História It Has To Be You - Fanfic Wonho - 2 Temporada - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink, Monsta X, TWICE
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Jungyeon, Lisa, Min Hyuk, Mina, Momo, Nayeon, Rosé, Show Nu, Won Ho
Tags Imagine Kpop, Imagine Monsta X, Imagine Wonho, Kpop, Lee Hoseok, Monsta X, Shin Hoseok
Visualizações 82
Palavras 2.320
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - Repor as Energias.


Fanfic / Fanfiction It Has To Be You - Fanfic Wonho - 2 Temporada - Capítulo 29 - Repor as Energias.

        ~ Você ON~

Eu estava me arrumando para sair com o Wonho, quando decido ligar para a Vi, fiquei pensando nisso tudo. E ela tá sendo uma estúpida com ele. E o pior é que toda vez que toco no assunto ''I.M'' pelo telefone, ela manda eu parar ou desliga. Mas agora ela vai me ouvir.

~ Ligação On~

Eu: Alô, Vi?

Vi: Oi S/n, você tá bem?

Eu: Aham. Você tá ocupada?

Vi: Não, eu só estou aqui fazendo as unhas.

Eu: Quero falar uma coisa com você.É sobre o I.M.

Vi: Ah eu já te falei que não quero falar mais nada sobre isso.

Eu: O menino tá sofrendo sua louca. Fala com ele, você está estragando uma coisa que podia ser legal.

Vi: Ele é complicado, eu sou complicada. Você vê os jornais, revistas? Ele está por toda parte, quem está com ele, está por toda parte. Todo mês ele aparece com uma pessoa nova, que é bombardeada pelas fãs dele, ficar com ele é como uma maldição.

Eu: Não fala isso. Sei que vai ser difícil. Mas você consegue Vi, você é a pessoa mais forte e corajosa que eu conheço.

Vi: Quando se trata do I.M, eu me sinto como a mais fraca de todo o planeta.

Eu: Vem pra cá. Vai ser bom pra você, esse sentimento é tipo inédito.

Vi: E se eu jogar tudo que tenho para o alto e não der certo?

Eu: Vai servir como experiência. Você pode trancar sua faculdade de jornalismo. E tentar fazer algum curso aqui. Se não der certo você não vai ter perdido nada.

Vi: Não sei, isso parece loucura.

Eu: Isso é amor.

Ju: Não, é loucura mesmo.

Eu: Quando eu vi o significado disso, eram a mesma coisa. Você vem morar comigo, que tal?

Ela riu. E eu soube que ela ia pensar seriamente na ideia.

~ Ligação OFF~


Me arrumei, coloquei essa roupa -Look Acima-

E a campainha começa a tocar. Acho que eu já sei quem é.

Abri a porta e só vi um grande buquê de rosas brancas. Eram lindas e perfumada. Ele tirou elas da frente do rosto e pude ver aquele lindo sorriso que iluminava meu mundo.


Eu: Você não perde a oportunidade de ser perfeito, né?

Wonho: Você tá... muito linda – ele me olhou de cima a baixo

Eu: Entra. Que eu já tô quase pronta. - Eu peguei as flores- São lindas amor.

Wonho: Não tão lindas quanto você.

Eu: Humm, andou decorando frases românticas na internet, né? - eu ri

Wonho: É sério, você tá muito linda. Acho que é melhor a gente ficar em casa sabe – Ele veio por trás de mim enquanto eu colocava as flores em um vaso e me deu um beijo na nuca me fazendo arrepiar.

Eu: Nada disso. Cadê o romantismo agora? Vamos sair sim.

Wonho: Tudo bem. Mas depois, você já sabe o que eu quero.- Segurou minha cintura com força me pressionando contra o seu corpo

Eu: Isso se você merecer, meu bem – Dei pequenos selinhos no pescoço dele para provoca-lo e saí


A gente estava no carro e o Wonho estava com uma mão no volante e outra na minha perna. Eu mereço esse tarado.


