História Meu anjo, e demônio - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Super Junior
Personagens Cho Kyuhyun, Choi Siwon, Henry Lau, Kim Heechul, Kim Jongwoon, Kim Ryeowook, Kim Youngwoon, Lee Donghae, Lee Hyukjae "Eunhyuk", Lee Sungmin, Park Jungsu, Shin Donghee, Zhou Mi
Tags Eunhae, Kangteuk, Kyumin, Sichul, Super Junior, Yewook
Visualizações 43
Palavras 2.361
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cheguei mais cedo hoje... Bom diaaa!

Tenham uma boa leitura... estamos entrando na reta final em...!!!

Capítulo 30 - Cheque Mate


Fanfic / Fanfiction Meu anjo, e demônio - Capítulo 30 - Cheque Mate

 

- De quem é a culpa?

- DONGHAE! – gritaram todos juntos

- Perfeito Kangin, agora nós conseguiremos destruir qualquer contato entre eles! – respondeu Kyuhyun

- Isso é errado! – rebateu Yesung

- Não preciso ouvir asneiras agora, então cale-se Yesung! – rebateu Heechul

- Ele ficará destruído, moleque idiota – gargalhou Kyuhyun

- Ele ficará... ainda mais porque será o Hyuk seu destruidor... – falou Kangin

A porta do ambiente foi aberta, logo dois policiais entraram junto com os pais do moreno, todos os garotos da gangue levantaram e se curvaram diante das autoridades.

- Meninos expliquem-me já o que aconteceu! – rosnou autoritário o Sr. Lee

- Sr. Lee – Kangin tomou a frente do discurso – o sequestro aconteceu ontem, nós estávamos na praça quando uma van invadiu a área e parou a nossa frente, eles atiraram com armas de choque, inclusive todos nós estamos com as marcas ainda, e enquanto estávamos imobilizados eles levaram Hyuk...

- Vocês sabem que temos meios mais ilícitos para resolver as coisas, não avisamos vocês porque estávamos investigando, tanto que encontramos Hyuk hoje... – comentou Heechul

- Quem sequestrou ele? – perguntou a Sra. Lee

- É uma máfia chamada “The Wey”, eles são inimigos... entende? Mas nós estamos em tratado de paz, não foi por briga interna de gangues... – comentou Siwon

- Vocês se lembram de algo que poderia ser a causa do sequestro? – perguntou um policial

- Que eu saiba não... – comentou Heechul fingido

- Sim, aconteceu algo essa semana... – comentou Kyuhyun pensativo

- O que? – perguntou o Sr. Lee

- Bem Eunhyuk não é nenhum santo, e ele persegue um garoto... – começou Kyuhyun

- Donghae? – perguntou a Sra. Lee

- Sim, essa semana Hyuk brigou com ele, inclusive chegou a deslocar o ombro do Donghae, e Jeshung socorreu ele... os dois estão andando juntos a um bom tempo, inclusive já os vi trocar beijos... – comentou Kyuhyun

- Quem é Jeshung? – perguntou o policial

- O líder dos The Wey... – finalizou Siwon

O casal Lee trocou um olhar assustado, e os policiais se retiraram, a gangue voltou a sentar nos sofás e mantiveram suas caras de desespero e agonia, o casal ficou um tempo em pé e logo saiu da sala de espera, deixando assim os garotos sozinhos.

- AHAHAHAAHAHA – começaram a gargalhar

- Adeus Donghae – brincou Kyuhyun

- Sim, adeus Donghae... – respondeu Heechul maldoso

Yesung levantou irritado e se retirou da sala, para ele isso já era maldade demais.

