História Imperfect Girl- Lutteo - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Luna Valente, Matteo, Simón
Tags Sou Luna
Visualizações 79
Palavras 2.079
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Magia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Conhecendo a Profecia


Eles se separam do abraço e se olham. Matteo acariciou a bochecha. 

- O que tá acontecendo Matteo?- Luna pergunta o olhando. 

- Amanhã eu te mostro.- Matteo disse a olhando. 

Luna o olhou confusa. 

- Mas, agora a gente pode aproveitar esse momento?- Matteo disse com os olhos marejados. 

- Vamos.- Luna disse olhando para fundo dos olhos de Matteo, e viu todas as luzes de novo. Mais ela não desmaiou. Luna sorriu e deu um beijo no moreno que mesmo supreso correspondeu. 

Eles se sepram e se olham. 

- Você me ama?- Matteo perguntou. 

- Você nem imagina.- Luna disse acariciando a bochecha de Matteo. 

Luna dá um selinho em Matteo. Eles se olham e Luna deita a cabeça no peito de Matteo. 

- Vem, vamos deitar.- Matteo disse levando Luna para cama e se deitando com a morena. 

Luna olhou para Matteo que olhava para a janela. 

- Seja lá o que era aquilo, não vai voltar.- Luna diz o olhando. 

- Talvez volte. Ninguém sabe.- Matteo diz continuando a olhar para a janela. Luna se deitou no peito do moreno e depositou um beijo na bochecha dele. Matteo fez uma cafune em Luna que acabou dormindo. Matteo acabou dormindo logo depois de Luna. 

Luna acordou com um pesadelo. No pesadelo, Luna estava novamente em um lugae cheio de portas e Matteo a chamava todo o tempo. 

- Matteo! Onde você tá?! 

- Não! Luna! Não vem pra cá! - Matteo gritou. Logo depois, Luna sentiu um chute em sua barriga. Luna caiu no chão mais se levantou e continuo a correr atrás de Matteo. 

- Matteo! Matteo!- Luna gritava. 

Luna chegou novamente na última porta e encontrou um homem na frente de Matteo. Matteo estava todo machucado, ensanguentado e desacordado. Luna correu até Matteo e pegou no rosto do mesmo.- O que você fez com ele?!- Luna pergunta olhando para Matteo. 

- O que devia o que fazer.- Luna fechou os olhos e quando o abriu estava no hospital. Matteo estava deitado em uma cama de hospital e vários médicos tentavam reanimar o moreno. 

Luna se encostou no vidro e ficou olhando, seu coração já estava a mil. Os médicos sairam. Luna bateu no vidro e gritou:

- Não!- Luna acordou desesperada.  

- Calma! Calma. Olha, eu tô bem aqui. Calma.- Matteo disse ss sentando na cama e a olhando. Luna o abraçou.- Pesadelo?- Eles se separaram e se olharam.

- Sim.- Luna disse ofegante. 

- Você quer água? 

- Não.- Luna disse se levantando.- Eu...Eu vou tomar um banho. 

- Tudo bem.- Luna foi em seu guarda roupa, pegou um pijama, foi para o banheiro, tomou um banho, vestiu seu pijama, fez uma trança em seu cabelo e foi para a cama. Matteo estava deitado de lado virado para a janela. Luna se deitou, mas não estava mais com sono. 

Luna não conseguiu dormir, a mesma ficou olhando para um lado e para outro, ela viu a porta se abrindo e fechou os olhos. 

Âmbar olhou para os lados e viu Matteo e Luna dormindo. Ela revirou os olhos e fechou a porta. 

Luna abriu os olhos, olhou para o teto depois se virou para o lado. Ela sentiu Matteo a abraçando e sorriu. 

- Pensei que estava dormindo.- Matteo fala. 

- Fiquei sem sono.- Matteo deposita vários beijos no pescoço da morena.- Matteo. 

- Fala. 

- Minha tia vai chegar daqui a pouco.- Luna disse se virando. Matteo deu um sorriso malicioso, se levantou, trancou a porta e voltou para a cama. 

- Acho que resolvi o problema.- Luna sorri. Matteo dá um beijo em Luna que corresponde. 

Enquanto nosso casal estava em seu momento, Sebastian estava indo na casa de Gaston. 

Assim que Gaston abriu a porta, Sebastian entrou na casa do moreno. 

- Claro, pode entrar.- Gaston disse sarcástico. 

- Isso é sério Gaston! O Matteo está conseguindo mudar a profecia. O livro está quase desaparecendo.- Sebastian disse sério. 

- O que a gente vai fazer?- Gaston pergunta.

- Vamos fazer a escolhida desconfiar dele. Fazer ele falar com uma garota que a escolhida não confie. 

