História IMAGINE: Lu Han - Insensível - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink, EXO, F(x), Girls' Generation
Personagens Amber Liu, Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jisoo, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Luna Parker, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Tiffany, Xiumin
Tags Amber, Exo, Jifany, Jihan, Lufany, Luhan, Lumber, Luna, Lusoo, Tiffany, Tisoo
Visualizações 16
Palavras 1.872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Jisoo


-Eu realmente não entendo esse garoto. Se ele quer assim, assim será.-

Tiffany: Beleza. Só não vem chorando depois, falando que se arrepende.

-Desliguei o telefone e bufei. Ele era confuso demais. Sempre havia um motivo para brigar comigo. Peguei meu celular e liguei para Sungjae. Ele sempre me ajuda quando eu preciso.-

Sungjae: Tiffany? Cadê você?

Tiffany: Estou na casa da Taeyeon. Você pode vir aqui, por favor?

Sungjae: Claro, bebê. Me passa o endereço por mensagem.

-Desliguei e passei o endereço. Saí para fora de casa e fiquei esperando o garoto ali, quando o mesmo chegou, eu entrei em seu carro.-

Tiffany: Sungjae, esse garoto vai me deixar louca! Ele é confuso, idiota, lindo, gostoso.. Ah, me leva pra beber! Por favor!

Sungjae: Claro, madame.

-Foi formal, me fazendo rir. Chegamos em frente ao bar que estava fechado, mas logo foi aberto pelo maior.-

Tiffany: HORA DO SHOW, PORRA!

P.O.V Sehun

Luhan: Ela é tão burra! Aish, que ódio! Ela me traiu!

Sehun: Você deixou ela explicar alguma coisa? -Falei simples, deixando o menor incrédulo.-

Luhan: Traição não tem explicação! -Praticamente gritou, me fazendo rir.- Não entendi a graça!

Sehun: Você está irritado atoa, Lu. Você nem pediu ela em namoro, e nem sabe o que aconteceu. Se aconteceu algo, Baek teve mais atitude em um dia, do que você teve em meses. -Me levantei e mandei uma mensagem para Sungjae, perguntando onde eles estavam. Saí de casa sem deixar Luhan me responder e fui à caminho do bar. Ao chegar lá, fitei a placa escrito "fechado".-

Sehun: É mesmo esse bar? -Sussurrei e vi uma luz acesa, fui até a porta e ela foi aberta por Tiffany, que se jogou em cima de mim.-

Tiffany: Eu te amo tanto, Luhan. 

-Franzi o cenho e olhei Sungjae, que pediu para eu levá-la para casa. Peguei-a nas costas e fomos indo até nosso destino.-

Tiffany: Você ficou tão forte.. Ei! Aquilo são bolinhas?

-Apontou para o céu cheio de estrelas. Soltei um riso baixo e arrumei a garota em minhas costas.-

Tiffany: Seu cabelo é legal! -Puxou uma mecha, fazendo eu gemer em reprovação.- Eu te machuquei? -Não respondi sua pergunta, apenas continuei andando. Quando chegamos em casa, Luhan estava no sofá.-

Sehun: Ela está bêbada, e acha que eu sou você. Se vira.

-Coloquei ela ao lado de Luhan e fui até meu quarto.-

P.O.V Luhan

Tiffany: Você é tão fofo! Palece um bebê! Iti malia, ti fofinho!

-Falou com uma voz de retardada enquanto apertava minhas bochechas.-

Luhan: Você gosta bastante do Luhan, sim?

Tiffany: Ele é maravilhoso! Filho da puta lindo! Eu amo aquele desgraçado, mas ele acha que eu o traí!

Luhan: É que chegaram umas fotos na casa dele, de você agarrando o Baek.

Tiffany: O Baek estava preocupado! Eu contei para ele que aquela mulher queria me matar, e ele simplesmente me abraçou! Que ódio.

Luhan: Quem queria te matar?

-Quando ela foi responder, Jisoo apareceu na sala. Tiffany olhou-a com cara feia e me abraçou com força.-

Tiffany: Ela me assusta! -Sussurrou bem perto de meu ouvido, fazendo eu me arrepiar.-

Luhan: Você vive batendo nela, acho que é ao contrário. -Sussurrei de volta, fazendo a menor rir.-

Jisoo: O que vocês estão falando?

-Perguntou se sentando ao meu lado, Tiffany se levantou e saiu da sala. Fui atrás da garota, que estava em seu quarto.- 

Luhan: Vai dormir?

Tiffany: Não.

