História Let her go - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alexis Ren, Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Bieber, Justin, Laudrauhl
Visualizações 79
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores! Eu quero pedir desculpas por não ter postado na semana passada, tive que correr pra arrumar as coisas da faculdade e as coisas pra poder viajar. Vim o mais rápido que pude postar pra vocês, então espero que gostem e boa leitura!
OBRIGADA PELOS 100 FAVS E TODOS OS COMENTÁRIOS, VOCÊS SÃO DEMAIS <33

P.S.: Sei que o Jeremy não está mais com a Erin e sim com a Chelsey, mas em 2012 ele estava com a Erin, por isso coloquei ela.

Capítulo 13 - Christmas time


Fanfic / Fanfiction Let her go - Capítulo 13 - Christmas time

"I don't want a lot for Christmas

There is just one thing I need

I don't care about the presents

Underneath the Christmas tree

I just want you for my own

More than you could ever know

Make my wish come true

All I want for Christmas is you"

All I want for Christmas is you  – Mariah Carey

Stratford, ON

Dezembro de 2012

Justin Bieber's Point Of View

É Natal e eu estou extremamente animado. Jade passou a ceia com seus pais e nesse momento deve estar a caminho de Stratford, onde nós a esperamos para o almoço. Ainda não sei como apresentá-la para minha família. Jade é minha amiga? Namorada? Eu não faço ideia. Tudo que sei é que estamos juntos e aproveitando cada segundo.

Escuto o barulho de seu carro parando na frente da casa de minha mãe. Abro a porta e vou a seu encontro. Jade sai do carro e eu tiro sua bagagem do porta-malas. Ela beija meus lábios rapidamente e nós entramos na casa.

Pattie, Bruce e Diane estão sentados no sofá da sala. Jade abraça a todos eles, enquanto eu vou até o quarto deixar sua mala. Quando volto, vejo que ela já está conversando com a minha família.

Sento-me ao seu lado, enquanto escuto minha mãe falar sobre a vida na cidade. Jade escuta tudo entusiasmada e Bruce vai colocar a mesa. Sigo-o até a cozinha, tirando o frango do forno.

— Muito bonita a sua namorada.

— Ela não é minha namorada.

— Então deveria ser. – ele sorri. – Não se pode perder uma garota dessas. Você se arrependeria muito.

Assinto e saio da cozinha, colocando o frango na mesa. Logo que terminamos de arrumar a mesa, todos nos sentamos e começamos a comer. O almoço está bem animado e Jade parece pertencer ali.

Assim que terminamos, Jade se oferece para lavar a louça, mas eu digo que lavarei. Vou em direção à cozinha e começo a lavar os pratos e panelas, enquanto minha mãe guarda a comida que sobrou na geladeira.

— Eu adorei a Jade. – ela diz se aproximando de mim. – Ao contrário daquela outra garota.

Minha mãe odiava Chloe. Desde o primeiro dia que elas se encontraram, uma não foi com a cara da outra. Elas ficaram o tempo todo se alfinetando, enquanto minha mãe dizia que a garota não era boa o suficiente para mim e Chloe insinuava que alguns dos meus defeitos eram culpa de Pattie.

Então, em uma das vezes que Pattie foi me visitar em Toronto, ela disse que Chloe me tratava como seu empregado e as duas discutiram tão feio que minha mãe pegou o carro e voltou para Stratford no mesmo momento. Depois disso, tentei evitar que as duas se encontrassem.

— Aquela outra garota tem nome, mãe. – digo, revirando os olhos.

— Pra mim, não. Era só uma garota que queria te usar. Ainda bem que ela foi pra bem longe e te deixou em paz. – Pattie sai da cozinha.

Termino de lavar a louça o mais rápido que eu consigo e volto para a sala, encontrando todos jogando cartas. Assisto televisão enquanto eles jogam e, assim que termino, informo a eles que eu e Jade iremos para a casa do meu pai.

Entramos no carro de Jade e eu dirijo até o local. Chegando lá, descubro que ele está dando uma enorme festa, com um sol alto tocando. Meu pai sempre gostou de festas e não seria agora que ele iria parar.

