História Magic reality - interativa - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Fairy Tail, Magia, Magos
Visualizações 22
Palavras 1.930
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo, meu, não é pela fanfic ser minha, mas pensem em um capítulo épico desse, acho que é o melhor capítulo até agora da Magic Reality e esse final de capítulo me deu arrepio até de escrever kkkkk.

Bem, bom capítulo para vocês e espero seus comentários, por que tenho certeza que iram ter o que falar.

Capítulo 38 - Aonde encontro a luz para nossa salvação


+Nos últimos capítulos+

 

   Após arrumarem suas malas e virem em direção a Magnólia, Akemi, Ashley e Hikory passam por coisas estranhas que começam a ocorrer em todo seu caminho de volta, a primeira coisa estranha é comentada por um estranho fantasma de máscara no deserto, depois o estranho passageiro do trem. Porém o mais estranho ocorre quando eles chegam em Magnólia, no jornal estava escrito que Atenna seria executada em Gold Grid pelos soldados de Clare.

   Na guilda, o grupo se reencontra com seus companheiros, todos os novos intrigantes são apresentados e enfim depois de brincadeiras e apresentações, o grupo que acaba de chegar tem de contar a Merim o que ocorreu e que querem salvar Atenna, mas Merim nega e depois de rever seus conceitos ela acaba aceitando que os três invadam Gold Grid e resgatem a amiga.

-------------------------------------------------------------------

+Pela noite+

 

   - Que coisa, não consigo dormir, tudo se resolveu, mas não consigo – disse Akemi que estava na cama e falando para si mesma.

   Alguém abriu sua porta lentamente e mostrou a mão pela porta.

   - Chega, não quero falar com outro estranho de cabelos brancos no meio da noite! – disse Akemi que pegou um livro e jogou na cabeça de quem estava entrando em seu quarto.

   O livro acertou a pessoa em cheio bem na testa, então a pessoa que foi atacada caiu de joelhos no chão.

   - AI, AI, AI, não precisava disso tudo, só quero falar com você – disse Ashley que era a pessoa que havia levado um livro na testa.

   - Entra Ashley – disse Akemi que se levantou e ficou sentada na cama.

   - Com licença – respondeu Ashley que ainda esfregava a testa e dor.

   Ashley se sentou nos pés da cama e olhou pela janela que estava fechada somente no vidro, ela olhou a antiga floresta de trás da guilda em que Gaduy foi derrotado no passado.

   - Eu não consigo dormir e creio que você também não, já que nessa hora da noite você ainda está acordada assim como eu – disse Ashley.

   - Verdade, estou pensativa, nós amanhã teremos que chegar até onde Atenna está e liberta-la bem encima do nariz da Dragão Demoníaca – respondeu Akemi.

   - Se eu te falar que estou com medo de ir lá amanhã por causa dela – disse Ashley.

   - Também estou com um pouco de receio, se ela estiver lá. Sozinha ela conseguiu derrotar nós três facilmente no meio do deserto, quem sabe quantos soldados ela irá ter amanhã do lado dela – disse Akemi.

   - A minha duvida é, ela não iria preparar vários soldados só para derrotar a nossa guilda – disse Ashley.

   - A menos que todos sejam fracos e só ela possa ser uma forte oponente – disse Akemi.

   - Eu acho que ela tenha sim aliados muito poderosos, essa é a típica hierarquia, se você se torna muito poderoso, outras pessoas que também são poderosas mas estão abaixo de você se unem a você só para não serem derrotados – respondeu Ashley.

   - Então vamos ter que passar como fantasmas amanhã kkkkkkkkk – riu Akemi.

------------------------------------------------------

+Na mesma noite, na sala de Merim+

 

   A mestra acordou de sua cama dando um pulo para fora dela.

   - O que? Quem é? Talvez tenha sido só um sonho eu ter sentido essa vibração, como se um terremoto tivesse pego Fiore – disse Merim que acordou meio desnorteada com aquela camisola rosa que sempre usa para dormir e seu cabelo todo despenteado.

   - Realmente eu acho que fora um sonho, vou voltar a dormir – continuou Merim.

   A mestra se deitou novamente, então outro tremor tomou conta do lugar, Merim pulou novamente da cama.

   - Agora tenho certeza de que não fora um sonho, eu ainda estava acordada – disse ela.

   Merim abriu as janelas e começou a olhar para as casas na cidade, procurando algo que tenha feito aquele tremor, sabia que não era algo simples, que foi provocado por algum ser mágico.

