História Let Me Love You - Capítulo 66


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Camreng!p, Laureng!p
Visualizações 2.174
Palavras 2.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Policial, Romance e Novela, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 66 - 66


Fanfic / Fanfiction Let Me Love You - Capítulo 66 - 66

 

POV'S LAUREN

 

Demi começou a folhear o álbum passando algumas fotos com rapidez, ela parecia estar procurando uma foto especifica

 

- Eu conheço esse lugar... -falou apontando

 

Me sentei ao seu lado analisando a foto que ela mostrava, vendo que era uma foto em que eu estava na fazenda do meu avô

 

- Nessa eu estava na fazenda do meu avô, quando criança eu amava ficar lá -contei

 

Olhei pra Demi, ela parecia confusa, perdida, ou em um conflito, não dava pra decifrar direito a feição dela. Demi continuou passando as fotos até que parou em uma foto que estava com a minha avó, era uma das únicas fotos que tinha com ela, já que a mesma morreu quando eu ainda era criança

 

- É a vovó... -sussurrou

 

A encarei confusa, sem entender nada do que estava acontecendo

 

- Por que você tem uma foto com a vovó Angelica? -questionou me olhando

 

Demi ficou me encarando de um jeito estranho, levantei o meu braço mostrando a tatuagem que fiz com o nome da minha avó, em homenagem a ela,em seguida, respondendo a pergunta que Demi fez;

 

- Angelica era minha avó

 

Minha cabeça estava mais confusa a cada segundo que se passava

 

- Ela era a minha avó também -Demi falou

- Você deve estar se confundindo... -disse

- Como eu iria confundir a minha avó Lauren? -ela rebateu- Essa é a minha avó Angelica -apontou para a foto e depois para a outra- E essa é a fazenda do meu avô

 

Enterrei o rosto entre as mãos ao entender o que estava acontecendo ali, voltei a olhar pra Demi que ainda parecia perdida 

 

- Você não disse que sua mãe descobriu que o seu pai tinha outra família e outros filhos? Acho que a outra família é a minha família, e os outros filhos são eu e o meu irmão -expliquei 

 

Desviei o olhar do dela, respirando fundo pra digerir tudo que estava acontecendo

 

- Eu acho que nós duas temos a mesma merda de pai -resmunguei

 

Me joguei no sofá sem acreditar que aquilo estava acontecendo. Meu pai traía a minha mãe, no final, ele era bem pior do que eu  imaginava

 

- Então o meu pai, traia a minha mãe com a sua mãe, e tinha você e o seu irmão? -perguntou parecendo entender tudo

- Não, ele traia a minha mãe com a sua, ele era casado com a minha mãe, não com a sua -respondi- Como sua mãe foi enrolada por um homem casado e com outra família por tanto tempo? -questionei

- Ela não tem culpa! -Demi a defendeu

- Eu não disse que ela tem culpa, eu só estou querendo dizer que ela não notou por que não quis -falei

- Não culpe a minha mãe pelo o que aquele cara fez com ela -ela rebateu

- Eu não estou culpando a sua mãe -falei- Não é culpa de ninguém além do Michael, ele enganou a sua mãe, traiu a minha por anos, isso tudo é culpa dele

 

Ficamos em total silêncio, apenas encarava um ponto fixo na sala, pensando em como Michael é um filha da puta. Além de ser um péssimo pai comigo e o meu irmão, não satisfeito, fez outra filha para ser um péssimo pai com ela também enquanto traia minha mãe por todos esses anos

 

- Como a gente nunca descobriu isso? -Demi questionou

- Eu sai de casa cedo, e nunca me importei com o Michael, nunca fui atrás de nada relacionado a ele, então isso é uma coisa que eu nunca descobriria -falei

- Eu também nunca fui atrás de nada, até mesmo quando minha mãe contou que ele tinha outra família, outros filhos, eu senti tanto ódio do Michael naquele momento, que resolvi dar um basta nisso entende? Esquecer tudo que tenha haver com ele, esquecer que eu tenho um pai -Demi disse

 

Concordei com a cabeça, pois entendia muito bem o que ela estava querendo dizer

Agora eu entendia o motivo da minha mãe ter ficado no estado que ficou quando viu Demi, provavelmente minha mãe deixou Michael assim que descobriu que ele tinha outra família, ela foi atrás e descobriu quem era essa outra família

 

- Eu preciso ir, tenho que ter uma conversa com a minha mãe -Demi falou se levantando

- Tudo bem... -resmunguei

 

