História It Has To Be You - Fanfic Wonho - 2 Temporada - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink, Monsta X, TWICE
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Jungyeon, Lisa, Min Hyuk, Mina, Momo, Nayeon, Rosé, Show Nu, Won Ho
Tags Imagine Kpop, Imagine Monsta X, Imagine Wonho, Kpop, Lee Hoseok, Monsta X, Shin Hoseok
Visualizações 86
Palavras 2.047
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 27 - Understand.


 ~ VOCÊ ON~

Já se passaram 2 semanas desde que eu descobri que o Wonho vai ser pai. Ai meu deus. Isso parece um pesadelo ou sei lá. As coisas estão meio estranhas entre a gente. Eu não sei se consigo. Ela ainda está nos primeiros meses de gravidez, mas e quando a barriga começar a crescer? E quando ele precisar ir lá ficar com ela?

Eu comecei meu estágio na Vogue na semana passada. Lá é tudo tão intenso, uma correria. Dá pra sentir a energia e o poder que eles tem. É ali que vai nascer a nova tendência da temporada. É surreal estar incluída nesse processo. Eu estaria mais entusiasmada se não fosse toda essa confusão de gravidez. Eu já encontrei um apartamento para mim. Na verdade me mudei a 5 dias. Nem é tão longe de onde os meninos moram, mas também não dá para ir a pé.

Essa manhã eu acordei pensando em várias coisas. Mas principalmente em como vai ser quando a imprensa descobrir que a Nayeon está grávida. Vai ser uma bomba. Eles já acham que fui em quem separou o casalzinho e agora? Vai ser pior ainda. As pessoas que tem me dado suporte são o Jooheon e a Joy, ela principalmente se tornou uma grande amiga, ela é um doce de pessoa e a gente se dá tão bem. Eu até desabafaria com o Wonho, mas ele está tão nervoso com tudo isso que com certeza só pioraria as coisas.

Xxxx: Bom Diaaa S/n! - Fui pega de surpresa, ainda meio sonolenta e pensativa.


A Joy e a Kyla foram dormir comigo na noite passada. A gente teve uma noite legal, assistimos filmes, conversamos, foi bom para dar uma relaxada. Esquecer um pouco dos problemas. E ser só eu mesma e não a namorada do Shin Hoseok que teria que engolir uma gravidez da ex-namorada dele. Isso é de enlouquecer qualquer uma.


Eu: Bom Dia Joy. Dormiu bem?


Joy: Claro que sim. Mas você que parece não estar nos melhores dias. - ela se sentou na bancada da cozinha.


O meu apartamento era pequeno. Mas ainda assim era elegante e eu vou deixar ela a minha cara. Foi o único que eu pude pagar. Ele tem 2 quartos com banheiro e fica no 7º andar de um prédio de 12 andares.


Eu: É que eu fiquei pensando em umas coisas sabe.


Joy: Ai S/n, eu já te falei para não ficar martelando coisas na sua cabeça. Só eu sei como isso é prejudicial. O Wonho gosta muito de você, ele te ama. Concentra nisso e tenta esquecer um pouco o resto.


Eu: Não consigo. Ás vezes é demais pra mim. Você viu o que estão falando na internet? Que eu sou o motivo do Wonho ter se separado da Nayeon. Tá bom, isso não deixa de ser verdade. Mas não quero que achem que eu sou uma traidora.


Joy: Para de se preocupar com que os outros falam. Nossa vida é curta demais para deixar a opinião dos outros nos fazer infeliz


Eu: Hummm Joy, tá filósofa hein? É o Honey que tá te fazendo ver estrelas é?


Joy: Nãooo – ela me deu um tapa no ombro – espera aí, você não disse nada pra ele né? Que eu... que eu gosto dele? - disse apreensiva


Eu: Claro que não, você pediu para não contar. Mas sei lá, acho que vocês iam fazer um casal lindo


Joy: Esquece isso, ele nunca vai gostar de mim. Eu sou só um peso na vida dele. Eu moro na casa dele de favor, ele tem é pena de mim – eu pude sentir a dor dessas palavras


Eu: Hey, o Jooheon não tem pena de você. Ele só age pelo coração.


Joy: Eu sei, mas eu não sei o que fazer. Eu e minha irmã não temos para onde ir, já estamos lá a mais de 2 semanas. A gente não pode ficar lá para sempre. E pra piorar eu começo a gostar dele.