   Ela ficou procurando por movimentação nos arredores, mas não encontrou nada dentre horas, não iria sair da guilda para ficar procurando de camisola, então quando viu que tudo tinha ficado quieto, ela voltou a dormir.

-----------------------------------------------------------

+Pela manhã+

 

   Akemi entrou no quarto de Hikory para acorda-lo.

   - Hikory, Hikory, acorda! – disse Akemi que chacoalhou ele, mas mesmo assim ele só falou algo meio estranho e virou para o lado.

   - Que coisa em – Akemi subiu de joelhos em cima da cama e depois pegou no pescoço de Hikory para ver se ele acordava o apertando.

   Hikory que ainda dormia puxou Akemi fazendo ela deitar e ficou abraçado nela como se a garota fosse um ursinho de pelúcia. Akemi começou a ficar vermelha, tão vermelha que já parecia uma pimenta fervendo.

   - Hikory, preciso que você acorde! – Merim entrou no quarto olhando para um livro e chamou o garoto.

   Então Merim viu os dois abraçados enquanto Hikory dormia.

   - Não é isso que você está pensando mestra, ele me puxou aqui – dizia Akemi super vermelha.

   - Então vocês dois dormiram juntos, deixa eu lhes fazer uma pergunta, vocês já possuem a idade para fazerem? Eu achava que vocês tinham só 16 anos cada um, então........há, esquece, quero vocês dois e Ashley na minha sala, meio que daqui a pouco – disse Merim que se retirou do quarto de Hikory e foi para sua sala.

   - HAAAAAA!!!! – gritou Akemi que então pegou o despertador e lascou na cabeça de Hikory.

--------------------------------------------------------------

+Voltando a sala de Merim+

 

   - Ainda bem que vocês vieram, espera, Hikory, por que você está com um galo tão grande na cabeça, na verdade não só você, olha na testa da Ashley também – disse Merim.

   - Não é não Akemi! – disseram Ashley e Hikory juntos.

   - Voltando as obrigações, eu acordei vocês mais cedo por que eu quero que cheguem lá o mais cedo possível para não levantarem duvidas sobre vocês estarem lá, geralmente ladrões atacam de noite e não pela manhã, pela manhã os soldados de Clare devem estar cansados e ainda com um pouco de sono, ou seja, estarão meio lentos na velocidade dos olhos – explicava Merim para os três.

   - Então nós estamos mesmo nos passando por ladrões – disse Hikory.

   - A única diferença é que vocês vão roubar algo que foi roubado, pensem em vocês como.........deixa eu ver........... Robin Hood, é eu acho que serve – respondeu Merim. Então a mestra pegou um mapa.

   - Lá vem a Merim com seus mapas kkkkkkkkkkkkk – disse Ashley quando viu o mapa nas mãos da mestra.

   - O que ela nos deu, nos ajudou a sairmos de Handcuff, se ela tem um de Gold Grid, vai nos ajudar também – disse Hikory.

   - Nossa mestra, você é a melhor – disse Akemi.

   - Na verdade não, esse mapa é de Fiore – então ela mostrou o mapa do reino.

   - Mas nós conhecemos o reino de Fiore – respondeu Akemi.

   - Ninguém consegue lhes mostrar o mapa de Gold Grid além de Clare, por que ninguém que entra lá sai com vida além dela, nem mesmo os soldados, as pessoas que trabalham lá nunca voltaram para suas casas e eu quero dizer nunca mesmo – disse Merim.

   Os três magos aprendizes se calaram.

   Merim colocou o mapa sobre a sua mesa e começou a apontar um lugar perto de Crocus.

   - Aqui, perto de Crocus, nesse pedaço do mar que o corta, Gold Grid fica no mar sobre um grande pedaço de iceberg, um castelo/prisão encima do gelo – mostrou para eles aonde ficava a prisão.

   - Gozado, como algo assim consegue ficar encima de um bloco de gelo sem afundar ou se o gelo derretesse – disse Ashley.

   - Só quero que vocês tenham cuidado com algo, dizem que Clare tem olhos por toda a cidade de Crocus, não mostrem para ela que vocês estão lá e ainda mais que são magos, de maneira nenhuma – acabou a mestra.

   - Mas se nós iremos para um lugar encima do gelo, não seria melhor levar o Hanuel junto que tem essa magia de mover o gelo – disse Hikory.

   - Como eu acabei de falar, vocês não podem chamar a atenção usando magia e Hanuel e os outros membros da guilda estão muito machucados, irei deixar vocês irem, confio que não iram ser pegos – respondeu Merim.

