História Love Cursed (Em revisão até o dia 30-12-2017) - Capítulo 56


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Sasha Pieterse, The Originals
Personagens Elijah Mikaelson, Esther Mikaelson, Jaxon Bieber, Klaus Mikaelson, Mikael Mikaelson
Tags Justinbieber, Lobisomem, Sobrenatural, Theoriginals, Vampiro
Visualizações 18
Palavras 1.015
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 56 - Fight


Fanfic / Fanfiction Love Cursed (Em revisão até o dia 30-12-2017) - Capítulo 56 - Fight

P.O.V's Megan Mikaelson

- Temos que achar uma solução. Jaxon não vai parar até acabarmos com isso. -Disse Frida-

- Nós precisamos saber o motivo disso tudo. Jaxon era nosso amigo. -Elijah afirmou indignado- 

- Vamos procurar em todas as merdas desses livros e não iremos sair daqui até encontrar algo, entenderam?

- Estão jogando errado -Indaguei- O objetivo de Jaxon é deixar vocês loucos procurando por uma resposta. Se ele fez esse feitiço, ele achou no livro da mamãe. Vocês se lembram de quando deixavam ele ler os livros, de usá-los? Jaxon é esperto. Se tinha algo ali, ele tirou. 

- Faz sentido. -Justin confirmou-

- O que faremos então? -Perguntou Kol-

- Vamos deixar ele achar que tem total controle. Todo feitiço tem um lado ruim, amigos. -Passei a mão em meu braço sentindo aquela marca ainda presente-

- O que quer dizer com isso? -Perguntou Niklaus-

- E se o Jaxon morresse da forma que ele matava suas vítimas? -Perguntei-

- Eu já vi isso em algum desses livros. Minha tia sempre tentou me ensinar esse feitiço de retirada de poder, mas eu era uma criança e o feitiço era grandioso demais. 

- Podemos tentar, Frida. Usamos objetos negros, captamos mais poder a gente se vira. -Afirmou Kol-

- Tudo o que precisamos agora é de uma isca. Eu não me importo em dar na cara daquele traidor. Não sabemos o poder que o demônio e eu aqui temos. 

- Você tem certeza, Megan? -Justin parecia aflito- 

- Tenho. -Sorri fraco- Andem logo com a procura do feitiço.

Me levantei do sofá e fui para o quarto. Comecei á organizar algumas coisas e parei quando vi o meu reflexo no espelho. As coisas haviam mudado tanto. No início do ano eu daria tudo para nunca mais pisar aqui, e agora, eu quero ficar. É incrível como as coisas mudam tão rápido. O tempo é um fator essencial, que só lhe trás o bem. A cada dia que você acorda, você tem uma nova chance de recomeçar, de ser alguém melhor. 

Eu sempre disse que viver por uma eternidade foi a pior maldição que caiu sob mim. Talvez eu estivesse um pouco equivocada. Se não virássemos vampiros, teríamos morrido naquela vila por lobisomens. Eu teria me casado, construído uma família, e tudo sairia como eu sempre sonhei. Mas, eu gosto tanto da vida que eu levo. Viajar, conhecer novos caras, novas culturas, ser sempre a "bad girl" mais temida do mundo. Eu me acostumei com a vida que eu tenho, eu gosto dela. Gosto do prazer de saber que eu nunca vou morrer. Ou talvez eu vá.

Decidi ficar porquê tenho medo. Medo de perder a única certeza que eu tenho: a eternidade. Nunca fomos tão ameaçados como agora, e como perdemos o Finn, todos estamos com medo. De certa forma, me sinto mais forte e protegida com os meus irmãos por perto. Se eu fugisse, Jaxon iria me encontrar e talvez eu nem teria chance de lutar.

- Frida conseguiu achar o feitiço, podemos começar?

Elijah perguntou já entrando o quarto. Ao me observar, ele se manteve em silêncio, permanecendo apenas com os olhos brilhando curiosidade.

- Vamos conseguir, Elijah. Somos e sempre seremos o seres mais fortes da terra. Se a maldição caiu sob nós, é que por algum motivo somos fortes o suficiente pra passar por tudo o que passamos. 

- E quando estamos juntos, nunca perdemos uma guerra. -Colocou a mão em meu ombro e beijou minha bochecha- Vamos?

- Vamos.

Descemos juntos encontrando o resto do pessoal na sala, menos Justin. Olhei estranho para os outros e eles deram os ombros.

- Onde está Justin?

- Pensei que estivesse com você. -Respondeu Klaus- Será que ele foi correndo contar o plano pro irmão?

- Tenho certeza que não, Justin não faria isso conosco.

- Ele não faria isso com você, Megan. -Indagou Kol- 

- Querendo ou não, Jaxon é o irmão dele. Você tem esse demônio dentro de você e mesmo assim não desistimos e nem desistiremos de tirar isso daí. -Frida se encontrava emocionada- Nós vamos conseguir, irmãos.

- Pelo Finn, e por nós. -Elijah se manisfestou-

- Pelo Finn e por nós! -Todos afirmamos-

- Bom, alguém nessa casa tem que fazer alguma coisa. Eu vou atrasá-lo Vejo vocês em breve. -Sorri de lado 

Peguei uma estaca na parede e caminhei até os portões, o show iria começar. Eu não fazia a mínima ideia de onde ele estava, Justin seria minha luz, mas, ele fez questão de sumir logo agora. Eu me nego á acreditar que ele esteja ajudando Jaxon, ele não seria capaz Justin é um cara muito correto, e ele faria de tudo para manter a calma e a ordem. 

Adentrei o Pantano, onde o feitiço foi feito. Frida me contou com detalhes o que havia ocorrido no dia que Jaxon se transformou em aberração, espero que ele esteja aqui, se não, não sei onde procurar. 

- Está me procurando?

- Acabei de achar. -Sorri irônica batendo a estaca na mão- 

- Veio tentar me matar com isso? -Gargalhou de leve- Pobre Megan, sempre tão ingênua... 

- Ingênua? Não, acho que esse papel é seu. Sempre vivendo nas costas do seu irmão, o Bieber mais fraco... Sabe? A última opção. 

- Vadia! Como meu irmão pôde olhar pra você? Aquele medíocre teve a capacidade que trocar o próprio irmão para ficar com você e com a sua família asquerosa. 

Jaxon estava nervoso e seu tom de voz só aumentava. EU estava conseguindo o atrasar, mas, estou me enjoando desse bate papo.

- Vai vir ou não me bater? -Perguntei revirando os olhos-

- Ninguém vai encostar a mão em você!

Justin alegou com certo ódio na voz. Ele havia aparecido no meio das árvores, e estava com sangue nas roupas, mas, não aparentava nenhum machucado. Acho que os irmãos tiveram uma discussão. 

- Não acredito que você voltou, Justin. -Jaxon parecia indignado- 

- Você é meu irmão, Jaxon. Mas, infelizmente está errado. Eu sinto muito, mas faço questão de acabar com isso eu mesmo.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...