Demi saiu da minha casa, me deixando sozinha com Lorenzo, e os meus pensamentos que rodavam a mil

Abri o álbum de fotografia e chamei por Lorenzo, o coloquei sentado no meu colo abrindo o álbum

 

- Essa daqui era a mamãe, quando era um bebezinho igual a você -contei apontando para a foto

- Mamãe neném? -perguntou colocando o dedo encima da foto

- É filhote, ou você acha que a mamãe já nasceu grande? -perguntei rindo, ele riu mesmo que não tenha entendido

 

Continuei mostrando as fotos para o Lorenzo, e prestando atenção em cada uma delas. Era sempre bom relembrar do tempo em que minha avó e o meu avô eram vivos, já que os dois sempre foram como dois anjos na minha vida.

 

 

{UM MÊS DEPOIS...}

POV'S CAMILA

 

Cheguei na casa dos meus pais para um almoço de sábado, a qual infelizmente não pude levar a Lauren, sabia que o meu pai a trataria mal, e eu não queria isso

 

- Oi minha filha -minha mãe me abraçou assim que abriu a porta

- Oi mãe -respondi

 

Ela se abaixou pegando Lorenzo no colo e o abraçando

 

- Como estão vocês dois? -questionou

- Estamos bem, muito bem -respondi sincera

 

As coisas nos últimos meses só vem melhorando, principalmente entre mim e a Lauren 

 

- Entrem -pediu

 

Entrei encostando a porta, segui minha mãe até a sala onde encontrei o meu pai sentado no sofá assistindo um jogo de basquete na televisão

 

- Filha! -exclamou ao me ver

- Oi pai -o cumprimentei

 

Me inclinei deixando um beijo na bochecha dele e me sentando ao seu lado

 

- Cadê o meu neto? -perguntou 

 

Me virei procurando pelo Lorenzo, mas não o encontrei

 

- Acho que foi para a cozinha com a mamãe -respondi

 

Assim que terminei de falar, minha mãe apareceu na sala com Lorenzo em seu colo, o mesmo estava com a boca toda suja de chocolate, o que me fez rir

 

- Nós estávamos mesmo precisando falar com você -ela disse se sentando no outro sofá

- Falar comigo sobre que? -questionei curiosa

- Você vai pra Cuba no natal esse ano né filha? -minha mãe perguntou

 

Como todo o resto da nossa família ainda morava em Cojimar em Cuba, era tradição nossa passar o natal e o ano novo lá, mas faziam alguns anos que não ia, no começo era porque as coisas eram bem difíceis com o Lorenzo, e depois, perdi o voo por estar trabalhando

 

- Eu vou -respondi por fim, meus pais sorriram animados

 

Minha família não parava de cobrar a minha presença, e além do mais, estava morrendo de saudades de todos eles

 

- A comida já esta pronta -minha mãe avisou

 

Almocei na casa dos meus pais e passei algumas horas com eles, os mesmo me falaram a data que iriam partir para Cuba, e eu apenas respondi que não sabia a data que iria. Não podia dar uma data certa, já que ainda teria que conversar com a Lauren sobre isso.

 

Assim que cheguei na minha  casa a primeira coisa que fiz foi ligar pra Lauren, demorou, mas ela atendeu

 

- Oi Lolo -falei 

- Oi meu amor -ela respondeu

 

Ouvia algumas vozes do outro lado da ligação, falando todas ao mesmo tempo

 

- Onde você está? -perguntei interessada em saber

- Na praça de alimentação do shopping junto com a Demi -respondeu

 

Descobri que Lauren me contou toda a história, e principalmente que ela e a Demi eram irmãs por parte de pai, todo o ciumes que eu sentia das duas juntas acabou, hoje, vendo que a amizade delas nunca teve malicia nenhuma, me sento boba por um dia ter sentido ciumes das duas juntas

 

- Por que? -Lauren perguntou

- Nada, eu só queria saber -respondi

- Camz eu preciso desligar agora, mas sete horas eu vou passar aí pra levar você e o Lo para jantarem comigo, então se arrumem -avisou

- Tá bom -respondi

- Até mais tarde princesa -ela falou

- Beijos Lolo -disse com um sorriso bobo no rosto

 

Lozendo e eu passamos a tarde assistindo desenhos animados, ele assistia enquanto brincava com os seus brinquedos no tapete da sala, enquanto eu estava ansiosa para ver Lauren a noite.

