosa: Passou mal no banheiro?

Rosa: Eu fui lá e não te achei!

Eu: Não.... eu to no terraço e não consigo ir para a sala.

Rosa: Espera aí!

Rosa: Eu já to chegando!!

Mensagem off

Coloquei o celular desligando a tela ao lado do meu corpo. Afundei novamente minha cabeça sobre minhas pernas desejando não estar ali. Tudo que mais queria era estar longe o bastante.... em um lugar onde ninguém lembraria da minha existência.

Em alguns minutos ouvi um enorme estrondo vindo da porta de ferro que dava acesso ao terraço que estava. Mantive minha cabeça baixa confiando em minha audição. Logo ouvi passos correndo em minha direção e de repente algo caiu sobre minhas costas.

- MIGAAAAAAA - Rosava me abraçava forte - O QUE HOUVE?

Eu definitivamente estava sem forças para falar. Peguei meu celular e levantei bem pouco minha cabeça para conseguir ver a tela. Entrei em qualquer chat e comecei a digitar "Eu vi ele beijand...". Não consegui escrever mais que já estava caindo aos choros novamente.

Rosa rapidamente tomou o celular da minha mão e leu apagando logo em seguida. Ela evitou pedir detalhes por causa do meu estado.... mas não deixou de ser "a Rosa".

- AHHH MAS EU VOU FALAR COM ELE E DAR UMAS BOAS SURRAS NELE! - gritou me devolvendo o aparelho.

- Não precisa.. - murmurei baixo e quase sem vida - Deixa ele...

- NÃO PRECISA UMA OVA! QUEM ELE PENSA QUE É PARA SAIR PEGANDO A PRIMEIRA PESSOA QUE ENCONTRA NO MEIO DO CAMINHO?

Minha resposta foi um olhar triste e decepcionado que eu lancei para ela. A platinada logo parou de gritar e me abraçou falando alguns conselhos quase que inúteis.

Esperamos o intervalo e Rosa mandou mensagem para o bicha purpurina vir nos encontrar. Eles me ajudaram a lavar o rosto no banheiro e voltamos para a sala logo em seguida.

- Olha diva, você fica aqui que eu vou ir comprar um lanche para você! - Alexy falou segurando no braço de Rosa

Ambos saíram me deixando completamente sozinha na sala. Eu queria voltar a chorar ao lembrar da cena, mas mordi meus próprios lábios e tirei uma folha de papel da mochila em uma tentativa de esquecer tudo.

"Tentei" fazer um desenho, que na verdade virou apenas rabiscos aleatórios. Mesmo assim eu não parei..... era muito melhor fazer isso do que pensar no que tinha acontecido!

A porta da sala se abriu. Se não fosse Alexy e Rosa, seria um dos 35 alunos que estudam lá dentro! Então permaneci de cabeça baixa continuando os rabiscos aleatórios.

- Lê? - Ah não... - Você está bem? Eu não te vi nas aulas.

- Eu to bem sim Armin! - continuei de cabeça baixa - Só estava um pouco enjoada! - menti

- Entendi. - ele se aproximou - O que você tá fazendo? Quer jogar Hlw?

- Não, obrigada! - tentei deixar minha voz mais seca possível e me concentrar nos desenhos.

- Tudo bem.... - respondeu desapontado e foi sentar em uma cadeira um tanto longe da minha.

Assim que ele saiu, deixei que algumas lágrimas escorressem em silêncio. Fiquei apenas ouvindo o barulho do meu lápis rabiscando o caderno e sentindo meu rosto molhar.

Após alguns segundos Rosa chegou na sala. Ela parou na porta e olhou eu em um canto e Armin em outro.

- Se eu soubesse que gente falsa ia vir para essa sala eu nem te deixava aqui Lexy! - a platinada falou alto suficiente para que Armin ouvisse e este apenas olhou para ela e depois voltou para o jogo.

Levantei meu corpo para pegar o sanduíche e o suco que ambos doidinhos trouxeram para mim.

- Deuses! Eu vou virar uma baleia.... olha o tamanho desse pão! - analisei a comida na minha mesa

- Cala a boca e come! - Alexy ordenou - Você perdeu muito líquido, então precisa se hidratar!

- Miga depois vou retocar sua maquiagem! - Rosa bateu palma dando pulinhos de animação.

- Falem baixo vocês dois! E eu não to afim hoje Rosa.... deixa para amanhã! - rodei os olhos e dei uma mordida no sanduíche.

Os dois me fizeram comer toda a comida antes da aula começar. Depois disso Rosa sentou do meu lado e ficamos conversando a aula toda até que ela acabasse.

Convidei a platinada para ir dormir lá em casa hoje e ela concordou. Eu definitivamente estava precisando esquecer os garotos hoje!

Pov. Lexy off

Pov. Alexy on

Quando cheguei em casa, Armin estava sentado do soja jogando no PlayStation dele.

- Cheguei! - gritei trancando a casa e indo até o meu irmão.

Hoje eu tive um longo e chato dia resolvendo coisas sobre o comitê e com a Diretora, mas ainda tinha energia o bastante para brigar com meu irmão! Primeiro foi a Rosa, e depois a Lexy.... ah mas não vai ficar assim mesmo!

- Armin! - puxei o fio do vídeo game dele da tomada - Precisamos conversar!

- Aff eu tava quase terminando aquela fase! - resmungou jogando o controle ao lado dele - Fala logo o que você quer!

