História Is It Love? - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~RetardedGuy

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Hentai, Lemon, Originais
Visualizações 6
Palavras 865
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um capitulo mas desta vez vou comprar coxinha para aqueles que lerem : ).
Apartir daqui vai haver mais acontecimentos por isso espero que gostem
Boa leitura.

Capítulo 2 - O Campus


Fanfic / Fanfiction Is It Love? - Capítulo 2 - O Campus

Pov's Daniela on

—Acordem.

 

—O que queres sua anã de jardim… - dizia Gabriel que foi interrompido pelo soco que eu lhe dei em cheio na

barriga.

 

—Já agressivos de manhã? - perguntou a Inês que acordou com o barrulho.

 

—Ele é que começou.

 

—O que foi? - perguntou o Gabriel ainda com as mãos na barriga.

 

—Temos que apanhar as coisas o avião está quase a aterrar. 

 

—Acorda o Hugo e a Tatiana.

 

—Eu já acordei.

 

Antes do Gabriel responder ouve-se o aviso do altifalante a indicar que o avião tinha aterrado e que poderíamos

tirar o cinto de segurança. Esperámos que a maior parte das pessoas apanhassem as suas malas, sinceramente parecia um ring de wrestling.

 

Apanhamos as malas que estavam no avião, saímos e ficámos á espera do autocarro que nos levaria ao

Aeroporto, foi uma longa caminhada até chegarmos á recolha de malas, quando lá chegámos tivemos que esperar um bom tempo até as malas saírem.

 

Ao sairmos tivemos que apanhar o autocarro o que foi muito desconfortável, pois estávamos com as malas e o

autocarro estava muito cheio, sinto pena do Hugo ele teve que carregar a sua mala no colo, sorte que estava

Sentado.

 

     Finalmente aquela espera toda tinha sido recompensada quando chegámos à porta do prédio, o prédio era da Universidade por isso haviam lá muitos dos seus alunos ou seja os nossos futuros colegas. Entramos no apartamento, ele era muito espaçoso e tinha dois andares, no andar de baixo localizava-se a sala e a cozinha e no andar de cima eram os quartos e a casa de banho. Depois de admirarmos a casa voltamos todos para a sala, para discutirmos onde cada um ia dormir. A casa tinha três quartos, o quarto maior tinha uma cama de casal e os outros dois quartos tinham duas camas individuais. O combinado foi que o quarto maior seria para mim e num dos outros quartos iria ficar a Inês e a Tatiana e no outro iria ficar o Hugo e o Gabriel. Arrumámos as malas nos quartos e fomos para a sala conversar, passado algum tempo decidimos ir dormir.

 

            ⭐⭐⭐⭐

 

TTTRRRRIIIIIIMMMM! Acordamos todos com o barulho do despertador, levanto-me e saio do quarto vendo o Gabriel e a Inês a discutir.

 

—GABRIEL JÁ TE DISSE MIL VEZES PARA METERES AS TUAS COISAS NO TEU QUARTO!!

 

—Tem calma eu já vou arrumar. Credo não é preciso ficares chateada.

 

—DIZES ISSO PORQUE NÃO ÉS TU A ARRUMAR AS COISAS NA PARTE DA MANHÃ.

 

      Ahhh!! Agora já percebi o porquê de eles estarem a discutir. Resumindo na parte da manhã a Inês e a Tatiana limpavam a casa, na parte da tarde Eu e o Gabriel lavávamos as roupa suja e a loiça e como o Hugo é o único que sabe cozinhar ele terá que preparar nos as refeições.

 

—Parem com isso! Gabriel, porque as tuas roupas estão no chão do corredor?

 

—Pergunta ao senhor Hugo ele precisava de qualquer coisa na gaveta da roupa e desarrumou tudo.

 

—Porquê que ouvi o meu nome a meio desta gritaria?

 

—Porque é que desarrumas-te as minhas coisas?

 

—EU?!

 

—SIM TU!

 

—Eu estava à procura da Gillette, que eu emprestei á INÊS já que ela precisava.

 

—EU JÁ TE DISSE ESTÁ EM CIMA DA TUA CAMA. – No meio desta gritaria vê-se a Tatiana a vir do outro lado do

corredor.

 

—PAREM COM ISSO, SENÃO QUEM VAI SE CHATEAR SOU EU.

 

—Claro Tatiana. – disseram todos num tom desanimado.

 

— Agora vão vestir-se.

 

—Porquê? – dissemos em coro.

 

—Vocês não se lembram porquê que viemos cá? Hoje é o nosso primeiro dia na Universidade.

 

Ao ouvir aquilo parecíamos galinhas, cada um correu para o seu canto, até que passado algum tempo encontrámo-nos todos na bancada da cozinha. Fomos a pé para a Universidade.

         ⭐⭐⭐⭐⭐

Quando chegámos à Universidade cada um se separou, eu e o Gabriel escolhemos Ciências, a Inês e a Tatiana escolheram Humanidades e o Hugo escolheu Economia, mas no final do dia iríamos todos para a mesma sala já que a língua estrangeira que todos escolhemos foi Inglês. Assim que eu e o Gabriel comprámos o horário tentámos ir até á sala onde teríamos aula, mas perdemo-nos e então decidimos perguntar o que deu muita vergonha, nós perguntámos a uma miúda mais baixa que eu, esse detalhe já me fez gostar dela.

 

—Olá ! Poderias dizer-nos onde fica a sala de Ciências.

 

—Claro era para lá que eu ia , eu também sou do curso de Ciências. Eu sou a Raquel.  

 

—Eu sou a Daniela e este é o Gabriel, prazer.

 

—Vocês devem ser muito cabeças no ar para ñ terem se lembrado da apresentação da escola, que o diretor fez ontem.

 

— Nós não somos desta cidade nós viemos de avião é só chegámos de noite.

 

—Chegámos é aqui.

 

—Vou tentar me lembrar de onde fica a sala. – quando acabo a frase algo choca contra mim o que me faz cair  e

eu juro que quando levantar essa pessoa vai sofrer.

 

Pov's ?? on

Qual é a será a sala? Acho que é ali ao virar da esquina - ao virar a esquina o meu pensamento é interrompido no momento em que choco contra alguém.

 

                                                                                           CONTINUA


Notas Finais


Obrigado por lerem se não leram a Samara vais vos comer 😀.
( \ ( \
( ' - ' )
o__('')('')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...