História Look at me - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Visualizações 4
Palavras 3.632
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Até as notas finais.

Capítulo 4 - Capítulo 1 : the night part 2 .


Fanfic / Fanfiction Look at me - Capítulo 4 - Capítulo 1 : the night part 2 .

No mês de férias antes do começo das aulas , todos normalmente planejam uma viagem e com meus amigos não foi diferente , o destino escolhido foi ilhas maldivas; sim eles , meus amigos , não eu ; Me digam mentalmente  o que um Playboy faz em uma ilha Cheia de mulheres de biquíni ? Exatamente . E o que a garota que gosta  dele faz ? Essa  eu respondo  porque entendo do assunto,  ela finge que não se importa e resolve fazer o mesmo , geralmente com um garoto , o que eu fiz ? Deixei minha bela bunda em casa , até porque nunca fui  masoquista,  apesar de haver quem diga o contrário, ver ao vivo e em cores era demais para mim . 
Esse meu ato de amor próprio , causou uma briga entre brooke e mim , ela não aceitava a minha " covardia " como disse a mesma.


Estava deitada na cama assistindo o ultimo capitulo da 7 temporada de game of thrones , quando a porta do meu quarto foi batida com força , suspirei ao ver quem havia ocasionado o estrondo , ok isso não vai prestar.


Brooke:  como assim você não vai ? Você não pode simplesmente me mandar uma mensagem e pronto. - disse com os olhos refletindo o tamanho da sua indignação .

Pausei o tablet e me levantei da cama , parando a sua frente.

Eu: eu não ...


Me interrompeu e disse: 


Brooke: se seus pais forem o problema eu posso ... - foi a minha vez de interrompe-la


Eu : eles não se opuseram .


Brooke : entao qual é o problema? Sao as ilhas maldivas ! sol, praia , eu , chaz , ryan , alfredo , jus..tin - Parou ao reparar a minha feição de descontentamento ao ultimo nome pronunciado- me diz por favor que você não está desistindo por causa dele ?

Acho que preferia o seus olhos refletindo indignação do que seu estado atual , que refletia claramente sua fúria.
Eu : não é por ele mais por mim . - disse tentando fazê-la entender.

Brooke riu sarcasticamente.


Brooke : ohhh claro , e o planeta é quadrado !  Você simplesmente vai desistir de tudo em que o Bieber tiver metido?- disse jogando as mãos para o alto.


Eu  : por que você não consegue entender ?, eu realmente queria passar as ferias com vocês , mas eu já estou cansada de  tanta provocação , eu não vou mais deixa-lo brincar comigo !


Brooke : por favor, não coloque a culpa nele , pela sua covardia! E eu não preciso entender nada , você é quem precisa, nunca vai tê-lo com essa atitude.


Engoli em seco com essas palavras , ela deveria entender , ela é minha melhor amiga , eu não posso mais fazer do meu coração um saco de pancadas para ele , eu não sei se nós aguentariamos.


Brooke continuava me encarando quando soltou um riso pelo nariz.


Brooke : que saber , se você quiser ficar fique ! - disse fazendo um sinal com as mãos como um tanto faz- eu sei que iremos e nos divertiremos bastante lá , com ou sem você ! -disse pegando sua bolsa que havia jogado em cima da cama e rompendo porta a fora.


Me joguei na cama , soltando uma lágrima , e tendo total certeza que foi uma decisão inteligente , as vezes é preciso ouvir a razão não o coração , não importa o quanto doloroso seja.

Graças à Deus e aos meninos , que convenceram Brooke a respeitar , assim como eles , a minha decisão , fizemos as pazes ; logo depois chegou o dia do embarque , e só de lembrar , sinto como se fosse hoje a sensação de vazio que a falta deles me deixou .

Brooke : aaaa vou sentir tanto a sua falta - disse enquanto nos abraçavamos forte - tem certeza ?


Eu a soltei e segurei seu rosto entre minhas mãos.


Eu : se devirta por nós duas.


Chaz : agora só falta o beijo .


