História Love Behind Lens - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Girls' Generation, One Direction
Personagens Ally Brooke, Austin Mahone, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taeyeon, Tiffany
Tags Allick, Ally Brooke, Austin Mahone, Camila Cabello, Camren, Dinah Jane, Fifth Harmony, Harry Styles, Kim Taeyeon, Larry, Lauren Jauregui, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Kordei, Norminah, Romance, Shawn Mendes, Taeny, Tiffany Hwang
Visualizações 184
Palavras 2.521
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Quero pedir desculpas por não ter postado ontem, mas não sabia que seria tão complicado postar uma fic tendo que planejar dois trabalhos para entregar semana que vem.

Mas enfim, espero que gostem do capítulo!

Boa leitura!

Capítulo 5 - IV


Camila

Tentei avistar Sofi mas não consegui encontrá-la. Naquele momento eu só queria sair dali sem poder ser vista por aquela mulher.

Olhei para o lugar onde ela estava e notei que estava acompanhada de um homem, os dois estavam abraçados e sorriam largo um para o outro. Continuei olhando para eles e senti o meu coração apertar.

Pareciam tão felizes, ela parecia feliz com ele, como eu nunca tinha visto ela do meu lado. Respirei fundo e olhei o meu celular.

Ela e ele entraram em um restaurante continuando bem sorridentes e brincando.

Você [04:15 p.m]: Chee?

Chee♡ [04:15 p.m]: Aconteceu algo?

Você [04:16 p.m]: SOS...



(...)



Não demorou muito para Dinah chegar onde eu estava. Ela sabia que eu iria para o parque perto de onde morava para brincar com a Sofi, então não me surpreendi ao vê-la cinco minutos depois de eu ter mandado mensagem.

- Onde você a viu? - Dinah perguntou enquanto se sentava ao meu lado e logo me puxando para um abraço.

- Eu vi ela saindo da van na entrada e logo depois um homem desceu junto com ela e foram para o restaurante que nós duas gostamos - Apontei para eu e ela. Dinah logo assentiu prestando atenção no que eu falava.

- E o que você está pensando sobre isso? - Perguntou.

- Que eu nunca tinha visto ela tão feliz quando estava comigo - Suspirei e senti ela fazer com que eu deite a minha cabeça em seu ombro, o que fiz rapidamente. - Sabe... Ela ria quase o tempo todo, a forma que eles se olhavam é a mesma que você e a Normani se olham, a forma que eu queria que ela olhasse pra mim - Senti um nó se formar em minha garganta e fechei os olhos. - Por que eu não consigo seguir em frente como ela, Cheechee? Por que é tão difícil?

- Porque você ainda ama ela e machuca saber que não há nenhuma esperança para que vocês voltem - Ela disse baixo enquanto fazia um carinho em minhas costas.

Eu senti uma lágrima cair pelo meu rosto e me deixei chorar, na tentativa que eu me livrasse de tudo o que estava sentindo e que me deixasse livre desse sentimento que senti pela pessoa que não merecia.


-

-

-

-


Lauren

21 de Janeiro, 08:00 a.m.

Eu observava as três caixas de remédios na mesinha de centro da minha sala. Estava sentada no chão e suspirei, era complicado lembrar os motivos de tomá-los sempre que alguma crise começava.

Sexta-feira, depois que eu tinha chegado em casa, eu comecei a ficar inquieta e bastante ansiosa, não sabia explicar o motivo, nem sabia se havia um. Mas eu só queria que parasse, a sensação de estar se sufocando era desesperadora, eu soava e minhas mãos tremiam muito. Não queria tomar os remédios, queria me curar do meu jeito, conforme o meu tempo, mas aquilo não era algo que eu queria, era o que eu tinha que fazer para poder me curar.

Eu estava doente, uma doença grave que ficou ainda pior com as coisas que eu escutava da minha mãe e do meu pai.


Depressão profunda.

Transtorno Obsessivo Compulsivo.

Ansiedade.

Síndrome do Pânico.


Sim, eu sou extremamente estragada, mas eu era normal. Até o dia que eu decidi contar aos meus pais que gostava de garotas.

Tudo mudou. De repente e bruscamente.

Lembrar dos dias, meses e anos passando por tudo aquilo, me deixa mal e magoada. Eu continuei sendo forte apenas pelos meus irmãos, só isso.

