História Knights - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Ekatarina, Ficção, Gaia, Guerra, Magia, Original, Sangue, Sombrio
Visualizações 1
Palavras 609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shonen-Ai, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - A mulher sem paciência


Fanfic / Fanfiction Knights - Capítulo 1 - A mulher sem paciência

APRESENTAÇÃO DE PERSONAGEM

Olá, meu nome é Gaia Prunn, sou uma garota de 17 anos que veio do interior de Mansoon, tenho cabelos longos e escuros, olhos pretos e 1,66 de altura, vim para a capital para me tornar uma Knight e cumprir meus interesses usando todo o meu poder se for preciso.

NARRADOR

A história começará em Nakari capital de Mansoon, Nakari é famosa por ter a sede da Honor Knight. Vamos começar a história em um restaurante

Entra no restaurante e senta-se perto de uma janela (Dorofei e Ekatarina) um senhor de cabelos grisalhos e uma muleta e uma mulher alta por volta de 22 anos de idade de cabelos escuros longos penteado para o lado esquerdo e um belo corpo colado em uma camiseta vermelha e uma calça preta.

Ekatarina – (Ascendendo um cigarro na boca) Mestre não sei porque você gosta deste lugar a comida aqui é horrível

Mestre Dorofei – Você pode não gostar da comida em um geral, mas a sopa de feijão deste lugar é a melhor de toda Nakari

Dorofei bate em Ekatarina com sua muleta

Dorofei – Ekatarina quantas vezes preciso falar para você não fumar? Isso prejudica você deixando-a mais fraca

Ekatarina – Pelo menos o gosto do cigarro disfarça o gosto de merda da comida deste lugar

Dorofei bate novamente em Ekatarina

Ekatarina – (Escandalosa e agressiva) o atendimento também é uma merda, será que ninguém trabalha nessa porra

Dorofei ameaça bater novamente em Ekatarina mas ela se acalma antes de levar outra pancada

Dorofei – Cala-se agora, essa jovem atrás de você vai nos atender, não é mesmo?

Esta jovem era Gaia Prunn

Gaia – Sim senhor irei atendê-los, me chamo Gaia

Ekatarina – Vai ficar aí parada ou vai trabalhar

Dorofei – Então Gaia nos traga o de sempre

Gaia – Me desculpe mas o que seria o “de sempre”

Ekatarina suspira e serra os punhos sem nenhum pingo de paciência restando se segura para não perder a cabeça

Dorofei – (risos) o de sempre é sopa de feijão

Gaia – sim senhor, vou providenciar duas sopas de feijão

Gaia dá as costas e vai buscar as sopas

Ekatarina com as mãos no rosto

Ekatarina – Por que mestre? Porque é sempre uma pirralha burra

Dorofei – Burra ou você que sempre é agressiva e quer socar as pessoas

Ekatarina – Não me tornei uma pugilista atoa

Vindo com muita pressa com as sopas, Gaia tropeça derramando tudo em cima de Ekatarina e Dorofei. Ekatarina cheia de raiva virou-se com um soco tão potente no peito de Gaia que as janelas de vidro do restaurante viraram estilhaços com o impacto do soco, Gaia foi jogada para fora do restaurante, mas o que mais impressionou não foi o soco de Ekatarina e sim que Gaia conseguiu defender parcialmente o golpe, Ekatarina percebendo foi pra cima com outro soco mas esse foi bloqueado por Dorofei que imobilizou Ekatarina no chão e Gaia que estava assustada sem saber do porquê de toda violência fica ali sentada no chão de frente para Dorofei que tentava acalmar Ekatarina que estava se debatendo querendo ir pra cima de Gaia

Dorofei – Está tudo bem jovem?

Gaia – estou sim

Ekatarina – Me solta eu vou quebrar esse monte de merda

Dorofei ficou muito surpreso pois sabe que são poucas pessoas no mundo que conseguem sair ilesas de um soco de Ekatarina

Dorofei – Como aguentou um golpe desses?

Gaia – (espantada) Eu só usei meu poder, mas foi sorte nem sei como funcionou

NARRADOR

E foi assim que Dorofei viu potencial em Gaia. Depois que Ekatarina se acalmou Dorofei convidou Gaia para ir até seu dojo na cidade.

E assim por acidente a jornada de Gaia para se tornar uma Knight começa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...