História It Has To Be You - Fanfic Wonho - 2 Temporada - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink, Monsta X, TWICE
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Jungyeon, Lisa, Min Hyuk, Mina, Momo, Nayeon, Rosé, Show Nu, Won Ho
Tags Imagine Kpop, Imagine Monsta X, Imagine Wonho, Kpop, Lee Hoseok, Monsta X, Shin Hoseok
Visualizações 105
Palavras 2.353
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - You Promise...


Fanfic / Fanfiction It Has To Be You - Fanfic Wonho - 2 Temporada - Capítulo 26 - You Promise...

   ~ WONHO ON~

Depois de ter conversado com os meus pais, eu pensei bem e estava decidido a contar sobre a gravidez da Nayeon para a S/n. Eu juro que não queria brigar com ela de novo, nem muito menos ficar longe dela. Mas não consigo imaginar qual será sua reação. Não é uma coisa simples. Um filho é para a vida inteira. Todos aqueles planos que rondavam minha cabeça, de me casar com a S/n, ir morar com ela, ter nosso primeiro filho e depois o segundo, o terceiro, tudo isso iria ser modificado.

Você: Amor, você tá tão pensativo hoje. Aconteceu alguma coisa séria? Foi por isso que seu pai pediu para você ir lá né? - Ela disse enquanto estava deitada em meu colo no sofá e eu fazia carinho em seus cabelos. Estávamos assistindo algum filme, mas eu olhava para a tela, mas não conseguia ver nada de tão nervoso. Eu respirei fundo...

Eu: S/n, a gente precisa conversar, é uma coisa séria. - Disse muito rápido e ela se levantou do meu colo, ficou sentada e desligou a televisão.

Você: Ai Wonho, eu tô ficando preocupada. Você tá muito estranho.

Eu: Olha, eu só não sei como te dizer isso – abaixei a cabeça

Você: Wonho, olha pra mim. Fala logo. O que foi agora? - ela estava meio brava. Mas já?

Eu: Os meus pais me chamaram lá porque é... - Como eu ia dizer isso?

Você: Anda Wonho, eu não tenho o tempo todo

Eu: A Nayeon.. ela tá... ela … - eu estou gaguejando, deus do céu

Você: Ela tá o que Wonho? - Ela me olhou e eu sei lá como eu olhei de volta, mas só vi quando ela se levantou que nem louca do sofá

Você: Ahhhh não você só pode estar brincando né? Wonho, ela tá grávida??? - Ela começou a gritar

Eu: Tá sim, mas olha... por favor... não – gaguejei

Você: Ai não – agora ela andava pelo apartamento colocando as mãos sobre a cabeça

Eu: S/n, por favor não fica com raiva de mim

Você: Quando foi isso Wonho?

Eu: Eu ainda não estava com você, é claro que não. S/n...– eu fui até ela e tentei abraça-la, mas ela se desviou

Você: Não Wonho, me deixa. Deixa eu pensar um pouco sozinha. Minha cabeça tá dando voltas aqui – Foi assim que eu me senti quando eu descobri

Eu: Não tá sendo fácil pra mim também, mas se você não estiver ao meu lado, vai ser pior ainda- Aquilo tava me matando por dentro

Você: Wonho, você vai ser pai. Uma criança. Responsabilidade. É pra sempre. E pior é da Nayeon, sua ex-namorada. Eu sou sua namorada. Quem está sobrando na história? - Ela disse nervosa e estava com lágrimas nos olhos

Eu: Não pensa assim, meu deus, isso não pode acabar com o que nós temos. - Eu cheguei perto dela e a encarei

Você: Eu não estou dizendo isso Wonho, mas é que... ahhh a gente nunca vai conseguir ficar juntos em paz, né? - Ela saiu com raiva de perto de mim

Eu: Eu não queria que isso estivesse acontecendo Seunome

Você: Ah não. Então porque você não usou a porcaria da camisinha. Me diz – ela gritou

Eu: Foi um acidente. Você acha mesmo que eu queria estar brigando com você agora?