Nos viramos em direção aos meninos que acompanhavam tudo atrás de nós , e demos um soco em ambos os lados do ombro do chaz , que murmurrou um palavrão enquanto os outros o zuavam.

Olhei para todos eles já sentindo saudades.

Ryan : Para com essa cara - disse vindo em minha direção e me abraçando - nos veremos logo , são apenas algumas semanas.


Eu : Exatamente , vai ser tudo tão chato sem vocês aqui - disse com meu queixo apoiado em seu ombro.

Brooke : ainda dá tempo de ir . - disse abraçando o Alfredo de lado.

Todos a olharam com um olhar repreendedor. Me afastei do ryan os olhando agora seriamente.

Eu : Teria algum problema se eu fosse com vocês ? - disse arqueando uma sobrancelha .

- todos - disse uma voz despreocupada e rouca atrás de mim, nem precisava me virar para vê de quem se tratava.

Brooke : você está atrasado.

Soltou um som pelo nariz ,Ele que até então estava atrás de mim , entrou no meu campo de visão.

Segurei o suspiro ao me deparar com ele , se fosse para definilo em uma palavra seria charmoso. Estava vestindo uma calça jeans clara , uma blusa branca por baixo de um casaco cinza , além de um par de supras cinzas e um oculos de sol , o que explicava seu mal humor : ressaca ; Não que ele precisasse disso pra ser grosseiro.

Justin : estou aqui , não estou ! - disse com um ar zombateiro.

Cumprimentou os garotos com um toque , logo depois saiu para fazer o chekin , nem ao menos me mandando um olhar.

Ryan me abraçou por trás , ao perceber meu descontentamento com a mais recente rejeição , e apoiou seu queixo sobre meu ombro , beijando minha bochecha .

Ryan : you"re beautiful , beautiful , you should know it- disse cantarolando no meu ouvido , arrancando um sorriso do meu rosto .

Eu costumo dizer que a minha vida suga tudo de mim , me deixando seca e sem graça , mas meus amigos são como uma garoa molhando a terra seca , eles me emergem em alegria , carinho e acima de tudo : transparência.

Alfredo : OK , OK , precisamos ir antes que a princesinha tenha um piti. - disse se referindo ao Bieber.

Todos nós nos abraçamos , e então todos eles partiram , suspirei olhando o avião decolando.

Mãe : Foi muita falta de educação sua , não se despedir da sua prima. - suspirei agora de alivio , pelo menos uma coisa boa nesse verão.

Eu : vim me despedir das pessoas que considero. - disse me virando a tempo de ver olhares repreendedores mandados em minha direção , tanto pela minha mãe , quanto pelo meu pai.

Pai : não fale assim da sua prima , ela é família , você poderia se esforçar para se dar bem com ela.

Revirei os olhando andando até a saída do aerporto tendo total certeza de que me acompanhavam.

Quando entramos no carro disse uma das poucas frases direcionadas a ambos neste verão.

Eu : tivemos 17 anos para conviver e nos darmos bem , adivinha ? Não aconteceu ! eu já divido um teto e uma escola com ela , não espere mais de mim porque não vai ter .

Depois disso houve um silêncio familiar do carro até em casa e só se passava um pensamento em minha cabeça : o da minha adorada priminha congelando em Paris.

Depois disso os dias foram passando , até hoje; o ultimo dia do ultimo final de semana antes da volta as aulas , a Brooke e os outros chegaram ontem e o Bieber resolveu transforma a casa dele numa boate , com direito a vadia e tudo , e infelizmente como tudo que é ruim pode piorar , a minha adorável priminha também voltou de viagem e resolveu imergir no meio da festa , para bater seu ponto.


Eva : Não vai me dar um abraço ? - disse a serpente que se encontra na minha frente.


Eu : te dou um abraço no dia que você deixar de ser falsa ,ou seja... dia de são nunca. — disse fazendo com que eu fosse fuzilada pelos meus amigos e que a serpente revirasse seus olhinhos.


