História Kommandeur Des Regens. - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura, The 100
Personagens Anya, Bellamy Blake, Clarke Griffin, Costia, Finn, Fionna, Hudson Abadder, Indra, Jasper Jordan, John Murphy, Lexa, Lincoln, Marceline, Marshall Lee, Octavia Blake, Personagens Originais, Princesa Jujuba, Principe Chiclete, Raven Reyes, Roan
Tags Clexa
Visualizações 36
Palavras 1.640
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 33 - Good Bye.


Fanfic / Fanfiction Kommandeur Des Regens. - Capítulo 33 - Good Bye.

Ridley Lamartine...


Assim que chego ao andar de baixo vejo Roan e suas vadias na área arrumando a maior confusão.

-- o que esse chibungo faz aqui? _ digo nada gentil.

-- estava te procurando mesmo platinada._ Roan diz avançando em minha direção._ eu vou denunciar o que ocorreu no paintball.

-- o que? _ digo da forma mais sarcástica que consigo _ ah é,deve ser a surra que você levou da Lexa ,ou o fato da sua irmãzinha te dormido comigo juntamente da Costia estrelando meu porno preferido.

-- você se acha demais , não é mesmo aberração? _ Roan diz entre dentes.

-- eu sou o que sou Roan ,agora já você precisa se assumir logo camarada e ser feliz._ Zombo dele.


Alguns minutos depois...



Roan e eu ainda trocavamos ofensas como duas crianças,o pessoal que antes se divertia agora estavam todos em volta olhando o que acontecia.

-- eu comi aquela sua amiga Raquel _ disse Roan zombando.

-- quem nunca? foda-se ,eu comi a tua ex namorada _ menti ,pois eu nunca dormiria com a Echo pois a mina era da hora demais pra mim.

-- eu dei uma dedada naquela médica gostosa _ disse apontando para Luna que arregalou os olhos ._ sabe no acampamento quando você e Lexa planejaram aquela vingancinha infantil Luna me contava tudo e depois dava gostoso pra mim...e depois quando ela foi me examinar acordei com ela me mamando gostoso _ ele ria e se aproximava de mim _ me diz como foi beijar a boca dela e saborear a minha porra Ridley?

-- ah seu FDP _ disse avançando para cima do idiota lhe dando um soco.

Socos pra lá ...socos pra cá...mina gritando... Castiel tentando me separar….meu pai de braços cruzados com um olhar de desgosto...Luna chorando enquanto Anya lhe dizia umas verdades...Lexa em desespero sem saber o que fazer...

A briga aumentou o que acabou envolvendo as minhas meninas,derrubei Roan no chão e sai da festa .





-- Ridley amor espera _ Luna fala me segurando pelo braço.

-- não me toca _ puxo o braço bruscamente _ você não merece nada do que eu te dei.

-- você está morrendo o que espera que eu faça? _ Luna grita.

-- que ficasse comigo até o fim _ digo tomada por um sentimento ruim _ você teve tudo de mim ,e ninguém sabe se eu não sobreviveria a cirurgia ,são 50% de chance de ambos.

-- Ridley tudo o que tivemos foi bom enquanto durou e ainda pode ser _ diz se aproximando de mim .

-- haha nunca mais _ digo perdida em mim _ nunca mais nem você nem ninguém.

-- assuma Ridley _ grita Luna._ assuma que o que parte o seu coração é Anya ter me escolhido,assuma.

-- não _ digo olhando as meninas se aproximando de nós _ o que parte o meu coração é saber que ela escolheu todas menos a mim,é saber que não importa o que eu faça ela nunca vai ser corajosa e me querer de volta ,então fique com ela tenha ótimos orgasmos por que um dia ela vai te partir ,assim como vocês estão fazendo agora comigo.


Me afasto delas indo sem rumo a lugar algum,vou seguindo meus passos pelas ruas .


Três Dias Depois...



3 dias,eu levei três 3 para voltar pra casa.

Eu andei pela área de paintball pelos três dias,não me orgulho disso mas eu chorei e dormi na mata sentindo pena de mim mesma.

“ Tão estúpida”

Como cheguei a esse ponto? De achar que alguém me amaria dessa maneira? Como eu me iludi dessa maneira?

“ Estúpida estúpida estúpida ….”

Repitia esse pensamento enquanto lançava flechas nas fotos de Luna e Roan .

Três dias descontando minhas frustrações em árvores e lá estava uma Ridley diferente de todas que eu já fui.

Entrei em casa dando de cara com as garotas na sala,eu ignorei cada uma tão fácil ,me dirigi para a cozinha indo até a geladeira pegando uma Heineken gelada.


-- por onde andou? _ Castiel me pergunta .

-- por aí,eu já sou maior de idade, sei me cuidar beterraba ._ respondo sem me importar.


-- estávamos preocupados com você _ Lexa diz irritada.


-- deviam cuidar mais da vida de vocês ,não preciso de ajuda e muito menos da pena de vocês _ digo ríspida com meu dedo cutucando o peito de Lexa com pequenos empurrões.


-- não faça isso Rid _ Marcy segura meus ombros _ sabe que somos uma família,a sua família.


-- eu vou embora _ digo me afastando _ eu tenho um tumor do tamanho de uma laranja no cérebro,eu vou cuidar disso e não quero vocês por perto .


-- não pode fazer isso _ Castiel grita nervosa sendo segurada por Alex e Anya _ não pode jogar essa informação assim e do nada decidir que vai passar por isso sozinha .

-- sim ,eu posso.... é a minha vida,meu cérebro, meu tumor ,meu corpo _ disparo irritada _ é a porra da minha vida.

