História Inexplicable Love - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Hailey Baldwin, Justin Bieber, Romance
Visualizações 378
Palavras 2.817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Surprise


Fanfic / Fanfiction Inexplicable Love - Capítulo 14 - Surprise

Toronto - Ontário - Canadá.

Isabella Hills ー Point Of View



Eu estava inquieta, nervosa ainda por cima. A mensagem que tinha chegado ao meu celular não parava de rodar minha cabeça, e eu tinha quase certeza de que era Sofia, mas como...Dissera que ela tinha sido internada por problemas piscológicos, não teria como fugir, ou teria, e eu não fiquei sabendo de absolutamente nada. Agora a mãe de Justin me chama para jantar, isso é o mais estranho de tudo, mas não vou recusar. 


Enquanto ela ia preparando o jantar, fiquei conversando na sala com Justin, enquando Jaxon, Jazmyn e Jéssica brincavam com Alex próximos a nós. 


ー Por que você está tão calada? ー Justin perguntou com uma feição confusa e eu suspirei.


Não iria contar para ele sobre as mensagens, não queria o preocupar.


ー Nada, apenas achei estranho sua mãe me chamar para jantar com vocês. ー confessei ー ela não vai com minha cara.


ー Isso deve ser por que ainda não te conhece direito. Ou teria algum motivo para ela não gostar? ー perguntou de modo estranho.


ー Não sei, talvez ela ache que eu estou brincando com você. ー dei de ombros pesando.


ーE você está? ー perguntou, e eu arregalei os olhos, não acreditando que ele tinha mesmo perguntado isso.


ー Está falando sério? ー perguntei chocada ーvocê não pode está falando sério mesmo. ー cruzei os braços.


ー Calma, só foi uma pergunta! 


ー Uma pergunta idiota! ー bufei e vi Jeremy se aproximar de nós.


ーVim chamar vocês para comer, o jantar já está prontinho. ー ele sorriu e eu assenti, vendo as crianças correrem para cozinha.


Segurei na mão de Justin, ainda mexida com a pergunta que ele me fez, e fomos até a cozinha. Nos sentamos, e Patricia disse que nós já poderiamos nos servi. Ela colocou comida no prato de Justin e dos seus filhos, e eu coloquei comida no meu, elogiando ela, pois a comida parecia realmente está com uma cara boa.


ー Agora nos fale mais sobre você, Isabella. ー Patricia falou, sorrindo ー o que está cursando? Justin me disse que você está fazendo faculdade. 


ー Sim, estou cursando *medicina. Estou no último ano. ー falei e Jeremy sorriu.


ー E seu pai, por que não veio? ー Jeremy perguntou.


ー Ainda está envergonhado por tudo o que disse sobre Justin. ー falei baixo, sorindo forçado olhei para o lado, vendo Justin comer calmamente. 


ーComo você se vê daqui á dez anos, Bella? ー Jaxon perguntou me deixando surpresa.


ー Bom, eu...me vejo casada, com um ou alguns filhos e com uma vida tranquila. ー falei naturalmente, vendo Justin e ambos sorrirem.


ー E isso seria com meu garotão? ー Jeremy perguntou de modo engraçado.


ー Pai! ーJustin o repreendeu, envergonhado.


ー Uh, eu não sei, mas espero que sim, senhor Bieber. ー sorri e ele assentiu, voltando a comer.


ー Agora...me diga uma coisa, Isabella. ーPatricia chamou minha atenção, e eu a olhei ー Você é amiga do Ryyan Butler, não é?


Arqueei uma sobrancelha. 


ーMais ou menos. Estudamos na mesma universidade. ー respondi, a vendo sorri de modo estranho e Jeremy me olhar sério ー posso saber por que?


ー Então ele já te contou que é amigo de Justin? ー ela perguntou e eu ri baixo.


