História Mais uma chance - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Personagens Byakuya Kuchiki, Hinamori Momo, Hyōrinmaru, Ichigo Kurosaki, Isshin Kurosaki, Jinta Hanakari, Karin Kurosaki, Mayuri, Orihime Inoue, Personagens Originais, Renji Abarai, Rukia Kuchiki, Shihouin Yoruichi, Shunsui Kyouraku, Soi Fong "Soifon", Toushirou Hitsugaya, Urahara Kisuke, Uryuu Ishida, Yuzu Kurosaki
Tags Aventura, Bleach, Drama, Hitsugaya Toushiro, Hitsukarin, Karin, Karin Kurosaki, Kurosaki Karin, Love, Romance, Shoujo, Toushiro, Toushiro Hitsugaya
Visualizações 62
Palavras 1.350
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


ATENÇÃO:
Para uma melhor compreensão desse cap sugiram que leiam o último mais uma vez porque eles estão "interligados" assim dizendo.
Boa leitura mina-san 🌸🌸
Espero que gostem 😊

Capítulo 17 - Karin pov on


Fanfic / Fanfiction Mais uma chance - Capítulo 17 - Karin pov on

    Se passaram duas semanas desde que eu comecei meu mini treinamento para capitã, já que vou ser oficialmente uma semana que vem. Tem sido um tempo bem cansativo, alternar entre aprimorar o máximo possível, decorar todas as técnicas e aprender a prencher aquelas toneladas de papeladas, não sobra tempo nem para respirar direito. Alguns capitães, acredito eu os mais simpáticos, vieram me cumprimentar e dizer algumas dicas, ou apenas dar algo a mais pra eu ler.

Quando eu terminei o livro que a Rukia me deu, o céu já estava anoitecendo. Resolvi dar um volta antes que eu surtasse, nunca gostei de ficar tanto tempo "presa". Andei em direção a aquele campo que eu estava treinando com o Toushiro, aliás eu nem cosegui falar com ele desde aquele dia, não é como se ele fosse ir me ver né. O campo estava calmo, dava para ouvir o vento passando entre as árvores, e já que estava um clima agradável, resolvi molhar meus pés.

Fiquei bricando com meus pés na água com a KuriKara em meu lado, já que comecei a usa-la para que não pensassem que eu não tinha uma. Estava tudo normal até algo se prender ao meu pé, e antes que eu conseguisse fazer algo, fui puxada para dentro da água. Me debati tentando soltar-me daquela corda brilhante mas senti minhas energias indo embora e tudo começou a escurecer.

Quando abri meus olhos eu estava num lugar completamente preto, e única iluminação que havia era das chamas azuis formadas em meu pé. Comecei a andar por aquele lugar em busca de um saída. Tudo continuou preto até aparecer uma luz e uma rua em minha frente, corri até ela e me deparei com uma rua em algum lugar que eu não conhecia. Ao longe pude escutar pessoas conversando e era como se eu fosse chamada para lá, segui as vozes e encontrei dois homens, um mais velho de cabelo preto que chorava na parede da casa, e um mais novo de cabelos alaranjados sentado a mesa. Do outro lado havia duas garotas, uma que era extremamente animada de cabelos castanhos claros, e uma garota ao seu lado... Mas ela é igual a mim!?

Tentei me aproximar mais deles mas me senti sendo puxada, logo me deparando com um outro lugar. Eu estava numa escola, e logo ao meu lado estava a garota igual a mim, ela estava distraída quando um garoto a abraçou por trás, a fazendo virar-se.

Haru!! Você quer me matar do coração!? — ela disse, bem... Eu disse, mesmo que eu não me lembre disso.

Me senti sendo puxada novamente, agora eu estava num parque. Tinha uma garotinha e o garoto ruim de mais cedo, só que mais jovem, bricando. Eles sorriam e se divertiam bastante, mas a garota acabou caindo e machucando o pé. O mais velho ficou muito preocupado e a pegou nas costas, nesse momento senti meu peito esquentar, como se eu estivesse encostada agora mesmo nele.

— Ichi-nii — sussurrei espontaneamente, logo as palavras foram engolidas pelo vento e eu pela escuridão novamente. Muitas imagens foram aparecendo ao mesmo tempo, e eu estava sentindo todas as emoções. Me senti completamente perdida, o que era aquilo... quem são essas pessoas...

Karin — escutei uma voz masculina falando ao longe.

Comecei a correr em direção à voz, talvez aquilo me tire daqui. Eu olhava para um lado, para o outro, e nada que pudesse me ajudar, até eu sentir uma pressão em meus lábios, logo em seguida apareceu a KuriKara atrás de mim, e ao seu lado havia uma pequena chama azul flutuante.

