História Jogo das escolhas - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Escolha, Escolhas, Jogo, Paradoxo, Sobrevia, Tempo, Timeline
Visualizações 6
Palavras 1.026
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Canibalismo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Nossa.. eu demorei para postar!
Demorei porque eu tava aprimorando minhas habilidades de escritor (e vendo uns trocentos animes)
tomara que gostem e eu garanto que vou posta os próximos capítulos sem muita demora.
Até!

Capítulo 3 - Jogo da morte - parte 1


Fanfic / Fanfiction Jogo das escolhas - Capítulo 3 - Jogo da morte - parte 1

Oi, que bom ver você de novo. Sabe, eu estava pensando, já que você está me proporcionando tanta diversão eu pensei em responder uma pergunta para você. Pergunte o que quiser:

“Você resolve perguntar quem ou o quê você é.”

Essa é bem fácil, por favor, seja mais criativo na próxima. Você é o que eu chamo de “jogador”, uma alma sem gênero, totalmente pura que reincarna no Mundo físico para ser um novo humano. Você não é que nem qualquer alma, ao contrário das outras, além de reincarnar, você pode reincarnar em qualquer época. Futuro, passado e presente não existem para você. Essa característica é tão forte em você que pode renascer enquanto outras de suas reencarnações está por ai. Esse é o que você pode chamar de “fim dos tempos”, um ponto infinito no futuro que está ligado ao passado, presente e o “antigo futuro”. E eu estou aqui para o vigiar e até te dar conselhos as vezes.

Tenho um extra para você, é uma complementação bem útil. Eu, antigamente, já fui como você. Só que tomei o que era meu como direito. Talvez um dia você esteja em meu lugar, até lá eu serei o mestre de jogos desse nosso “rpg de mesa da realidade”, eu que narrarei a sua história no mundo físico. Mas, sinceramente, acho que isso não vai acontecer tão sedo.

Com sua pergunta respondida você está pronto para reencarnar. Vamos ver qual será sei próximo desafio. Hehehehehe, até mais e... boa sorte em sua nova vida.

 

 

Nick e Julie são namorados. Eles tem dezessete anos. Ambos já namoram a três anos. Quando Nick pediu ela em namoro ele estava muito nervoso. Ele só não sabia que ela também gostava dele. Um amor-perfeito, claro que eles brigavam algumas vezes mas eles sempre faziam as pazes. Que nem no dia que eles brigaram por causa de um mal-entendido. Um ano de namoro, Julie viu Nick falar com uma garota que ela não conhecia. Ela ficou com ciúmes. Então começou a vigiar eles. Ela se depara com um dizendo que ama o outro. O que ela não sabia era que eles eram primos. A garota era Samanta, prima de Nick e também amiga de infância. Ai começou a briga. Ele tentava explicar mas não dava pois ela estava crente que era uma traição. Demorou uma semana inteira para finalmente convencer ela. Depois disso a confiança deles um no outro só aumentou. Natais e Anos novos juntos. Mas algo poderia os separar. Uma... Escolha...

Outubro de mil novecentos e noventa, eles estão voltando da escola. Decidem fazer um desvio, para ficarem mais longe de casa e em compensação ficarem juntos a mais tempo. Os dois estão sendo seguidos. Então tudo fica escuro. Julie acorda em uma casa que parece ter sido abandonada. Ela por alguma razão sente como se tivesse levado uma pancada na cabeça só que não se lembra. Nick está desacordado do lado dela. O que aconteceu? Por que eles estavam lá? Ela só se lembrava que alguém estranho estava seguindo eles.

Em meio essas duvidas Nick finalmente acorda. Os dois se abração. Repentinamente ouvem uma vós vinda de um alto-falante, pendurado na parede do quarto que estavam presentes:

– Ora, vocês finalmente acordaram. Eu já estava quase a ir ai e cortar a garganta de vocês!

– Quem é você! – Nick grita.

– A... Eu? Eu só sou um cara que gosta de se divertir! Chamem-me de Jack. Vocês gostam de se divertir? Por que se gostam, vão se divertir muito.

– Por que no prendeu aqui? – Julie fala com um tom de medo.

– Por quê? Pare divertirem-se comigo.

– Como assim? – Nick pergunta.

É um jogo. Vocês terão que encontrar a saída. No momento estão em um dos quartos de uma grande mansão. O objetivo de vocês muito simples, devem achar a saída, e acreditem, a única saída é a porta da frente. Eu, como um poderoso inimigo de jogo de terror vagarei pelos quartos dessa mansão e procurar por vocês. Evitem me achar, por que se me acharem, dificilmente viverão. Outra dica é que tomem cuidado com as armadilhas, eu espalhei muitas por essa mansão. E mais uma coisa, vocês não são os únicos que já jogaram esse meu jogo então se toparem com um cadáver por ai, saibam que eles já foram jogadores. Que o jogo comece! – Comunicação cortada.

– O que vamos fazer!? – Julie começou a entra em pânico mas Nick abraça ela e a acalma dizendo:

– Está tudo bem, está tudo bem, vamos ficar bem.

Depois de alguns minutos de consolação ela se acalma. Eles então começão a se aventurá pela grande mansão.

Eles então encontram um grande salão caindo aos pedaços. Decidem descansar mas começam a ouvir passos. Eles conseguem se esconder. É Jack, ele estava armado de um machado:

– Oi!? Eu pensei que tinha ouvido passos? Hehehe, tem alguém ai? Bom, já que conseguirão se esconder ou talvez fugir eu continuarei a procura. É tão bom brincar de caçada.

Um minuto depois ele saem do esconderijo:

– Droga, ele conhece muito bem essa mansão. Estamos em desvantagem.

Eles começam a procurar de novo pelos corredores. Havia um jardim dentro da mansão, envolto por ela. O casal o acha, e se deparam com um lugar bem belo. Se não fosse a situação que estavam inclusos com certeza aproveitariam. Começaram a procurar pelo seu objetivo até que escutam algo se movendo pelas árvores. Nick então se aproxima para checar o lugar e responde:

– … Só foi um gat-- – Jack de repente aparece chutando ele dizendo:

– E ai?!

– NICK!! – Julie grita:

– JULIE CORRE!

Nick está no chão. Jack ataca ele com seu machado mas Nick consegue pegar um grosso graveto para segurar o ataque de Jack. Ambos estão em uma competição de força. Julie sabe que Nick vai perder.

 

As escolhas são:

 

1 – Pegar uma grande tora de madeira e atacar. (Vá para a TimeLine 1 no Próximo capítulo)

2 – Atirar uma pedra em Jack para chamar a atenção dele. (Vá para a TimeLine 2 no Próximo capítulo)

 

Incógnitas:

1 – Julie é uma garota sensível e gentil.

2 – Jack está acostumado.

3 – Julie está sob o efeito de adrenalina em seu organismo.


Notas Finais


O que acharão? Não precisaram esperá tanto pelo próximo capítulo e se tiver um assassinato de português podem me avisar(aprimorar minhas habilidades de escritor é? kkkk)
Até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...