História Lover five ! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Escola, Romance, Yaoi
Visualizações 46
Palavras 1.556
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Lemon, Musical (Songfic), Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente antes de mais nada sejam bem vindos! Espero que gostem

Aviso capítulo não revisado

E esse capítulo é mais um apresentação dos personagens, e por favor relevem tô começando agora ^-^ .

Capítulo 1 - Primeiro dia de aula!


Aquele era um dia muito importante algo importante aconteceria.

Já era 6:30 da manhã eu estava muito animado com o dia de hoje, já estava todo arrumando, eu vestia uma bermuda colada azul escuro com detalhes laranja, e com uma regata branca que dava um realce na minha pele, muitos perguntam se eu faço bronzeamento artificial pois minha pele e um tom dourado natural.

Prazer meu nome e Allef Haygor, tenho olhos castanhos escuros meu cabelo e cantanho claro, e tenho 1,60 de autura. Sim todos me chamam de baixinho, e se não bastasse ser chamado de baixinho ainda sou chamado de gay, não é que eu realmente não seja ne... é que é muito complicado, pra mim mesmo aceita, minha família é homofobica, as pessoas em minha volta são, mais enfim mudando de assunto, infelizmente sou brasileiro mais o meu sonho é e sempre foi morar no Japão sou apaixonado pela cultura, e pelas comidas de lá, sem contar que quero cursar meu ensino médio lá.

Mais tarde ...

Allef off

Autora on

Allef se dirigia a escola que e perto de sua casa, ele então chega na escola radiante e com os olhos brilhando, e de certa forma o baixinho dispertava o olhar de todos a sua volta ( afinal mesmo sem se sentir ele era muito bonito) e com um sorriso lindo e radiante comprimentando todos servidores da escola, ele então avista suas melhores amigas Júlia e Vanessa que logo acenam pra ele.

Autora off

Allef on

Bom dia meninas, como foram as férias de vocês? _Otimas diga-se de passagem disse a morena, _foram tão boas que eu nem queria voltar disse a loira, nossa vcs estão cada vez mais gatas, _obrgado disseram a loira e a morena, vc também está muito gato disseram elas.

Júlia havia me dito com suas férias foram incríveis, e que tinha muito o que contar, que havia acontecido muita coisa, e que havia tirado muitas fotos, disse a morena que essa tinha sido a melhor viagem que já teve, respondo dizendo que particularmente fico muito feliz por ela, que logo me retribuiu com com um sorriso doce.

Vanessa nos disse que leu 15 livros, dizia ela tá feliz mais insatisfeita com o a quantidade, me pergunto quantos livros a sassiaria, ela também disse que lá em caldas novas eles se hospedaram em um hotel que tinha termas e sauna, deve ser por isso que a pele da loira estava ótima.

Júlia com um olhar malicioso perguntou com pra a loira se tinha muito homem bonito lá, vi a mesma corar assentindo que sim com a cabeça, eu então senti meu rosto corar, as duas me olhavam malícia, e eu cada vez mas sedia a preção psicologia que ambas faziam, elas então continuaram me provocado, não sei dizer por que, mais fico com vergonha com esse assuntos, elas sempre se aproveitavam disso.

Mais tarde...

O sinal que indica o começo da aula tocou, e depois de muito papo eu e as meninas fomos para a sala que por sinal era a mesma por 7 anos, havia alguns alunos novos, e como sempre sentamos do lado esquerdo nas mesas da frente claro, e continuamos conversando, até chegar a professora de matemática, Natalícia, que logo nos comprimentou com um bom dia, e todos a comprimento da mesma forma, 5 minutos depois da professora chega em sala chega os baderneiros da sala, o grupo que eu odiava por mim eles poderiam sumir, Marcela minha arquinimiga, da pele bem branquinha, cabelos castanhos escuros curtos na autura dos ombros, com um corpo cheio de curvas e bem bonitas, a companhada de Ana Júlia minha vizinha baixinha, mais muito gata alias a vaca e jogadora de vôlei, eu odiava essa guria, Daniel o loiro muito fofo, bem corpulento mais era da minha autura que por sinal eu tbm odiava, e com o meu verdadeiro arquinimigo Osmar Marques loiro dos olhos verdes, bem mais auto que eu diria que 1,75 por aí corpo atlético, nossa eu odiava ele com todas as minhas forças, estudamos na mesma turma por anos, ele logo me deu um sorriso malicioso claro que eu fechei a a cara e desviei o olhar fingindo não ter visto.

Mais tarde...

 Ja havia passado umas duas aulas e todos  interagindo junto até que chega a nossa nova professora de história Késia ela era simplesmente linda, com seus cabelos longos a autura do bumbum, pele branquinha, um corpo bem desenhado, ela era simplesmente uma princesinha.

Princesinha que mais tarde eu chegaria a odiar...