 

~~~~~~//////~~~~~~

 

~Quarto de internação

 

- Filho? – perguntou a Sra. Lee

- Ele não responderá, embora esteja brevemente consciente ele não os entende – comentou o médico

- Quanto tempo até o efeito da sedação passar? – perguntou o Sr. Lee

- Acredito que nem vinte minutos...

- Entendo, ficaremos aqui – respondeu a Sra. Lee

- Estarei do lado de fora com os policiais, qualquer coisa me chame...

O doutor saiu da sala e o casal ficou ao lado do seu filho, Eunhyuk se remexia, mas não abria nem mesmo os olhos, ele falava algumas coisas, mas nada compreensível, o casal Lee ficou aguardando calmamente, cada movimentação mais intensa já os deixava alerta, mas logo o efeito começou a passar e Hyuk começou a voltar ao normal.

- Filho? – repetiu sua mãe

- Hunn.... – resmungou

- Você está a salvo meu amor, está em um hospital, não acontecerá nada a você – comentou seu pai

- Como cheguei aqui? – perguntou pausadamente

- Seus amigos conseguiram encontrar você...

- Kangin? – perguntou

- Sim...

- Filho, você brigou com Donghae essa semana? – perguntou seu pai

- Sim...

- Donghae está se relacionando com o líder da gangue? O Je... sei lá o que? – perguntou sua mãe

- Jeshung? – perguntou baixo

- Esse mesmo meu amor – comentou sua mãe

- Eles se beijam, então provavelmente sim...

- Meu filho, precisamos resolver isso, não posso deixar você se destruir dessa maneira – comentou seu pai

- Só me leva embora e me troque de escola, não peço nada alem disso...

- Não vamos mudar você de escola, você está na melhor de Seoul, é você que se distanciará de todos que te fazem mal... – comentou sua mãe

- Preciso de um tempo – pediu tremulo

- Filho isso tudo acabará, já liguei para meu pai, nossa família irá intervir – falou seu pai

- De verdade? – perguntou

- Sim filho, de verdade! – respondeu sua mãe em lágrimas

Eunhyuk olhou para seus pais e sorriu, mas logo desmaiou devido à quantidade de medicação.

 

~~~~~~//////~~~~~~

 

~Terça Feira, Colégio

 

Donghae estava na sala de aula estudando quando seus amigos chegaram, Wook e Minnie sentaram a sua frente e começaram a mexer em seus cadernos, distraindo o moreno.

- Gente! Estou tentando estudar! – o moreno falou birrento

- Já percebemos... – comentou Wook maldoso

- DONGHAE! – gritou uma voz e todos tremeram

- Fala Kangin – rebateu o moreno entediado

- Isso é para você – respondeu sorridente

Donghae pegou a caixa e a chacoalhou, ouviu um leve barulho e já soube que era algo de papel, logo não oferecia riscos imediatos, ele começou a abrir o embrulho e logo encontrou um cartão, ao pegá-lo na mão olhou desconfiado.

- Que merda é essa? – perguntou Donghae estressado

- É o telefone de uma funerária, ligue e já compre o seu túmulo, porque agora o Hyuk matará você de vez...

Donghae olhou assustado para o maior, e este deixou a sala gargalhando, Wook e Minnie começaram a tremer, assim como Donghae.

- Vamos até o Teuk! – rebateu Minnie

- Vamos! – falou Donghae

Os garotos ajudaram Donghae a arrumar seu material e logo se retiraram da sala, indo a passos rápidos até a sala do grêmio. Ao chegar na mesma abriram a porta desesperados e Leeteuk os repreendeu com o olhar, ao seu lado estava do diretor.

- Meninos estou em reunião, por favor, se retirem – falou o diretor

- Não! Teuk! – falou Donghae desesperado indo até a mesa do maior

- Hae, agora não... – comentou Leeteuk

- Olha o que Kangin me deu! – rebateu o moreno

Leeteuk pegou o cartão e o olhou confuso, o diretor pegou o cartão das mãos de Leeteuk e direcionou o mesmo olhar para Donghae.

- Kangin disse que desta vez Eunhyuk me matará! – falou desesperado

- Quando ele falou isso? – questionou o diretor

- Hoje! – rebateu Sungmin

- Eunhyuk só aparecerá em dez dias, até lá descobrirei o que estão tramando desta vez – comentou o diretor

- Aconteceu algo com ele? – questionou Leeteuk preocupado

- Eu soube que ele foi sequestrado... – respondeu o diretor

- QUANDO? – gritou Donghae

- De sábado para domingo... encontraram ele a noite no próprio domingo, mas se ele está de atestado por internação aconteceu algo grave – comentou o diretor

- Você sabe o motivo do sequestro? – perguntou Leeteuk

- Parece que tem algo relacionado a gangues...

