História Imagine Namjoon (Hospital love)- Hiatus. - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hiatus, Médico, Paciente, Romance
Visualizações 36
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Incesto, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OOOOOOOIIIIIIIIIIIIIIILLLLLLLLAAAAAA
Oia eu aqui!! Quem liga?
Fiquem com mais um capitulo!
Ah e pra conseguir ler você tem que favoritar se não você não vai consegui.

Sorry tenho que parar com Felipe Neto... Alguem me Helpa! <3

Capítulo 12 - Retorno e Talvez.


 

POV’s Sook

Acordo com um peso em cima de mim eu abro os olhos devagar e olho pro lado onde tava o Dr. Choi.

-O que faz aqui? – perguntei mal humorada.

-Bom... hoje é a folga do Namjoon então eu pensei: “Por que não da bom dia a ela?” Eu fazia isso sempre lembra?

-Hum? Minha cara de quem não ta nem ai pra você!

-Qual é sook, poderia sai daqui se aceitasse meu acordo. – dou uma risada forçada.

-O acordo onde eu me caso com você em troca confesse Yoongi de me tira daqui?

-Isso mesmo! É um ótimo acordo, aceite logo isso. – ele se aproxima tentando me beijar, mas eu desvio.

-Prefiro passar o resto da minha vida aqui! – falo com desgosto. – Eu odiaria a ideia de continuar presa saindo daqui e ainda por cima ter que me submeter a você e seus gostos.

-é isso que eu gosto em você esse jeito, aparentemente indefesa, mas na verdade ta pronta pra atacar à qualquer hora!

-Realmente, vocês me ensinaram a ser assim. Agora pode sair daqui por favor?

-Não sei por que o Dr. kim te deixou fora da camisa de força. Eu vou, mas volto. – Ele segura meu queixo e me beija a força, depois deixa a sala.

Quando ele saiu eu fui pro banheiro tomar meu banho e as outras coisas que fazemos pela manhã, não demorou e logo a enfermeira chegou, ela é um “amor de pessoa”, aparenta ter uns 50 anos, todo dia chega resmungando e xingando, quando eu era forçada a tomar injeções em alta dosagem de tranquilizantes e outros taxas preta ficando dopada, ela segurava meu queixo com força e colocava o remédio garganta abaixo em outras ocasiões ela já me deu um tapa por mim ter vomitado o remédio. Agora que eu sou paciente do Nam – Aish eu tenho que para de chama-lo assim. – Ele tirou as altas dosagens de remédios e já tinha uns 7 meses que eu não tomava os comprimidos que ela me dava; mas ela me da a comida que não é boa, mas já até me acostumei parece que vou fica pra sempre aqui mesmo.

-Garota por que ta com essa cara, trate de termina logo essa comida. – ela diz com aquela voz horrível e aguda dela. – hoje você vai ter uma ressonância e vai tomar uma injeção então se aprece e coma logo ou te deixo com fome.    

-injeção pra que?

-Não te interessa garota.

(claro não é você que vai ser espetada.)

-Ah tem uns exames de sangue também.

-Que exames são esses? – o Dr. Namjoon entrou no meu quarto. – não marquei nenhum.

-A-ah só me deram essa fixa doutor.

-Quem lhe deu?

-Dr. Choi!

-Mas por que? o medico dela sou eu!

- Só me disseram isso Dr.

-Tudo bem eu vou falar com o Dr. Choi

-O que tem eu? – Choi entra no quarto.

-Com licença. – a enfermeira disse saindo do quarto

-Por que prescreveu exames pra MINHA paciente. – Ele frisou bem o minha por algum motivo senti minhas bochechas pegarem fogo nessa hora e fiquei feliz também...por ser propriedade de alguém?

-Só pro bem dela, me preocupo e você não a encaminhou para nenhum exame.

-Se não encaminhei é porque ela obviamente não precisava.

-Claro que precisava, precisa ela sempre fez esses exames e você até parou com os tranquilizantes dela.

-Por que ela não apresenta agressividade, então não há necessidade pras tantas taxas pretas que devam pra ela.

-Claro você ta aqui só a 3 meses eu to a 2 anos.

-Ta querendo dizer que não to fazendo meu trabalho direito?

-To, é exatamente isso. – Me levantei da cadeira.

-Olha aqui, cala a boca por que eu sei que você tentou assediar ela. É pra isso que quer dopa-la?

-Cala a boca você. – Ele deu um soco no Nam que caiu no chão.

-NÃO! – corri pra ele.

-Sai da frente. – O Nam levantou e deu outro soco nele.

-NAM para! – eu tentei agarra o braço dele, mas na mesma hora o Choi o empurrou. – Droga larga ele. – Dei um chute no estomago do Choi, que perdeu o equilíbrio e caiu, aproveitei e dei um soco nele e corri pro Nam. –V- você tá bem? Se machucou muito?

-Ai, droga! – ele resmungou.

-Você não deveria ter revidado. – falei nervosa, percebi-se que o Nam não sabe se defender. – Ainda bem que no meu quarto tem câmeras. – sussurrei para que Choi não ouvisse.

-Dr. Kim saiba que isso terá um retorno. – Choi disse se levantando, ele me lança um olhar intimidado e eu lanço um de volta também. – saiba disso.

-Você não vai fazer nada. – Eu disse autoritária, acho que devo ter espantado os dois com meu tom.

-Não precisa se preocupar Sook! – Nam falou se levantando.

Não acho que tenha necessidade de falar mais alguma coisa pro Choi, acho que ele entendeu o recado, posso acabar com ele de muitas formas, mas a mais cabível seria com o Yoongi, e eu sei exatamente como e ele também sabe, agora é só deixar as coisas seguirem seus rumos. O Choi saiu da sala em silencio deixando eu e o Nam a sós.

-Você briga muito mal. – falei pra quebrar o gelo ou tenta ao menos.

-é a falta de pratica. – ele deu uma risada de canto.

-Posso cuidar dos seus machucados?

-pode... – ele disse sentando na cama, eu peguei a maletinha que tinha no quarto e pego algodão com um negócio de desinfeta e passei com cuidado, mas obvil que ardeu porque ele sempre Francia a sobrancelha. – Pronto.

-Obrigada! – ele deu um suspiro longo.

-Algum problema? – perguntei.

-Hm, não acho que não essa briga foi a única coisa que atordoou minha manhã, que tava ótima, mas ainda estar boa. – ele sorrio.

-Po – pode dizer o que houver... de tão bom? – praticamente sussurrei. E ele sorrio de novo.

-Saber o Taehyung? – confirmo – então ele finalmente me disse algo que pode me ajudar.

-O que foi?

-Me falou de um amigo, Jeon Jungkook, quero encontra-lo talvez ajude em algo.

-Jeon JungKook. – O nome do meu irmão mais novo, será que é o mesmo? (Senti uma lagrima descer do meu rosto.)Não o vejo a 5 anos, não sei como esta nem onde? Será que é o mesmo? Será que Yoongi sabe disso? – Nam Minha cabeça. – é a ultima coisa que lembro antes de fica tudo escuro. 


Notas Finais


Então?
ficou bom?
Gostaram?
espero que siim.
Beijoss
Até a proxima... E lembresse pra continuar a ler essa história você tem que favoritar. Favoritou? Que bom... ou não
DEsculpa eu to assistindo muito Felipe Neto. ^3^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...