   - Espero que Clare não esteja lá – disse Ashley.

 

+Então eles pegaram alguns disfarces, roupas quentes, por Gold Grid ser um lugar gelado e tomaram rumo em meio à cidade+

-------------------------------------------------------------------------

+Em Gold Grid+

 

   - Tomem seus postos, protejam Gold como sempre protegeram – disse Clare que estava no meio de um grande salão de gelo antes de se chegar até a prisão, cercada por soldados armadurados dos pés as cabeças.

   Clare então se aproximou de onde estava Atenna acorrentada de joelhos em meio ao gelo, aos seus pés o chão de gelo era vermelho de tanto sangue que foi derramado ali pelas execuções. Estava acorrentada de joelhos e de costas a Kaira que também estava de joelhos no chão de gelo vermelho.

   - Esta vendo Atenna, aprecie esse lindo lugar, pois será o último lugar em que você vera a luz do dia – disse Clare que se aproximou e ficou de cara a cara com Atenna e então apertou as bochechas da maga de cura e depois afundou sua cara contra o gelo.

   - HAHAHAHAHAHAHA – começou a rir Atenna, levantou o rosto cheio de neve do chão e começou a rir bem alto, mas em sua risada dava para se perceber o medo.

   - Ficou louca só por que sabe que vai morrer! – disse Clare. Então quando ouviu aquilo, Atenna parou de rir e olhou bem fundo nos olhos de Clare.

   - Meu pai vai acabar com você se ver que eu morri, ele vai te torturar, sabe o que é ser enterrada viva Clare? – disse Atenna. Clare cuspiu na cara de Atenna.

   - Ai que medo, agora eu que tinha que rir, foi o tempo em que eu tinha medo de do velho Gareth, enquanto eu era uma criança frágil eu tinha medo dele, mas agora que desenvolvi minha magia, eu sou bem mais forte que os outros Dragões Demoníacos – respondeu Clare e então se levantou e saiu dali.

   - Kaira, se levanta, Kaira! Não desista, ainda podemos sair daqui, Kaira! Fala comigo Kaira! – dizia Atenna tentando falar com Kaira, mas a outra maga estava de cabeça baixa não a respondendo.

-------------------------------------------------------------

+Em Crocus+

 

   Uma faixa de terra se movia por entre as casas da cidade como um serpente, muito rápida essa faixa de terra chegou até a praia mais próxima de onde se encontrava Gold Grid.

   - CLARE!!!!!!! – Gareth gritou tão alto que de longe se podia ouvir seu grito, todas as pessoas que o ouviram gritar por Clare ficaram em pânico.

   Lá estava gareth encima de um enorme pilar de terra, provindo de seu poder, ao seu lado estava sua guilda, Punicuny, Tyruns(sim, ele é da guilda do Gareth) e um outro menininho.

   - Quero que vocês me ajudem a salvar Atenna, não deixem nenhum inimigo com vida, todos que vocês enfrentarem aqui hoje são marionetes de Clare – disse Gareth para seus aliados que se prepararam para a batalha.

   - Erde ist ein Teil meines Körpers schütze mich und kämpfe für mich als meine Selle Erde – disse Gareth que colocou sua mão no chão enquanto dizia essas palavras.

   Após Gareth dizer estas palavras, a terra começou a tremer, então várias partes do chão subiam e começaram a tomar forma, tomavam forma humanoide. Se tornaram golens e estes golens estavam por toda a cidade.

   Golens com uns 10 metros cada um, uns 200 subiram do chão invocados por Gareth.

 

+CONTINUA+


Notas Finais


PERSONAGENS

- Merim
https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/e4/d5/1d/e4d51d698b0668e373e0bddcabb1614d.jpg

- Atenna
http://www.anime-planet.com/images/characters/thumbs/yggdra-121373.jpg?t=1488067068

- Gareth
https://cdn.bulbagarden.net/upload/thumb/d/de/Emerald_Palace_Maven_Spenser.png/185px-Emerald_Palace_Maven_Spenser.png

- Clare
https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/7b/55/f5/7b55f55653ab9db320891a223c9176dc.jpg

-----------------------------------------------------------------

Palavras que Gareth usou para invocar os golens.

Erde ist ein Teil meines Körpers beschütze mich und kämpfe für mich als meine Seele Erde

Tradução(frase em alemão)
A Terra é uma parte do meu corpo, me protege e lute por mim como minha alma terra


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...