Você: Eu só estou dizendo Wonho, que você deveria ter sido mais responsável. Olha a merda que tá acontecendo agora.

Eu: Você pode por favor parar de gritar e tentar entender que eu não quero que a gente brigue

Você: Ah então, é só eu agir como se fosse normal né?

Eu: Não. Mas como você acha que eu me sinto, eu sou muito novo, tenho uma carreira, e tem você... só queria que você estivesse ao meu lado

Você: E se fosse ao contrário, e se eu estivesse grávida de outro homem, você ia achar lindo, né?

Eu: Isso não vem ao caso. O lance é que eu preciso de você do meu lado. - Ah que droga, por que diabos, eu estava com uma dor terrível que parecia que ia me engolir

Você: Você acha que vai ser fácil. Ela e famosa também e está grávida. Todos vão achar que eu sou a pedra no meio do caminho que não permite que uma família feliz fique junto – Mas o que diabos ela estava falando?

Eu: Desde quando você se preocupa com o que os outros falam sobre nós?

VocÊ: Não sei, eu só sei que minha cabeça tá girando, eu só quero respirar – ela saiu muito rápido e foi abrindo a porta e saiu

Ahh não ela não podia me deixar aqui, sentindo como se nós tivéssemos terminado ou sei lá. Fui atrás dela. Ela estava entrando no elevador, vi que chorava muito. Corri pelas escadas, eu estava muito nervoso. Cheguei lá embaixo e vi ela correndo em direção a rua. Fui atrás, estava chovendo...

Eu: S/n – gritei e ela olhou pra trás

Você: Por favor Wonho, me deixa um pouco. Eu só quero ficar sozinha – Corri em sua direção

Eu: Por isso, eu tive medo de te contar, eu não sabia como você ia reagir

Você: Queria o que? Que eu risse, ficasse feliz e te desse os parabéns? Parabéns Papai – foi se virando e eu a puxei e lhe dei um beijo de surpresa.

Eu: Não fica brava comigo. Por favor. Eu sei que é complicado. Mas quero que enfrentemos isso juntos. Você disse, prometeu que nunca iria me abandonar

Você: Eu não pensei em abandonar você.. é só que... eu fiquei meio atordoada com a notícia

Eu: Eu sei como você ficou, eu também fiquei assim. Mas eu ficaria pior se você quisesse terminar comigo por causa disso, na verdade por qualquer outro motivo também. Não consigo pensar na ideia de não estar com você – eu olhei bem em seus olhos e nós ignorávamos os pingos rígidos de chuva que caíam sobre nós

Você: Desculpa pelo meu ataque.

Eu: Te desculpo contanto que eu possa fazer isso – eu aproximei nossas bocas e ela sorriu de canto

Voltamos abraçados até o apartamento e subimos.

Eu: Está tudo bem entre a gente?

Você: Sim... está – ela sorriu fraco. Eu sei que ela ainda está mal com a notícia. Eu também, mas agora estou mais aliviado por ela saber.

Eu: Eu te amo.

Você: Também. Olha, eu vou ir pra casa tirar essa roupa molhada, você devia fazer o mesmo se não vai pegar um resfriado.

Eu: Tá bom. - eu dei um selinho nela e ela saiu

Agora só falta contar a grande notícia para os meninos e depois encarar os empresários. Essa gravidez é realmente um complicação. Mas agora não tem mais jeito. Só preciso do suporte da minha família, dos meus amigos e do amor da minha vida.

                                    ~ JOOHEON ON~

Eu estava brincando de adivinhações com a Kyla na sala, quando a S/n entra toda molhada e com os olhos vermelhos...

Eu: O que aconteceu?

Você: Me deixa Jooheon! - ela saiu correndo para seu quarto

Kyla: Ihhh tá brava hein?

Eu: Eu vou lá ver o que aconteceu

Me levantei e fui até a porta, dei duas batidinhas leves e entrei, ela estava sentada no chão, abraçando as pernas, escorada na cama. Fui até ela e sentei ao seu lado.