O porque disso ? Simples , os meus amigos passaram a ser amigos da serpente , assim que ela veio morar na minha casa , a 2 anos atrás. Como ? Até hoje não entendo esse fenômeno .


Alfredo : Hoje e dia de festa , então paz , entendeu dona Vivian —disse me fitando .


Vivian : não se preocupe , é só manter a vadia longe de mim , até porque vim pra me divertir . — disse passando por eles e indo em direção do bar , tendo total noção de que a cobra estava cumprimentando a brooke.


Me sentei num dos bancos altos observando as pessoas , eu sai de uma festa cheia de esnobes e entrei numa cheia de lunáticos , será que foi uma boa troca ?


Bartender : vai querer o que ? — disse me tirando do transe que me encontrava.


Emy : tem alguma coisa coisa doce sem álcool ?


Ele levantou uma sobrancelha pra mim , e me deu um sorriso de escárnio.


Emy : vou levar isso como um não — disse bufando.


Então o mesmo colocou uma taça na minha frente e despejou alguns líquidos até a bebida adquirir um tom rosa chock , depois empurrou em minha direção;Logo depois voltou a distribuir garrafas de bebidas, meio incerta bebi o líquido e pra minha surpresa estava realmente como pedi, doce mas amargando no final.


Vvian : Uau ! Está ótima , quer dizer que além de bartender também é mixologo ?


Mixológo:  Não fala isso alto , tudo que menos preciso é de playboys e princesinhas me fazendo de macaco malabarista.


Vivian  : Se não quer mostrar seus talentos , então porque fez um drink pra mim ? -disse franzindo o cenho.


Mixológo : Você me lembra minha namorada. E tava parecendo precisar - disse dando de ombros.


Vivian  : Acho que essa é nova , como eu lembro ela ?


Mixológo : ela quer ser você . — disse diretamente.


Me engasgado a ouvir isso.


Emy : oi ?


Mixológo : ela gostaria de ser rica , loira dos olhos azuis , por algum motivo ela acha que isso é requisito para chegar onde ela quer.


Vivian  : OK , essa é uma conversa BEM estranha .


Ele apenas deu de ombros e continuou seu trabalho . Engraçado , ser eu , acho que ela mudaria de idéia se realmente subesse o que tem por trás de toda fama e glamour.


Vivian : Ela é feliz ?


Ele se virou surpreso em minha direção, pela pergunta de supetão.


Mixológo : Acho que sim . ela tem pais que a amam , um teto sobre sua cabeça , amigos que se importam.


Emy : Parece uma boa vida pra mim . Diga pra ela , que ela tem tudo que realmente importa, tem um motivo pra dinheiro não ser sinônimo de felicidade.


Mixológo : Eu falo todos os dias . Mas e a senhora , sempre e tão intrometida na vida dos outros , ou só daqueles que te fazem uma bebida ?


Eu rio de sua pergunta, tinha soado grosseira mas alguns minutos em sua companhia me fizeram perceber que era apenas seu jeito.


Vivian : Só na vida dos que me fazem bebidas extremamente gostosas , você é o número ..... 1 . E se me chamar de senhora de novo vou gritar que temos um hudini das bebidas aqui.


Ele riu e levantou as mãos.


Mixológo : como desejar ....— disse fazendo uma reverência.


Vivian : Vivian , e a sua graça ?

Mixológo : Mason .


Vvian : Então Mason , quer me dizer o nome dessa delíciosa bebida , que você inventou ?


Mason : Alice . — sorri.


Vivian : Ela realmente é uma garota de sorte , Espero que ela saiba disso.


Mason : Eu também - disse  me servindo outro drink.


Mason : Mas então , não deveria estar dançando ou conversando com seus amigos ?
Vvian : Eles estão ocupados sendo tentados por uma serpente.


Ele me olhou engraçado e eu fiz um gesto com as mãos , dizendo pra deixar pra lá.


Vvian : Me diz uma coisa , se você não gosta de estar no meio desse tipo de pessoas , então porque está ?


Ele suspirou .