Eu: Presta atenção no trânsito, meu filho. Para onde você vai me levar?

Wonho: Você vai ver querida.


A gente chegou em um lindo restaurante. Pensei que a gente ia se sentar nas mesas só que o Wonho falou alguma coisa com o recepcionista e nós começamos a ir para uma parte reservada lá em cima. Ficava na cobertura. Quando eu cheguei vi uma mesa linda, a vista era perfeita e corria uma leve brisa. Eu amei. Nós jantamos e rimos muito. Tomamos um pouco de vinho e ficamos meio alegrinhos. Principalmente ele, o que me fez rir. Eu fui ao banheiro e quando voltei passei as mãos sobre as costas dele, só que ele me segurou e me sentou em seu colo com rapidez e eu tomei um susto


Wonho: Você tá especialmente linda hoje, não sei se consigo aguentar até em casa – Sussurrou e segurou minha nuca, sorrindo maliciosamente

Eu: Nem eu. - Mordi seu lábio – Vamos embora agora.


Ele pagou a conta e a gente pegou um táxi. Realmente não podíamos dirigir por causa das taças de vinho infinitas. Chegamos no meu apartamento e ele me agarrou já no meu elevador.


Eu: Wonhoooo – Gritei quando ele me levantou e me pendurou de surpresa na sua cintura- Aqui não, calma.

Wonho: A gente já fez isso antes, não se lembra? - mordeu meu pescoço

Eu: Meu passado me condena. - eu ri e sai do colo dele.- Mas se alguém me vir aqui, vou ficar com má fama no prédio novo

Wonho: Você devia se preocupar com isso então, porque hoje eu vou te fazer gritar tanto que a Coreia inteira ouvir – mordeu o lóbulo da minha orelha me fazendo arrepiar

Eu: Socorrooo, o que eu fiz para ter um namorado tão sexy assim? - Passei a mão pelo topete dele e ele entrelaçou a mão em meus cabelos e me beijou.


Chegamos no meu apartamento e ele já foi logo tirando a camisa e me deitando no sofá. Ficou por cima de mim e começou a me beijar e a passar a mão pelo meu corpo, subindo o vestido. Ele começou a beijar meu pescoço e eu passava a mão pelas suas costas e arranhava suas costas. Eu virei ele e fiquei por cima, com uma perna em cada lado de seu quadril, comecei a beijar seu pescoço e fui descendo, beijando seu abdomen. Até que parei

Wonho: Continua, continua, eu tô quase morrendo aqui.

Eu: Vamos para quarto Sr. Apressadinho. - Levantei e puxei por uma das mãos.


Entramos no quarto e eu empurrei ele na minha cama. Ele ficou lá deitando e eu comecei a tirar o vestido lentamente. Wonho me olhava como se fosse me engolir só com os olhos. Fiquei só de calcinha e sutiã e já ia tirar, quando ele me puxou fazendo eu cair em seus braços. Ele me virou, ficando por cima de mim novamente. Foi descendo beijando meu colo e tirou meu sutiã, beijou meus seios delicadamente e foi descendo, cada toque de seus lábios eram intensos e me faziam arrepiar. Ele tirou minha calcinha e olhou para mim maliciosamente, segurou minhas coxas com força, dessa vez parecia que tinha algo dentro de mim, que era insaciável, acho que foram as taças de vinho, ele estava me fazendo quase desprender do corpo, quando eu implorei …


Eu: Wonho, quero você agora – sussurrei fraco


Eu fiquei de joelhos na cama e puxei ele pra perto de mim. Abri o fecho da sua calça e ele me ajudou a tira-la, junto com a sua boxer. Logo ele por cima de mim, começou com movimentos lentos mas logo acelerou como nunca. Seguimos com um ritmo frenético, a cama ficava batendo na parede fazendo um barulho incessante. Eu gemia muito, ou gritava, talvez. Até que completamente suados, ele gemeu alto e caiu sobre mim. Nossas respirações aceleradas, estava muito quente ali. Eu nunca tinha me sentido daquele jeito antes, tão completa. Nos olhamos de um jeito que acho que conseguimos dizer tudo o que queríamos dizer. Já que eu não ia conseguir falar nada naquele momento.