ー Não, ele ao menos conhece o Justin. Uma vez, ele me deixou em casa, e ele viu Justin, mas não falou nada sobre. ー dei de ombros ー Acho que ele teria me falado. 


Isso estava realmente estranho.


ー Ele tem olhos azuis? ー ouvi Justin perguntar. 


ー Sim, ele tem... ー engoli seco ー eu não sabia que vocês se conheciam, ele nunca me contou nada. 


ー Ryan era um dos melhores amigos de Justin, mas após Justin perder a visão, Ryan se afastou dele de uma forma horrível. Preconceito. ー Jeremy explicou, e estava nitido que nenhum deles gostava de Ryan.


Eu nunca iria saber disso tudo, Ryan nunca me contou sobre conhecer Justin, e agora sei por que ele agiu daquela forma na universidade por ciúmes pelo ex amigo dele estar comigo, ok, eu não estou com essa bola toda. Mas Ryan deveria ter me dito sobre tudo isso.


ー Me desculpem, eu realmente não sabia de nada. ー falei baixo, e ambos assentiram.


O jantar seguiu-se normalmente. Na semana que vem, os pais e irmãos de Justin irão voltar para casa deles na Califórnia, e talvez voltassem daqui á um ou dois meses. Eu me despedi educadamente de todos eles, e dei um beijo em Justin, pegando na mão de Jéssica e saindo da casa deles. Jéssica me falou que agora é a melhor amiga de Jaxon e Jazmyn, dizendo que eles são bem legais. 


Abri a porta de minha casa, notando o silêncio e tudo escuro, sinal que meu pai ainda não tinha chego. Assim que entrei com Jéssica, fechei a porta e a luz da sala se acendeu sozinha, me fazendo dar um pulo de susto ao ver Wanessa sentada no sofá.


ー Surpresa! ー disse sorrindo de pé, e nos abraçamos. 


ー Por que não me avisou que vinha? ーperguntei sorrindo enquanto a abraçava ー  estava com muitas saudades!


ーSe eu avisasse não seria surpresa! ーdisse quando nos separamos ー e essa garotinha é a Jéssica? ー disse olhando para Jéssica atrás de mim.


ー Eu sou a Jéssica! ー sorriu ー Bella já falou muito de você. ー riu.


ー Sou a Wanessa, bom, você já sabe. ーWanessa deu risada e Jéssica também ーMas cadê o Justin? 


ー Ele está na casa dele, e bem, você sabe como é. A mãe dele não vai muito com minha cara, mas hoje me convidou para jantar lá. ー falei vendo Jéssica subir lá pra cima e Wanessa arregalar os olhos.


ー Isso é bem estranho. ー falou e eu concordei.


ー Aqui tem um quarto de hóspedes, se...


ー Não precisa, seu pai já me mostrou tudo enquanto você esteve fora, e eu já coloquei minhas coisas lá. Irei só matar a saudade e ficar alguns dias. ー falou me abraçando de novo e eu ri.


ー Seria ótimo se você morasse aqui, não é? Depois o meu pai vai embora, e vou ficar sozinha. ー resmunguei, e ela me olhou.


ーQuando você quiser. ー falou e eu arregalei o olhos ー não gostava da vida de Londres mesmo. ー rimos.


ーÉ sério que ficaria? ー perguntei e ela assentiu ー então já pode mandar trazer suas coisas.


ー Finalmente nosso sonho de morar juntas está virando realidade. ー disse sorrindo e eu beijei seu rosto , segurando em sua mão.


ー Agora eu quero saber de tudo, vamos lá pra cima! 


                          ❇❇❇


Terminei de fazer minha vitamina de banana e olhei no relógio da cozinha vendo que era nove e meia da manhã desse domingo. Meu pai tinha saído para fazer compras com Jéssica e assim eu posso aproveitar para apresentar Justin a Wanessa, ela está eufórica para ve-lo desde a noite passada, e bom, acho que é a hora certa. Enchi dois copos de vitamina, e os levei comigo até a sala, vendo Wanessa ver um desenho animado. 


