História I'm a illegirl (incesto) - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~ceci_caumo

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, V
Tags Incesto, Jimin, Jungkook, Tragedia
Visualizações 26
Palavras 1.223
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteiiiiii...
Dscp tanta demora, eh pq tava mto sem ideia p esse capitulo, ent demorou um pouquinho.
Assim, eu tinha escrito todo o capitulo. Mas o meu celular resolveu bugar e apagar tudo. Tive q reescrever todo ele, por isso demoro mais do que o esperado.
Dscp qualquer erro.
°COMENTEM...Pfvr°
°Mili°

Capítulo 2 - Idiot Boy


Fanfic / Fanfiction I'm a illegirl (incesto) - Capítulo 2 - Idiot Boy

Fiquei o encarando confusa. O que será que ele quis dizer com isso? Saí de meu pequeno transe, percebendo que estava o fitando. Levantei do sofá as pressas, subindonas escadas. Sentia olhares sobre mim, mas não dei importância.  Cheguei ao final da escada, me direcionando para a porta branca com detalhes amarelados. Abri a mesma, logo fechando-a com meu pé e jogando-me na cama. Deitada de barriga para baixo, refleti sobre a tal frase de meu irmão. Perdida em medonhos devaneios, acabei por adormecer.

                      (...)

Todos os dias era aquilo. As aulas chatas de sempre. Fiquei olhando para o relógio preso na parede branca, esperando o sinal bater. Não prestei atenção alguma na aula que meu professor dara. Felizmente, o sinal bate para o intervalo. Saio da sala às pressas e vou de encontro com Naomi, que se encontrava escorada em um dos armários que haviam por ali. 

- Já soube da notícia? - falou a mais velha com um sorriso estampado em seu rosto. 

- Qual? - perguntei curiosa. 

- A turma do seu irmão vai ter aula com a gente! - disse olhando-me animada. Fiz uma expressão de confusa. -  O professor de matemática com quem eles teriam aula teve que sair mais cedo. Então, eles terão que fazer Educação FÍsica com nós. - ditou como se fosse óbvio. 

Jimin era dois anos mais velho que eu, mas em seu último ano no colégio, acabou por reprovar. A minha sorte é que ele não é da mesma turma que eu. 

E você acha isso uma coisa boa? Naomiiiii, é o meu irmão... - falei chacoalhado-a. 

- Grande coisa! Agora vamos que o sinal já vai bater. - falou me puxando para o vestiário feminino, para nos trocarmos. 

Colocamos nossos uniformes para podermos fazer a aula. Infelizmente, para o meu azar, era obrigatório usá-lo e ainda era curtinho, desenhando minhas curvas. Saimos do vestiário, indo para o campo onde teríamos nossa aula. Meu irmão e sua turma já se encontravam lá, sentados todos na grande arquibancada. 

 - Turma, hoje teremos aula junto com o terceiro ano B. Espero que se divirtam. - falou nosso professor, logo formando os times para jogarmos queimada. - Time A: s\n, Baekyun, Naomi, Jungkook, Jimin e Jennie. - droga, fiquei com Jimin - Time B: Hyuna, Yoongi, Lisa, Chanyeol, Suho e Sorn. 

Começamos a jogar. Estávamos jogando muito bem, ganhávamos do outro time. Jimin, por um deslize, acabou tropeçando em alguém e caiu com tudo no chão, fazendo assim o professor o tirar do jogo. Jimin foi se sentar na arquibancada, para poder olhar a partida. 

Sentia olhares sobre mim, fazendo-me ficar envergonhada. Olhei para os lados, à procura de quem me observava. Mirei meus olhos para a arquibancada e vi meu irmão fitando-me com os olhos. Logo o sinal tocou, me deixando aliviada. Puxei Naomi para o vestiário e nos trocamos. Esta era a nossa última aula, então fui para casa, deixando Jimin na escola. 

Chegando em casa, corri para o meu quarto, logo tomando um banho quente e demorado. Saio do banheiro e me dirijo para a sala. Nossas aulas duram até às quatro da tarde, então almoçamos no colégio. Deito-me no sofá, ligando a TV em seguida. Assistia à um dorama, mas acabo ficando cansada. 

Acordo com chacoalhadas e mãos envolvendo meus ombros. Abro meus olhos lentamente, tendo a visão de meu irmão a minha frente. 

