História Incapaz - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens I'M, Min Hyuk
Tags Changhyuk, Changkyun, Hina, Minhyuk, Minkyun, Monsta X
Visualizações 16
Palavras 430
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu estava era louca pra desenvolver um plot mais sofrido e longo, porém eu tenho bloqueio com long fic gente, eu não consigo passar de um capítulo, podem comprovar q

Então, quem mais está morta com dramarama? porque eu nem sei como estou aqui agora q

Enfim, boa leitura q

Capítulo 1 - Capítulo único


Já perdi a conta de quantas noites estou sem dormir decentemente.

 

Desde que perdi meu melhor amigo pela segunda vez, eu não consigo ter uma noite inteira de sono, eu sempre acordo várias vezes em meio a lágrimas ou por susto devido aos pesadelos.

 

Pesadelos onde a mão do Changkyun envolve a minha e me arrasta para que possamos fugir daqueles caras, mas de algum jeito eu sempre acabo escapando e ele, capturado.

 

A primeira vez que o perdi foi ainda na infância, quando ele saiu do bairro onde morávamos sem nem se despedir de mim. Doeu, eu fiquei magoado e imaginando se ele não gostava mais de ser meu amigo. Mas não poderia chorar para sempre.

 

Segui a vida e quando já havia esquecido nossa amizade, depois de adulto, reencontrei Changkyun, quando, após o expediente na cafeteria onde trabalho, um grupo de homens de terno me perseguiram. Eu saí correndo, movido por instinto e senti-me sendo puxado para um beco. Antes que eu pudesse protestar, vi o rosto daquele que no passado, era meu alicerce. Changkyun me puxou e conseguimos despistar os homens por algum tempo.

 

Pelo menos o suficiente para que ele me explicasse toda a situação. Não sei se foi porque eu estava com a adrenalina a mil ou se porque ele falou rápido demais; com aquela voz rouca, acaba ficando difícil entender algumas vezes. Mas eu não entendi nada além de que eles estavam atrás de mim por causa de um relógio que eu peguei sem permissão.

 

Antes que eu pudesse indagar mais algo, Um homem nos achou e Changkyun me arrastou novamente e corremos. Ambos estávamos cansados e para piorar, eles foram mais espertos que nós e nos encurralaram.

 

Aí é que vem a parte estranha, a qual sempre me faz duvidar se eu estava sonhando ou foi tudo real.

 

Um dos caras ia atirar na gente e eu me lembro de ter segurado a mão do Changkyun e na outra eu segurava o tal relógio que eles tanto queriam. Não sei como, mas de repente eu senti um solavanco em meu corpo e quando notei, estava na minha cama, sem Changkyun e sem o bendito relógio. Então eu simplesmente me virei e dormi.

 

E depois do dia seguinte, eu fico revivendo aquele acontecimento - me revirando a noite na cama e sendo chamado a atenção durante o dia por ficar “viajando” o tempo todo - relembrando as únicas palavras que eu consegui absorver durante aquela confusão.

 

“Foi muito bom te ver novamente Mimoongi-hyung, eu espero que possamos voltar a ser amigos. E me desculpe.”


 


Notas Finais


Eu amo meus filhos

vão dar view em dramarama: https://www.youtube.com/watch?v=r1afdZk0qcI


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...