História Meu amor do insta [ Jikook - V-Hope - Namjin ] - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Instagram, Jikook, Namjin, V-hope
Visualizações 171
Palavras 529
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Festa, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então meus amores a tia demorou para postar? Demorou
A tia voltou com um capítulo bosta? Sim

Mas eu não queria deixar vcs tanto tempo sem nada então postei esse capítulo meio ruinzinho que ainda haverá a continuação :3

Capítulo 35 - 33


Ele me prensa na porta de seu quarto logo "atacando" meus lábios começando um beijo afoito e cheio de luxúria. Enquanto me beijava ele explorava meu corpo com suas enormes mãos, eu segurava em seus cabelos os puxando de leve -conforme seus toques.
    Cessamos o beijo quando o ar faltou, mas sem mesmos que eu pôde-se  recuperar o fôlego ele toma meus lábios pra si novamente. Nossas línguas travavam uma guerra entre si, ele desce seus lábios ao meu pescoço, entercalando entre beijos, mordidas e chupões.
    O mesmo me pegou em seu colo fazendo com que eu entrelaça-se minhas pernas em sua cintura, conseguia sentir seu membro já ereto roçando no meu que se encontrava na mesma situação.
     Eu queria, eu necessitava de mais contato. Ele me leva até sua cama e me coloca sobre a mesma com certa delicadeza.
     Já afoito arranco sua blusa com brutalidade e o mesmo ri 

 - Tão desesperado pelos meus toques baby, assim que eu gosto... Só relaxa seu Daddy vai lhe satisfazer. - Ele diz soltando um riso nasal e beijando meu pescoço, ato esse que me fez estremecer.

    Ele tira minha blusa com facilidade, o puxo e o prenso na cama subindo em cima do mesmo, me sento em cima de seu mebro ainda coberto pelo pano grosso de sua calça. Queria fazê-lo sofrer, então começo a rebolar devagar o provocando.

                   ~Autora P.O.V~

    Baekhyun continuava as suas provocações enquanto se afastava do maior apenas para poder se ajoelhar em sua frente, Chanyeol já sabia o que viria a seguir então ele ajudou o menor a abaixar sua calça até a altura de seus joelhos deixando o garoto apenas de box.
    O mais velho começou a lamber o membro ainda coberto de Chanyeol lhe causando espasmos de prazer, Baek lambia toda a extensão de Chanyeol.

PCY - I-isso amor! Sua boquinha é mara-vilhosa 

   Baekhyun se sentia satisfeito vendo as expressões de prazer vinda de seu parceiro de cama.
   O menor levou os lábios até o cós da cueca do garoto a sua frente, logo a puxando para baixo lhe dando a tão esperada visão do membro de Chanyeol. O membro vermelhinho e com veias grossas estava lhe dando água na boca, Baek nunca imaginara que o seu melhor amigo tinha um comprimento tão grande.
    Sem perder tempo abocanhou o membro deixando na boca o quanto conseguia e com a mão direita massageava o que sobrava. Levava a língua até a glande fazendo preção em sua fenda já molhada pelo pre gozo.
    Chanyeol soltava longos arfares enquanto apertava fortemente o lençol deixando as pontas de seus dedos esbranquiçadas, o garoto das orelhas avantajadas estava completamente tomado pelo prazer.
     Chanyeol levou suas mãos até o cabelo de Baekhyun fazendo preção para baixo a procura de mais contato com a boca do menor.

PCY - Você está me levando à loucura baby.

    Baekhyun continuava com seus movimentos sem cessar, Chanyeol de tanto maltratar os lábios já sentia o gosto metálico de sangue invadir sua boca.
    O mais novo já sentia seu ápice chegar, e a cada segundo ficava mais tenso, o menor ao perceber a agitação estanha do maior diminuiu a velocidade dos movimentos 

 

Continua...

    


Notas Finais


Até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...