Eu: Joy, para de ficar pensando nisso. Olha só, a gente está procurando sua avó, daqui a pouca a gente localiza ela. E eu realmente acho que você podia demonstrar mais seus sentimentos. Ele deve achar que você não gosta muito dele.


Joy: Por que?


Eu: Você age como se não ligasse para o que ele fala, você é indiferente em relação a ele;


Joy: Eu só tenho medo dele perceber que eu gosto dele. Eu não quero que ele me rejeite e muito menos sinta pena.


Eu: Ele não vai fazer isso, confia em mim.


Essa Joy é mais insegura que eu. Mas eu entendo o lado dela. Deve ser difícil estar morando na mesma casa que a pessoa. E se ela disser o que ela sente e a pessoa não corresponder? Como viver sobre o mesmo teto? É muito complicado. Mas se bem que o Jooheon fica falando que acha ela linda, mas que acha que ela não gosta muito dele. Como eu queria abrir minha maldita boca e dizer: Ao contrário Honey, ao contrário. Mas acho que a Joy me mataria e nunca mais ia falar comigo.


Joy: Você quer fazer alguma coisa para a gente comer ou vamos comer fora?

Eu: Acho melhor a gente ir lá na cafeteria da esquina. Porque minha geladeira está precisando ser reforçada.


Joy: Ainda bem que você não vai trabalhar hoje.

Eu: Quem disse? Eu tenho que ficar com esses celulares aqui, 24 h por dia anotando os recados de um monte de gente.


Joy: Nossa, são 3? Uou. Quando eles começarem a tocar vai ser uma confusão.

Eu: Oh se vai. Eu vou parecer uma louca com esse fones na rua. Vai lá acordar a Kyla. Eu vou tomar um banho e depois vocês vão.

Joy: Tá bom.


Eu: Sabe o que a gente podia fazer hoje? Comprassss – disse animada, eu não gostava muito de comprar, nem era muito consumista. Mas queria que a Joy se animasse, ela tem poucas roupas, e só as que eu dei pra ela.


Joy: Eu não tenho dinheiro S/n – me olhou com cara de tédio

Eu: Para de besteira,hein? Você é a minha convidada e eu faço questão de pagar. Não se fala mais nisso.


Joy: Mas você até já me emprestou algumas roupas. Eu não quero te dar prejuízos.

Eu: Não é prejuízo nenhum. E você fez questão de pegar só esses moletons e calças enormes. Parece que tá querendo se esconder. Como você quer o Honey te veja nessas roupas?


Joy: Você acha que ele ia reparar em mim se eu vestisse outras roupas?


Eu: Claro que sim. A gente pode ir no shopping de noite. O que você acha?

Joy: Tá. - ela sorriu


Eu tomei banho e esperei um pouco e logo a Kyla e a Joy estavam prontas. Eu comprei várias roupas para a Kyla, que ao contrário da Joy aceita meus mimos. Eu posso não ser rica nem nada, mas eu adoro fazer as pessoas felizes. Fomos para a cafeteria e tomamos café.


Joy: Eu vou começar a trabalhar naquela lanchonete na rua do prédio do Jooheon. - ela disse do nada

Eu: Sério?

Joy: Sim, mas é temporário. Eles aceitaram pagar a metade do preço se ignorassem o fato de eu não ter documentos.


Eu: Não ter documentos é realmente um problema. Ás vezes não dá vontade de ir na polícia e denunciar aquela sua tia? Eu ainda não entendo como ela ainda não foi na polícia falar do desaparecimento de vocês.


Joy: Se ela falar, ela vai parar de receber a pensão da herança dos nossos pais. E se a gente fosse denunciar...


Kyla: A gente teria que ir para um orfanato – disse triste

Eu: Isso não vai acontecer. A gente vai achar a vovó de vocês. - eu sorri para a Kyla que sorriu de volta.


Comemos, pegamos um táxi e seguimos para o prédio dos meninos. A gente combinou de almoçar todo mundo junto na casa do Hyungwon. As meninas foram para a casa do Honey e eu disse que ia dar uma passadinha no apê do Wonho.


Cheguei e bati na porta e quem atende??? É. A mais nova mamãe. O que ela estava fazendo ali a essa hora? Que droga, controlei meu ciúmes o máximo que eu pude. Ai não vai dar, essa menina é uma cobra e ela já me provou isso.


Nayeon: Oiii, S/n não é? - Claro que ela sabia meu nome, por que a pergunta estúpida e por que ela está tentando parecer tão simpática?


Eu: Oi – disse sem ânimo- Cadê o Wonho?