Tiffany percebeu a minha mudança e obviamente, se preocupou. Eu não conseguia comer direito, eu pouco saía e ficava longe de aplicativos de mensagens. Eu só queria assistir minhas séries e ler algo para tentar escapar da minha realidade.

Minha melhor amiga que tomou uma atitude, me levou em um psicólogo quando as coisas pioraram. Eu já estava tento pensamentos suicidas.

Não era algo que me orgulho em dizer, mas também não era algo que eu quisesse pensar. Quando eu tinha alguma crise, nunca conseguia pensar direito, apenas agia por impulso.

Só queria que a dor parasse e que eu ficasse livre de todos os xingamentos.

Mas depois eu voltava a minha realidade e pensava nos meus irmãos, em como ficariam. Somos muito unidos apesar das brigas e implicâncias, mas não gostaria de deixá-los quando eles mais precisavam de mim.

Eu comecei o meu tratamento, havia algumas recaídas, mas sempre Tiffany estava do meu lado me apoiando e querendo conversar comigo sobre tudo. Por isso eu sou muito grata à ela. Qualquer pessoa poderia ter se afastado e seguido em frente, eu já era problema demais para alguém me ajudar. Mas minha amiga não pensava dessa forma, continuou lá, sendo forte nas horas quando eu estava fraca e apenas queria acabar com tudo.

Tiffany perdeu as contas de quantas vezes já tinha recebido mensagens de despedidas ou entrando no meu quarto e me vendo querer me cortar.

Eu sinceramente, não me orgulho desse momento da minha vida.

Eu não gosto da dor, não gosto dos machucados, das feridas que elas causavam me incomodando toda vez que eu iria dormir. Então eu não conseguia me cortar, nunca consegui.

Pensando em tudo o que eu já tinha passado todos esses anos, eu peguei dois comprimidos das três caixas e tomei com ajuda de água. Se eu queria voltar a sentir algo novamente, se eu queria parar de me sentir anestesiada, se eu quisesse ter mais momentos de felicidade duradoura. Eu teria que voltar a me consultar e à tomar meus remédios.

Escutei o meu celular tocar e suspirei pegando-o e sorrindo quando observei que era a mensagem dela.

Tippa-chan♡ [21/01 08:06 a.m]: Espero realmente que a senhorita tenha tomado os seus remédios, Lauren Jauregui. Não quero ser uma pessoa má que pode ser presa por ter te matado.

Você: Acabei de tomá-los, mamãe. Infelizmente não vai ser dessa vez que vai ter a oportunidade de me matar. :-)

Tippa-chan♡ [01/21 08:07 a.m]: Eww, Lóren. Que emoji horrível! Não me faça te bloquear pela primeira vez em todos esses dezesseis anos por causa desse assassinato aos emojis modernos e mais fofos!

Mas fico bem tranquila por saber que esteja tomando os remédios, infelizmente eu não estou aí para verificar, então tenho que confiar em você. Mas querendo ou não, eu me preocupo bastante com você.

Sabe, por que?

Você: VOCÊ PEDIRIA O DIVÓRCIO POR CAUSA DESSE EMOJI, STEPHANIE HWANG!? QUE TIPO DE AMIGA/IRMÃ É VOCÊ?!

Mas enfim, pode confiar, Fany! Eu estou tomando eles direitinho...

Somos irmãs, é óbvio que vai se preocupar comigo, pois eu sou muito fofa.

Tippa-chan♡ [01/21 08:20 a.m.]: SE VOCÊ ENVIAR ESSE EMOJI HORRÍVEL DE NOVO, EU PEÇO O DIVÓRCIO, SIM!

Exatamente! Somos irmãs, então é óbvio que tenho que me preocupar, está na cláusula do contrato da nossa amizade.

Você: Você é muito retardada, Stephanie haha

Tippa-chan♡ [01/21 08:21 a.m.]: Você me ama do mesmo jeito. Nem precisa negar, Michelle, eu te conheço para saber disso.

Você: Quem te iludiu dizendo que eu te amo? Só sou sua amiga por causa do seu sorriso maravilhoso, o resto teve que vim, infelizmente.

Ninja Turtle♡ [01/21 08:22 a.m]: Você só me esnoba, Michelle. Não quero mais falar com você. Tchau!

Mentira, eu te amo e sei que me ama!

Mas agora tenho que ir, tenho que acordar daqui às duas horas para verificar o meu visto.