                                       ~ JOOHEON ON~

Já eram quase 11 h da noite quando a Joy chegou no apartamento. Eu fiquei muito preocupado. Falei para a Kyla que ela tinha ido dar uma volta e ela acabou dormindo, mas eu não consegui. Procurei ela pelo quarteirão e nada. Eu já tava pensando em ligar para a polícia, aí ela chegou.


Eu: Onde você estava? - Levantei do sofá preocupado

Joy: Não é porque eu moro aqui, que tenho que te dar satisfações da minha vida.

Eu: Dá para você parar de ser grossa pelo menos por 1 minuto? Eu estava preocupado com você, não dá pra perceber? - gritei

Joy: Então para de me fazer sentir estranha por pelo menos 1 minuto! Para de ser tão lindo, de ser tão carinhoso! Para de fazer meu coração acelerar desse jeito! - Ela disse gritando e eu fiquei boquiaberto


Os segundos que se passaram foram extremamente estranhos. Ela colocou a mão na cabeça como se não acreditasse no que acabou de dizer. Eu fiquei muito confuso, porque até então pensei que ela não gostava de mim.


Eu: Joy... eu – ela levantou a cabeça e vi que chorava

Joy: Não precisa falar nada. - Choramingou e foi para o quarto correndo


Eu fiquei estático na sala. E agora? Eu também sinto algo por essa garota, não sei explicar o que é. As circunstâncias eram diferentes porque eu achei que ela me odiva. Deitei na minha cama, mas não consegui dormir. Senti vontade de fazer inúmeras coisas, de tentar algo com ela, de esquecer isso porque seria complicado. Mas não cheguei a conclusão alguma. Acordei com uma dor de cabeça terrível. Alguém bateu na porta, disse para entrar e era a Kyla.


Kyla: Bom dia Honey! - disse animada

Eu: Bom dia anjinho – disse fraco

Kyla: Você tá bem?

Eu: Acho que não, estou com dor de cabeça.

Iza: Vou lá pegar um remédio pra você.

Eu: Não precisa. - Mas quando eu vi ela já tinha saído


Levantei com dificuldade e fui até o banheiro, decidi tomar um banho para ver se ajudava a melhorar um pouco essa dor de cabeça. Saí do banheiro e coloquei só uma calça de moletom. Já ia sair para comer alguma coisa quando a Joy dá 3 batidinhas na porta e entra.


Eu: Bom dia – sorri

Joy: Minha irmã disse que você estava com dor de cabeça? Eu fui lá na farmácia comprar analgésicos, porque aqui não tinha. - Ela segurava um copo de água


Eu: Obrigada Joy. - Peguei o copo e tomei o remédio , ela já ia saindo- Joy, eu posso conversar com você? - Ela olhou para mim e assentiu


Eu sentei na cama e ela sentou ao meu lado.


Eu: Olha só, sobre o que você me disse ontem, eu... - ela me interrompeu

Joy: Não precisa disso Jooheon. Você não gosta de mim e … - eu a beijei



Ela foi pega de surpresa, mas logo deu passagem para minha língua e nós começamos um beijo calmo e delicioso. O beijo foi ficando mais quente e ela se levantou e sentou no meu colo, com uma perna de cada lado das minhas coxas. Ela entrelaçou as mãos no meu pescoço e eu segurei a cintura dela. Virei ela na cama e fiquei por cima, comecei a beijar seu pescoço, ela estava gemendo baixinho de olhos fechados. Foi aí que alguém bateu na porta e a Joy saiu com tanta pressa que foi parar lá do outro lado da cama. Eu estava ofegante e a Joy ficou se arrumando no arrumando rapidamente, estava só um pouco despenteada depois disso. Foi quando o I.M entrou, ele olhou para a gente e naquele momento soube o que tinha rolado, me olhou malicioso.


