História Love yourself - Min Yoongi - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), HyunA
Personagens HyunA, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Bangtan Boys, Bangtan Senyodan, Bts, Love Yourself, Suga, Yoongi
Visualizações 62
Palavras 1.207
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Agust D (Suga)

They call me new thang
Shinbyeong watda jimeul badeo
Whole world, concert
Kkwae meokhineun Asiana Asia
You could be my new thang
Geunmutaeman hyeongdeul gwaneun dalleo
Yumyeongin-e hageuksang, damn
Ssen nomman deombyeo

Eoteon ineun nega I jaril swipge anjadagohe
Fuck you, nan seonggonggwa georiga meon
Hyeongdeul sai nunegasine
Soljikhi, 'Ssaihanuwol' jjokpallyeo
Ije ilnyeone 50manjang pareo
'K-Pop' iran kategori
Nal damgieneun saijeuga dalleo, woo

Agust D

Eles me chamam de coisa nova
Então venham ver que o novo recruta têm
Shows no mundo inteiro
Nós vamos sempre de Asiana Asia
Você podia ser minha coisa nova
Eu sou diferente desses hyung preguiçosos
A revolta de uma celebridade, droga
Só os fortes podem mexer comigo

Alguns dizem que eu tive tudo muito fácil
Vá se foder, eu atingi o sucesso
Eu sou o pé no saco desses hyungs
Para ser honesto, 'Ssaihanuwar' é vergonhoso
Agora nós vendemos meio milhão por ano
Essa categoria 'K-Pop'
Não tem tamanho suficiente para mim, whoo

Capítulo 8 - Conversar


Fanfic / Fanfiction Love yourself - Min Yoongi - Capítulo 8 - Conversar


Point Vision ( S / n )


Eu estava com uma vontade enorme de ir lá e estrangular o Yoongi até ele me pedi piedade, mas como eu não quero ser expulsa... Eu não acredito que ele me beijou sendo que ele namora, que raiva que eu estou de mim, que raiva que eu estou dele.


  - Acho melhor entrarmos, não acha Lucy? -Perguntei para ela com um sorriso forçado no rosto.


  - Claro...Vamos entrar. -Falou me seguindo em direção a nossa sala.


{ .... } 


Tínhamos acabado de sair da nossa aula de canto e eu estava faminta, mas Lucy disse que ficaria na escola para revisar algumas notas, estava com tanta fome que eu decidi ir sozinha na lanchonete que tem aqui perto.


Entrei na lanchonete e fiz o meu pedido,sentei na porta mais próxima da janela que tinha ali.


  - Está sozinha? -Perguntou alguém atrás de mim, assim que eu olhei desejei que apenas fosse uma miragem.


  - Está vendo alguém aqui comigo? -Perguntei curta e grossa. 


  - Nossa não precisa falar assim...-Falou Min com um sorriso no rosto.


Voltei olhar para a janela, mas eu percebi que ele ainda permanecia ali.


  - Deseja alguma coisa senhor Min? -Falei sorrindo falsamente.


  - Você sabe que eu não sou tão velho assim, então não precisamos dessas formalidades.-Falou sorrindo e se sentando na minha frente.

  

  - Você é meu professor, então eu lhe devo respeito.-Falei.


  - Porque está agindo assim ( S / n )?-Falou diminuindo o seu sorriso, até desaparecer.


  - Eu estou normal. -Falei e nesse hora a garçonete chegou com o meu pedido.


  - Tudo bem então. -Falou não se convencendo muito no que eu acabei de dizer.


Toda hora o Min tentava puxar assunto comigo, mas eu sempre o cortava, não estava com vontade de falar com ele.


  - Bom eu terminei e já vou indo. -Falei me levantando e saindo daquele ambiente. 


  - Espera um minuto. ( S / n )!!!! -Falou Min se levantando e me seguindo. 


  - Será que dá para parar de me seguir? -Falei me virando para o mesmo com raiva nos olhos.


  - Só quando você me disse o porquê está assim...-Falou se aproximando mais.


  - O porquê eu eu estou assim?- Gargalhei.-Você simplesmente acha normal você me agarrar na sala dos professores em um dia e no outro já aparece com uma namorada...-Falei colocando o dedo na cara dele.


  - Então é isso...-Falou olhando para o lado .


  - Nunca mais ouse chegar perto de mim, e se chegar que seja só para falar unicamente das suas aulas.-Falei respirando fundo e colando a andar, dessa vez ele não me seguiu.


Nossa eu estava me segurando para não dar uma na cara daquele branquelo, geralmente eu não deixo que me façam de otária, mas nesse caso ele é o meu professor e eu simplesmente não poderia armar um barraco por isso.


