História Meu amado híbrido (Baekhyun) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Exo, Imagine
Visualizações 262
Palavras 1.071
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Genteeeee, não tá lá essas coisas mais eu tentei, me perdoe se estiver ruim, EU TENTEI

Desculpe os erros e se o capítulo estiver ruim

Boa leitura! ♥

Capítulo 9 - Nove


Fanfic / Fanfiction Meu amado híbrido (Baekhyun) - Capítulo 9 - Nove


Pera, Baekhyun está no cio? Eu sei que um dia ele ficaria, mas não sabia que seria hoje, vou passar com ele

- E-eu vou te ajuda 



Vou até o mesmo e tiro seu calção e sua blusa deixando o mesmo só de boxe, retiro sua boxe dando a visão de seu membro ereto, pego o mesmo e faço movimentos de vai e vem com a mão 


Baek - N-não me t-torture 


Troco a mão pela boca (gente isso é constrangedor) fazendo o mesmo movimento, não demora pro mesmo se desmancha em minha boca, engulo tudo, o mesmo troca de posição agora ficando em cima de mim, o híbrido ataca meus lábios sentindo o seu próprio gosto, ele vai em direção ao meu pescoço depositando vários chupões 


Baek - Você tá muito vestida dona, que tal removemos tudo de uma vez - Assenti 


O híbrido retirou toda minha roupa me deixando só de peça íntima da parte de baixo, ficou observando os meu seios, não demora muito para abocanha - lo um dos meus seios, enquanto massagea o outro, depois troca fazendo a mesma coisa, ele desce fazendo trilha de beijos até minha barriga, o mesmo tira minha calcinha com os seus dentes me fazendo arfar, sinto seus dedos gelados fazendo movimentos circulares me fazendo arquear as costas pra trás, ele troca os dedos pela a sua língua, seguro seu cabeça puxando os seus cabelos, não demora muito pra eu goza em sua boca. Troco de posição ficando em cima do mesmo e rebolando em seu membro, também deposito vários chupões em seu pescoço, e deixo vários arranhões em seu abs. O mesmo atacou meus labios ferozmente e se alevanta me deixando confusa, ele pega alguma coisa na estante, o mesmo virou dando a visão de uma camisinha, que eu nem sabia que tinha lá 


- Onde arrumou essa camisinha? 


Baek - Isso não vem ao caso, já fez isso antes? - Assenti - Ótimo, não preciso ser cuidadoso 


O híbrido coloca a camisinha em seu membro, se posiciona no meio das minha pernas colocando praticamente seu membro todo, me fazendo gemer alto o seu nome, troquei de posição ficando em cima do mesmo, rebolando em seu membro fazendo o mesmo gemer meu nome alto, ele segura minha cintura dando várias  estocadas fortes. A cama não parava de se movimenta assim como os nossos corpos.


No quarto só podia escutar os nossos gemidos, e respirações falhas, e a cama batendo na parede. A posto que os vizinhos estão escutando tudo, mas eu não ligo


Com várias estocadas chego ao meu limite, mas o Baekhyun não, mas não demora pro mesmo chegar, me jogo ao seu lado ofegante, ele não estava diferente, o mesmo se alevanta pra jogar a camisinha no lixo, e depois volta



Baek - Você é maravilhosa - Diz assim que sua respiração voltou ao normal


- Digo o mesmo, preciso de um banho


Baek - Eu também, por que não tomamos juntos?


- Então vamos



Fomos pro banheiro tomar banho, na verdade só tentamos, porque não parava de ter mão bobas e isso fez acontecer um 2° round no banheiro



[...]




Ia me alevanta da cama mais acabei caindo, e sentindo uma grande dor em minha parte íntima


- BAEKHYUN


Baek - O que foi dona acontece... Por que tá no chão?


- Você pegou pesado ontem, pode me levar até o banheiro?


Baek - Claro - O mesmo me pega no colo e me deixa no banheiro, olho pro espelho e arrega-lo os olhos ao ver várias marcas roxas em meu pescoço


- Você me deixou toda marcada


Baek - Você não foi a única - O mesmo a mostra seu pescoço e a levanta sua blusa Onde tinha vários arranhões, arrega - lo os olhos


- Eu fiz isso?


Baek - Sim, eu não acho bom você ir trabalhar hoje


- Mais...


Baek - Sem mais, eu ligo pra lá e falo que você tá doente e eu vou cuidar de você


- Okay, agora deixa eu tomar meu banho



[...]



- Me ajuda a desce as escadas?


Baek - Sobe - Falou apontando pra suas costas


- Você pegou pesado


Baek - Desculpa dona


- Ei, onde arrumou aquela camisinha?


Baek - Comprei ontem


- Então foi isso o que foi fazer? - Perguntei assim que ele me deixou no sofá


Baek - Não, eu só comprei por que eu sabia que meu cio estava perto, mas não sabia que viria ontem


- Ah, você já ligou pra lá?


Baek - Sim, ele disse que tudo bem


- O que vamos fazer? 


Baek - Vamos assistir um filme


- Eu faço a pipoca - Me a levanto rapidamente quase caindo por causa da dor - Aish eu tinha me esquecido disso



Baek - Quer que eu te leve até lá?


- Não, não, tá passando, pode escolher um filme



Coloco o saco de pipoca no microondas, porque tô com preguiça de fazer no fogão, quem nunca né?


O microondas apita avisando que a pipoca tá pronta, coloco em uma vasilha e levo 



- Que filme você colocou?


Baek - Um de terror, não me lembro o nome


- Por que de terror? Tenho medo


Baek - Mais eu estou aqui, e se não consegui dormir é só me agarra eu não vou reclamar - Falou fazendo uma cara maliciosa


- Safado


Baek - Que nada 


- Você escolheu um filme de palhaços assassinos?


Baek - Sim, por que?


- Não vou conseguir dormir


Baek - Claro que vai eu vou está com você dona



[...]




- Já acabou? - Pergunto com as mãos nos olhos


Baek - Já - Fala desligado a televisão - Você não assistiu nada


- Eu tenho medo



Ficamos em um completo silêncio,  aproveitei e me deitei no colo do mesmo


Baek - Posso fazer uma pergunta?


- Essa conta?


Baek - Não


- Pode


Baek - Você gostou?


- Gostei do que? - O mesmo me olhou com a cara tipo "você sabe do que eu tô falando" fazendo eu corar um pouco - Sim eu gostei muito - O mesmo suspirou aliviado - Você ficou diferente, você ficou sexy 


Baek - Que bom achei que não tinha gostado, mas eu sou sexy 


- O que somos agora?


Baek - Quase namorados?


- Acho que sim


Baek - Eu te amo quase namorada


- Também te amo quase namorado 



[...] 


Continua?? 











Notas Finais


Gente ksksk eu sei que tá uma merda, eu não sei escrever esse tipo de coisa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...