Eu: Oi I.M – disse sem vontade

I.M: A Kyla tava lá em casa, ela falou que você tava meio mal, porém você parece ótimo. - eu olhei pra ele com cara de ódio

Joy: Eu vou indo, vou deixar vocês sozinhos – ela estava vermelha de vergonha e saiu do quarto.

Eu: Valeu hein.

I.M: Cara eu sabia que você ia pegar ela. Como alguém tem uma gostosa dessas em casa e não faz nada? Não tem como.

Eu: Cala a boca idiota. - Me deitei na cama, sem acreditar naquela garota. Depois daqueles beijos, eu realmente senti algo forte.



                                       ~ VOCÊ ON ~


Acordei com o Wonho do meu lado dormindo como um anjo, ou um deus do sexo talvez. O que foi esse menino ontem a noite? Perfeição Divina. Acho que ele merece um café da manhã bem especial. Fui no banheiro e depois fiz um waffles, torradinhas e capuccino pra gente. Levei na cama e fui acordando ele com selinhos, ele foi acordando com um lindo sorriso no rosto.


Wonho: Como é bom acordar desse jeito.

Eu: Você mereceu.

Wonho: Eu não te mereço, mas obrigada lord, por você estar comigo nesse momento.  Humm fez café da manhã? Que lindo, estou faminto.

Eu: Também. Vamos repor as energias

Wonho: Para gasta-las de novo mais tarde, né? - sorriu malicioso

Eu: Você é um perigo.


Comemos e depois eu fui tomar banho. O Wonho ficou me enchendo o saco é claro.


Wonho: Deixa eu entrar, por favor! - disse pela porta do banheiro

Eu: Não, se você entrar eu não vou conseguir tomar banho, você vai querer fazer outra coisa.

Wonho: Por que não? Você nem tem trabalho hoje.

Eu: Eu sei, mas vou sair com a Joy, combinei de almoçar com ela. E já tá tarde.

Wonho: Que saco. Que bom que a gente tem a vida inteira para fazer isso.


Eu sorri quando ele disse isso. A ideia de passar a vida inteira ao lado do Wonho me deixava nas nuvens. Mas a gente nunca pensou seriamente nisso. Falamos dos nossos sonhos, mas vivemos um dia de cada vez. Liguei para a Joy e nós nos encontramos no shopping, comprei algumas roupas para ela e ela me contou que ficou com o Jooheon, eu fiquei tão feliz por isso. Ela era especial, eu aprovo totalmente esse relacionamento. Fomos no salão de beleza e ela ficou linda. Convenci ela a ir na baladinha de hoje a noite. Vai ser perfeito.


Voltei para minha casa, fiquei assistindo algumas coisas que passavam na TV, o Wonho foi para o apartamento dele. Quando alguém me liga. Era a Vi


~ Ligação ON~


Eu: Alô amigaaa

Vi: Amanhã eu tô chegando

Eu: O que? Não brinca? Sua loucaaaa

Vi: A Maria vai também. - Eu comecei a pular de alegria

Eu: Você duas vão morar comigo??? Isso é perfeito.

Vi: Só eu. A Maria vai ir fazer uma surpresa para o Hyungwon, mas os pais dela não deixaram ela morar aí.

Eu: Que droga. Mas os seus deixaram, né?

Vi: Sim, por 2 meses.

Eu: Só isso?

Vi: É.

Eu: O I.M vai ficar feliz.

Vi: Eu não quero que ele saiba. Ele deve estar chateado comigo, com razão. Porque eu disse que ia ligar pra ele, mas nem suas mensagens eu respondi.

Eu: Você vão esclarecer tudo. Cara, eu tô tão feliz!!!

Ficamos conversando por umas 2 horas.


~Ligação OFF~


Fui tomar um banho e estava muito animada para a festa de hoje. Ia ser demais.


CONTINUA...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...