História Me dê amor ( Reescrevendo! ) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Chiyo, Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kizashi Haruno, Kushina Uzumaki, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Pain, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikaku Nara, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Gaahabi ( Gaara, Kizune ( Kizashi, Naruhina, Saino ( Kkkk), Sasusaku, Shikatema, Shizune ) Nejiten
Visualizações 55
Palavras 1.776
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Cheguei genteeeeeeeee 😊😙😙😙

Capítulo 6 - Luto e lembrança


Fanfic / Fanfiction Me dê amor ( Reescrevendo! ) - Capítulo 6 - Luto e lembrança


O dia começou diferente dos outros  , Kizashi estava  sentado no chão em um canto do quarto  , não havia dormido desde o acontecido  , Shizune chorava  ao seu lado , Sakura ainda estava em choque sentada em uma cadeira  .

Sasuke  se encontrava no quarto ao lado com a mãe que não havia acordado desde a noite passada , o rapaz lembrava do momento em que o homem havia chegado em casa , o cheiro estranho que sentiu nele  .

Levantou  - se apressado pegando o celular  , já havia ligado e mandado várias mensagens para o grisalho que no momento sabia que podia confiar  mas o homem  não atendia .

O médico disse quê esperaria sua mãe acordar para dar o diagnóstico  , ela dormia calmamente mas o moreno temia o que podia ter acontecido  .

Levantou  e andou de um lado para o outro sem saber o que fazer , mas logo ouviu a voz atrás de si .

Mikoto : Sa-suke - ocorreu até a mulher  - chame o médico rápido  - ela aprecia sentir dor , ele saiu do quarto rápido à procura de um médico  e quando encontrou o levou rápido para o quarto .

O médico começou a examinar a mulher  e então chamou enfermeiros  , era emergência  , o rapaz foi tirado do quarto , tentou insistir em ficar mas avisaram  que não séria possível  .

Sentou  - se então na poltrona do lado de fora , tentava ser forte de todas as formas , porém a imagem de seu pai invadida sua cabeça, e temeu então perder também sua mãe  .


Sakura povs-on


Levantei da cadeira sentindo a dor em meus olhos , me sentia fraca e mal me aguentava em pé  . Saí do quarto devagar vendo algumas pessoas me olharem .

Minhas pernas estavam fracas assim como minha mente que já não associava mas coisa com coisa . Eu só conseguia lembrar dele deitado no berço  e muito sangue , e então minha mãe aparecia jogada no chão com uma poça de sangue ao seu redor. 

No quarto à minha frente estava o Uchiha , sentado do lado de fora , ele parecia abalado . Sentei na poltrona ao seu lado  , ele me olhou e sorriu sem graça .

Sasuke : Já sabem o que aconteceu com o Yui ? - assenti .

Sakura : Ontem o médico foi no quarto , Yui foi estrangulado - ele pareceu estar surpreso .

Sasuke : Já sabem quem pôde ter feito isso? - suspirei .

Sakura : Não temos ideia - ele pegou o celular e ligou pra alguém. 

Sasuke : Desgraçado! Onde você se meteu? Por quê não veio vê - la ? . - ele discutia com alguém - ela não está bem , não venha se não for ajudar , não precisamos de você. 

Ele desligou e pôs o celular de lado  , a porta foi aberta e ele levantou  , a enfermeira o olhou receosa .

Enfermeira Choy : Infelizmente a senhora Uchiha perdeu o bebê - Sasuke entre abriu os lábios mas não proferiu nenhuma palavra - ela terá de ficar de repouso, aconselho que vá para casa , uma irmã ficará cuidando dela , a senhora Ryo - ele assentiu. 

Sakura : Eu vou com você,  preciso ficar em casa , às coisas pro velório estão chegando - avisei ao meu pai que iria pra casa e saímos do hospital. 

Sasuke estava extremamente quieto , ele não dizia nada , fomos ao estacionamento e entramos em seu carro . Eu o olhava o tempo inteiro mas ele parecia tão triste que resolvi não interferir. 

Ele me deixou em casa e foi pra sua , entrei vendo que tudo ainda estava sendo organizado, os empregados me olhavam tristes,  subi pro meu quarto e tomei banho.  Tomei café e deitei na cama , meu corpo estava fraco , eu mal o conheci e já perdi,  temia perder outras pessoas importantes pra mim .

Levantei e fui na janela e vi o corpo de Sasuke na cama , ele dormia , devia estar muito cansado. Olhei a hora , eram 08:40 , o velório começaria 10:00 e o enterro às 12:00 .

Meu pai ligou avisando que logo chegaria , sua voz era triste e baixa,  por um momento lembrei de quando perdermos a mamãe,  ele ficou assim também,  e chorava dia e noite. 

Encostei - me à cabeceira da cama já sentindo meus olhos arderam , e ela invadiu minha cabeça. 

(Autora : a Sakura perdeu a mãe com seis anos tá gente, ela tem 17 ou seja , já faz 11 anos que ela faleceu! )


Lembranças - onze anos atrás...

Sakura : Mãe - eu corria até ela vendo seu sorriso .

Mebuki : Oi meu amor - ela me abraçou. 

Sakura : Eu estava com saudades - colocou - me no chão e sentou na grama do jardim .

Mebuki : Estava mesmo ? - assenti - eu também estava .

Sakura : Hoje no colégio nos fizemos desenhos , eu fiz a mamãe,  o papai e eu - mostrei o desenho a ela .

Mebuki : Ficou lindo , espero que continue assim , doce .

Sakura : Assim como a senhora? 

Mebuki : Assim como eu , e como seu pai - ela me abraçou novamente. 