- Eles ainda irão matar o Hyuk! – rebateu Sungmin preocupado

- Jeshung... – sussurrou Donghae para si mesmo

- Ele só volta semana que vem diretor? – perguntou Leeteuk

- Você sabe o que fizeram a ele? – cortou o moreno

- Não posso falar sobre o ocorrido com alunos – rebateu o diretor

- Eu amo ele diretor, pelo amor de Deus, se você sabe me diga! – pediu desesperado o menor

- Hae-ah de repente seja melhor você não saber – disse Leeteuk lhe abraçando

- O que fizeram com ele? – teimou

- Ele foi espancado e sofreu abuso coletivo...

- O QUE? – gritou Donghae

O moreno entrou em desespero, agora a frase de Jeshung fazia sentido, ele tinha destruído uma vida e não era a de Eunhyuk, era a do moreno, Donghae ia se entregar ao maior, ia dar seu coração a ele, mas ele o traiu da forma mais grotesca possível, ele esteve ao seu lado enquanto coordenada ataques a gangue.

O menor colapsou, ele não conseguia lidar com essa nova vida, ele não conseguia aceitar tudo isso, ele não conseguia entender o porque de tanta tristeza e destruição, o porque a morte destruiu seus amigos e distorceu o homem que tanto amou, ele não conseguia entender nem a ele mesmo, o Donghae, o peixinho que sempre jurou ser fiel ao seu loiro quase se entregou a um gangster que ordenara um ataque aos seus amigos.

Era tudo tão confuso, sem sentido, nada parecia estar no seu lugar, o mundo parecia dar voltas para trás, tudo parecia regredir, a vida regredia, a felicidade sumia, era cada vez mais dor e dor, somente dor. O menor olhou pela janela e viu um vulto, a morte lhe encarava e esta gargalhava de sua cara, era definitivo, essa nova vida era uma punição.

- Ele chega semana que vem né diretor? – perguntou Teuk

- Sim, algum plano? – perguntou sorridente

- Chega diretor! Semana que vem traremos Hyuk de volta! – falou Leeteuk entusiasmado

- Isso, me faça esse favor, traga um dos meus melhores alunos de volta! – rebateu o diretor

- Confie em mim, qualquer informação que o senhor tiver nos avise! – comentou Leeteuk

- Como pretende fazê-lo mudar? – questionou o diretor

- O nosso Hyuk está soterrado pelo medo, e nós temos a retroescavadeira... – comentou Leeteuk

- A retroescavadeira seria o ponto fraco? – o diretor perguntou confuso

- Seria a máquina que utilizaremos para chegar ao Hyuk original – comentou Sungmin

- E quem é a retroescavadeira? – perguntou o diretor

Todos olharam para Donghae.

