História Incondicional (NaruHina) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki
Tags Drama, Naruhina, Naruto, Romance
Visualizações 142
Palavras 421
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pra quem fala que eu nunca fiz nada NaruHina, uma pequena OneShot. < 3

(Dou total crédito pela imagem usada na capa)

Capítulo 1 - Capítulo único - Incondicional.


Fanfic / Fanfiction Incondicional (NaruHina) - Capítulo 1 - Capítulo único - Incondicional.

Capítulo único - Incondicional.

 

Hinata Hyüga sempre fora uma menina quieta, bastante madura para sua idade e extremamente sensível. Mas há alguns meses ela o conheceu; Uzumaki Naruto. Um menino de sua faculdade.

Após minutos de conversa se tornaram amigos.

Algumas semanas depois, o casal dera seu primeiro beijo. Daquele dia em diante se tornaram inseparáveis.

Ele a mudou, a fez ser uma menina animada e de bem com à vida, como nunca jamais fora antes.

Foram vários meses de carinho e amor.

Hinata ainda se lembrava da melhor noite de sua vida ao lado do menino que jamais deixaria de amar.

Naruto a levara em seu parque de diversões predileto, comeram algodão-doce e se divertiram como nunca.

Mais tarde, naquela mesma noite, ficaram acordados várias horas conversando sobre o futuro que teriam juntos.

No dia seguinte iriam para um hotel na cidade vizinha, dividiriam o mesmo quarto, e se tornariam um só.

Mas o que Hinata não esperava, era que seu doce-sonho-de-amor não passaria daquela noite.

A morena foi acordada violentamente por seu pai, ele estava desesperado.

— O que foi papai? O que foi? — ela se agachou ao lado do corpo de seu pai.

Ele também estava feliz por sua filha, finalmente o pai tinha visto sua menininha sorrir várias e várias durante aqueles meses.

— Naruto — os seus olhos perolados se arregalaram. Seu pai estava tenso demais, e por algum motivo, envolvia seu amado.

— Conte-me — pediu. Mas o silêncio prevaleceu. — conte-me, papai.

Com uma voz baixa e trêmula, o pai contou:

— Naruto está morto.

As pequenas mãos da menina foram para sua boca, estava tentando reprimir sua imensa vontade de chorar.

— Me deixe sozinha! — sua voz fina saiu aguda. — Por favor... eu estou bem. Mas por favor, me deixe sozinha por enquanto — implorou ao seu velho e cansado pai.

Protestante, o pai se retirou do local, deixando a jovem sozinha.

Após muito tempo, Hinata olhou para a varanda do décimo terceiro andar de seu quarto.

A garota subiu na sacada devagar e olhou para baixo, vários e vários carros passavam por lá. Se ela se jogasse, seria estraçalhada.

Seus cabelos negros voavam na direção que o vento batia. Seus olhos perolados estavam vermelhos e inchados. Ela havia chorado durantes horas em sua cama.

Sua cabeça latejava como nunca.

Mas nada, absolutamente nada, podia ser comparado com a dor de seu coração partido.

Hinata se virou de costas para a rua, fechou seus olhos e se jogou de lá.


Notas Finais


🍅


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...