Mason : Infelizmente não escolho onde trabalho , e não tenho outra opção senão ir aonde eles me manda.


Vivian : Entendi.


Mason então passou a me encarar seriamente , estava prestes a perguntar se tinha algo na minha cara , quando o mesmo voltou a falar.


Mason : Então como é o nome dele ? 


Vivian : oi ? — disse confusa , mas com uma voizinha dizendo lá no fundo que eu sabia muito bem do quê , ou melhor , de quem ele estava falando.


Mason : posso estar enganado , mas seus olhos — disse gesticulando em direção as minhas íris — possuem um brilho específico , o de alguém apaixonado.
Sorri minimamente .


Emy : caso houvesse um alguém , por que diria a você ? — Quando o Mason estava prestes a me responder , me encontrei envolta de dois braços apoiados no balcão , me cercando de forma possessiva ; não precisava me virar para ver de quem se tratava , as tatuagens nos braços , já respondiam a questão.


- veio pra ficar de papo com o garçom ? — disse sussurrando próximo ao meu ouvido , mais alto o suficiente para o mason escutar.


Mason deu um sorriso debochado e disse antes de partir para atender outra pessoa:


Mason : não tinha alguém mais amável ?


Sorri para o mesmo , sabendo que ele havia apagado o olhar de superioridade que o Justin lhe lançava .


Tomei o restante do meu drink , e me virei dando de cara com o Justin.


Levantei uma sobrancelha em questionamento a sua atitude , acho que ele ainda não estava bêbado o suficiente para dar um de possessivo comigo.


Justin : o que você está fazendo aqui ? - disse tirando seus braços em minha volta e cruzando-os a minha frente - o que foi ? O champagne de lá não tava ao seu gosto?


Ri secamente e me levantei ficando a sua frente .


Emy : Desculpe , não achei que precisava de convite - disse chegando mais perto e parando quando senti sua respiração próxima ao meu rosto - e sim , o champagne não estava do meu agrado , você sabe que eu prefiro um bom Krug Brut David Suga.

Claramente não gostou da minha resposta , já que seu rosto se contorceu em uma careta ; não está acostumado a me ouvir responder as suas grosserias , muito pelo contrário , mais hoje eu não estava disposta a agir com " classe " e resolvi lhe responder com o mesmo nível de educação dele para comigo: nada , 0.

Dando-me por satisfeita com minha conquista subi as escadas até o primeiro andar, o deixando com sua cara de tacho ; O primeiro andar a maior parte era formado por quartos , mais precisamente , 8 , os quartos principais , que são o da tia patty e do tio jeremy , o das crianças , e o do justin ; ficavam fechados durante a suas festas, e quanto aos outros , estavam liberados para a " diversão " .
Saquei meu chaveiro da bolsa , buscando a chave do quarto do justin antes que o cheiro de sexo ficasse empreguinado em mim .


Me senti aliviada assim que entrei e fechei a porta , lar doce lar.


Tirei os sapatos dos meus pés e joguei em qualquer canto do quarto , ao mesmo tempo que me joguei na cama .


Amava essa cama , era tão macia e grande , que quase me rendi ao desejo de passar a noite toda ali ; mas me forcei a levantar , deslizando o zíper do vestido e soltando o meu cabelo .


Abri a porta do banheiro e me olhei no espelho , molhei meu rosto com um pouco de água e o sequei , me despertando mais , não levaria uma bronca amanhã , por sair da festa pra dormir aqui ; apaguei a luz do banheiro ao sair e partir rumo ao closet , sim eu duvido o closet com o justin , como eu passava tanto tempo aqui como em casa , nada mais justo do que ter minhas coisas em ambas as casas , o Bieber nunca reclamou , então ...


Acendi a luz procurando algo mais confortável e adequado para a ocasião . Achando me troquei ali mesmo , me sentindo bem mais leve , coloquei o outro vestido sobre uma poltrona , e fechei a porta do quarto ao sair.

1 hora depois.