 

~~~~~~/////~~~~~~

 

~Quarta Feira à noite, casa Shindong

 

- Bem, obrigado meninos! – começou Teuk

- Eu também agradeço por todos vocês estarem aqui – comentou Shindong

- O que é tão urgente para uma reunião destas proporções? – perguntou Kai

- Hyuk... – respondeu Shindong

- O que fizeram com ele? – questionou JaeJoong

- Fiquei sabendo pelo diretor que ele foi sequestrado – começou Teuk

- Quando? – perguntou Henry exaltado

- Na noite que dei a festa em casa, de sábado para domingo – comentou Teuk

- Encontraram ele? – perguntou afoitamente Kris

- Sim, no domingo à noite... – respondeu Shindong

- Como ele está? – questionou Yunho

- Não sabemos, a única informação que temos é que ele ficará internado até quinta feira da semana que vem... – mentiu Sungmin

- Até quinta? – gritou Tao

- Então foi algo grave! – completou Chen

- Sim, algo aconteceu, mas não sabemos em que proporções... – ditou Donghae

- Eu posso descobrir o motivo do sequestro... – comentou Ryeowook baixo

- Como? – perguntou Donghae afoito

- Eu meio que... eu e Yeye estamos namorando! O Yeye só está na gangue para proteger Hyuk, eu sei que Heechul e Kyuhyun ameaçam o Hyuk com alguma coisa, e Yeye disse que só sairá da gangue quando descobrir e conseguir levar Hyuk consigo... – comentou firme

- Estou chocado – comentou Shindong

- Contate ele Wook, quanto mais soubermos melhor será – comentou Teuk

- Mas vocês desconfiam de algo? – questionou Chanyeol

- Mais ou menos,o que sabemos é que o sequestro foi arquietato por uma gangue rival à de Kangin... – respondeu Ryeowook

- Merda! Eles sempre usam o Hyuk porque sabem que ele é o ponto fraco do grupo! – rebateu Hangeng irritado

- Sim... outra coisa... temos Donghae – comentou Shindong

- O que aconteceu Hae? – perguntou Lay

- Kangin me entregou ontem um cartão de uma funerária, e disse que dessa vez Hyuk conseguirá me matar – comentou cauteloso

- O QUE? – gritou Key

- Calma gente, acho que a gangue irá aprontar para cima de Donghae... – comentou Leeteuk

- Eles estão sorridentes demais desde segunda, estão armando algo... – comentou Kibum pensativo

- Eu já sei o que é... – D.O. interrompeu

- O QUE? – gritou Baekhyun

- Ele foi sequestrado por uma máfia, certo?

- Sim – respondeu Sungmin

- A única máfia que pode estar em confronto com eles é a The Wey...

- Por quê? – questionou Shindong

- Eles dominavam a área que Kangin está hoje, pelo que eu sei eles deixaram de atuar no mercado do tráfico....

- Sim! Jeshung comentou comigo isso – confirmou Donghae

- Exato Hae, e agora eles voltaram... e estão dominando tudo de novo...

- E o que o Hyuk tem haver com isso? – perguntou Leeteuk

- A área mais lucrativa e mais fácil de fuga é a que Kangin domina hoje, ou seja, a antiga sede da The Wey...

- Eles precisam de um ponto fraco... – comentou Xiumin baixo

- EXATO! – gritou Teuk

- Não entendi porque isso os deixaria felizes – comentou Sungmin

- O Hyuk foi sequestrado por briga interna entre as gangues... e os garotos teriam que lidar com esse problema e com a família do Hyuk, mas seria mais fácil jogar a culpa em cima de outra pessoa... – comentou D.O.

- Quem? – perguntou Shindong

- Donghae...

- Por que eu D.O.? – questionou o moreno

- O Jeshung é o líder, e vocês estavam meio que grudados demais, inclusive se beijavam, e na semana passada Hyuk deslocou seu ombro, lembra?

- Sim...

- Quem salvou você?

- Jeshung...

- Eles vão colocar a culpa em você Hae! – finalizou D.O.

- O que ganharão com isso? – perguntou Leeteuk

- Eunhyuk...

- Eunhyuk? – perguntou Zhou Mi

- O Hae é o ponto fraco do Hyuk e ele tem dobrado cada vez mais nosso garoto, se eles fazerem o Hyuk acreditar que a culpa é de Donghae eles não terão problemas com a família do Hyuk e não perderão ele... – finalizou D.O.

- D.O. me diga, você realmente tem um pacto com o satanás?– comentou divertido Chanyeol

- Com quem você tem andado D.O.? – provocou Taemin

- Gente, foco... temos um problema grave agora – comentou Shindong

- É o seguinte, temos que focar no Eunhyuk, todos nós sabemos que ele é agressivo quando incentivado, não podemos o deixar chegar perto de Donghae... – comentou Zhou Mi

- Ryeowook tente confirmar isso com o Yesung! – pediu Leeteuk

- Como manteremos Donghae longe e ao mesmo tempo perto do Hyuk? – perguntou Shindong

- Precisamos desarmar ele gente, quando ele voltar vamos separar ele da gangue, no terceiro andar tem um corredor desativado que ninguém sabe da existência, vocês trancarão Hyuk lá e eu também... dêem-me um tempo com ele... – comentou Leeteuk

- Posso descer a porrada naqueles animais? – perguntou Kibum

- Deve! – respondeu Shindong

- Perfeito... combinado então... sexta feira, quando Hyuk voltar nós traremos ele de volta ao grupo – comentou Yunho animado

- Combinado, é isso ai galera, não deixaremos mais aqueles idiotas tocaram no nosso garoto! – finalizou Leeteuk

 

 


Notas Finais


Será que terá guerra no próximo capítulo? Veremos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...