Voltei para a faculdade e quando cheguei não encontrei Lucy, então decidi ir para o jardim do campus. Pelo menos lá eu teria um pouco de paz.


Fui para a árvore mais afastada de todas e me sentei em baixo dela. Peguei meus fones de ouvido e coloquei eles no volume máximo assim não ouviria nada exteriormente.  


Coloquei em uma música calma e fechei meus olhos relaxando, essa música sempre me deixava calma, me trazia uma calma de onde eu não teria de onde tirar.


Estava tão relaxada que nem reparei em alguém se aproximar de mim, eu só fui perceber sua presença só quando essa mesma pessoa cutucando o meu braço. Olhei para o o lado assustada e quando vi, tinha um menino muito bonito sentado ao meu lado. Imediatamente eu tirei meus fones e sorri.


  - Oi, eu estava passando por aqui e vi você sentada aqui tão concentrada que eu decidi vim falar com você...-Começou falando o menino de cabelos castanhos.


  - Oh sim... Qual é o seu nome?-Perguntei ainda sorrindo para o menino.


  - Oh... Que falta de educação a minha.-Falou se levantando e se curvando perante a mim.-Prazer eu me chamo Vernon.-Falou sorrindo docemente. -E você seria? - Perguntou se sentando novamente ao meu lado.


  - Prazer eu me chamo ( S / n ). -Falei sorrindo, eu já ia me levantar para me curvar, mas ele me impediu segurando o meu pulso, aí ele balançou a cabeça negativamente. 


  - Não precisa de tanta formalidade.-Falou soltando o meu pulso. Sério assim que ele se me tocou eu senti uma corrente elétrica passando pelo meu corpo inteiro.-Então ( S / n )o que uma garota como você estava fazendo aqui sozinha? -Perguntou se aconchegando no troco da árvore e logo em seguida me olhando.


  - Estava só pensando na vida. -Falei sorrindo para ele.


  - Pensando na vida ,huh?-Falou de olhos fechados.-Sabe eu estava pensando uma coisa mas eu acho que isso seria muito atrevimento da minha parte, ja que nós acabamos de nós conhecer...-Falou abrindo seus olhos lentamente e olhou para mim.


  - Sem problemas. Pode falar.-Falei dando permissão para ele seguir o que estava falando.


  - Você gostaria de sair hoje comigo? -Perguntou se desencostando do tronco e me olhando.


Sério, eu estava me segurando para não dar um ataque cardíaco ali mesmo. Sério que um garoto desses queria sair comigo? Eu realmente não sabia o que responder. 


  - Então ( S / n ) aceita? -Perguntou chegando mais perto. 


  - Bom eu...-Estava falando quando eu fui interrompida por Lucy.


  - ( S / n )!!! Finalmente te encontrei...-Falou se aproximando cada vez mais de nós. -Nossa quando você quer ninguém te encontra hein...-Falou sorrindo.


  - Ah Lucy, eu estava aqui conversando com o Vernon.-Falei aérea. 


Acho que Lucy nem tinha percebido a presença dele ali, pois quando ela olhou para ele, ela arregalou os olhos de leve.


  - Muito prazer,me chamo Vernon.-Falou sorrindo e se curvando para ela.


  - Ah...O-o prazer é-é meu.--Falou Lucy gaguejando mais que o normal, acho que ela também caiu nos feitiços dele.


  - Bom acho que já vou indo...mas antes eu preciso saber a sua resposta ( S / n ). -Falou ele se virando para mim.


  - Então eu não tenho nada para fazer... Então eu aceito.-Falei sorrindo.


  - Okay, na saída nós nos encontramos.-Falou saindo mas antes se curvou para nós duas.


Lucy esperou que ele estivesse a uma distância segura para ela começar a pirar.


  - Meu Deus! O que rolou aqui em senhorita ( S / n ) ?-Perguntou Lucy com um sorriso malicioso no rosto.


  - Ele me chamou para sair depois das aulas.-Falei sorrindo.


  - Não acredito, você realmente veio para abalar os corações .-Disse batendo algumas palmas e depois logo sorrindo.


  - Como assim "abalar corações"?- Perguntei sem entender nada.


  - Sim isso mesmo que vice ouviu. Hoje eu estava na sala de canto e algumas meninas estavam comentando o quão próxima você estava do nosso lindo e amado professor Min.-Falou com um sorriso malicioso.


  - O que?!?!? Mas quem está falando uma merda dessas? -Perguntei.


  - Metade da sala.-Disse sorrindo da cara que eu fiz ao escutar isso.-Eu sei que isso não irá ajudar mas... Não olhe para trás. -Falou.


  - Por quê? -Perguntei.


Estava me virando para ver para onde Lucy olhava, quando eu me deparei com ele.




  - ( S / n ) podemos conversar?






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...