Eu: S/n, eu tô ficando preocupado, o que aconteceu?

Você: O Wonho... ele … a Nayeon... - ela soluçava

Eu: Hey, calma. - Envolvi meu braço em suas costas e ela se apoiou em meu ombro

Você: A Nayeon tá grávida Honey. - ela olhou pra mim e mais lágrimas caíram do seu rosto e eu estava chocado

Eu: O que? Sério? Oh não. - Isso só podia ser um pesadelo

Você: Eu não sei o que fazer. Um filho Jooheon, um filho...

Eu: O Wonho te ama, ele vai querer que você fique com ele, o apoiando

Você: É, mas eu preciso ser ''apoiada'' também. Ele vai ser pai, de um filho que não é meu.

Eu: Eu acho que tudo isso é pesado demais. Tenta descansar um pouco. De uma coisa eu tenho certeza, apesar disso ter sido uma irresponsabilidade dos dois. O Wonho não queria mesmo esse filho, ele não queria te ver sofrer

Você: É, mas eu já estou sofrendo... - eu a abracei

Eu: Shhh, calma, não chora mais. As coisas vão se resolver. Tem tantos casais que cuidam de seus filhos separados, e que vivem com outras pessoas e são felizes – eu não sei o que eu disse, mas ela começou a chorar mais ainda

Você: Essa criança já vai nascer com os pais separados – disse e desatou a chorar de novo

Eu: O que você quer? Que o Wonho largue você e fique com a Nayeon? Não viaja.

Você: Eu sei, é que é tanta coisa que tá passando pela minha cabeça...

Eu: Então, toma um banho, bebe um chá quentinho e vai dormir. Amanhã você vai estar melhor, eu prometo

Você: Tomara.

Eu levantei do chão e a puxei logo depois. Nossa, ela estava ensopada. Disse que ia fazer o que eu pedi. Eu ia saindo do quarto dela quando sem querer, sem querem mesmo, vejo que a Joy estava se trocando no quarto e deixou a porta entreaberta. Foi muito rápido, mas eu consegui vê-la só de calcinha e sutiã. E nossa, ela era linda. Fiquei pensando nos diversos motivos para ela se vestir com roupas tão largas a ponto de esconder toda aquela... aquela... digamos, de forma cortês, beleza.

Sai dali e ainda bem que ela nem viu que eu a observei, isso seria muito constrangedor. Apesar de que hoje de tarde até que nos demos bem e nos conhecemos mais. Ela gostou das nossas músicas. E da forma tímida e indiferente dela nos elogiou.Voltei para a sala e a Kyla estava no sofá.

Kyla: Honey, Honey, o filme vai começar daqui a pouco – A gente tinha reservado '' Enrolados'' para ver.

Eu: Ahh que legal, falta muito tempo?

Kyla: Faltam mais meia hora. - ela sorriu

Eu: Então, você espera aí que eu volto daqui a pouco.

Tinha que ir falar com o Wonho, ele devia estar mal. Cheguei lá, bati e ele atendeu, estava triste. Claro que estava.

Wonho: Ela te contou é?

Eu: Aham. Ela está muito mal

Wonho: Eu sabia que sim. - ele me olhou com olhar triste

Eu: Mas como isso foi acontecer Won?

E ele começou a me contar toda a história. Realmente ele tinha se metido numa enrascada. Somos muito novos, temos uma carreira pela frente, ele tem namorada, são inúmeros os problemas. Ele está ferrado, mas como eu sou seu melhor amigo, vou estar ao seu lado para o que der e vier. Dei um grande abraço nele antes de ir embora.

Eu: Pode contar comigo pra tudo Hoseok

Wonho: Obrigada Honey, você é demais.

Voltei para o meu apartamento e a Joy estava no sofá fazendo carinho nos cabelos da Kyla. Ela estava com uma calça folgada e um moletom que escondiam aquele lindo corpo que eu vi mais cedo.