Lembranças off

Limpei o rosto e fui trocar de roupa,  pus um vestido preto abaixo do joelho e um salto baixo também preto,  fiz um coque e desci vendo meu pai e Shizune chegando,  ela estava muito abalada , a escola foi avisada e em respeito a ela ficará sem aula o resto da semana e segunda , no total cinco dias .

Fui até ela abraçando - a , ela tinha um semblante triste e pálido, então subiu às escadas indo tomar banho , meu pai sentou no sofá .

Sentei ao seu lado e segurei sua mão,  ele me olhou triste . 

Sakura : Vai ficar tudo bem , nós gamos superar - às lágrimas voltaram a rolar em meu rosto. 

Kizashi : Por que tínhamos que perder ele também?  - ele chorava .

Sakura : Eu não sei , não quero perder mais ninguém pai - ele me abraçou. 

Kizashi : Não queria que você passasse por isso novamente minha filha - neguei .

Sakura : Não se culpe pai , não foi o senhor quem fez isso - beijei sua mão - tente descansar antes das pessoas chegarem - ele assentiu e levantou. 

Me encolhi no sofá, meu choro era abafado por meus braços, era um momento tão difícil que eu não conseguia lidar .

Eu só conseguia pensar na dor , e na perda . Não só dele mas como da minha mãe, ela nunca saiu da minha cabeça mas naquele momento à invadiu completamente. 

A campainha tocou , levantei limpando o rosto e abri dando de cara com Sasuke , ele tinha um olhar tão distante , dei passagem e ele entrou .

Sentamos no sofá e eu fiquei o encarando,  queria falar algo mas não conseguia,  tinha medo de deixá - lo bravo ou ainda mais triste,  então deixei ele quieto .

Sasuke : Quantos anos você tinha quando ela morreu ? - ouvi sua voz rouca .

Sakura : Seis - ele endireitou - se .

Sasuke : Eu já era mais velho , tinha dez .

Sakura : Sasuke,  ela está bem ? - ele assentiu. 

Sasuke : Sim mas...perdeu o bebê - senti - me ainda mais triste .

Sakura : Você comeu? - ele balançou a cabeça positivamente. 

Sasuke : Eu não queria mas a empregada me obrigou. 

Sakura : Com quem você falava hoje de manhã ? - ele me olhou. 

Sasuke : Com um idiota que diz ser namorado da minha mãe. 

Sakura : Você não gosta dele ? 

Sasuke : Nem um pouco .

Sakura : Entendo , vai ficar tudo bem com ela - o moreno acenou positivamente com a cabeça. 

Ficamos um tempo em silêncio ate que as pessoas começaram a entrar,  tanto da minha família quanto de Sasuke . Eles pareciam abalados com a notícia repentina. 

Um homem alto aproximou - se devagar e dirigiu - se a Sasuke .

Madara : Você está bem ?

Sasuke;: Infelizmente sim .

Quando a sala já estava cheia era exatamente 10:00 , e então o carro chegou trazendo o caixão infantil com Yui,  puseram no meio da sala em um superfície sustentável, uma das partes estava aberta mostrando o rosto do bebê um pouco inchado e roxo .

Todos olhavam o bebê,  eu estava um pouco abalada então fiquei sozinha num canto .

Meu pai estava quieto,  os Uchiha e os Haruno faziam silêncio em respeito ao casal . Minha avó estava sentada no sofá confortando meu pai e Shizune. 

Já fazia algum tempo que não havia , o pai de Shizune avó de Sasuke estava com eles também,  era o homem que esteve conosco antes. Madara Uchiha , ele não aparentava ser tão velho mas já tinha 50 anos , Shizune é irmã do pai de Sasuke os dois são gêmeos. 

Fui até eles cumprimentando,  abracei minha vó e sentei no sofá de frente pra eles , Sasuke estava ao meu lado quieto. 

O velório passou rápido e o enterro aconteceu,  ele foi enterrado no cemitério dos Uchiha como Shizune havia pedido, depois que voltamos pra casa meu pai saiu com Shizune,  Eles foram pra algum lugar onde pusessem ficar sozinhos. 

Sasuke estava sentado no sofá,  ele almoçou comigo , o dia estava muito estranho,  sem sorrisos,  sem as piadas do Uchiha,  sem as investidas do meu pai , sem as gargalhadas da Senhora Uchiha. 

Haru estava quieta desde o alvoroço de ontem , ela ficou muito assustada,  passou o dia no quarto e a empregada levou sua comida e água lá. 

Ela estava deitada no sofá ao meu lado , olhei pra frente vendo o moreno cair no sono aos poucos, levantei e endireitei seu corpo devagar pra não acordá - lo . 

Sentei novamente e Haru deitou em meu colo , alisei seu pelo macio e ela dormiu aos poucos , levei - a para o quarto e a coloquei em sua caminha. 

Aos poucos começou a escurecer , Sasuke acordou e me olhou sem entender,  mas logo percebeu onde estava . Eu estava assistindo um clichê enquanto tomava sorvete e chorava com as cenas tristes,  ele tomou a colher da minha mão tomando um pouco .

Sasuke : Titanic ? - me olhou ainda abatido. 

Sakura : Me deixa assistir meus clichês - enxuguei as lágrimas. 

Sasuke : Não reclamei - encolheu as pernas. 

Sakura : Bom mesmo - dei a colher a ele .

Terminamos de assistir o filme e ele foi embora , subi para meu quarto e deitei novamente, longo dia .

Sakura povs-off



Notas Finais


O capítulo de hoje foi mais pequeno pois queria apenas fazer uma pequena explicação do que aconteceu depois .

Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...