História Maldito Bichano - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Baeksoo, Chanlu, Kaisoo, Kyungsoo, Sekai, Soobaek, Sulay
Visualizações 63
Palavras 1.268
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não me matem obrigada.
Espero que gostem,Boa leitura S2

Capítulo 1 - Gatinho insuportável


Fanfic / Fanfiction Maldito Bichano - Capítulo 1 - Gatinho insuportável

 – Ele come de três em três horas – Chanyeol me entregou um saco de ração – Só não dá chocolate pra ele.

 

 – Tá mas e se ele quiser cagar? – Olhei para o Híbrido com nojo

 

 – Ele vai no banheiro ué – Riu soprado – Não se preocupe,ele sabe se limpar

 

 – Hm...Tá,só mais uma coisa – Chanyeol me encarou – ele é bagunceiro?

 

 – Não – riu – Soo,relaxa cara,ele é um amorzinho

 

 O maior pegou o bichano no colo beijando sua cabeça logo em seguida. 

 

 – Ok...

 

 – Tchau bebê – colocou Baekhyun no chão – Tchau Soo 

 

 – Tchau – Sorri acenando com a cabeça. 

 

 

Park sorriu e abriu a porta logo saindo e a fechando em seguida. Olhei para o Híbrido que me olhava assustado.

 

 

 – O que foi? – O pequeno deu um pulinho. 

 

 – Nada... – encarou o chão – Ele vai demorar?

 

 – Ele vai ficar três meses fora – suspirei indo para a cozinha – tá com fome?

 

 – Sim... – Me seguiu – posso me sentar?

 

 – Claro – Baekhyun sorriu e sentou-se no armário – O que está fazendo?

 

 – Me sentando...

 

 – Eu disse que você podia se sentar na mesa – o encarei sério. 

 

 – Mas eu não pedi para me sentar na mesa – deu ombros olhando em volta. 

 

 – Sai dai. – mandei. 

 

 – Não vou sair – balançou os pezinhos. 

 

 – Se você não sair daí agora eu vou te dar uma surra – ameacei vendo o pequeno arregalar os olhinhos.

 

 – Você não faria isso.

 

 – Como pode ter tanta certeza? – Arqueei uma sobrancelha 

 

 – Se você me bater irá perder a amizade do Channie,e você não quer isso,estou certo? – Sorriu,enrolando as pontas do cabelos em seus pequenos dedos. 

 

 Maldito,e o pior era que ele tinha razão,Calma Kyungsoo,calma.

 

 – Te odeio.

 

 – Também te amo – me mandou um beijinho

 

 – Ta...O que quer comer? – resolvi deixar aquele assunto passar,não iria perder o controle tão fácil assim.

 

 – Tem chocolate? 

 

 – Sim – me encostei no balcão.

 

 – Eu quero.

 

 – Você não pode comer chocolate – o Híbrido fez um bico.

 

 – Eu quero chocolate – fez manha – Me dá 

 

 – Parece até um bebê falando desse jeito – brinquei rindo

 

 – Não pareço – cruzou os braços inflando as bochechas – me dá 

 

 – Não.

 

 – Eu quero chocolate – começou a chorar e grudou na minha perna enroscando sua calda na mesma.

 

 – Não vou te dar chocolate,agora me solta – tentei descolar o mais novo de mim,o que foi em vão.

 

 – Só se você me da

 

Suspirei com raiva e o entreguei a barra de chocolate.

 

– Toma,agora me solta 

 

 

Baekhyun sorriu e me soltou,logo pegando o doce e indo para a sala. Suspirei passando a mão por meus cabelos e o segui. Eu ainda vou enlouquecer.

 

 – Como mexe nesse negócio? – começou a mexer em vários botões do controle remoto. 

 

 – Não sabe ligar uma televisão?

 

 – Sei,só que a TV da minha casa não é velha igual a sua,tenho medo de apertar um botão e ela desmontar – Mordeu um pedaço do doce

 

 – Vai ficar botando defeito em tudo?

 

 – Quem bota defeito é a fábrica,eu apenas comento – sorriu

 

 – Vai ficar sem televisão também – guardei o controle encima da estante. 

  

 – Você é chato. – Baekhyun resmungou

 

 – E você é insuportável – sorri e escutei o barulho da campainha.

 

Caminhei até a porta e olhei pelo olho mágico. Meu coração quase saiu pela boca,o cara que eu sou apaixonado estava do outro lado,agora me fala,como eu vou esconder esse traste que está aqui em casa?

 

 – Baekhyun é o seguinte – fiquei em sua frente – Se você for pro quarto e ficar lá por umas duas horas,eu te dou um balde de chocolate 

 

Se eu estava me importando com o que o Chanyeol disse? Claro que não,só quero ficar em paz com o garoto 

 

 – Tá... – me olhou desconfiado – Onde tá o balde?