Nayeon: Está tomando banho. - Oi? - Olha , eu acho que a gente devia conversar. - Ai, só o que me faltava


Eu: Olha se você vai querer esfregar na minha cara que está grávida, não perca seu tempo.


Nayeon: O que? Como assim? Você acha que eu estou feliz por estar grávida? - fiquei muda – Isso não tem cabimento, eu só queria dizer que eu não quero atrapalhar a sua relação com o Wonho. Eu já entendi que a gente acabou e … - ela começou a chorar e eu fiquei sem ação


Eu: Tudo bem, já entendi. Deve ser difícil pra você mesmo.

Nayeon: É sim, agora todos vão saber que eu estou grávida, minha carreira vai acabar


Eu: Não fala assim. - ai por que ela não para de chorar? Que saco. Eu realmente não queria me sentir mal. Mas agora eu me sinto mal.


Nayeon: Desculpa estar aqui, chorando. Desculpa mesmo. Eu só quero que vocês sejam felizes – quando ela falou a última frase, o Wonho entrou na sala.


Wonho: Amor, você por aqui – ele sorriu

Eu: É... mas eu volto outra hora, tá. Tchau. - eu sai dali sem nem ao menos dar um abraço nele


Eu me senti muito mal. Parecia que eu estava em uma bolha sem conseguir respirar. Isso é tão pesado. Caminhava até o apartamento do Jooheon quando aquelas mãos seguraram meu ombro...


Wonho: Hey, por que você saiu daquele jeito?

Eu: Porque sim. Eu achei que você queria conversar com a Nayeon. - disse fria

Wonho: Você tá achando que aconteceu alguma coisa entre a gente? Se for isso por favor... - eu o interrompi


Eu: Não, eu não achei isso. Eu confio em você. É só que ela merece sua atenção. - eu disse e só depois me dei conta do que aquilo significou


Wonho: Obrigada por entender. - sorri e ele colocou uma mecha do meu cabelo atrás da orelha e me beijou docemente. - Te amo.


Eu: Eu também te amo. - sorri



                                    ~ JOOHEON ON~



Já faz 2 semanas que a Kyla e a Joy estão morando comigo. É bem maluco isso, mas até que é bom ter companhia, eu vivi sozinho por algum tempo e até tem suas mil e uma vantagens, mas ter alguém com quem assistir um filme ou receber um abraço de bom dia é se igual. A Joy tem se aproximado um pouco mais de mim do jeito dela, é claro. Eu pedi para que localizassem a avó delas na Itália, mas ainda não se tem resultados. O que é complicado, porque nenhuma delas tem documentos e são menores de idade, quer dizer a Joy vai se tornar maior de idade daqui a 2 meses. Ela já terminou o ensino médio, mas a pequena Kyla não pode ficar sem estudar por muito tempo. (Eu ainda não tinha dito a idade da Joy né? Tomara que não)


Kyla: Jooheon, cheguei!!! - ouvi a voz do meu anjinho preferido


Eu: Own Kyla!!! Senti saudades, eu tive que assistir o Bob esponja sozinho essa manhã – fiz biquinho- Bom Dia Joy – olhei pra ela que não disse nada, apenas sorriu e foi para o quarto.


Eu juro que não entendo essa garota, algumas vezes conversamos e ela está tão sorridente e simpática e do nada ela começa a ser meio fria comigo, ou sei lá.


Kyla: Jooheon, vamos no playground comigooo??? - perguntou animada

Eu: Ahh Kyla, pode ficar para depois? Eu tenho que tomar banho agora.

Kyla: Tá bom, mas eu posso ir?


Eu: Pode sim. Mas na hora de almoçar você vem tá? - ela sorriu e assentiu. Eu sabia que ia ter que ir até lá para chama-la. Essa aí quando começa a brincar não para mais.


Decidi ir tomar um banho. Quando eu ia saindo do banheiro, tomei um susto com a Joy meu quarto. Ela estava olhando minhas fotos na cômoda de costas.


Eu: Oi Joy. - eu disse e ela se virou assustada, como se eu a tivesse pegado no flagra. Eu ainda estava de toalha e vi quando ela correu os olhos por todo o meu corpo.


CONTINUA...



Notas Finais


QUEM ESTÁ COM INSÔNIA NESTE EXATO MOMENTO? EUUUU

Trago notícias para vocês, que vai ser revelada no próximo capítulo♥

Comentem! 😙♥

Beijos no Kokoro 💜

— @bbxyuta


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...