Estou a 15 minutos conversando com uma aluna nova , é intercambista e está muito animada com essa nova experiência ; estava se sentindo deslocada , então me ofereci para matar um pouco sua curiosidade sobre a escola e a cidade .
Lola : acho que já falei demais , sei que sou meio tagarela mais eu fiquei realmente feliz quando soube que vinha pra cá . 


Vivian : não tem problema , sei como é ser intercambista , passei seis meses na frança . — disse tentando reconforta-la.


Lola : todos vocês são muito gentis e acolhedores . — disse sorrindo — você sabe quem é o dono da festa ? Apenas me mandaram uma mensagem com local e hora , mas eu não me lembro de ter dado meu número pra ninguém.— disse agora com uma cara de confusa.

Chaz . Com certeza deu uma " olhadinha " na ficha de novatas , era sempre assim , eles elegiam as mais bonitas e usavam os números de telefone das fichas para convidá-las para a festa de boas vindas; pobre lola , não havia nada de acolhedor em um bando de garotos imaturos .


Mas eles vão me ouvir amanhã.


Sorri tentando disfarçar meu desconforto.


Vivian : bem... Acho que a escola disponibiliza para nos familiarizar antes das aulas. E quanto ao dono dá festa é aquele ali. — disse apontando para o dito cujo que se encontra do outro lado dá sala , flertando com uma garota.


Lola o olhou como se fosse um deus grego na terra.


Lola : Uau ! Ele tem um sex apple que me deixa envergonhada pelos outros homens. — riu.


O olhei analiticamente , o desgraçado é gostoso mesmo .

Percebendo meu olhar pesando sobre ele , o mesmo desvia o olhar dá garota que está a sua frente , e me encara; minha resposta foi apenas uma sobrancelha arqueada , passou seus olhos pelo meu corpo e deu um sorriso de lado ao perceber que havia entrado no nosso quarto e trocado de roupa.

Lola : vocês se conhecem ?

A olhei e de relance percebi que o Bieber já havia voltado sua atenção para o seu atual alvo.

Vivian : nossos pais são amigos há anos , então... foi inevitável.

Quando estava prestes a fazer uma nova pergunta , alguma coisa atrás de mim lhe fez se calar, não demorou muito até eu sentir um braço ao redor do meu pescoço.

Ryan : Não vai me apresentar sua nova amiga ? — disse lançando um sorriso sapeca na direção dá lola , que nada fez  a não ser corar.

Vivian : Lola , meu amigo ryan , ryan , lola , a nova aluna transferida do intercâmbio , mais algo me diz que você já sabia disso. — disse enfiando minhas unhas delicadamente em seu braço , ao qual estava segurando.


Deu um sorriso dolorido , e lhe dei um olhar de " conversamos mais tarde " .
Pigarreou .


Ryan : aaaa então você sabe onde está a brooke ? 


Vivian : a última vez que a vi estava dançando com a cobra .


Os olhos de lola saltaram.


Lola : uma cobbra?


Ryan : não se preocupe , não é realmente uma cobra , é só o apelido carinhoso que a Emy deu para a prima dela. — Lola soltou o ar que nem tinha percebido que havia prendido.


Vivian : enquanto ao fato dela ser uma cobra ou não , depende do ponto de vista .
Ryan me lançou um olhar repreendedor que fis questão de ignorar.


Lola : sinto muito por tomar o seu tempo , você ficou me fazendo companhia em vês de dançar com suas amigas.

Não tive tempo de responder , pois ryan tomou a frente.

Ryan : não se preocupe , a Emy nem dança , ela sempre fica conversando enquanto as meninas dançam. — disse beijando minha bochecha.

Engoli em seco , e senti um desconforto ; olhei em direção aonde o justin estava , mais nem um sinal dele nem dá garota , isso não tava me cheirando bem.


Vivian : você viu pra onde o justin foi ? Ele estava bem ali .

Ryan revirou os olhos.

Ryan : Desencana , ele deve tá se agarrando com alguma ... — disse parando ao me olhar.

 


Vivian : não sei não , tem alguma coisa errada .


Notas Finais


Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...