— Kara! Que lugar é esse? Como eu saiu daqui?

Karin, acalme-se. Você está presa aqui porque é necessário, o Hitsugaya está tentando salvá-la.!Você que decide se quer sair mas terá um preço a pagar, que talvez não seja algo que você queira — ela disse seria.

— Toushiro... Eu preciso sair! O que vai acontecer?

você terá suas memórias em vida de volta — a olhei tentando entender como isso seria algo ruim — até mesmo a sensação de quando você morreu. Tem certeza de que quer isso? — recuei um pouco, senti um peso em meu coração, mas eu não podia ficar presa aqui, então confirmei com a cabeça. — essa chama são suas memórias, e a sua passagem de volta, a segure e você estará de volta.

Hesitantemente, me aproximei do fogo e com as duas mãos o segurei. Senti uma pancada como se tudo entrasse em minha cabeça de uma só vez e meu corpo não aguentasse a pressão, em seguida senti meu corpo ficar encharcado e comecei a tossir água, logo respirando normalmente. Senti meu corpo ser abraçado logo ouvindo a voz do Toushiro.

— Por que você só me faz passar nervoso? Sua idiota! Você não disse que sabia nadar bem? — eu estava me sentindo acalmada com aquele abraço porém aquela corda ainda estava sugando minhas energias, então juntei toda a força que eu tinha para falar:

— Toushiro... — minha voz deve ter falhado mas eu tinha que continuar — corda... Meu... pé... — logo após dizer isso senti toda a força que eu tinha sumir, e apaguei novamente.

Eu havia voltado para aquele lugar escuro novamente. Agora eu estava raciocinando todas as informações. O lugar se transformou no último momento que eu estive em Karakura, eu olhava a Yuzu andando. Senti meu coração quebrando com o decorrer de tudo aquilo. As garras daquele monstro cravando em minhas costas, as lágrimas dos meus conhecidos, a dor era incomparável. Eu queria sair dali mas aquelas imagens estavam se repetindo e repentindo, e a cada vez mais eu sentia vontade de sair dali, mas meu corpo permanecia, até chegar a uma que eu simplesmente acordei completamente assustada, abraçando meus joelhos em seguida.

— Karin! O que aconteceu? — levantei minha cabeça vagarosamente e olhei no fundo daqueles olhos, sentindo um medo que nunca senti em minha vida, eu queria não me sentir assim. Me segurei em seu braço e disse:

— Toushiro, ele está atrás de mim!... Eu não consegui fazer nada, Toushiro, eu... — senti meus olhos encherem de água e comecei a me desesperar, mas então ele me abraçou — eu estava com tanto medo, e dói tanto... — senti ele me abraçar um pouco mais forte

— Já passou Karin! — ele acariciou minhas costas com o braço — você esta segura aqui comigo, não se preocupe. — me afastei um pouco dele para olha-lo nod olhos

— e quando você não estiver mais aqui?

— eu sempre estarei aqui — ele disse firme, me puxando para um abraço novamente, dessa vez mais apertado ainda. Eu me senti acalmar e o medo ir embora, esse é o efeito que ele tem sobre mim? Ficamos assim por um longo tempo, pelo menos foi o que pareceu para mim, então ele me encostou na cama — pode dormir agora, estarei aqui do lado então nada vai acontecer contigo. — ele ia se levantar mas segurei sua mão impulsivamente

— fica aqui comigo! — talvez eu me arrependesse de pedir algo assim mas eu não quero voltar para aquele lugar e sei que com ele aqui, eu estarei segura. — por favor!

Ele me encarou por alguns segundos e deitou-se na cama comigo, logo encaixando minha cabeça sobre seu peito, onde eu podia sentir sua respiração em meus ouvidos, o que foi me acalmando aos poucos até eu pegar no sono.

Sonhei com todas as vezes que encontrei com o Toushiro, o que fez meu coração esquentar, mas ao acordar o que esquentou mesmo foi o meu rosto. Nossa posição estava meio comprometedoras. Estávamos deitados em conchinha e ele estava me abraçando com os braços, e quando fui tentar tira-los ele me abraçou ainda mais forte, o que fez meu rosto esquentar mais ainda. Quando ele acordou, estava muito fofo, porque mesmo com muito sono e coçando os olhos ele estava me olhando preocupada e perguntando se eu estava bem.

     — Toushiro... Preciso te contar o que aconteceu no rio.


Notas Finais


Será que ela vai contar que tem as memorias de volta??
Que corda brilhante é essa?
Alguém teria feito isso?
Nos próximos caps responderei suas dúvidas 😆
Espero que tenham gostado 😊
Comentem oq acharam
Bjs da Hime😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...