- A Lexy ta MUITO chateada com você! Não acredito que fez isso com ela..... - olhei decepcionado para ele

- Eu fiz o que? O que deu nela hoje?

- Não se faz de bobo! Ela disse que viu você beijando a Júlia hoje.... - cruzei os braços sério

- Ah cara.... não era para ela ter visto isso! Eu odeio quando essas coisas acontecem.

- ARMIN NÃO TEM COMO VOCÊ PEGAR DUAS PESSOAS AO MESMO TEMPO SEM DEIXAR UMA TRISTE! - ai meu deus amado dê um pouco de inteligência pro meu irmão please!

- Eu não to pegando as duas! A Júlia apareceu hoje me chamando para sair e quando eu fui recusar ela me beijou!

- Por que você não desviou ou parou o beijo?

- POR QUE ELA TAVA ME AGARRANDO! E eu não queria fazer uma menina chorar na porta da escola! Quando ela parou o beijo eu mandei ela nunca mais me procurar!

- Ai Armin.... você só faz merda!

- Sério que a Lê tava daquele jeito por causa disso?

- Claro que tava! Se toca menino.... ela gosta de V.O.C.Ê! - mais detalhado que isso só se eu pegar um papel e desenhar....

Armin ficou em silêncio. Aproveitei para subir para o meu quarto e mandar mensagem para Rosa sobre a minha conversa com meu irmão.

Pov. Alexy off

Pov. Lexy on

- Alexy disse que o Armin disse que a Júlia que beijou ele! - Rosa falou enquanto a gente se arrumava para dormir

- Eu não duvido! Mas não quero mais saber dele! - respondi colocando as cobertas sobre a cama - Chega disso. Para mim já deu!

- Mas vocês são o meu maior shippe!!

- Eu não quero saber mais dele Rosa! Olha o que ele fez... já tá bom neh?

Rosa ficou calada e deitou em sua cama. Apaguei as luzes e deitei na minha também indo dormir.

[• • •]

Acordamos com meu irmão batendo na porta. Ahh que preguiça!!

Rosa tomou um banho primeiro e depois eu. Tomamos café da manhã e fomos para a escola a pé mesmo conversando e ouvindo música.

Chegamos no infern... escola! Rosa sugeriu ir direto para sala de aula e eu concordei. Não tinha que passar no meu armário mesmo, então estava tudo bem.

Enquanto andávamos pelos corredores para a sala, passamos em frente ao grêmio onde Nataniel estava se matando de tentando trabalhar. Fui até a portar e vi o loiro sozinho com uma lista de deveres a fazer pregada na parede.

- Nath.... quer ajuda? - perguntei entrando devagar pela sala.

- Ah, bom dia Lexy! Não precisa se incomodar. Eu só estou cheio de coisas para fazer hoje pois a Melody passou mal e não pode vir. - sorriu gentilmente colocando uma pilha de papel sobre a mesa.

- Tá tudo bem! - sorri de volta... queria muito ajudar para esquecer as coisas que passavam na minha cabeça - Eu te ajudo!

Olhei para Rosa e sorri para que ela entendesse que eu estava bem. A platinada fez um joinha com a mão e voltou para a sala de aula.

Deixei minhas coisas no chão do grêmio e peguei uma enorme pilha de livros que estavam em cima de uma cadeira.

- Onde eu coloco esses? - perguntei

- Na biblioteca! Alguns alunos do 2° ano esqueceu de devolver e a diretora pediu para eu fazer isso!

- Pode deixar comigo então! - sorri gentil e sai em direção a biblioteca

Coloquei meus dedos em baixo do último livro e meu queixo em cima do primeiro daquela enorme pilha.

O sinal já havia tocado, então todos os alunos estavam agitados nos corredores entrando nas suas salas. Foi meio difícil desviar de todos, mas consegui chegar na biblioteca sem derrubar nenhum livro.

Quando fechei a porta de vidro, o barulho todo cessou. Coloquei os livros dentro de um carrinho de metal que ficava ao lado da mesa da bibliotecária.

Comecei a guardar todos os livros com muuuita calma! Não queria, por nada nesse mundo, voltar para aquela sala e olhar para a cara do Armin.

Lembrar do Armin, fez aquela cena dele beijando a Júlia voltar a minha cabeça, e com isso, meus olhos se encheram de água. Sacudi a cabeça tentando esquecer, porém minha visão só ficava mais embaçada.

Acabei me distraindo e quando fui colocar um dos objetos na prateleira mais alta, escorreguei fazendo alguns livros caírem em cima de mim.

Estão lembrados de quando cai na escada? Naquela hora que estava indo ao terraço e ralei meu joelho. Pois bem, alguns livros caíram em cima dele, fazendo sangrar um pouco. Olhei para o rasgado da calça no lugar do joelho que começava a se encher de sangue. Droga.... nem era tão grande assim aquele corte!

Ouvi a porta da biblioteca abrindo e fechando. Algum aluno ou a bibliotecária? Apenas ignorei e comecei a recolher os livros no chão novamente. Seja lá quem for, não queria que me visse naquela situação, então comecei a organizar tudo o mais rápido e silencioso que conseguia.

- Lê....?

Oh inferno! Você tenta não encontrar com o capeta, mas ele acaba por ir até você! Dia de sorte, não?


Notas Finais


Já sabem quem é?

O que acharam??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...