Até!

Você: Vai dormir mesmo, Ninja Turtle! Até mais tarde e boa sorte!

Eu te amo! ♡


Deixei o meu celular novamente na mesinha e me levantei rindo dela. Era impossível termos uma conversa normal. Tiffany e eu quando não éramos doidas nas mensagens, era xingando uma a outra a cada segundo. Eu por ser trouxa e ela por ser lenta demais.

Única coisa que fazemos certo na vida.

Peguei os remédios e caminhei até o meu banheiro, deixando-os na estante onde eu guardava sempre os remédios. Peguei a minha bolsa e verifiquei os meus pertences, peguei a chave do meu apartamento e meu celular, saindo de lá e trancando a porta.


-

-

-

-


Exposição de Fotografia da NYFA - 09:35 a.m.

Todos os grupos estavam espalhados, alguns nervosos outros confiantes com a sua apresentação. Diversas fotos tentando passar um sentimento bom.

Lauren olhava para tudo aquilo encantada, era inegável que todos ali tinham muito talento para a fotografia e agradeceu por não estar participando junto com a turma. Teria que começar a pensar em algo para a próxima exposição.

Dinah, Normani, Ally e Camila entraram conversando, a mais velha das das quatro entrou praticamente sendo agarrada pela mais nova dali e era impossível não rir da sua animação de estar naquela exposição e por estar com saudades dela.

Camila observava tudo em silêncio, ainda estava mal depois do ocorrido no parque, queria ficar em casa escrevendo suas músicas ou até mesmo ir para o estúdio terminar o seu álbum. Mas era uma tradição dela com suas melhores amigas ir a essa exposição e não podia deixar de ir.

Austin estava sendo confortado por Shawn e Niall, o seu nervosismo era grande que era perceptível as suas mãos trêmulas. Lauren se aproximou dos três e o brasileiro logo a puxou para um abraço apertado, a morena não sabia o que estava acontecendo mas apenas correspondeu ao contato na mesma intensidade ficando assim por alguns minutos até que ele se acalmasse.

- Eu vou acabar tendo uma crise de ansiedade aqui - Austin disse bebendo água e respirando fundo algumas vezes.

- Relaxa, Aus. Você vai se sair bem, acredito que nem vai precisar falar muito sobre as suas fotos, pois elas já dizem por si só - Lauren disse enquanto observava as fotos com um grande brilho no olhar. Os três notaram isso e sorriram carinhosos para a mais nova, ela era realmente muito especial.

- A exposição já vai se iniciar, gente. Por favor, venham me ver, eu preciso da ajuda de vocês! - Austin disse em um claro desespero e Lauren abraçou ele, logo os outros dois a acompanharam fazendo assim, um abraço em grupo.

Do outro lado, Camila notou um pequeno grupo abraçado, percebeu que era para confortar um menino que iria se apresentar, sorriu com isso. Eles lembravam muito elas com as meninas, o carinho, a união e o amor que tinham.

Olhou para as meninas e perceberam que elas também olhavam para o mesmo lugar onde estava olhando, elas sorriram e logo se entreolharam e Camila já sabia que seria o primeiro stand que iriam.

Lauren andava pelos stands completamente encantada e curiosa, amava conhecer e aprender sobre coisas novas, e amava ainda mais quando envolvia a fotografia, a sua maior paixão.

Esbarrou sem querer em um trio e se assustou logo para se desculpar, mas teve outra surpresa ao ver que era o grupo que tanto era fã. Respirou fundo algumas vezes enquanto as três olhavam para ela sorrindo.

- M-Me d-desculpe, e-eu não v-vi vocês - Disse com dificuldade enquanto olhava para Dinah, Normani e Ally.

- Está tudo bem, também não estávamos prestando atenção, aqui sempre me deixa um pouco fora de órbita - Normani disse simpática e Lauren sorriu achando ela tão maravilhosa de perto, sua vontade era de tocar na sua pele para ter certeza que é tão macia quanto diziam.

- Qual o seu nome? - Ally perguntou e Lauren demorou a focar nelas. - Você está bem?

- A-Ah, sim! M-Me desculpe, eu apenas estou um pouco nervosa - Engoliu a seco e sorriu fraco. - Sou Lauren, Lauren Jauregui - Disse e Ally logo estendeu a mão para a brasileira que pegou rapidamente.