A festa está bem tranquila, com alguns de seus amigos sentados conversando no sofá. Entro de mãos dadas com Jade dando um 'oi' para todo mundo e seguindo em rumo ao fundo da casa. No jardim dos fundos, uma enorme mesa de madeira acomoda umas vinte pessoas. Meu pai está no centro da mesa, acompanhado de Erin, sua esposa. Assim que ele me vê, levanta-se da mesa para me abraçar.

— Que saudade que eu estava, bro. – ele sussurra em meu ouvido e depois diz alto para todos ouvirem: – Acho que todos vocês devem lembrar do meu filho Justin. – aceno, dizendo oi. Jeremy abraça Jade e pergunta a ela qual seu nome. Assim que ela diz, ele continua: – E essa é a namorada dele, Jade.

Olho para Jade e vejo que seu rosto está completamente vermelho. Ela acena rapidamente e logo se vira para cumprimentar Erin e esconder o rosto vermelho. Cumprimento Erin também e logo puxo Jade para um pouco mais longe, escutando Jeremy gritar que posso ficar à vontade.

Vejo algumas crianças brincando perto da árvore e nós andamos nessa direção. Ao me ver, Jazmyn e Jaxon vem correndo em minha direção, pulando em meus braços. Assim que eles me soltam, apresento-os à Jade, que eles abraçam rapidamente e depois voltam a brincar.

Pego uma bebida para Jade e um refrigerante para mim e nos sentamos na beira da piscina, com os pés dentro d'água. Ficamos algum tempo em silêncio até que eu decido falar:

— Peço desculpas se ele te deixou envergonhada. Eu não disse a ele que você era minha namorada, disse apenas que traria uma convidada comigo. Ele deve ter entendido errado, sei que a intenção dele não era te constranger.

— Está tudo bem. – ela sorri. – Eu só fiquei um pouco surpresa com isso. Mas nunca seria uma vergonha namorar com você.

Ela beija meus lábios lentamente, enquanto eu passo minha mão por sua cintura. Escuto Jazmyn passar correndo e gritar "que nojo". Jade e eu rimos no meio do beijo e depois nos separamos, olhando um nos olhos do outro. Droga, como eu sou apaixonado por essa garota. Estou tão apaixonado que poderia fazer de tudo só para deixá-la feliz. Eu acho que nunca me apaixonei dessa maneira antes.

Escuto alguém gritar meu nome, tirando-me de meus pensamentos. Meu pai faz sinal para que nos sentemos perto dele. Eu e Jade nos levantamos e puxamos duas cadeiras ao lado de meu pai. Jeremy e seus amigos começam a cantar histórias de sua adolescência. Nós mal percebemos quando o dia se vai e quando vemos já passa de nove da noite.

Despedimo-nos de meu pai e de todos os outros que estão ali. Entramos no carro e eu vou dirigindo até a casa de minha mãe. Ao chegar, noto que o ambiente está silencioso, todos estão dormindo. Tranco a casa e dou um beijo de boa noite em Jade antes que ela entre para seu quarto.

Deito-me em minha cama de frente para a parede, sentindo-me estranho. Acostumei-me a dormir com Jade todos os dias e agora uma cama parece um espaço enorme para mim. Fecho meus olhos, tentando dormir, mas o sono não vem. Então, sinto a cama se mover um pouco e o corpo de Jade se encostar no meu.

— Eu desaprendi a dormir sem você. – ela sussurra.

— Eu também.

Então, ela entrelaça suas pernas nas minhas e eu finalmente caio em um sono profundo. 


Notas Finais


Eles são ou não são o casal mais fofo desse mundo? AAAAAAAA. Espero que tenham gostado meus amores, não sei se vou conseguir postar na próxima quinta, porque vou ficar o fim de semana inteiro fazendo um trabalho e tenho outro pra semana que vem, mas vou fazer de tudo para postar. Não deixem de comentar. Beijos e até a próxima <3
Cronograma: https://docs.google.com/spreadsheets/d/14W69a27Bx-KODNY_U2K8qVzb8HMqcSntqaqjG1nnsI8/edit#gid=0


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...