História Meu final feliz (SwanQueen) - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens August Wayne Booth (Pinóquio), Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Dr. Archie Hopper (Jiminy Cricket), Dr. Whale (Dr. Victor Frankenstein), Emma Swan, Henry Mills, Lacey (Belle), Madre Superiora (Fada Azul), Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Sr. Gold (Rumplestiltskin)
Tags Drama, Fantasia, Once Upon A Time, Romance- Swanqueen
Visualizações 113
Palavras 2.507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 30 - Confiamos em você.


Fanfic / Fanfiction Meu final feliz (SwanQueen) - Capítulo 30 - Confiamos em você.

 Passaram duas semanas a casa de Zelena já estava reformada, Emma e Regina estavam animadas, pois sabiam que aquela plantação era super importante para o futuro, estavam todos na fazenda era domingo Ruby se impressionava com Zelena e Dorothy como elas podem se dar tão bem ao ponto de sorrirem juntas e contarem piadas e tudo mais. _É maravilhoso isso que tá acontecendo podemos ter esperança, não? Emma pergunta olhando para Elena que sorri e diz.

_ Claro Emma, eu também estou feliz porque essa reforma essas plantas que a Ruby está plantando  é tudo maravilhoso. Elena para de sorrir ao observar Dorothy e Ruby juntas, Ruby acerta sem querer o rosto de Dorothy fazendo ela gritar e seu rosto começa a sangrar, Zelena ao vê corre e diz que pode curar mas Dorothy diz. _ Não, Zelena não gosto de magia. _ Tudo bem então fazemos só um curativo. Zelena fala e sai com a Dorothy para dentro da casa, Elena fala baixinho,

_ Preciso vê como será a cicatriz. Mas Snow a escuta e diz. _ Porque precisa ver, algo relacionado ao futuro tem a ver com esse ferimento no rosto da Dorothy? _ Ó, não! _ Ainda bem. Snow diz aliviada mas  logo percebe que ela estava olhando fixamente para a moça e não percebia sua presença ali. _ Ei Elena por favor me diz que nada ruim relac. _ Não, é ruim para vocês e sim para Dorothy e Ruby, mas está acontecendo muito rápido,pensei que teria mais tempo, não era para ela machucar o rosto ali. _ Me perdoa meu amor eu não vi você. Ruby falava sentindo culpa pelo o que aconteceu.

_ Calma lobinha, o corte foi pequeno ficará uma cicatriz minúscula. Zelena diz terminando o curativo, Snow por sua vez puxa Elena para fora da casa e diz. _ Me diz, todos estão entretidos lá dentro,fala o que de ruim acontece e o que esse corte tem haver com o futuro? Elena suspira e diz. _ Snow, eu posso dizer somente, que eu vi a Dorothy com esse corte e acontece algo muito ruim com elas e não sei se posso impedir, por que talvez possa estragar qualquer chance de vitória. _ Mas se o que for acontecer com elas for muito trágico, é melhor você impedir. Snow diz e olha para Elena esperando uma resposta,a moça com a voz meio embargada diz. _ Você não entende,eu fui criada por mim mesma quando eu chego a uma certa idade eu começo a me lembrar de todas as coisas que aconteceram, sabe quantas vezes eu vi as minhas mães e meu irmão se tornarem escravos do tempo tendo todas aquelas visões horríveis, eu já perdi as contas das vezes que… é deixa não posso falar, isso para mim é uma tortura,não poder crescer com meus irmãos e minha prima, saber que talvez eu tenha que lembrar disso novamente em outro tempo, não chamar elas de mãe, não chamar você de avó, não ter o carinho de todos eu tô cansada,e se caso impedir o que vai acontecer tudo pode se repetir, eu estou presa em um paradoxo e isso é torturante. Elena fala já em lágrimas e não percebe Emma e Regina atrás delas, Snow a abraça dizendo. _  Se você quiser pode me chamar de vovó, afinal é o que eu sou. Regina sai em sua fumaça roxa Emma se aproxima das duas e diz._ Sophia Elena, eu posso falar com você? Elena se assusta pois nunca alguém havia chamado a pelo nome completo,ela se vira seca o rosto, e segura sua mão e diz. _ Vai com sua mãe. Emma sorri e a leva pela mão até o poço e diz. _ Será que você pode nos contar um pouco como foi a sua vida longe daqui. _ Nos contar,mas cadê a Regina ? Emma fez as duas aparecem no quarto,Regina estava sentada na cama chorando, muito. _ Ei, meu amor, não chore. _ Como quer que eu não chore, vê Emma a nossa filha sofre por minha culpa, se não tivesse feito aquele pedido nada disso teria acontecido. _ Que pedido? Regina assusta pois ainda estava de cabeça baixa e não percebeu a presença de Elena ali, Emma mais que depressa diz. _ Não importa, depois contamos a você,porque agora quero saber mais da sua vida pois é minha filha não? _ Sim. Regina chama Elena para se sentar dando espaço, a menina fica entre as duas mulheres e diz. _  Bom vamos pelo início então, vocês tiveram que me entregar para meu outro eu mais velho, essa Elena que vos fala é a segunda, Pois quem me buscou foi a Sophia que foi criada pela Elena, que me criou que agora se tudo der errado, esse bebê será criado por uma outra Elena que virá e ela se chamará somente Sophia, um pouco confuso né? Mas eu cresci como uma criança quase normal até meus 5 anos foi muito difícil quando tive que ir para escola, meus poderes já tinha começado a se manifestar então, a Sophia resolveu que me ensinaria em casa, aos sete anos eu não saia mais somente quando era realmente necessário,mas aos 12 já quase controlando meus poderes, ela me deixava brincar na praça e lá eu conheci a Luena ela é Angolana e foi abandonada pela família e vivia nas ruas desde  os 8 anos eu acho,ela descobriu o que eu podia fazer mas em vez de se afastar de mim ela disse