ーVocê não cresce mesmo, não é? ーchamei sua atenção e lhe dei o copo.


ーClaro que sim, qual é o problema em ver desenho? ー perguntou na defenciva.


ー Nenhum, senta mais pra lá, que eu quero ver mesmo. ー falei rindo, sentando ao seu lado, vendo que passava Rio. 


A porta de minha casa se abriu, e vi meu pai entrar cheio de sacolas com Jéssica e os dois riam lindamente. Nem parecia que se odiavam até dias atrás. Terminei de tomar minha vitamina, e deixei o copo na mesinha da sala.


ー Acho que já devemos ir lá. ー falei a Wanessa e ela assentiu, sorrindo sem mostrar os dentes.


ー Vamos lá, que eu estou muito ansiosa! ー falou animada enquanto deu alguns pulinhos.


Avisei ao meu pai que ia na casa ao lado e nós duas saímos de casa, indo até a porta da casa de Justin. Toquei a campanhia, escutei os latidos de Alex e logo a porta foi aberta por Justin, vestindo uma calça moletom, e com os cabelos penteados para trás.


ーOi Justin. ー falei e ele sorriu instantaneamente, abrindo mais a porta. ー Trouxe uma pessoa pra te conhecer. 


ー Entrem. ー ele pediu e assim fizemos. 


Alex pulou em minhas pernas e eu acariciei sua cabeça, vendo Wanessa sorrir animada e dar alguns pulos enquanto Justin vinha em nossa direção lentamente para não esbarrar em nada


ー Eu trouxe minha melhor amiga, a Wanessa, e ela estava muito ansiosa pra te ver...


ー Para, para me ver? ーJustin perguntou meio confuso. 


ー Ela queria te conhecer, nada demais. ー falei rindo e ele riu.


ー Olá! ー Wanessa disse, tocando sua mão, e Justin a apertou tímido ー Não tenha vergonha, homem! Você está aprovado! ー disse o abraçando, fazendo ele rir.


ー Aprovado? 


ー Pra se namorado da Bella, claro. Se quiser casar, podem em? ーfalou se separando dele rindo e eu a repreendi com o olhar.


ー Oh, então, obrigada. ー Justin disse de modo engraçado.


ー E quem é esse cachorro mais lindo do mundo? ー Wanessa falou, se abaixando e fazendo carinho no Alex.


ー É o Alex, cão guia. ー Justin disse, e se sentou no sofá. 


ーSuspeitei desde o principio. Sua familia não está? ー ela perguntou, e sentou ao lado dele. Me sentei do outro lado dele. 


ーSaíram para fazer compras. ー Justin deu de ombros. ー Eu sou o primiro a ser aprovado por você?


ー Na verdade sim. Quer dizer, aprovando oficialmente, pois quando eu e Bella erámos mais novas, eu aprovava alguns namoros bestas, mas com você é oficialmente por que a Isabella fala de um jeito tão lindo de você. ー falou e eu ri envergonhada.


ー Eu...ー Justin ia falar, mas foi impedido pois a porta de sua casa se abriu.


Seus irmãos entraram correndo, e logo vi seus pais entrarem cheios de sacolas. Fiquei de pé junto com Wanessa no mesmo momento, e Patricia nos olhou desconfiada.


ー Me desculpen não ter avisado...ー tentei dizer, mas Justin puxou meu braço.


ー Essa é a Wanessa, melhor amiga da Isabella. ー falou ficando de pé, e eu engoli seco. 


ー Ah sim, prazer. ー ela se aproximou de Wanessa ー sou mãe de Justin, Patricia. 


ー Prazer, Wanessa. ー ela sorriu e Jeremy, apertou a mão de Wanessa.


ー Não deveria se desculpar. ー Justin disse baixo para mim. ー Essa é minha casa, não dela.


