História Irresistivelmente Nosso (Imagine Kim Taehyung) - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtam Boys, Bts, Hot, Imagine, Jeon Jeongguk, Jeon Jungkook, Jhope, Jimin, Jin, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Kpop, Min Yoongi, Park Jimin, Rap Monster, Sexo, Suga
Visualizações 533
Palavras 754
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem!!! Boa Leitura!!!

Capítulo 21 - 21


Fanfic / Fanfiction Irresistivelmente Nosso (Imagine Kim Taehyung) - Capítulo 21 - 21

~(S/N)

 

   Eu estava ansiosa por causa da proposta. Mas... quanto tempo de treino eu vou ter? Não que eu seja preguiçosa, é só que... eu vou ter tempo para o meu Feijãozinho?

 

    Minha cara de felicidade sumiu e a preocupação tomou conta de mim. Todos perceberam.

 

      -(S/N) você está bem? – Tae pergunta também com cara de preocupação.

 

     - Você quer um copo com água? – o chefe pergunta também preocupado.

 

    - O que foi amor? Não gostou da ideia? – Tae pergunta segurando minha mão.

 

    - Eu agradeço a proposta, mas pensando bem, terei que recusar. – falo olhando para o chefe que compreende enquanto Tae olha meio confuso para mim.

 

    - Eu entendo. Vamos perder um talento, mas agradeço por ter vindo. – ele sorri – Podem ir então. – o chefe nos conduz até a porta.

 

    Saímos e andamos em silencio pelo corredor.

 

   - Por que você não aceitou?! Você é dançarina! – Tae fala quebrando o silencio.

 

   - Porque eu não quero. – falo calmamente.

 

   Não é uma mentira! Eu só não falei o por que eu não quero. É porque do jeito que ele é se eu contar que é por causa do tempo que eu vou perder para ficar com o bebê, ele vai dar um jeito de reduzir o tempo de treino. Se uma coisa é feita ela tem que ser feita direito, então para ser treinee deve treinar as horas que forem necessárias.

 

     - Nem vem (S/N)! – fico calada e continuo andando. – (S/N) me responde! – ele eleva o tom de voz. Eu paro e olho para ele.

 

    - Você acabou de gritar? – falo irritada. Ninguém, nem mesmo ele vai gritar comigo. Ele se encolhe.

 

   - Desculpe. – ele fala olhando para baixo. – É que... eu sei que você quer isso, mas não sei porque não aceita. – ele olha para mim – Eu só quero que você seja feliz. – ele segura minha mão.

 

  - Tudo bem. – falo olhando para ele – Mas da próxima vez que você gritar comigo Kim Taehyung – falo olhando pra os seus olhos com uma cara ameaçadora. – você morre. – ele sorri.

 

  - Como você consegue sem tão... tão linda, tão fofa e tão sexy ao mesmo tempo. – ele olha para mim, se aproxima e pega na minha cintura. – Se eu soubesse teria deixado você com raiva a mais tempo! – ele fala sem esconder a malicia em seus olhos. – Você pode ficar irritada mais vezes? – ele sussurra em meu ouvido fazendo-me arrepiar toda.

 

  - Se você me irritar outra vez... – ele me interrompe com um beijo. Nossas línguas roçando uma na outra, nossos corpos muito próximos.

 

  - Te irritou? – ele pergunta parando o beijo.

 

  - O que me irrita é você parar para fazer perguntas idiotas. – ele sorri e começa a me beijar novamente.

 

     Ele me encosta na parede do corredor, suas mão contornam minha cintura, as minhas mãos  circulam seu pescoço, minha perna levanta em sinal de prazer em beija-lo. Opa! Quebramos um pequeno vaso que estava perto de nós numa mesa do corredor. Foda-se! Não nos preocupamos e continuamos.

 

    De repente ele para o beijo e se afasta de mim.

 

   - Eu gosto tanto de te ver irritada! – ele fala sorrindo para mim.

 

   - Ah vá tomar no cu Taehyung! – falo e vou andando até o elevador.

 

    Ele me segue ainda com um sorriso no rosto.

 

    Eu entro no elevador ainda irritada.

 

   - Não fica com raiva do seu TaeTae. – Ele faz  biquinho.

 

   - Vá se fuder Tae.

 

 Ele me dá um selinho nos lábios.

 

   - Por favor! – ele faz com cara de birra. E me braça.

 

   - Saí. – começo a falar um monte de coisa em português - `` Você vai ver só!´´ ``Que vontade de te bater!´´ ``Vai pro Inferno Taehyung´´.

 

   - Amor o que eu faço? – ele pergunta olhando para mim

 

  - O que? – pergunto ainda irritada

 

   - De tudo que você falou só entendi o Taehyung. – eu começo a rir. É impossível não rir quando ele está perto.

 

   - Eu falei: mesmo que eu esteja irritada eu ainda te amo. – falo e ele sorri.

 

   - Ah! – ele fala segurando gentilmente em minha cintura.

 

   - Como eu digo: eu estou irritada com você, em coreano. – pergunto

 

   - saranghaeyo. – ele fala. Eu sabia que significava ``eu te amo´´mas...

 

    - saranghaeyo Tae! – falo sabendo o significado. Dou um selinho em seus lábios.

 

    A porta do elevador fecha. Depois quando cegamos no teereo ele abre e...

 

    - (s/a)? – o meu amigo do Brasil estava lá na nossa frente. O pior é que não era qualquer pessoa, ele foi o menino que tirou minha virgindade!


Notas Finais


Obrigada por ler!!! Ainda vem mais por aí!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...