-Quando fui retrucar, ouvi um ronco baixo. Ela havia dormido. Cobri seu corpo até o pescoço e beijei sua testa.-

Luhan: Boa noite. -Sussurrei perto de seu ouvido e fui até a porta do quarto.- 

Tiffany: Boa noite, idiota.

-Ouvi seu sussurro e sorri.-

[...]

P.O.V Tiffany

-Acordei com uma puta dor de cabeça, ouvindo a porta de meu quarto ser batida com força e trancada. Me sentei na cama e vi Jisoo com uma faca na mão.-

Jisoo: Eu te odeio tanto, Stephanie! Por que você fez isso? -Perguntou se aproximando, encostando a faca em meu pescoço enquanto segurava meu cabelo com força.- RESPONDA! -Gritou, fazendo eu me assustar.-

Tiffany: Garota, eu não tenho nada a ver com a sua vida! -Falei entre os dentes, arrancando um riso sarcástico dela.-

Jisoo: Lembre... tente se lembrar!

~Flashback

Tiffany: Você gosta mesmo dele, Chichu?

Jisoo: S-Sim! Mas ele nem olha para mim...

-Olhei Park Jimin, o garoto pelo qual minha melhor amiga era apaixonada. Pode parecer uma paixão passageira, mas Chichu gosta dele desde os 6 anos, e agora, temos 12.-

Tiffany: Quer que eu fale com ele para você?

Jisoo: Você faria isso?

Tiffany: Óbvio. Olha, ele está ali! 

-Me aproximei do garoto que conversava com Taehyung, seu amigo.-

Taehyung: Que que esse sonho está fazendo fora da padaria?

-Me cantou, fazendo-me rir.-

Tiffany: Seu idiota! Enfim, Park, você está solteiro?

-Taehyung saiu dali e Jimin sorriu se aproximando de meu rosto.-

Jimin: Sim, por quê? Tem interesse? -Sussurrou em meu ouvido, me deixando arrepiada.-

Tiffany: N-Não sou eu! É minha amiga!

-Falei e ele riu, me puxando pela cintura. Olhei para trás e Jisoo saiu correndo.-

~Fim de Flashback

Tiffany: Era você? Kim Jisoo?

Jisoo: Eu mesma, Stephanie. Sinceramente, eu pensei que nunca mais precisaria olhar em sua cara! Por que os meninos gostam tanto de você? É por causa desse sorriso nojento e inocente?

Tiffany: Eu não te entendo! Eu era sua melhor amiga! 

-A garota se afastou e começou a rir, ficando de costas para mim. Ouvi batidas na porta e alguém gritando, provavelmente ouviram nossos gritos.-

Jisoo: Melhor amiga? Nem fodendo! -Quando ela disse isso, aproveitei e me joguei em cima da mesma, que tentou acertar a faca em mim. Chutei sua canela e joguei a faca longe, corri até a porta e destranquei a mesma, me jogando nos braços de Amber, que estava ali com Luna, Luhan e Sehun.-

Amber: O que aconteceu?

Tiffany: Ela quer me matar! 

-Eles entraram no quarto e Jisoo estava se levantando.-

Luna: Jisoo, vai embora da minha casa!

Jisoo: Mas...

Luna: Quer que eu chame a Polícia?

-A garota saiu correndo esbarrando em mim. Amber me abraçou com força enquanto os outros entravam no quarto.-

Luhan: Ela te machucou?

Tiffany: Nem encostou em mim direito. 

[...]
-Hoje era meu aniversário, e Luhan preparou uma surpresa pra mim. Estava vendada e sendo guiada pelo garoto.-

Luhan: Pode tirar. -Sussurrou em meu ouvido e desamarrou a faixa que tampava minha visão. Havia uma mesa com minhas comidas favoritas, estava tudo simples, porém lindo.-

Tiffany: Não precisava disso! -Ele me abraçou de lado e foi andando comigo até a mesa. Nos sentamos e logo ele começou a mexer em seu bolso.-Algum problema? -Luhan parecia querer dizer algo, mas também parecia não querer.-

Luhan: Stephanie Miyoung Hwang.. -Sussurrou e abriu uma caixinha que havia tirado do bolso com dois anéis.- Você quer namorar comigo?

