História La Vie En Rose - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Tags Casdean, Destiel, Destielau, Supernatural
Visualizações 21
Palavras 583
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha eu aqui!!!
O primeiro capítulo está maior que o prólogo, mas ainda sim, não está no tamanho que pretendo deixar os capítulos. Me dêem dicas de como vocês preferem, e em que eu posso melhorar, okay?
Nos vemos lá embaixo
Enjoy XOXO

Capítulo 2 - Une


Fanfic / Fanfiction La Vie En Rose - Capítulo 2 - Une


A luz fraca passava pela janela, mas foi o suficiente para Castiel acordar, e a sua famosa preguiça matinal, conheciada por todos da família, nunca passou tão rápido, algo que até mesmo Castiel estranhou. Sabia que se não se apressasse para tomar banho, se atrasaria para o trabalho, e mesmo seu chefe sendo seu pai, não gostava de chegar depois do combinado.
     Correu até o banheiro, com a roupa escolhida e uma toalha, se apressando em ligar o chuveiro, já ouvindo batidas de seu irmão Samandriel, pedindo que saísse logo.
Fez tudo o mais rápido que pôde, recebendo um olhar desentendido do menor, como se tivesse visto um fantasma
     -O que foi, Samandriel? Está bem?
     -Eu estou ótimo, me diz você se está bem, desde quando acorda cedo disposto desse jeito? Normalmente Maman precisa praticamente te arrastar da cama...
     Em troca do comentário recebeu uma toalhada fraca, vindo de um Castiel risonho
     -Ande logo ou vai se atrasar para a escola
     Saiu do banheiro deixando o irmão gargalhando para trás, voltando para o quarto.
     -Ginnie, acorda, precisa ir para a escola
     Ouviu a ruiva murmurar algo indecifrável, saiu de sua cama levando dois segundos para se jogar na cama da irmã.
     -Vamos Ginnie, levante ou vai se atrasar...
     -Desde quando você levanta antes de nós? — a pequena ruiva coçava os olhos de forma adorável
     -Por que todos estão surpresos? Eu apenas acordei disposto — o moreno apoiava a mão no peito, fingindo estar chocado — De qualquer forma, estou certo sobre se atrasar, levante
     Deixou a irmã sozinha no quarto, correndo nas escadas passando pela sala para chegar até a pequena cozinha
     -Já disse para não correr nas escadas, Castiel
     -Como sabia que era eu, Maman? Parece que todos estão surpresos por eu ter acordado cedo
     -E de fato, é surpreendente, Castiel, mas só você desce as escadas desse jeito, que eu já pedi para não fazer, aliás
     -Perdon Maman, estou disposto hoje
     -É bom ouvir isso, Castiel
     -Papa! Bonjour
     -Bonjour
     Deu um rápido beijo nos pais, com os irmãos não demorando a descer, com todos tomando o café da manhã juntos. Vinte minutos depois, deixavam apenas Lily em casa, com Chuck indo direto para a venda, pedindo que Castiel deixasse os irmãos mais novos na escola e só depois fosse ajudar o pai
     -Por que ele ainda pede pra você levar a gente? Não podemos ir sozinhos?
     -Vocês têm doze anos, eu tenho dezenove, já explica bastante coisa, hun, Saman?
     -Quando chegarmos, você pode brincar com a gente?
     -Se Papa não precisar da minha ajuda, sim, Ginnie
     Recebeu um abraço da ruiva, na altura da cintura, e sua mente só podia pensar que logo a irmã não seria tão pequena, e Castiel já sentia falta do presente. Deixou os mais novos na escola, voltando apressado.
Chegou na pequena loja do pai, colocando o avental azul.
     -Papa, o que quer que eu faça primeiro?
     -Pode cuidar das flores? Leva mais jeito que eu — o mais velho disse com um pequeno sorriso no rosto
     -Claro, Papa
     -Seus amigas da América passaram aqui
     -Charlie e Ross?
     -Oui. Pediram para sair com eles no sábado
     -Posso?
     -Pode. Só não vá gastar muito, oui?
     -Obrigado, Papa — sorriu satisfeito pensando nos amigos, se conhesseram há uns três meses, mas sentiam como se tivessem nascido juntos. 
     Logo começou seu trabalho de minuciosamente cuidar das flores, de vários tipos e de todas as cores, elas o faziam se sentir bem, o distraiam e davam uma sensação de paz que o
moreno adorava.


Notas Finais


O que acharam? Ainda estou me acostumando à rotina de escrita, mas pretendo postar de segunda e sexta. Pra quem achou a fanfics aqui, mas prefere ler no Wattpad, eu posto lá também. Não é difícil de achar, mesma capa e meu user é Simplekindofhunter.
Se tudo der certo, nos vemos segunda
XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...