Ela se apresentou, e todos nós, nus apresentamos também, a sala tava agitada como se uma celebridade tivesse chegado a nossa sala, os meninos estavam todos assanhados pro lado dela revirei o olha, e no decorrer da aula já me apeguei a ela, pois a minha matéria preferida é história, ela então parecia retribuir o afeto, pois me dava um lindo sorriso enquanto conversávamos. O sinal que indica o intervalo havia tocado, eu e as meninas fomos em direção a vendinha que havia na escola já havia uma fila, quando chegou nossa vez comprei duas coixinhas grandes, e dois pâes pizza e uma coca em lata as meninas me olhavam como se eu tivesse exagerado, revirei os olhos, e quando ia sair fui abordado logo por ele, sim era o loiro que está rindo de mim, _come tanto e não cresce e pra onde vai isso tudo? Perguntou ese presunçoso, me virei a ponto de não responder pois não queria estragar meu dia, quando me viro ele maliciosamente diz _já sei vai pra bunda né afinal você usa muito ela, virei-me novamente pro garoto com um olha fuzilante, ele deu um sorriso malicioso e mesmo tempo provocativo, Vanessa percebendo aquilo me arrastou de lá.

Fomos comer no nosso cantinho de sempre, as meninas me olhavam assustadas pois eu comia desesperadamente, olhei para ela e com a boca cheia falei o que foi? Eu tô estressado e estresse me dá fome elas rim, e quando me deparo com a única pessoa que eu não queria que me visse na quela situação decadente, era o meu senpai do 9ªano Gabriel ele era a pessoa que por quem eu era "apaixonadinho".

As meninas logo riam da minha cara, eu enguli seco, limpei a boca e fiquei mais vermelho que tomate de tanta vergonha, ele deu um sorriso malicioso e me perguntou se eu iria participar do integral e respondir que não tinha certeza ele me deu uma folha e disse que se caso eu resolvesse entrar era pra entregar pra ele, perguntei se ele ia entrar, ou se era apenas responsável pela inscrição, ele me disse, _Sim pretendo entrar, com com sorriso e fiquei corado e ele logo se despediu.

Eu fiquei todo disconsetado, as meninas logo me perguntaram vc vai entra né? E eu logo respondir_ logico, elas riam como se fosse o último dia de vida delas, revirei os olhos arrumei lixo e o sinal de volta às aulas tocou.

Chegando na sala estava todo mundo gritando fazendo a farra a professora nova por outro lado não estava nada contente pois ela havia chamado atenção da turma umas quatro vezes, ela então gritou ela estava toda vermelha acredito que ela nunca grite pois a voz da mesma baixa e doce, e ela deu um sermão na turma, logo mais tarde ela me olhou, me entregou sua chamada e pediu para que eu a fizesse enquanto ela cópiava o conteúdo enquanto eu chama, sentir olhos me telarem e quando olhei procurando os meninos estavam, com uma expressão de ódio, logo e entendi que foi pelo favoritismo da professora em mim, arquiei as sobrancelhas, e soltei uma risada irônica e provocativa, logo vi eles me odiarem ainda mas, mais havia um olhar incomum entre eles era os de :

 Osmar como se me desafiasse, com um sorriso de canto de boca, logo ficamos nos incarando, eu pensei comigo "uma hora ele vai ter que ceder", "não vou me dar o luxo de perder pra ele", logo e claro que a professora me chamou a atenção pedindo a chamada, entreguei sem tirar os olhos dele ele deu um sorriso malicioso e logo fez com que eu ouvir uma voz irritante, dizendo _I o lá o querendo o Allef querendo seduzir o Osmar, olhei e vi que vinha da vaca da Marcela, então quebrei o olhar com o garoto e logo direcionei ele de forma fuzilante a castanha, que por sua vcs sorria parecendo se divertir com aquilo, logo eu disse _o que foi tá com ciúmes?E dei uma risada maliciosa para a garota que logo fechou a cara, e disse _Se fecha, ele é meu amigo, eu logo retruquei verdade né vc gosta mesmo é do Matheus né? E dei uma risada ainda mais maliciosa diria até que diabólica, vi seu rosto corar, garota agora me olhava de uma forma fuzilante, eu então eu dei uma risada de deboche, a turma inteira estava se divertindo com aquilo, ela então sentou no seu lugar e logo me deparei mais uma vez com o olhar do loiro que me relação como se me investigando, desviei o olhar e olhei para frente.

Mais tarde...

Autora ~

As aulas acabaram Allef se despediu de todos e sai correndo, mais correndo direção da rua abaixo da de que por sinal é a mesma rua do loiro, pra onde ele ia?

 Sei algo aguardava o futuro desse baixinho mais do que se trata? 


Notas Finais


E aí gente o que achou ?
Gostaram?
Lembrando não capitulo não está revisado.

O que vcs acham que vai acontecer ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...