 

 – No Meu guarda roupa,agora vai logo – o empurrei para o quarto quando escutei a campainha novamente. 

 

 – Quem é?

 

 – Ninguém,agora tchau – o empurrei para dentro do cômodo o tranquei – Já vai

 

Gritei e me olhei no espelho para ver se estava tudo certo,peguei a chave e abri a porta.

 

 – Olá,desculpe a demora – Sorri sem graça 

 

 – Que isso – JongIn sorriu – relaxa,posso?

 

 – Oh,claro,desculpe – dei passagem para que o mesmo entrasse – Fique a vontade 

 

– Obrigado – sorriu – Então...minha irmã vai dar uma festa sexta feira e falou para eu levar alguém,aí eu pensei em você,topa?

 

– Oh... por mim tudo bem – sorri bobo – Que horas?

 

– O pessoal vai começar a chegar as onze da noite. 

 

– Ok – mordi o labio pensativo 

 

– Que foi? – chamou minha atenção 

 

– Vai ter muita gente desconhecida lá?

 

– Vai ter bastante pessoal do colégio – sorriu colocando as mãos no bolso da calça – E nossos amigos

 

Suspirei relaxado,pelo menos iria ter pessoas - além do JongIn - que eu conhecia. Iria pronunciar outra frase quando escutei um estrondo vindo do quarto.Baekhyun.

 

– O que foi isso? – JongIn andou em passos rápidos até a porta do cômodo.

 

– N-nada não – sorri nervoso e me coloquei na frente dele.

 

– Certeza? – fez uma careta olhando por cima do meu ombro. 

 

– Tenho sim – sorri falso. 

 

– Ok... – me olhou desconfiado – Bom eu preciso ir

 

Suspirei aliviado quando JongIn saiu da minha frente e andou até a porta,abrindo-a.

 

– Tudo bem,tchau – me escorei na porta e acenei sorrindo para o garoto que de vez em quando virava para trás mandando tchauzinhos.

 

Fechei a porta e passei a mão por meus cabelos. Quase que ele descobre sobre Baekhyun,e se isso acontecesse eu nem sei o que o Channie faria comigo.

 

Andei em passo rápidos até meu quarto e abri a porta,minha televisão estava no chão,havia cacos por todo lado e o Híbrido encontrava-se encima da cama.

 

– Minha TV... – sussurei pasmo 

 

Olhei para Baekhyun com ódio e pulei encima da cama para pega-lo,mas o desgraçado escapou antes que minha mão alcançasse sua cauda.

 

– Seu... – peguei meu travesseiro e coloquei em meu rosto antes de gritar – Eu não tinha terminado de pagar essa televisão 

 

Levantei e fui até a sala com o travesseiro em mãos.

 

– Você tem noção do que fez? – ameacei jogá-lo em Baekhyun 

 

– Desculpa Soo – Escondeu-se atrás das cortinas – foi sem querer

 

– Sem querer? – ri com ironia – você vai ver o que é sem querer

 

Corri até o mesmo e taquei o travesseiro,mas o maldito desviou-se e correu para a cozinha. Entrei no cômodo o não o vi,peguei uma panela e comecei a caminhar pela cozinha,olhando em todos os cantos em que o mais novo poderia estar.

 

Abri o armário e lá estava ele,todo encolhido trêmulo.

 

– Olha quem eu achei – sorri e o puxei pela manga de sua blusa. 

 

– Kyung por favor não me bate – o mais novo se debatia – Foi sem querer

 

Não respondi,apenas levei-o para a sala o deixando no sofá,logo me sentando em suas coxas para segura-lo.

 

– É o seguinte – segurei seus braços – Não irei te bater...mas se isso vier a acontecer novamente,eu acabo com a sua raça 

 

A última frase sussurrei próximo ao seu ouvido,me levantando logo em seguida.

 

Eu ainda estava puto,não tinha terminado de pagar aquela televisão e terei que gastar dinheiro com uma coisa que eu não irei mais usar. Uma pena eu não poder matá-lo.

 

Fui para meu quarto ignorando o cacos de vidro que estavam espalhados pelo caminho,me deitei na cama e suspirei. Eu ainda não acredito que vou ter que passar 3 meses com esse Híbrido.

 

– Que porra é essa? – Acordei com um grito vindo da sala,parecia a voz do JongDae.

 

Espera,JONGDAE???

 

Me levantei correndo e pelo sono,acabei tropeçando no edredom e caindo de cara no chão,mas ignorei esse mini acidente e me pus de pé novamente. Abri a porta do quarto - a qual eu não me lembro de ter fechado - e encontrei Chen encolhido ao lado da estante enquanto Baekhyun o olhava curioso com um pirulito na boca.Tão fofo.

 

– Kyungsoo você tem cinco minutos para me dizer que bosta é essa que tá acontecendo – Olhei para JongDae que estava quase chorando e suspirei,ferrou.


Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...