Sai da cozinha e subo as escadas indo direto a meu quarto,bato a porta tão forte quanto o soco que Lexa me dá.

-- sua idiota escrota do caralho _ diz me batendo _ por que escondeu isso de mim?

-- odeio repetir minhas palavras,e tenho certeza que você também estava na cozinha então não vou repetir _ digo limpando o sangue que escorre de minha boca.


-- eu vou com você _ diz Lexa  sentando em minha cama _ e não tem como mudar minha decisão.

-- certo então faça as malas querida,pois eu não sei pra onde vou e nem quando irei voltar. _ digo vencida e feliz por pelo menos ter Lexa comigo.

-- quem mais irá? _ pergunta

-- eu,você Lincoln o casal Bubbline e Gumee _ digo massageando meu maxilar  me sentando na poltrona em frente a cama _ talvez a gostosa da Asami agora que ela largou do Mako pra ficar com a Korra e ao invés disso o pequeno urso polar preferiu ficar com o Mako,nada contra mais quem em sã consciência deixa uma gostosa como a Asami Sato de lado? Bom eu irei me aproveitar disso,sempre tive uma queda por ela.

-- você nunca toma jeito né? _ Lexa pergunta sorrindo.

-- eu não vou me deixar abater agora ,se eu fizer isso nunca irei superar._ digo me levantando _ bom vá se arrumar que iremos sair daqui a pouco.

Lexa concorda com um acenar de cabeça e vai em rumo a seu quarto ,eu me sento na cama novamente e me estico até alcançar meu violão ao pé da poltrona.

-- uma última canção _ digo a meu amado violão vermelho perolado.



Dói Como o Inferno


Como posso dizer isso sem desmoronar?

Como posso dizer isso sem arcar com as consequências?

Como posso transformar isso em palavras

Quando é praticamente demais para a minha alma sozinha?


Eu amei e te amei e te perdi

Eu amei e te amei e te perdi

Eu amei e te amei e te perdi

E dói como o inferno

Sim, dói como o inferno


Eu não quero que eles saibam os segredos

Eu não quero que eles saibam o jeito como eu amei você

Eu não acho que eles entenderiam, não

Eu não acho que eles me aceitariam, não


Eu amei e te amei e te perdi

Eu amei e te amei e te perdi

Eu amei e te amei e te perdi

E dói como o inferno

Sim, dói como o inferno


Sonhos lutam com máquinas

Dentro da minha cabeça como adversários

Venha lutar para me libertar

Purificar a partir da guerra


Seu coração se encaixa como uma chave

Na fechadura de uma parede

Eu viro-a, eu viro-a

Mas eu não posso escapar

Eu viro-a, eu viro-a 


Eu amei e te amei e te perdi

Eu amei e te amei e te perdi

Eu amei e te amei e te perdi

E dói como o inferno

Suspiro nos intervalos de cada palavra,meu coração sangra e minha mente ferve em confusão...talvez eu deva esperar só mais um pouco.





Autora…






-- você está morrendo? _ pergunta Anya parada a porta.

-- do que isso importa? As pessoas morre sempre._ diz Ridley ainda dedilhando seu violão.

-- me desculpa _ pede Anya ainda parada a porta.

-- não _ diz Ridley friamente _ você não pode fazer todas as merdas do mundo e simplesmente me pedir desculpas e achar que a merece.

-- você tem razão _ diz Anya entrando ao quarto logo trancando a porta _ eu preciso merecer.

Ridley arqueia uma sobrancelha observando Anya se aproximar,em um segundo Anya tirou o violão do colo da platinada o colocando na poltrona e sentando no colo da garota.

-- me desculpe por te decepcionar _ pedi Anya olhando profundamente nos olhos de Rid _ Ridley eu não consigo lidar com isso eu….eu quero...por favor….não vá.

-- dezembro _ diz Rid _ você tem até dezembro pra me provar,pra me fazer ficar.

-- eu vou tentar._ sussurra Anya.


As garotas ficaram assim juntas o dia todo,sem conversar ,sem sexo,sem nada ….apenas abraçadas uma a outra.






3 Meses ...

5 De Dezembro.

Último Dia De Aula.






  Ridley acabou esperando mais alguns dias para partir,ela decidiu curtir os últimos meses de aula antes de trancar sua matrícula assim como suas companheiras de viagem.

Como já o esperado Anya não teve coragem de ficar com a platinada.

Lexa e Clarke conviviam apenas em grupo e após o vídeo de sexo entre Clarke e Nyilah vazar para a universidade inteira o clima ficou pior.

Bubbline e Gumee se juntaram a Ridley , Lincon,Francy,Asami e Lexa ,em frente a casa Grounders.

O pequeno grupo arrumavam suas coisas entre o camaro preto de Lexa e o jeep vermelho de Ridley aproveitando que o restante das garotas estavam em aula pois ninguém queria uma despedida.

Meia hora mais tarde o pequeno grupo de amigos já estavam se acomodando em seus lugares para partirem.

Marcy e Bonnie vão no Jeep vermelho de Ridley.

Marshall Lee e Gumball vão no camaro de Lexa.

Francy e Asami vão no Range Rover de Lincoln.

Lincoln ,Lexa e Ridley pilotam suas Harleys Davidsons.

E assim partem em rumo a vida nova e suas descobertas.









Por mais dolorosa que a vida seja e os contos sejam maneiras de fugir dela,eles nem sempre tem um final feliz assim como a vida.





Notas Finais


Boa Tarde.
Boa Leitura.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...