 

Faltava uma hora para o horário que Lauren tinha dito que passaria em casa, já estava pronta e Lorenzo também, não estava frio então apernas coloquei um shorts e uma blusa jeans nele, e vesti um top preto e uma calça jeans da mesma cor

Ouvi duas batidas na porta, deixei Lorenzo sentada na minha cama e andei até a porta, abri e sorri ao ver quem era

 

- Oi -Lauren disse com sua voz rouca 

- Você chegou antes da hora -falei 

- Queria ficar um pouquinho com vocês antes de nós sairmos -respondeu sorrindo

 

Dei passagem pra Lauren entrar, ela abraçou minha cintura me puxando pra ela, deixando os nosso corpos colados

 

- Você está linda... -elogiou 

 

Lauren me beijou me impedindo de agradece-la, não demorei em retribuir o beijo na mesma intensidade 

 

- Você também está linda -elogiei de volta

 

Lauren usava um shorts curto, como sempre, e uma blusa grande de botão, agradeci por ela não estar com a barriga de fora igual na maioria das vezes 

Me lembrei que tinha deixado Lorenzo sozinha, sai dos braços dela e me virei, andando na direção do meu quarto

 

- E está gostosa também -Lauren completou apertando a minha bunda 

 

Entrei no quarto, Lorenzo se animou assim que a viu, pulando no colo dela

 

- A mamãe trouxe um presente pra você -Lauren disse mostrando a sacola pra ele

 

Lorenzo se animou mais ainda, como todo criança, ele ama ganhar presentes. Ele pegou a sacola da mão da Lauren rapidamente, tirando de lá uma linda mochila dos Minions, um dos desenhos favoritos dele

 

- Você foi comprar isso no shopping? -perguntei á ela

- Não exatamente, mas quando vi me lembrei do Lorenzo na hora, eu tive que comprar -respondeu 

- E o que você foi comprar? -questionei curiosa

- Nada de mais -ela deu de ombros

- Hum... -respondi desconfiada

- Vocês já estão prontos? -perguntou, respondi que sim- Então vamos

 

Saímos e eu tranquei minha casa, andando até o carro da Lauren, ela abriu a porta pra mim entrar, sorri agradecida entrando no carro, Lauren colocou Lorenzo na cadeirinha de bebê dele e depois deu a volta se sentando no banco do motorista

Liguei o rádio e Lauren deu partida no carro, fomos o caminho todo em silêncio curtindo as músicas que tocavam no carro

 

- Chegamos -Lauren avisou parando o carro

 

Eram um restaurante na beira da praia, tudo era feito de madeira rustica, e tinha lindas luminárias no teto

 

- Está cheio -falei analisando o local

- Não precisa se preocupar, eu fiz uma reserva pra gente -ela respondeu

 

Lauren se aproximou do balcão e falou o seu nome, logo nos levaram em uma mesa de frente pra um grande vidro, que nos dava a vista maravilhosa da praia do outro lado

 

- Esse lugar é tão lindo -disse olhando para o lado de fora

- É mesmo -Lauren concordou

 

Me sentei de frente pra ela, enquanto Lorenzo estava sentado ao seu lado em uma alta cadeira especial para bebês e crianças

 

- Eu preciso te falar uma coisa... -comecei a falar- Nesse final de ano, eu vou passar em Cuba com minha família, eu entendo se você já tiver algum compromisso ou algum lugar, mas se não tiver, eu quero muito que você vá -falei sincera

- Eu não tenho nenhum lugar, e vou amar passar o natal com você e o Lo amor -respondeu sorrindo

 

Estava feliz em saber que ela iria, não via sentindo em passar uma data tão especial longe da Lauren

 

-  Mas e se elas me odiarem igual o seu pai? -o sorriso dela morreu- Eles sabem, sobre o que aconteceu? 

- Sobre você ter abandonado eu e o Lo? -perguntei, mas só depois me dei conta do que tinha dito- Me desculpa, eu não queria falar isso, não desse jeito -me apressei em dizer

- É, sobre isso mesmo -ela suspirou pesadamente

- Eu não sei...não disse nada disso a eles -respondi 

 

Eu não tinha certeza, mas sabia que algumas pessoas da minha família ficaram sabendo quando engravidei e fui abandonada, eles só não sabiam que era de uma garota 

 

Olhei pra Lauren vendo que ela estava preocupada, toquei sua mão encima da mesa apertando levemente a mesma 

 

- Não pensa nisso, eles vão gostar de você assim que te conhecerem melhor -assegurei mesmo não tendo certeza nas minhas próprias palavras

 

Só torcia para que diferente do meu pai, o restante da minha família gostasse da Lauren.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...