- O nome dela é Luna.- Gaston disse sério. 

- Isso é sério? Eles estão a ponto de quebrar a profecia e você tá preocupado com o nome da escolhida?!- Gaston nada falou.- Voltando ao aassunto, se eles quebrarem a profecia de novo eu não sei o que vai acontecer comigo.- Sebastian respirou fundo. 

- Como assim ''De Novo"?- Gaston pergunta o olhando. 

- Nada.- Sebastian disse saindo. 

Sebastian chegou em casa e se lembrou da vez em que os escolhidos quebraram a profecia. 

"Eles eram 2 jovens apaixonados. Ele conhecia a profecia, já ela, não fazia a menor idéia sobre essa tal profecia. O escolhido um dia, mostrou a escolhida a profecia e eles continuaram a ficar juntos." 

Voltando a Luna e Matteo. Os dois estavam deitados abraçados. Matteo estava dormindo enquanto Luna estava fazendo carinho no peito nu de Matteo. 

Luna olhava para a janela pensando no porque Matteo chorou ontem a noite. Luna estava pensando em tanta coisa, que agora que ela percebeu que tinha feito amor com Matteo 2 vezes. Luna sorri e olha para Matteo. 

Luna não conseguia acreditar que em Matteo havia a conquistado em tão pouco tempo. 

Luna olhou o despertador e viu que eram... 7:30! Luna olhou para Matteo e deu um beijo na bochecha do moreno. 

- Matteo.- Luna diz dando outro beijo na bochecha de Matte.

- O que foi?- Matteo perguntou com a voz rouca a olhando. 

- Já são 7:30!- Luna disse pegando a blusa de Matteo e a vestindo. 

- Hoje é sábado.- Matteo disse sorrindo. Luna o olhou. 

- Sério? 

- Sim.- Matteo disse sorrindo. Luna olhou para o seu despertador e viu as siglas; 

"Sab"

- Eu me esqueci.- Luna disse se deitando de novo. Matteo dá um beijo em Luna que correspondeu. Eles se separam do beijo e se olham. 

- O que quer fazer hoje?

- Tirando você me mostrar o porque aquilo ontem, nada.- Luna disse o olhando. 

- Quer ir agora?- Luna assentiu. Matteo respirou fundo.- Toma um banho e a gente vai.- Luna se levantou, pegou uma blusa e uma calça jeans, mas Matteo apareceu e tirou a calça de sua mão.- Por favor, não veste calça jeans. 

- O que eu visto?- Matteo vai até o guarda roupa de Luna e pega um short jeans e entrega para a mesma. Luna sorri.- Isso é sério? 

- Você fica linda de short.- Matteo diz olhando para as pernas de Luna que ruboriza e olha para baixo.- Não fica com vergonha.- Matteo disse levantando a cabeça de Luna com o dedo indicador fazendo ela o olhar.- Você é linda.- Luna sorri timidamente. 

- Matteo....

- Você é muito linda.- Matteo a corta.

- Eu vou tomar meu banho.- Luna disse indo para o banheiro. 

Luna entra no seu boxe, tira a blusa de Matteo, liga o chuveiro e entra de baixo do mesmo. 

Luna estava tirando a espuma quando escuta um barulho de fora de seu boxe. 

- Matteo? É você?- Ninguém responde.- Matteo não tem graça!- Ninguém responde. Luna olha para fora do boxe e vê apenas as luzes pretas reluzentes desaparecendo.- Matteo!- Matteo entra no banheiro na mesma hora. Matteo vê as luzes e olha para Luna.- Eu pensei que era você. 

- Eu estava na cama.- Matteo disse olhando para a luz.- Se veste e vamos sair.

- Tudo bem.- Matteo sai do banheiro. Luna pega a toalha, se enxuga, veste sua roupa, amarra o cabelo e sai do banheiro. Luna joga a blusa de Matteo nele e o mesmo a vestiu. Matteo foi até ela e a abraçou pela cintura. Luna sorriu.

- Tá pronta? 

- Estou.- Eles sairam do quarto e desceram. Âmbar estava sentada no sofá com Simon, os dois olharam para Luna e Matteo. 

- Vai sair Luninha?- Âmbar pergunta. 

- Sim.- Luna responde. 

- Luna?- Simon pergunta. 

- O que foi?- Luna perguntou. 

- Você tá tão....

- Diferente.- Matteo diz sorrindo. 

- Isso.- Simon disse olhando Luna de cima a baixo. 

- Vamos amor?- Matteo perguntou a olhando. 

- Vamos. Tchau Âmbar e Simon.

- Tchau.- Simon disse sorrindo. Matteo puxa Luna para fora. 