- Acorda garota! Nossos pais querem falar com a gente. - ditou ríspido, saindo de minha visão em seguida. 

Garoto idiota!

Levantei-me do pequeno sofá, me direcionando para a cozinha, onde todos já me esperavam. Sentei-me junto a eles na mesa. 

- Eu e a mãe de vocês temos algo importante para contar. - pausou para olhar para a omma e então voltar seu olhar para nós. - Nós teremos que fazer uma viagem de última hora, e ficaremos fora durante dois meses.  Então eu quero que Jimin fique no comando e cuide de s/n para nós. - falou encarando meu irmão. 

Não era surpresa essas viagens que nossos pais faziam, até eram frequentes. 

- Okay - um murmúrio saiu da boca de Jimin. Sabia que quando nossos pais saíssem, ele não daria a mínima para mim, assim como é todos os dias. Iria para as festas com seus amigos, até traria alguma de suas putas aqui em casa. 

                      (...)

Omma e appa agora já se encontravam prestes a entrarem no táxi. Colocaram as malas no porta-malas e vieram em nossa direção. 

- Se comportem e fiquem bem. - por que de uma hora para outra eles resolvem se importar? - Temos que ir, tchau crianças! - disse entrando no veículo junto de meu appa. 

Via-os se afastando lentamente, até saírem do meu campo de visão. Adentro a casa, fechando a porta atrás de mim. Já estava anoitecendo, resolvi subir para meu quarto. Decido por tomar banho e me dirijo para o banheiro. Me despi e entrei no chuveiro, que deixava cair as gotas quentes de água. Tomei um banho rápido e me arrumei. Trajava apenas um moletom de cor branca e minha calcinha, típico para ficar em casa. Fiquei com um pouco de fome e desci para a cozinha. A casa parecia estar vazia. Preparo uma comida para mim, mas quando vou colocá-la no micro-ondas, sinto braços em minha cintura e um rosto se aproximar do meu. 

- Você não sabe como me deixa louco quando usa essas roupas. Uma voz familiar sussurrou rente ao meu ouvido. Jimin. - Você estava tão gostosa naquele uniforme coladinho. - meu corpo estremeceu e senti meus pelos arrepiarem. 

- Ji-jimin... - o mesmo me prensa contra o balcão, virando-me para poder vê-lo. - O-o qu.. - não tive tempo de terminar minha frase, pois Jimin havia me beijado. Arregalei meus olhos com seu ato, mas fui cedendo seu beijo. Pediu passagem com a língua, que, em segundos, brigava por espaço. Vagava por toda minha cavidade bucal, deixando nosso ósculo mais intenso. 

Aquele com certeza era o melhor beijo. Sentir seus lábios carnudos, seus toques em minha pele, nossas línguas cruzadas. Mas tudo que é bom, dura pouco. Estávamos ficando com falta de ar, o que nos obrigou a desfazermos nosso maravilhoso ósculo. 

- Jimin, isso é... - comecei, mas fui interrompida pelo meu irmão, que aprofundou seu rosto em meu pescoço, iniciando a dar leves chupões no mesmo. - errado...

- Então vai ser mais gostoso. - falou tirando seu rosto de meu pescoço, sorrindo para mim em seguida. Um sorriso malicioso. 

Aproximou-se novamente de mim, começando um novo beijo, ao qual não cedi. Espalmei minhas mãos em seu peito, empurrando-o. Saí de seus braços e corri para o meu quarto, trancando a porta do mesmo. Deitei em minha cama, logo adormecendo. 

                °Sonho on°

Estava dentro de um carro em movimento, acompanhada por dois adultos. Estes estavam brigando, e eu, chorando. A chuva que caia deixava a estrada escorregadia, piorando nossa viagem, ou o que pelo menos parecia. 

- Appa... - deu uma pequena pausa, choramingando. - Appa o caminh... - a garota falou, mas foi interrompida pela batida do caminhão contra o carro. Este, rodeou pelo ar, até encontrar o chão novamente.  

                °Sonho off°

Mas, se a garota do sonho era eu, aquele acidente aconteceu comigo! A garota chamou seu pai, no caso, o meu. Mas, ele não se parece nada com o meu appa! 





Notas Finais


Volteiiiiii com essa fic...
Ah, esse capitulo vai p @camilajapa, q pediu tanto p continuar. Ent, ta aqqq...
Vou tenta postar a cada duas semanas.
Bjos Mili ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...