História Incontrolável (Jikook;Incesto) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Incesto, Irmãos, Jikook, Jimin, Jungkook, Lemon, Yaoi
Visualizações 164
Palavras 1.518
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo hoje
obrigada pelos 18 favoritos s2

Capítulo 3 - Bagunça na escola


Enquanto se direcionava até a sala de aula, Jungkook tentava acalmar sua mente e organizar os pensamentos. 

Durante todos esses anos, se esforçou ao máximo para manter uma distância segura de Jimin, e agora,  simplesmente do nada, eles estão mais próximos do que nunca? Quando mais jovens eles nunca dormiram na mesma cama, muito menos com tanto contato físico assim. O garoto não entendia se aquilo era normal. Talvez seus sentimentos estranhos o fizera enxergar aquilo com outros olhos? A verdade é que estava deveras confuso. Jimin o deixava extremamente confuso. 

Precisa conversar com alguém. Por motivos óbvios, nunca contou para seus amigos sobre seus reais sentimentos por Jimin, sabia que nenhum deles o entenderia e que o achariam completamente surtado e esquisito. Será que realmente era? 

Adentrou a sala de aula em passos lentos, já estava atrasado mesmo, um minuto a mais não faria diferença. 

Assim que entrou percebeu que a professora não se encontrava e que a turma estava bastante agitada. Foi até o fundo da sala onde estavam seus amigos: Taehyung, Hoseok, e Namjoon.

- Mas olha, quem está dando o ar da graça. Pensei que faltaria novamente.  - Namjoon, o garoto de cabelos platinados, disse enquanto rabiscava algo em seu caderno. Tae e Hoseok estavam em uma animada luta de espadas, ou melhor, luta de canetas.

- Dormi demais. Mas o que tá acontecendo aqui? Cadê a professora Milie? 

Os dois "guerreiros" largaram as canetas e olharam pra Jungkook animadamente. Tae foi o primeiro a se pronunciar:

- Cara, você perdeu! A velha simplesmente surtou! Não sei o que deu nela, ela começou a chorar do nada e saiu correndo! 

Jungkook apenas o olhou confuso, Millie não era o tipo de pessoa que faria isso. Era uma senhora calma e bondosa. 

- Não foi bem assim, né migo. - interrompeu Namjoon - Acontece que os nossos queridos amigos aqui tem uma imensa parcela de culpa! O que realmente aconteceu foi o seguinte: quando a coitada entrou na sala, Taehyung e Hoseok estavam em um animado debate sobre sabores de sorvete. Ela pediu pra eles se calarem, porém eles estavam realmente empolgados. Ok. Ela pediu de novo, mas de nada adiantou. Na terceira, a Jisoo interviu chamando os meninos de imaturos, o Sehun jogou uma bolinha de papel neles e aí o caos reinou. Quando eu vi já tinha até gente dançando em cima de uma mesa e cadernos voando pela sala. A pobre professora teve razão em surtar. 

- Ah, você tá exagerando. Estávamos conversando baixinho, fazer o que se o Tae tem um gosto horrível e gosta de sorvete de baunilha? Chocolate é muito melhor! - Hoseok disse com expressão de desdém e Tae falou:

- Ah, claro! Chocolate é muito enjoativo, sem falar que é óbvio demais, nada criativo! 

- Ah, não! Não vão recomeçar com essa bobagem! - Namjoon bufou. 

Os três começaram a discutir e Jungkook apenas os observava sem prestar muita atenção. Aquilo era uma escola ou um hospital psiquiatrico? Pensou em Jimin e o quão deve ser diferente o lugar onde ele estuda. Ali mais parecia uma turma de Maternal devido às atitudes de seus colegas. 

"Pertencemos à mundos diferentes" Pensou enquanto seus amigos se davam beliscões por causa de adversidades culinárias. 

Quando finalmente chegou o intervalo, os meninos foram para o pátio, onde havia uma grande e bela árvore a qual eles sempre se acomodavam em baixo dela. 

- Kook, você vai na festa da Lisa, né? Ela confirmou que terá bebida alcoólica! Seria meu sonho?

Jungkook foi desperto de seus pensamentos pela voz de Hoseok. 

Tinha esquecido completamente da festa na casa da garota. Os quatro estavam planejando ir há muito tempo. 

- Puts... Eu esqueci que era hoje... Droga, combinei de sair com o meu irmão...

- Ah, por favor né, querido. Trocar uma festa pra sair com o irmão? Você só pode estar brincando. 

Suspirou e disse:

- Não é bem assim, Tae... É que... ah, nós andamos nos afastando e estamos tentando nos reaproximar... 

Namjoon falou:

- Que bonito, Jungkook! Acho admirável colocar a família em primeiro lugar. Mas que pena que você não vai, não vai ser fácil aturar esses dois sozinho. 

- Que engraçadinho. Eu e o Hope somos as melhores pessoas. Por que você não leva ele na festa, Kook? 

Jungkook pensou... Seria a solução perfeita, mas sabia que o irmão não curtia muito festas, era mais reservado. E também tinha muito medo de que seus amigos falassem coisas constrangedoras pro Jimin. 