Tiffany: Não. -Falei, fazendo-o baixar a cabeça.- Brincadeira. Óbvio que eu quero!  -Me levantei e sentei em seu colo, deixando um selar em sua bochecha. Ele me olhava nos olhos enquanto sorria, eu não poderia negar se me perguntassem se eu estava feliz.-

Luhan: O que você quer fazer agora? -Senti duplo sentido em sua pergunta e fiquei de cabeça baixa. Eu queria muito "sentar" nele, queria fazer várias coisas. Eu tenho que provar que eu não sou inocente. Comecei um beijo rápido, deixando-o surpreso. Fui me abaixando, levando os beijos para seu pescoço, deixando chupões e mordidas. O garoto gemeu alto quando eu chupei seu pescoço com força, deixando bem roxo.-

Luhan: Tiffany.. -Falou em um gemido.-

Tiffany: Cala a boca. -Sussurrei contra o seu pescoço e mordi o lóbulo de sua orelha. Desci de seu colo e me ajoelhei em sua frente, apertei seu membro por cima da calça  fazendo-o soltar um gemido abafado. Fiz uma leve massagem sentindo seu membro cada vez mais ereto, então eu estava fazendo certo. Baixei sua calça junto de sua box e beijei a cabecinha de seu membro, comecei a masturbá-lo e logo coloquei minha boca, fazendo o garoto gemer.-

Luhan: Ownn.. V-você é tão boa! 

-Sorrio vitoriosa e continuo os movimentos, raspo meus dentes de leve em seu membro, fazendo o maior estremecer. Ele agarrou meus cabelos e fez eu engolir tudo, até sentir um líquido invadir minha boca. Seu gosto era salgado até demais, o que me deixou mais excitada. O garoto trocou de lugar comigo e beijou minhas coxas, logo tirou minha calça e começou a massagear minha intimidade por cima da calcinha. Mordi o lábio inferior sentindo seus dedos pressionarem meu clitóris. Logo minha calcinha teve o mesmo destino de minha calça, no chão. Soltei um gemido sentindo Luhan penetrar dois dedos em mim, logo veio o terceiro. O garoto aproximou sua boca, fazendo eu respirar fundo. Ele me chupava enquanto penetrava os dedos em mim, me deixando louca. Puxei seus cabelos sentindo meu líquido escorrer, fiquei com os lábios entre-abertos enquanto via ele lamber os dedos, com um sorriso encantador. Me levantei da cadeira para ele sentar, em seguida, tirei minha blusa e ele fez o mesmo. Sentei em seu colo e encaixei minha intimidade ali, fazendo eu sentir um pouco de dor, com um misto de prazer. Comecei a subir e descer em seu membro, com a ajuda de suas mãos que agarraram minha cintura. Ele dizia coisas sujas em meu ouvido, me deixando cada vez mais excitada. Chupei novamente seu pescoço enquanto ele continuava com os movimentos, logo senti sua língua lamber o bico do meu seio, começando a morder e chupar em seguida.-

Luhan: Fany, fica de quatro.

-Ordenou e eu me levantei, joguei tudo que estava na mesa no chão e fiquei de quatro ali, senti seu membro pincelar minha outra entrada e fiquei com um certo medo, ele estava tão excitado que não seria cuidadoso. Senti seu membro penetrar ali, rápido e com força, fazendo-me soltar um grito agudo. Logo começaram os movimentos, novamente era um misto de dor e prazer, mas parecia pior. Senti meu líquido escorrer novamente e comecei a respirar fundo, Luhan me estocou mais rápido e logo gozou em minha entrada.-

[...]

-Acordei em um quarto desconhecido. Então tudo foi um sonho? Passei as mãos pelo meu corpo e percebi que estava nua, aquilo não foi um sonho. A Jisoo realmente quis me matar, e o Luhan realmente me fodeu com força. Minha intimidade doía e eu não conseguia me levantar, alguém abriu a porta, mas não entrou. Franzi e o cenho e vi Luhan com uma bandeja de comida.-

Luhan: Bom dia. Gostou de ontem?

-Perguntou se aproximando, deixando a bandeja na minha frente.-

Tiffany: Eu adorei.

-Sorri e comecei a comer, sentindo seu olhar sobre mim. Peguei um morango e coloquei entre meus dentes, quando fui mastigar, o garoto se aproximou e mordeu metade do morango, com uma cara sexy, fazendo eu me arrepiar.-

Tiffany: Para onde vamos depois daqui?

Luhan: Eu preciso ficar, mas você pode ir embora.

-Ele falou tão seco. Sinceramente eu fiquei um tanto triste. Não parecia quem eu conheci um tempo atrás. Eu não sei porque, mas eu estava sensível demais. Lágrimas começaram a escorrer pelo meu rosto e ele bufou, colocando a mão em minha bochecha.-

Luhan: Desculpa, eu só estou estressado



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...