História I Saw the love in your eyes - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chandler Riggs
Personagens Personagens Originais
Tags Chandler Riggs, Dove Cameron, Drama, Hana Hayes, Katelyn Nacon, Maggie Lindemann, Nina Dobrev, Romance, Suspense
Visualizações 56
Palavras 994
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não sei nunca o que falar aqui ahsuabshaa

Capítulo 4 - The Best Party



Eu sei que estou linda, não precisa babar- cray diz se sentando ao meu lado e tirando uma foto nossa-e você lixo humano não vai se arrumar?
Eu já estou pronto!-digo
ah claro que esta-
qual problema da minha roupa?-
Não que ela seje horrível sabe... Mas sei lá, você podia se arrumar mais.
To bem assim-
se você diz...Então tá preparado?-
preparando pra que?-
A julie vai vir hoje, e você tá louca pra fazer um cachorro quente nela-
Cachorro quente?-
Sim, ela tem o pão, e você coloca a salsicha-
Meu deus, não vou mentir...adoro -
JULIE DOBREV
estamos quase chegando na festa, estou nervosa pq vai ser minha primeira festa aqui, conhecer novas pessoas, não posso fazer nada de errado, kate disse que se você faz algo de ruim em Atlanta, você fica queimada em Atlanta.
Chegamos - kate disse parando o carro.
Até que enfim - hana diz, abrindo a porta.
Kate bate na porta, Que é abrida por Mingus, certeza que tem algo entre esses dois, é cada clima que rola... Já tinha algumas pessoas aqui, assim que entro na casa vejo, que menti pra minha mãe sobre não ter drogas e bebidas...porém ela não precisa saber disso não é mesmo? rsrs. caralho quanta gente se pegando socorro, nem conheço mas já me sinto a vela humana. Vou me sentar no banco, do balcãozinho e tomar alguma bebida, não sei o que fazer aqui socorro
Julie você nunca bebeu, vai beber hoje? - Kate fala sentando ao meu lado.
Vou, até agora não tenho nada pra fazer aqui - digo
Querida, essa é sua primeira festa e vou fazer ela ser inesquecível pra você - a mesma fala olhando em volta procurando alguém, certamente é Mingus- Não vou sair do seu lad... ah já volto- a mesma falando pegando a bebida do moço ao lado, e indo a direção de mingus.
Que folgada -  o moço ao lado resmunga.
Legal, não conheço ninguém, katelyn me deixou sozinha, só Deus sabe onde está hana o que vou fazer agora hein.
CHANDLER RIGGS
estava beijando lia no banheiro, infelizmente a praga me encontrou, e não parou de falar até que eu a levasse pra cá, socorro eu não ao aguento essa faldeira dela, e como eu já disse de um jeito ou de outro eu calo a boca dela, e a Lia não é de se jogar fora.
Chandinho vamos pro quarto- ela fala enquanto beija meu pescoço.
ah meu deus...
Ah, agora?- digo
sim, vem amor vamos - ela fala abrindo o meu zíper.
Lia... quantas vezes já disse para não me chamar de amor caralho-
Ah Desculpa, mas você sabe é inevitável-
Hm tá - começa a tirar a sua blusa
Mas...Vai ser aqui?-
Querida sexo é sexo você quer ficar escolhendo onde vaí dar a xota é isso?-
CHANDLER EU DISSE NO QUARTO-
ou a gente faz um xablau aqui, ou eu vou embora, você escolhe-
hmm, ok...- ela fala tirando minha calça e acariciando meu membro por cima da cueca.
enquanto vou distribuindo Beijos em seu pescoço, a mesma começa a me masturbar rapidamente, vou dando gemidos baixos, mas paro assim quando ela simplesmente da um apertão no meu amiguinho.
PORRA LIA-
é isso que você recebe, se não satisfazer as minhas vontades...espero que tenha aprendido- ela fala enquanto coloca sua blusa e sai do banheiro.
essa menina me deixa louco, e não é no bom sentido...
Vou beber alguma coisa pra esquecer isso eu hein
desço as escadas, e sento ao lado de uma garota no balcão.
ela me parece entediada, espera...É a Julieth, que ótimo que ela veio rsrs
Oi Julie - digo olhando ela de canto.
ela me olha com aqueles olhos castanhos.
Oi miss rapunzel -
vai me chamar assim mesmo? -
combina com você -
Então... O que vai beber? -
Eu não sei...nunca bebi -
ah não, você nunca bebeu? -
Ah,bebida já, mas não de  cair sabe... -
hmm, entendi...Mas hoje você vai, vai fazer o que eu falar certo? -
Ui tá bom Dua Lipa, cite suas regras -
isso mesmo, então obedeça, Eu quero duas vodkas com limão -
Vodka que inovador você hein -
quietinha, quem é a Dua Lipa aqui -
aqui esta senhor - o moço do barbizinho fala entregando os copos.
ainda prefiro meu suco de maracujá -
agora não é hora do seu suquinho- falo entregando o copo pra ela.
JULIE DOBREV
bebo o líquido e sinto ele queimar pela minha garganta, ah deus não vou fazer escândalo depois ele vai me chamar de frouxa.
Nossa - coloco o copo em cima do balcão.
Então? Gostou? se não gostou vai ter que tomar dnv -
até que é bom, mas sei lá - 
bicho que nada isso é horrível.
toma outro copo - ele fala me entrando o outro gole.
despejo o líquido pela mknha garganta mais uma vez, tentando evitar a careta, porém estou me acostumando.
bebo outro gole.
tá bom,vamos tomar outro - ele diz me entregando outro copo com um líquido amarelo.
É tudo alcoólica? -
sim, no começo é ruim mas você se acostuma - o moreno diz entregando um copo com líquido rosa
 já estava ficando tonta bicho, socorro vou continuar tomando (poderia estar tomando em outro lugar mas né rs)
  
      ****
Estava dançando junto com o Chandler, já tinha perdido a noção da hora e estava completamente bêbada, ele estava com os braços na minha cintura, e eu com os mesmo sobre sua nuca. seu olhar penetrante me encarava, era uma mistura de sentimentos, não conseguia indetificar qual era, até po que eu estava tonta também, caralho eu preciso ir embora meu estômago tá revirando. ele me puxou mais pra perto dele,  eu puxei seu rosto pra perto do meu colando nossas bocas, ele abaixou sua mão para minha bunda, e pediu passagem com a língua

Julie...quer ir lá pra cima? - ele perguntou parando o beijo.
 


Notas Finais


Beijoos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...