ー Ela é sua mãe, Justin. ー revirei os olhos. 


ーNão importa, não vai se desculpar mais. ー falou, descendo sua mão pelo meu braço, e segurando minha mão. 


•••


Era duas da tarde, e eu e Wanessa faziamos uma faxina na casa, junto ao meu pai e Jéssica. Na casa de Justin ocorreu tudo bem, convidei Justin para sair na parte da noite e ele aceitou, dizendo que estaria pronto para irmos na hora marcada. Aumentei mais o volume do som, e tocava Don't Wanna Know do Marron 5, escutando a risada alta de Jéssica. Olhei para trás, vendo Wanessa vir até mim, e cantamos o refrão da música o mais alto que poderíamos, e caimos na gargalhada. 


Terminamos de passar pano na sala, e meu pai já tinha avisado que terminou na cozinha e nos quartos. Jéssica também já tinha terminado de limpar as janelas, e agora só precisaríamos colocar as coisas em seu devido lugar. Começou a tocar Side To Side e eu e Wanessa começamos a cantar novamente, descendo até o chão e pudemos ouvir a gargalhada que meu pai deu. 


Paramos de graça e voltamos a colocar as coisas no lugar no correto, e quando terminamos, já estava anotecendo. Corri lá pra cima, eu estava podre! Entrei dentro do banheiro, e tirei minhas roupas, ligando o chuveiro e entrando de baixo dele, molhando meus cabelos e meu corpo. Não demorei muto, e terminei meu banho, escovando meus dentes, me secando e me enrolando na toalha.


Fui até o guarda-roupas, e vesti algo confortavél mas não muito simples. Penteei meus cabelos, e o sequei, me perfumando, passando uma leve maqueagem, e vendo que eram seis da noite em ponto. Peguei meu celular, e alguns doláres, pondo em meu bolso, e me olhei uma última vez no espelho. Suspirei e sai do quarto, descendo as escadas, vendo os três assistindo no sofá da sala.


ー Como eu estou? ー perguntei, me aproximando deles, que sorriram pra mim. 


ー Está belíssima, filha. ーmeu pai ficou de pé, tocando meu ombro e me deu um beijo na testa.


ー Obrigada! 


ー Muito linda, Bella! ー Jéssica disse, sorrindo.


ーAgarra ele! ー Wanessa disse, e eu revirei os olhos, me despedimos deles. 


Sai de casa, ainda sentindo um frio na barriga. É como se eu fosse sair com Jusin pela primeira vez, é bem estranho mesmo. Por fim, cheguei a casa de Justin e bati na porta, rindo por bater na porta mesmo tendo campainha. Aguardei alguns segundos, até ver Jeremy abrir a porta pra mim e sorrir. 


ー Está linda, Isabella. Entre. ー falou e eu sorri.


ー Obrigada. ー falei ao entrar ー Justin já está pronto? 


ーEstá terminando, ficou o dia todo ansioso pra sair com você. ー comentou rindo ー parece que ele te ama mesmo. 


ー Eu o amo também. ー falei envergonhada, e escutei passos da escada. 


Vi Justin todo arrumado, vestindo uma calça jeans, uma blusa moletom, e com um boné na cabeça. Patricia estava logo atrás de si, e eu sorri assim que ele chegou perto de mim. 

ー Curtam a noite. ー Patricia falou, dando um beijo no rosto do filho.

ー Claro...ー falei, ao estranhar ela não agir rude comigo antes ー Vamos? ー falei ao pegar na mão de Justin e ele assentiu. 

ー Qualquer problema, pode nos ligar. ー Jeremy falou nos levando até a porta e eu assenti, assentindo e saindo com Justin. 

Começamos a caminhar pela calçada e fomos à um ponto de táxi. 

ー Pra onde estamos indo? ー Justin perguntou, curioso. 

ー Um restaurante maravilhoso, que conheci pela internet. É Italiano! ー falei sorrindo e ele apertou minha mão.

