História Like I am Gonna Lose You - Camren - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Tags Camren, Comedia, Drama, Romance
Visualizações 664
Palavras 1.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 46 - Hospital


P.O.V  Camila

Escutei de longe o meu nome ser chamado mas eu não conseguia abrir os olhos para ver quem era, muitas pessoas gritavam e se desesperavam ao mesmo tempo me fazendo ficar perdida, o que aconteceu? Senti uma pontada aguda em meu ombro e depois uma dor terrivelmente dolorida, eu não conseguia me movimentar e parecia que eu estava desmaiada, não sabia nem realizar comandos mais. Uma voz rouca se fez presente e eu sabia que é a minha namorada, meu coração acelerou e ao mesmo tempo gemi de dor sentindo o meu ombro ferver.

Demorou alguns segundos e acabei desmaiando com a tamanha dor, um tempo depois eu acordei ainda sem abrir os olhos e me senti em movimento. Acho que estou na ambulância, uma mão agarrava a minha desesperadamente e estava suada, como eu queria poder dizer a Lauren que está tudo bem mas eu não posso fazer isso. Voltei a desmaiar e dessa vez que acordei, consegui abrir os olhos. Vi o quarto todo branco e tentei fixar meus olhos mas a minha visão estava turva demais para mim conseguir ver algo concreto.

- O-onde eu estou? – Perguntei, vai que tem alguém aqui nessa sala comigo.

- Olá Camila, sou o doutor Turner – Um homem apareceu em minha visão turva – Como está se sentindo?

- E-eu...ai – Gemi um tanto alto quando senti meu ombro doer feito o inferno – Ta doendo muito.

- Vamos tirar a bala de seu ombro – O doutor explicou – Mas para isso, vou ter que te sedar.

- Vou ter que desmaiar de novo?

- Desculpe Camila, mas isso é o melhor para se fazer e você não vai sentir dor.

- Eu quero ver minha namorada – Eu falo e faço careta de dor.

- Ei, depois você vai vê-la mas primeiro precisamos cuidar disso – Turner disse preparando a seringa – Está saindo muito sangue e se não cuidar logo disso, vai precisar de transfusão.

- Ai meu Deus – Começo a me desesperar e ouço o barulho da maquina quando meu coração acelerou – Vai logo com isso doutor.

- Até logo – Então ele aplicou o sedativo em mim.

[...]

Perdi as contas de quantas vezes eu desmaiei hoje, mas finalmente consegui acordar um pouco melhor dessa vez, encarei o teto branco e ouvi o barulho da maquina que monitora meu coração. Eu estou com a cabeça doendo, o corpo dolorido e o meu ombro continuava doendo, parecia uma mistura de fogo nele. Avistei uma enfermeira entrando em meu quarto e estendeu um copo de agua para mim, peguei com o braço bom e tomei uma grande golada.

- Como está se sentindo? – Ela perguntou após eu entrar o copo a ela.

- Um pouco melhor mas estou toda dolorida – Resmunguei.

- O doutor logo ira aparecer e te dar medicamentos – Ela sorriu – Quer receber visitas?

- Eu posso? – Devolvi a pergunta.

- Pode sim, acho que tem alguém muito especial te esperando.

- Pode deixar entrar – Sorri fraco e fiz uma careta de dor.

A enfermeira saiu do quarto e demorou apenas um minuto para que a Lauren entrasse, seus olhos estão vermelhos e lagrimas rolavam pela sua bochecha, ela está com uma cara de acabada que fez o meu coração doer ao ver a sua situação, coitadinha da minha Lolo, ela deve ter ficado muito preocupada comigo. Minha namorada caminhou em passos apressados em minha direção.

- Camz! – Lauren exclamou um tanto feliz – Meu Deus amor, você me deu um baita susto e eu quase enfartei ao te ver caída no chão sangrando.

- Eu imagino Lolo – Minha voz saiu rouca e fraca – Se eu tivesse no seu lugar, eu estaria completamente desesperada.

- Como você está se sentindo? Com dor? Seu ombro continua machucado? Está...

- Calma amor – Pego de leve a sua mão a fazendo se calar – E-eu estou um pouco melhor...ainda está doendo mas da para aguentar por agora.

- Eu juro que vou matar a pessoa que fez isso – Lauren disse entre os dentes – Eu vou descobrir quem foi e vou matar com minhas próprias mãos.

- Ai você vai ser presa – Murmurei realista.

- Foda-se, o que importa é que essa pessoa vai pagar pelo que fez.

- Esqueça isso Lolo, o que importa é que estou bem – Passo a língua pelos meus lábios os sentindo ressecados.

- Eu não sei o que seria de mim se eu te perdesse amor – Lauren choramingou enquanto pousava sua testa na minha, ela começou a chorar baixinho – Eu te amo tanto, já basta que te perdi uma vez depois que você foi embora do orfanato, eu não quero te perder de novo porque ainda temos uma longa vida juntas pela frente.

- Ei não chore – Sinto meus olhos marejando – Você está me fazendo ficar emocionada.

- Eu simplesmente te quero para sempre porque você é o amor da minha vida – Lauren continuou – Eu quero poder me casar com você, termos filhos e morarmos juntas numa linda casa moderna. Quero fazer amor com você em cada parte especial para nós e fazer diversas viagens só para te ver sorrindo com pequenas coisas.

- Está falando sério? – Indaguei sentindo meu coração bater descompassado e nessas horas nem sentia mais a dor em meu ombro.

- Super sério, eu vou realizar todos os seus sonhos meu amor. Apenas me aguarde – Piscou.

- Eu te amo Lolo.

Lauren colou seus lábios sob os meus sentindo a maciez dele, ficamos apenas assim com os lábios, um meio beijo. Eu estava ainda um pouco sedada por isso que não conseguia fazer muitos movimentos, a porta se abriu revelando o médico e a Lauren se afastou de minha boca mas continuou ao meu lado segurando a minha mão, com a outra ela começou acariciar os meus cabelos.

- Desculpe interromper o momento de vocês – Turner sorriu amigável – A enfermeira me contou o que está sentindo Camila, eu trouxe alguns remédios que vão melhorar a dor e eu quero ver como está o ferimento.

- Ficou tudo certo para tirar a bala? – Perguntei curiosa.

- Sim, deu tudo certo e as policias estão resolvendo o caso – Turner informou.

- Doutor, ela vai ficar quanto tempo por aqui? – Lauren questionou apertando de leve a minha mão.

- Não sei direito, vai depender se o ombro dela melhorara logo e se a Camila vai sentir mais algum tipo de dor – O doutor respondeu enquanto pegava os remédios e estendia para mim junto com um copo de agua – Mas ficara internada por alguns dias aqui até que se recupere. Quem vai ficar com ela?

- Eu – Lauren comunicou – Ficarei todos os dias e não vou mais me desgrudar dela.

- Ah Lolo – Eu sorri fraco e suspirei – É meu amor mesmo.


Notas Finais


Que fofis


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...