Kyla: Honey, você chegou. O filme começa em 2 minutos – ela sentou animada

Joy: Ah então deixa eu ir lá dormir – ela foi se levantando

Eu: Ahh que isso, fica aí para assistir com a gente

Kyla: É irmã, fica vai, por favoooooorrrrr

Eu: É, fica, o filme é legal

Joy: Que filme?

Kyla: É Enrolados.

Joy: É sobre o que?

Kyla: É de uma princesa que foi sequestrada quando criança... - ela desatou a falar rápido e animadamente tentando convencer a irmã

Eu: Ohhh já vai começar -sentei no sofá

Joy: É em desenho animado? - disse meio desapontada

Eu: É sim. Não gosta? - olhei bem para ela, nossa que olhos lindos que ela tem

Joy: Érr, não é que, faz tempo que eu não assisto desenho

Eu: Então vamos ver.

Kyla: É irmã, vamos, senta aí – puxou ela

Começamos a assistir, a Kyla estava entre eu e Joy e ria empolgada com o filme. A Joy parecia meio mal humorada. Ou sei lá. Meio tensa. Mas foi então que o filme foi ficando mais divertido e pude ver que ela se soltava aos poucos. E em um momento do filme que foi mais romântico, pude ver um sorriso muito doce se formando em seus lábios. Era a primeira vez que tinha a visto sorrir.

A Kyla disse que tava com fome e foi para a cozinha, deixando eu e a Joy sozinhos no sofá. Eu fiquei meio estranho ali, sei lá. Tive medo do que eu ia falar. Ela poderia me achar um completo idiota e se eu ficasse calado seria mais que esquisito...

Joy: Até que esse filme é legal – ela quebrou o silêncio me fazendo tremer de susto

Eu: É sim, que bom que está gostando, eu gosto de te ver sorrindo – aquelas palavras pularam da minha boca, sem nem dar tempo de eu as segura-las – Quer dizer, é... eu gosto de ver pessoas sorrindo então – Ela me olhou com um olhar indecifrável

Kyla: Quem quer pipocaaaaa??? – disse pulando no sofá. Ufaaa pensei que não sairia dessa situação, não sei por que me senti nervoso

Voltamos a assistir o filme, eu a olhei algumas vezes mas ela estava concentrada no filme. O filme acabou...

Kyla: Aiii que sonoooo, vou dormir – ela me abraçou muito forte

Eu: Boa noite Kyla – ela sorriu e foi para o quarto

Joy: Ai, olha só a bagunça que ela fez, está cheio de pipoca no chão – ela agachou para limpar. Eu segurei em sua mão e a puxei.

 Nós ficamos de frente um paro o outro, pude ver que a respiração dela se intensificou

Eu: Deixa isso aí. Amanhã limpam.

Joy: Ah desculpa – ela estava corada por algum motivo

Eu: Você gosta de mim Joy?

Joy: Mas o que? - ela pigarreou

Eu: Não é que, sei lá, acho ás vezes que você não gosta muito de mim, eu tento ser legal com você, mas sei lá

Joy: Desculpa ser meio grossa ás vezes, é que eu fiquei meio estressada com tudo desde que... - ela parou e eu entendi o que ela ia dizer

Eu: Tudo bem, eu só quero dizer que você pode se sentir em casa, tá bom?

Joy: Tá. Obrigada. - ela sorriu verdadeiramente – Acho que vou ir dormir

Eu: Boa noite e foi legal ver o filme com você hoje – Sorri

Joy: Digo o mesmo – ela sorriu e seus olhos brilharam. - Boa noite Jooheon.

Ela saiu da sala. Eu desliguei a TV e fui dormir. Deitei e por algum motivo senti que podia ter feito mais alguma coisa para essa noite acabar com chave de ouro, mas empurrei esses pensamentos pra longe. Seria complicado demais, a vida dela é complicada demais, ela é complicada demais...


CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...