ー Eu amo comida Italiana! ー disse sorrindo e eu dei risada.

Observei o táxi se aproximar e estandi minha outra mão, vendo ele parar próximo de nós, e eu abri a porta de trás para Justin, e após ele entrar, eu entrei fechando a porta, e dizendo o local para o motorista.

Ao longo do caminho, Justin foi me dizendo sobre sua mãe está agindo assim comigo, me explicou que eles tinham conversado, e disse Patrícia estava deixando essa ideia maluca que eu estou brincando com Justin de lado.

Não demoramos muito até chegar ao restaurante, peguei pela corrida, e saímos do carro. 

ー Não deveria ter pago, eu tenho dinheiro! ー Justin disse aborrecido, enquanto íamos até a entrada do restaurante.

ー Eu também tenho, deixe disso. 

ー Eu me sinto mal por não poder pagar, então por favor, a conta vai ficar por minha conta! ー exigiu e eu concordei, sem reclamar.

Um homem nos levou até nossa mesa, que eu tinha reservado mais cedo, e logo saiu dizendo que um garçom iria nos atender. 

ー O que você vai querer? ー perguntei, mas bufei, percebendo que fui idiota ao perguntar isso. ー Me desculpe, quer que eu diga as opções? 

ー Não precisa! Eu quero muito comer um filé a parmegiana, por favor. ー disse visivelmente animado e eu ri, concordando.

Uma mulher, que provavelmente trabalha no hotel, se aproximou de mim.

ー Tem uma garota querendo falar com a senhorita no banheiro. ー falou baixo em meu ouvido e eu arqueei uma sobrancelha, assentindo, a vendo se afastar.

ー Justin, eu preciso ir ao banheiro. Se importa? 

ー Não, pode ir. Não irei sair daqui. ー sorriu e eu me levantei, indo até o banheiro feminino.

Quem queria me ver e no banheiro do restaurante? 

Entrei no banheiro, o notando quase vazio, vendo uma garota se ajeitar em frente do espelho. Me aproximei e pude reconhecer Sofia, sorrir pra mim pelo espelho.

ー Mas como você...como você fugiu? ー perguntei me aproximando, mas parei ao ver ela com uma arma das mãos e apontar pra mim.

ー Recebeu minha mensagem? ー sorriu maldosa e meu coração estava a mil.

ー O que você quer? ー minha voz falhou.

ー Você sabe muito bem o que eu quero. ー disse séria. ー Quero que você suma dá vida do Justin. 

ー Por que eu faria isso? ー perguntei alto, mas sem tirar os olhos da arma de suas mãos.

Ela destravou a arma.

ー Por que senão, alguém pode morrer por sua causa. ー sorriu se aproximando de mim ー Aquela menina, é...Jéssica, Wanessa, oi até mesmo seu pai. 

ー Não faça nada com eles! ー pedi, e engoli seco, a vendo rir.

ー Então faça o que disse, suma da vida do Justin, e nos deixe em paz. ー colocou a arma ao lado da minha cabeça e eu me permiti chorar ー Por que se não, as coisas não vão ficar boas para seu lado.




por que vocês me abandonaram, guys? 



Notas Finais


Eu quero entender por que vocês sumiram tanto assim, eu fiz algo de errado? Por que favor me contem, eu posso melhorar, mas fico triste ao saber que a maioria de vocês sumir. É horrível passar horas e mais horas escrevendo um capítulo com todo seu coração e não receber um retorno de vocês. Então eu quero saber o que está havendo, ou se eu fiz algo errado.

E quem pensou que a Sofia tinha sumido: SUPRISE, BITCH! heueheuehhe.

Espero que tenham gostado co capítulo SUPER longo, por que hoje eu estou/ fiquei inspirada! E feliz dia das crianças para todas nós HEUGUEHEHEUE


Trailer da fanfic:


Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...