“ é as diferenças que nos tornam tão especiais, e se você é assim diferente é porque você é muito especial, e eu gosto de você de todos os jeitos” eu pensei que ela estava brincando comigo mas não ela realmente não se assustou nem se afastou, e quando completei 14 ela já tinha 17 e foi assassinada na minha frente tentei segurar a bala mas eu estava muito nervosa eu parei uma mas o ex namorado dela descarregou a arma, então eu corri o mais rápido que eu pude encontrei a Sophia, ela nunca tinha me dado um abraço mas aquele dia ela me abraçou foi alí que eu entendi que aquilo já tinha acontecido, ela disse não se meta em encrencas mas eu comecei a usar drogas fui internada usei meus poderes assim no meio da rua a sorte que todo mundo achou que era truque, com 16 anos tive uma overdose de medicamentos,na verdade tentei me matar, não adiantou Sophia apareceu e me trouxe de volta, ainda com 16 e cheia de ódio eu encontrei por acaso o ex namorado da Luena, eu o peguei e o torturei por dias até que resolvi arranquei seu coração e o esmaguei, aos 18 não usava mas drogas pesadas mas o álcool e a prostituição fazia parte da minha rotina, Sophia não me prendia mais, com 20 anos a Sophia que eu conhecia desapareceu e apareceu uma Elena que dizia,que estava quase na hora de salvar minha família, eu não queria acreditar nela e nem vir para cá mas ela me levou para o futuro ele era assustador, depois me trouxe aqui nesta cidade, Emma estava salvando você Regina de se tornar a Senhora das Trevas, e eu achei aquele sacrifício tão lindo, e Elena disse que aquelas duas eram minhas mães, e depois me trouxe aqui no momento em que a Regina vai parar em um mundo desconhecido para trazer a Emma de volta, e depois me trouxe no momento em que vocês descobrem a gravidez, e depois comecei a viajar só, e descobri que vocês dariam qualquer coisa uns pelos outros, então percebi que o certo a fazer era salvar vocês assim também me salvaria, depois de algumas viagens comecei a reter todas as memórias de todas Sophia Elena, e para mim tem sido muito difícil, lembrar de coisas que eu tecnicamente não vivi, coisas boas e ruins. _ Como assim você se lembra de todas elas ? Emma e Regina estava segurando mão e acariciando mão de Elena, a qual responde. _ Sim por exemplo, eu consigo lembrar que isso aqui nunca aconteceu com nenhuma de nós, mas que a Dorothy machucaria o rosto mas seria daqui uma semana, as coisas vão se concretizando de formas diferentes, e eu não vou conseguir ficar somente olhando o que irá acontecer com elas tenho que impedir. _ Eu realmente sinto muito Sophia Elena, pelas coisas ruins que passou. Elena sorri para Regina dizendo. _ Não, tem problema isso me fez mais forte… eu posso pedir uma coisa para vocês? _ Claro. As duas dizem em uníssono, Elena sorri da sintonia e diz. _ A Luena agora ela deve ter 3 anos quando a Sophia nascer ela terá quase 4, quando tudo isso acabar vocês podem arrumar um lar para ela porque ela vai ficar passando de orfanatos e abrigos será espancada, abusada e humilhada de todas as maneiras, você pode proteger para que ela não passe por isso arrumando um lar para ela, por favor .

_ É claro Elena, vamos cuidar para que ela não passe por isso arrumarei um lugar bom para ela viver. Regina diz com um semblante muito triste, ela pensava olhando para os olhos de Elena. “ Como essas coisas terríveis pode acontecer com ela, e ainda tem esse olhar terno igual o da Emma”

_ Regina, Regina,Gina. _ Que, eu tô escutando. _ Não tá não,o que você acha? _ De que ? Emma sorri e diz.  