- Ele não gosta de festas... Ele é uma pessoa mais séria e tímida. 

- Hm, ele é bonito? É solteiro? 

- Mas... Nem pense nisso, Tae. Ele é outro nível. 

Taehyung fingiu uma expressão ofendida e os outros dois garotos riram. 

- Convida ele, Jungkook... Não sei o que será de mim sozinho com esses demônios em um lugar com bebida alcoólica. 

"Tentar não custa nada". Pensou o garoto enquanto escutava o sinal anunciando o término do intervalo. 

O resto das aulas duraram uma eternidade. Quando finalmente terminou, Jungkook foi correndo pra casa, estava com tanto sono quase dormiu sentado. 

Combinou que avisaria os garotos caso fosse a festa, estava decidido a convidar Jimin. 

Chegou em casa, comeu uma fatia de pizza que estava na geladeira e foi deitar, ah, como gostava daquele sono da tarde. Ficou só de cueca e pegou várias cobertas, deixando apenas metade da janela fechada para observar os fracos pingos de chuva que batiam no vidro. O clima estava realmente perfeito. Mal fechou os olhos e já pegou no sono. 

Algum tempo depois, foi desperto pelo barulho da porta. Olhou pra Jimin que largou sua mochila em cima da cama.

- Ah, te acordei? Desculpa.  

Falou o mais velho enquanto tirava a roupa e colocava uma bermuda e uma camiseta que estavam em cima de sua cama. 

Jungkook estava quase dormindo ainda, mas não conseguiu desviar o olhar daquele corpo... percebeu que encarava o irmão, então desviou o olhar e tentou pronunciar algo mas não conseguiu. 

Jimin o olhou e sorriu. 

- Posso deitar aí com você, Kookie? 

Jungkook estremeceu e disse rapidamente:

- Claro, meu amor. 

"QUEEEEEEE? EU CHAMEI ELE DE MEU AMOR????? Eu devo estar bêbado de sono! E como assim deitar comigo? Acho que isso é um sonho, ou um pesadelo!!" Pensou enquanto o outro se aproximava, foi aí que lembrou que estava só de cueca e corou violentamente. O outro deitou ao seu lado e se cobriu, Jungkook sentiu seus corpos se encostarem e teve certeza que todos os pêlos de seu corpo ficaram arrepiados. 

- Esse tempo está perfeito pra tirar uma soneca. - falou o mais baixo deitando a cabeça no peito desnudo de Jungkook.

- S-simm... - tocou os cabelos castanhos de Jimin, os acariciando. 

Sentiu sua outra mão livre ser tocada pela do mais velho que tocou cada um de seus dedos e depois os entrelaçou aos dele. 

"Ah, Jimin. Se você soubesse o efeito que isso me causa". 

Fechou os olhos e ficou sentindo o calor do irmão até pegar no sono.

Acordou quase três horas depois e notou que eles estavam deitados frente a frente e abraçados! Sentiu a respiração de Jimin bem próxima a si. Seus rostos estavam muito perto. Encarou aqueles lábios e sentiu uma vontade imensa de beijá-los, eles pareciam tão macios e deliciosos. Sentiu um aperto no coração ao pensar que certamente isso nunca iria acontecer. Nunca iria poder sentir o sabor dos beijos de seu precioso Jimin. 

Sentiu o outro se mexer e quando fitou seus olhos, eles estavam semi abertos. 

"Droga, ele notou que eu estava olhando pra boca dele." 

Jimin sorriu e falou:

- Acho que dormimos muito. 

- Sim... - Respondeu o encarando diretamente nos olhos. Ambos se encaravam de uma maneira profunda. Jimin mordeu o lábio e tocou o rosto do mais novo com a ponta dos dedos. 

- Kookie... Você é tão bonito... 

Jungkook sentiu seu coração acelerar. Estava cada vez mais confuso devido às atitudes do irmão. Parecia que Jimin estava dando em cima de si. Será?  Decidiu então entrar no jogo pra ver até onde o outro iria. 

- Você que é... Você é lindo. 

Jimin sorriu de canto e falou:

- Aish é sério... Seu rosto é tão bonito, da vontade de beijar.

"WHAAAAAAAAT? SOCORRO SAMU"

Jungkook puxou o corpo de Jimin para mais próximo ao seu, até ficarem com as pernas coladas, e então virou a bochecha para perto da boca de Jimin para ele beijar ali. O mais baixo sorriu e tocou o rosto de Jungkook com os lábios. Logo depois os dois se encararam diretamente nos olhos e Jimin sentiu seu rosto ser tocado e Jungkook contornar seus lábios com os dedos. 

Ambos sentiam seu coração - e o do outro- bater numa velocidade fora do normal. 

Foram despertos daquela espécie de transe pelo celular de Jimin que começou a tocar dentro da mochila, este então deu um pulo levantando da cama. Desviou o olhar e correu atrás do aparelho, saindo do quarto em passos rápidos e deixando um Jungkook muito confuso e frustrado pra trás.

 


Notas Finais


o que é isso minha gente?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...