- Prazer, Lauren. Me chamo Allyson mas prefiro Ally - Sorriu largo e Lauren sabia que não iria sair dali acordada.

- E eu sou Normani - A negra estendeu a mão e a morena pegou e quase desmaiou por estar sentindo a mão super macia e linda dela.

- Dinah Jane - A loira sorriu enquanto fazia um aceno para ela. A mais alta das três percebeu que era uma fã e achou fofo a reação dela. Nunca tinha sido recebida por uma fã a não ser que fosse por gritos e pedindo fotos.

- O-Olá Dinah! - Sorriu ainda nervosa e logo Normani iniciou uma conversa breve enquanto esperavam Camila.

Lauren já tinha se acostumado com a presença das três mulheres e achou incrível poder conversar com elas, Ally havia gostado tanto da garota que pediu para que trocassem os números, queria ter a oportunidade de conversar mais com ela.

As três estavam animadas por conhecerem uma aluna da NYFA. Dinah estava mais, pois quando soube que a morena era do curso de fotografia, praticamente agarrou-a dando alguns pulinhos. Normani e Ally tiveram que separá-la para poder Lauren respirar.

- Eu gostei demais de ter conversado com vocês, mas eu tenho que ajudar algumas pessoas agora - As três assentiram enquanto olhavam para Lauren. - Mas se houver uma oportunidade, podemos marcar para conversarmos mais.

- Com toda certeza iremos conversar, Lauren, pode esperar pela mensagem! - Dinah disse sorridente. A morena sorriu e se despediu das três indo em direção ao stand do Austin.

Logo Camila apareceu enquanto trazia algumas bebidas para as suas amigas.

- Então, o que eu perdi? - A latina perguntou enquanto entregava as latinhas de coca-cola para elas.

- Uma conversa incrível com a Lauren - Normani disse sorrindo. Ally e Dinah assentiram enquanto bebiam um pouco do refrigerante.

- Quem é Lauren? - Camila perguntou confusa enquanto abria a latinha.

- Uma estudante de fotografia e que você iria amar conversar com ela... Aquela garota tem uma mente incrível! - Dinah disse sorrindo largo e Camila franziu o cenho ficando curiosa para conhecer a tal Lauren.

Demorou um pouco mais de duas horas a exposição, mas foi um sucesso, todos estavam felizes com o resultado e já sabiam a data da próxima.

03 de Março.

Lauren ajudava a arrumar as fotos de Austin e tentava pensar em algumas opções para a próxima exposição e que seria a sua primeira.

- Vocês nem sabe quem veio aqui no stand ver as minhas fotos! - Austin disse animado atraindo a atenção dos três.

- Quem? - Shawn perguntou enquanto empilhava algumas caixas cheias de acessórios que foi usado ali.

- Third Harmony e Camila Cabello! - Quase gritou, Niall e Shawn arregalaram os olhos e começaram começaram perguntar tudo sobre elas.

Lauren voltou a arrumar as fotos e torceu para que nenhum dos três percebesse o seu silêncio.

Mas foi em vão.

- O que está acontecendo, Lauren? - Niall perguntou e a morena apenas fechou os olhos suspirando baixo antes de virar para os três.

- Eu conheci o 3H - Os meninos arregalaram os olhos e logo se aproximaram dela perguntando algumas coisas. - Calma, gente! Trocamos os números de telefones e elas me disseram que mandariam mensagens para podermos conversar mais - Disse e os três sorriram animados.

- Você é muito sortuda mesmo, Laur! - Austin disse - Conheceu as quatro e ainda tem o número delas!

- Não, conheci a Camila, Aus... - Ela disse sorrindo. - Apenas Dinah, Normani e Ally, e quase desmaio algumas onze vezes, pouca coisa - Se fez de indiferente indiferentes logo sorriu animada. - Eu nunca pensei que um dia poderia conhecer as meninas, era um sacrifício eu ter o follow delas que eu ainda não tenho e agora eu tenho o número das três!

- É, Lauren, sua vida realmente mudou! - Shawn disse e abraçou carinhosamente a garota, logo Austin e Niall abraçaram eles e ficaram assim por alguns minutos.


Notas Finais


Já disse que sou muito apaixonada por essa amizade dos quatro e das quatro?

Ainda não teve encontro Camren, mas logo vai ter e vai ser engraçado.

Espero que tenham gostado do capítulo!

Até quinta!

See Ya!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...