História Innocent - Namjoon (BTS) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Bts, Exo, Namjoon, Suho, Traficantes
Visualizações 48
Palavras 1.250
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu tinha uma Fic' chamada "Inimigos" do Namjoon, mas eu apaguei por não estar gostando muito dela 💔

Eu resolvi fazer essa Fic' baseada naquela ❣

Espero que vocês dêem muito amor a essa Fic' e que deixem muitos favoritos rsrs' ❤

Desculpe qualquer erro ❤

Capítulo 1 - Isso é o que veremos


Sempre tive tudo na vida. Casa grande, comida boa e fina. Jóias e roupas caras.

Por mais mimada que eu tenha sido quando eu era criança eu me tornei uma pessoa boa. Uma pessoa que pensa mais no próximo do que em si mesma. Uma pessoa que sonha em ver o mundo melhor.

Mas, ele apareceu. Ele apareceu em minha vida em um dia chuvoso e hoje virou a minha vida de cabeça para baixo.

Ele levou a minha inocência para o fundo do poço. Como? Com o poder.

_5 meses atrás_

E como toda a manhã acordo com uma das empregadas batendo na porta. Falei um breve entre e vi a senhora entrar no quarto com uma bandeja na mão. Dei um sorriso sem mostrar os dentes e me sentei na cama com as pernas cruzadas. Yang caminhou em minha direção e colocou a bandeja em cima de minhas pernas.

- Bom dia Senhorita (S/N).

(S/N): Senhora Yang eu já pedi para não me chamar de Senhorita. Eu quero que me chame apenas pelo nome.

- Desculpe (S/N). Eu trouxe o seu café do jeitinho que você gosta.

O frescor das árvores entrava em meu quarto enquanto eu olhava aquela maravilhosa bandeja. Frutas, torradas, bacon, Nutella e um suco de ____.

(S/N): Senhora Yang eu já falei que não precisa trazer o meu café na cama. Eu gosto de sentar lá na mesa com os meus pais.

- O seu pai que pediu para trazer o seu café na cama hoje. Seu pai e sua mãe saíram cedo para resolver alguns problemas da viagem de negócios que eles farão na semana que vem.

(S/N): Eu espero que eles não me obriguem a ir junto com eles. Odeio essas viagens de negócios. Ainda mais tem o baile de máscaras no mesmo final de semana que eles vão e eu quero ir.

- Espero que consiga ir ao baile (S/N). O baile da escola é muito importante para uma adolescente. Aliás o senhor Kim já está te esperando para te levar para a escola.

(S/N): Obrigado Senhora Yang.

Yang se curvou e saiu do quarto fechando a porta. Fui ao banheiro, fiz as minhas higienes e tomei um banho bem quente e demorado.

Por mais que esteja calor onde eu moro eu gosto de tomar banho na água bem quente.

[…]

Desci as escadas já pronta dando uma última ajeitada no coque bagunçado.

Falei tchau para as empregadas e saí de casa indo em direção ao senhor Kim. O senhor Kim é nosso motorista até antes de eu nascer. Ele já é da família.

(S/N): Bom dia Kim.

- Bom dia criança. Podemos ir?

(S/N): Sim.

O senhor Kim abriu a porta do carro para que eu pudesse entrar e assim fiz. Entrei e agradeci o mesmo pela gentileza.

Senhor Kim tem 45 anos e tem um filho de 21 anos. Kim Taehyung, ele é o meu melhor amigo e companheiro.

No começo os meus pais não gostaram muito da ideia de eu ser amiga do filho do motorista.

Kim Taehyung é um ótimo garoto, mas ele é bem misterioso. Ele some do nada, às vezes parece machucado ou mancando e ele sempre fala que caiu de skate. Lógico que eu não acredito, até porque eu já vi ele andando de skate e ele é ótimo.

Sinceramente, eu já deixei de tentar descobrir o que ele tanto esconde.

[…]

(S/N): Como está o Taehyung senhor Kim?

- Ele está bem melhor querida. Já deve estar na escola te esperando.

Dei um sorriso sem mostrar os dentes e o vi retribuir pelo retrovisor. Olhei pela janela e vi duas viaturas em frente a uma joalheria. Em frente da joalheria havia uma mulher em prantos. Eu conseguia ver o desespero nela. Eu queria muito descer do carro e ajudá-la, mas infelizmente eu não posso me atrasar para a escola hoje.