- O que foi?- Luna pergunta olhando para Matteo.

- O que foi o quê?

- Você me puxou pra fora.- Luna disse olhando para Matteo.

- Aquele idiota ficava te olhando como se eu não tivesse ali!- Matteo disse olhando para Luna com uma expressão de raiva.- "Você Tá Tão Diferente"- Matteo disse imitando a voz de Simon.- Ele não é namorado da Âmbar?! Pra quê ficar olhando pra namorada dos outros!- Matteo disse ainda olhando para Luna que ria.- Tá rindo de quê?

- Você, com esses ciúmes.- Luna disse rindo. Matteo olhou para o lado. Luna foi até ele e deu um selinho no moreno.- Não precisa ficar com ciúme. Eu nem falo com o Simon.- Matteo ainda olhava para o lado.- Matteo.- Ele a olhou.- Não precisa ficar assim, eu te amo.- Luna dá um beijo em Matteo que corresponde. Eles se separam e Matteo acaricia a bochecha da morena. 

- Por que você é tão linda?- Matteo peegunta olhando para Luna. 

- Não sou tão bonita assim.

- É sim. Pode ter certeza.- Luna sorriu. 

- Acho que... Muitos meninos vão começar a te olhar. Mais pode ter certeza que nenhum vai encostar UM dedo na MINHA namorada.

- Ciumento o senhor né?!- Luna disse sorrindo. 

- Cuido do que é meu.- Luna sorriu. Eles subiram na moto, colocaram o capacete e Matteo ligou a moto. 

Eles saíram da casa de Luna e foram para dentro de uma floresta. Os dois desceram da moto e Matteo levou Luna para uma cabana que apareceu.  

Entrando na cabana, Matteo tranca a porta, vai para um armário e pega um livro, que por mais estranho que pareca, estava quase desaparecendo. 

Matteo coloca o livro na mesa e Luna e o mesmo se sentam e Matteo coloca o livro em frente a Luna. 

- O que...

- Lê.- Luna pegou o livro e o abriu. Estava escrito em letras um pouco legíveis e muito antigas; 

"A escolhida que nasceu no dia 09/11, irá se apaixonar pelo garoto que nasceu no dia 10/09. O amor de ambos será correspondido. Todas as dores físicas que um sentir o outro irá sentir também. Um dia o garoto, irá decepcionar a garota, ambos irão sofrer vários dias com aquela decepção. Mais a garota irá "supera-la" com o escolhido. No dia em que o garoto irá se desculpar, ele irá ser morto no lugar em que eles deram seu primeiro beijo." 

A palavra "Morto" rondava a cabeça de Luna. Agora todos aqueles sonhos e aquelas visões tinham sentido. Aquele "Machucado", aquela dor que sentia quando era pequena. 

- Você vai ser morto?- Luna pergunta olhando para o livro. 

- Sim.

- Desde quando você sabe disso. 

- Desde os meus 16 anos.- Luna olhou para Matteo com os olhos marejados. 

- Por que você não me disse antes?- Luna pergunta deixando uma lágrima escapar. Matteo enxugou a lágrima de Luna. 

- Meus pais não deixavam, mas um dia, eles deixaram. 

- Quando isso vai acontece?

- Ninguém sabe. Por isso, queria aproveitar o tempo com você ontem. Isso pode ser hoje, amanhã, depois de amanhã. 

 - Eu não quero te perder.- Luna disse chorando. 

- Eu também não quero te deixar.- Matteo disse limpando o rosto de Luna e o acariciando.- Eu tô tentando mudar essa.... Merda de profecia. E eu tô conseguindo. Vamos continuar juntos.- Luna se lembrou do seu pesadelo.

- E aquela parte de; "Toda dor física que um sentir o outro sentir". 

- Me desculpa ter feito aquilo com você. Mais se eu não passasse aquele remédio aquele machucado estaria muito pior...

- Vamos esquecer isso. Vamos esquecer toda essa coisa de profecia.- Luna disse o olhando. 

- Tudo bem.- Luna sorri.- O que você acha de conhecer meus pais?

- Vou gostar.- Luna disse sorrindo.

- Então vamos? 

- Vamos.- Eles saem da cabana, sobem na moto, colocam o capacete e Matteo ligou a moto. 

Eles chegam na casa de Matteo, os dois descem da moto e tiram o capacete. Matteo pegou a mão de Luna e entrelaçou seus dedos. Matteo a levou até a porta e entrou na casa. 

Na sala, havia uma mulher e um homem sentados no sofá conversando. Assim que eles notaram a presença dos dois, eles olharam para Luna e Matteo e um sorriso brotou no rosto da mulher e do homem.

............



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...