_ Sabia que não tava escutando, eu não disse nada só estava chamando, tá apertando muito forte a mão da nossa filha,tá ficando roxa. Depois que Emma falou que ela percebeu que chamou Elena de filha, Regina que já estava chorando chorou mais ainda, Elena se levantou beijando o alto da cabeça de Regina dizendo. _ Fica tranquila,ainda vai ter que contar muitas histórias, para esse serzinho que está aí.Ela fala apontando para barriga da morena, que se levanta e abraça a menina bem forte, e diz baixo em seu ouvido. _ Sinto muito por todas as coisas horríveis que passou...e quero que saiba que independente do que aconteça...amamos você, todas as suas versões. Regina seca as lágrimas que escorria no rosto da menina, e Emma segura as mãos das duas e diz.

_ Temos que voltar, antes que sintam nossa falta. As três somem em uma fumaça laranja claro, ao chegarem na fazenda Zelena vê de longe e diz para Snow. _ Viu a cor da magia da Elena?

_ O que tem? _ Lembra, quando Emma e Regina usam magia juntas ao fundi las ela fica laranja claro, é por isso que Elena é tão poderosa ela carrega várias magias juntas, a começar pelo amor verdadeiro que juntos formam a felicidade, e tem também a magia das trevas que ambas têm, pureza que Emma tem, e as únicas capaz de se transformar de mal para bem e vice versa, Elena é forte porque herdou a magia de ambas ou seja ela carrega todas as magias juntas.Zelena diz respondendo Snow e logo as três se juntam ao resto do grupo, Elena chama Ruby as duas vão até a plantação de flores. _ O que foi menina? Ruby pergunta com um sorriso nos lábios,mas Elena com o semblante sério diz.

_  Ruby, a Dorothy vai pedir algo para você, acho que ela pedirá para vocês irem em algum lugar  não sei dizer onde mas sei que será fora de Storybrooke, você não pode ir nem ela. _ Porque não? _ Faça apenas o que eu digo porque se não fizer algo ruim vai acontecer,você a ama ? _ Claro que sim muito. Ruby responde já nervosa com toda aquela conversa,Elena com um sorriso de canto diz. _ Então se ama não faça o que ela pede, só desta vez, tudo bem? Ruby consente e as duas voltam para casa, Henry corre até a irmã e diz. _ Tenho que mostrar algo para você. Os dois caminham até o quarto onde Henry pega um livro e abre em uma página e lá tinha o desenho da família Swan Mills, eles estavam sentados na grama brincando.

_ Eu fiquei feliz quando vi mas ao passar a página vi isso que me deixou aterrorizado. Elena vê a imagem e fica em choque e diz. _ Isso não pode ser real por favor Henry, não conte a ninguém. Elena arranca a folha, Henry pega o livro e diz. _ Eu não contarei a ninguém mas você tem que me prometer uma coisa não deixe chegar a esse extremo todos nós aqui estamos confiando em você,Elena somente você pode impedir o que está neste papel. Elena abaixa a cabeça e faz o papel desaparecer, com um olhar bem triste ela diz. _ Henry se caso aparecer que isso aqui possa acontecer você deverá fazer algo para impedir. A moça entrega um anel ao Henry e diz. _ Use este ele é muito poderoso nele está a magia de várias bruxas e fadas é muito poderoso mas ele só funciona se a pessoa acreditar e a pessoa, e somente você ou eu podemos usá-lo porque ele é protegido pela magia de sangue. Henry concorda com tudo guarda o anel e os dois voltam para a sala, Elena sai para varanda ela percebe Zelena se aproximar e sai em sua fumaça, antes que a tia chegue perto, Zelena acha estranho e chama Henry e pergunta. _ Garoto que aconteceu com essa menina ela parecia angustiada e sumiu sem falar com ninguém. Henry tenta disfarçar dizendo. _ Não sei tia, ela está apreensiva desde semana passada. Zelena finge que está tudo ok e diz para Henry voltar para dentro, quando o garoto sai ela desaparece e começa a ir em todos lugares possíveis atrás da menina, depois de alguns minutos ela a encontra a garoto que estava no poço no meio da floresta que se assusta e diz. _ Como me achou aqui? _ Você,se parece mais do que pensa com suas mães e avós, deve ser a genética,bom algo está incomodando você, o que é? Elena escorada no poço e com a cabeça baixa diz. _ O que você faria se descobrisse que aquilo que você mais temia é na verdade o único que pode salvar aqueles que você ama? _ Eu não entendi direito, mas eu acreditaria nas pessoas que eu amo e tentaria vê onde que eu errei para transformar o meu herói em um vilão. _ É isso mesmo que vai acontecer, mas eu acho que sei onde foi que  errei,pelo menos espero que sim. Zelena se aproxima mais da garota e diz. _ Menina, sei que já passou por muitas e que às vezes se pergunta porque está aqui, mas Elena você é igual sua mãe Regina ela quando quer algo não desiste nunca e sei que também acredita nas pessoas igual a Emma, então não desista ainda nem se desespere sei que vai conseguir todos nós confiamos em você._ Obrigada Zelena,sei o que vou fazer agora.


Notas Finais


Obrigada a todos que leram, espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...