História Just you - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Visualizações 21
Palavras 733
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá gente, como recompensa fiz um capítulo grande para os meus padrões com um bônus.

Capítulo 3 - Crise


Natsu

Ela me desafiava com o olhar, ela era uma centelha que estava bem perto de se multiplicar em fagulhas, e me incendiar em um desafio iminente. E então quando ela ia pedir algo simplesmente desabou na minha frente.

-Natsu, o que aconteceu com a lucy- meu pai correu apressado até nos.

- Ela desmaiou- então a olhou preocupado e tirou seu celular do bolso- vou ligar para o jude, leve ela ao hospital agora!

-Por que você vai ligar para ele?- ele me olhou irritado.

-Ele é o pai dela natsu! Vá!

Lucy

Quando acordei tentei entender onde foi parar os estábulos juntos com os cavalos, e então percebi onde encontrava minha localização com um suspiro seguido de um fungado minhas lágrimas me embalaram em choro sofrido, a ferida que obriguei a adormecer veio com tudo, toda a decepção e dor vieram em um soco no meu coração. Eu não queria chorar, não suportaria chorar. Então a figura que se encontrava desesperado finalmente agiu me abraçando segurou meu rosto e me guiou com as suas grandes mãos, ao seu peito.

E me rendi e chorei fortemente contra o abraço daquele estranho que tentava me consolar.

- Lucy! – ele me se aproximou me tomando dos braços de natsu- eu sei de tudo meu bem- falou com calma meu sofrimento o fazia mais compreensível, esqueci que eu era apenas suas expectativas frustradas e o abracei.Ele sabia que string me traíra.

                **************

Depois de todo o acontecido voltei assim que senti melhor, mesmo com os protestos do meu pai apenas entrei no meu carro e cheguei inspecionando todos os cavalos e cuidando, parei na baia de happy ele se aproximou e pude acaricia – ló.

Fui virada para o lado oposto e quando encontrei o par de olhos verdes musgo com preocupação, me apressei.

- desculpa não o deveria ter colocado você nessa situação- e antes mesmo de acabar de me explicar ele me beijou arqueei surpresa, o ato repentino me tirou o fôlego e antes de empurra – ló para longe de mim, ele apenas me pegou pela nuca e aprofundou o beijo e esqueci de todos os motivos para não corresponder, ele apenas me puxou para cima e enlacei sua cintura, estávamos em uma baia vazia então pude ver que ele sentou e me puxou ao seu colo e nos separamos do beijo pude ver algo arder em seus olhos, colou nossos lábios novamente em uma súplica de desejo eu já estava envolta com os seus toques me levando ao desejo junto dele.

Ele tirou minha bermuda junto com a minha calcinha e percebi no que tudo ia levar, e pela primeira vez não senti vontade de interromper, não era como sting eu também o queria, e quando ele tirou a roupa e colocou a camisinha em tempo recorde fiquei nervosa, ele percebeu e olhou nos meus olhos pedindo consentimento, eu o dei.

E quando ele me penetrou eu apenas pude gemer de dor, então ele me olhou atordoado e xingou.

Lucy não acredito que você é virgem, meu pai disse que você estava noiva do idiota do sting- ele estava saindo de mim, em um ato de coragem eu sentei novamente nele em resposta ouço o  seu gemido, eu gostei do seu som e quando fiz novamente ganhei um olhar de aviso e desejo, a dor não estava mais dilacerante.

-lucy você está me deixando louco, pare agora, ou eu vou simplesmente te foder.

Eu me assustei com a escolha de suas palavras, eram sujas e mesmo assim só me excitaram.

Eu comecei a cavalgar nele em meu próprio ritmo. Ele soltava gemidos de aprovação quando eu apenas seguia sua mãos ao meu redor me instruindo a rebolar lentamente em sua ereção.

Ele trombou a cabeça para traz e logo depois me jogou em algo ficando por cima quando eu ia protestar ele envolveu meu seio com sua boca em um beijo quente eu apenas me contorci sentido prazer com aquilo e ele veementemente deu atenção eu apenas me derreti e quando ele se separou deles, eu protestei ele me penetrou forte.

AH- não pude suportar, ele colocou sua mão nos meus lábios me calando e continuou o ritmo terrivelmente bom, mordeu minha orelha e me beijou, e foi ridiculamente gostoso eu cheguei ao meu limite e logo depois ele chegou ao seu. Apoiei minha cabeça em seu ombro e fui envolvida em seus braços quentes e adormeci.



Notas Finais


espero que tenham gostado♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...