Hoje tem uma das provas mais importantes para qualquer adolescente. A prova que nos ajudará a entrar para a faculdade.

[…]

Entrei na escola e vi o sorriso quadrado que eu tanto amo.

Tae: Bom dia pequena.

(S/N): Bom dia Alien. Como está?

Tae: Estou bem e você?

(S/N): Estou bem. E a sua perna?

A alguns dias atrás Taehyung apareceu na escola mancando muito que às vezes tinha que se escorar nas paredes para não cair. E quase na hora de ir embora vi sua calça branca manchada de sangue. Eu tentei ajudá-lo, mas ele simplesmente foi embora sem nem me dizer tchau. Não fiquei brava até porque já sou acostumada com esses mistérios dele.

Tae: Está bem melhor. Viu? Não estou mais mancando.

(S/N): Quando vai parar de esconder de mim o porque sempre aparece machucado?

Tae: Que saco (S/N). Vai continuar se metendo na minha vida até quando?

(S/N): Não estou me metendo na sua vida. Eu só me preocupo com você.

Tae: Se preocupe com você e não comigo.

(S/N): QUER SABER? CANSEI.

Peguei meus livros que o mesmo estava segurando e saí dali ignorando Taehyung que me gritava.

Assim que virei o corredor bati com tudo em alguém fazendo meus livros caírem.

Me agachei sem nem olhar para a pessoa e comecei a juntar os meus livros.

(S/N): Me desculpe.

- Como sempre distraída não é mesmo?

(S/N): Oi Suho. Me desculpe, eu realmente estava distraída.

Sh: Tudo bem pequena. Aconteceu alguma coisa?

(S/N): Só o Taehyung que é um idiota.

Sh: Ele fez alguma coisa com você?

(S/N): Não. Só que ele age como se não confiasse em mim. Mas, então? Como está? Faz tempo que não nos esbarramos pelos corredores.

Sh: Eu estou bem e você pequena? É eu estive fora por alguns dias.

(S/N): Estou bem.

Suho se aproximou um pouco mais me fazendo prender a respiração.

(S/N): S-Suho.

Sh: Eu queria te perguntar uma coisa.

(S/N): P-Pode perguntar.

A distância dos nossos corpos era bem pouca e isso me deixava um pouco desconfortável, mas mantive meu rosto erguido sentindo minhas bochechas ferverem de vergonha.

Sh: Está com vergonha de mim? É por causa que os nossos corpos estão quase juntos?

Dito isso ele deu mais um passo para frente. Seus dedos foram de encontro com a minha bochecha esquerda deixando ali uma carícia com o polegar.

Sh: Vá ao baile de máscaras comigo (S/N).

(S/N): E-Eu não posso.

Suho deu um passo para trás e tirou a mão do meu rosto. Sua expressão antes fofa agora era de ódio.

Sh: Você vai com alguém?

(S/N): N-Não. Meus pais vão viajar no mesmo final de semana e eu ainda não sei se eles vão me obrigar a ir junto com eles.

Sh: Aceita o meu convite (S/N).

(S/N): Mas.

Sh: Se você for viajar eu fico em casa, mas se não for seja a minha par no baile de máscaras.

(S/N): Eu vou ver com os meus pais hoje e amanhã eu te dou uma resposta.

Sh: Tudo bem. Até amanhã (S/N).

Ele deu uma piscada e saiu me deixando totalmente constrangida.

Respirei fundo tentando anormalizar os batimentos do meu coração e voltei a andar com um sorrisinho bobo no rosto.

Quando estava quase entrando na sala senti meu corpo ser prensado contra um dos armários.

Tae: O que ele queria com você?

(S/N): Quem?

Tae: Não se faça de idiota (S/N).

(S/N): Suho? Ele me convidou para o baile.

Tae: O QUE? Você não vai ao baile com esse moleque.

(S/N): VOCÊ NÃO MANDA EM MIM TAEHYUNG.

Tae: VOCÊ NÃO VAI E PONTO FINAL.

(S/N): E QUEM VAI ME IMPEDIR?

Nesse momento todos os alunos que estavam nos corredores e nas salas próximas foram ver o que estava acontecendo.

Tae: EU VOU TE IMPEDIR.

(S/N): ISSO É O QUE VEREMOS KIM TAEHYUNG.


Notas Finais


E aí? O que acharam? 😓😓

Espero que tenha ficado bom 😊❤

Não se esqueçam do favorito ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...